Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MULHER QUE GOZOU NO TRANSPORTE PÚBLICO

Caros Senhores,



Tais fatos narrados são verídicos e aconteceu comigo a 2 semanas.



Estava sentado num ônibus (esses de passageiros mesmos), e de repente via uma morena, devia ter 1,80m, olhos e cabelos negros, umas pernas maravilhosas, e uma boquinha bem carnuda que logo me vez subir o sangue.

Ela veio e sentou ao meu lado, sendo que como eu estava sentado na ponta ela pediu licença e passou para o canto da janela. Nisso ela encosta as suas pernas em meu braço que estava segurando uma bolsa.

Ai fiquei na minha como se nada tivesse acontecido.

Derepente olhei para ela e vi que os seus seios estavam com o biquinho durinho.

Nisso me atrevi a deixar a minha mão levemente cair sobre as suas coxas somente para ver a sua reação.

Ela não se mexeu e continuou a ficar olhando para o lado da janela.

Nisso comecei a acariciá-la bem devagarinho para saber se ela iria me dar um tapa ou fora. (se estava esperando isso pois ela era um mulherão).

Ai percebi que ela quase não se mexia e que estava muito nervosa, já que somente seus dedos mexiam.

Nessa oportunidade resolvi ir um pouco mais além e comecei a acariciar suas pernas práximo a sua calcinha.

Fiquei realizando rodízios com meus dedos na sua perna e ela permanecia imável.

quando resolvi dá mais um passo e coloquei a minha mão na calcinha dela, na mesma hora ela deu uma olhada para baixo dando a entender que estava sentindo alguma coisa e não sabia o que era.

Derepente ela olhou pra frente e ficou mais nervosa. Quando olhei eram pessoas que estam entrando no ônibus e que como o mesmo estava cheio, ela achou que alguém pudesse ver acariciá-la.

Mais do que depressa peguei o me casaco e joguei no nosso colo, quando percebi que ela ficou mais relaxada pois o segredo que a dava tesão estava seguro.

Ai resolvi ir mais longe e tocar o seu grelhinho ainda por cima da calcinha, percebi que ela estava quente e que naquele momento ela fechou os olhos e simulou que estava dormindo.

Não perdi tempo.

Meu pau já estava duro como uma tabua já rasgando a minha calça e agarrando nos pentelhos.

Chegando no grelhindo resolvi fazer movimentos circulares nele e percebi que ela adorando, já que a mesma dá sempre um suspiro, (ainda vingindo que dormia), quando eu fazia o carinho com mais força.

Então finalmente vi que ela estava disposta a tudo.

Percebi que ela cada vez que eu chegava mais perto de sua xainha, ela abria ainda mais as pernas. Aquilo me deixou louco de tesão.

Já totalmente excitado meti as minhas mãos na sua xainha pelo lado da calcinha, e ela suspirou mais alto dessa vez.

Percebi que de vez em quando ela abria os olhos talvez para vigiar o lugar onde iria saltar ou para ver se alguém estava vendo aquela situação.

Quando cheguei com meus dedos na sua xaninha, vi que ela estava totalmente molhada e que cada vez mais abria as pernas pra mim.

Então naquele ônibus com pessoas entrando e saindo eu a masturbava e ela ainda fingindo estar dormindo não aguentando de tanto tesão, pegou a minha mão.

Levei um basta susto.

Eu pensei que ela faria um baita escandalo e me bater.

Mas ela continuou seguranda a minha mão e indicando onde ela queria que eu a tocasse.

Fiquei louco de tesão e a fui masturbando durante uns 25 minutos.

Ai peguei a mão dela e levamente levei para a direção do meu cacete que já estava fervendo.

Ela então o agarrou com muita pressão e parecia que eu iria gozar ali e agora.

Como o ônibus estava ficando vazio eu resolvi puxar um papo com ela comentando sobre um acidente de trânsito.

Ela respondeu e continou a puxar o assunto.

Nisso eu perguntei a ela na maior cara de pau se ela gostaria de sentar no último banco já que lá era melhor para conversar.

Ela mesma hora topou e fomos para o último banco.

Quando sentamos ela perguntou o que eu queria dela, e eu não respondi nada e comecei a novamente passar a mão em suas coxas, muito lisas por sinal, e peguei a mão para botar em meu pau.

nás colocamos um casaco em cima do nosso colo e começamos a nos marturbar mutuamente.

Quando pedir para ela chupar o meu pau dentro do ônibus e ela assustuda perguntou se eu estava louco, e disse que eu estava louco por ela, e que adoraria que ela me chupasse ali naquele momento.

Como ela estava sentada no canto da janela, ela então falou pra eu sentar no lugar dela.

Ai percebi que ela deixou no meu colo e botou o meu pau pra fora e começou a mamá-lo como ninguém.

Lambia a cabeça e passava a sua lingua nele todo e eu já estava quase gozando.

Derepente ela disse que precisava ir embora que estava chegando no ponto dela.

Eu pedi para ela um telefone para poder falar com ela mas ela se recusou pois era casada e que aquilo foi uma loucura e que ela lembraria com maior tesão, mas que não aguentaria se houvesse uma segunda pois ela iria querer sempre.

Pois é caros amigos perdir uma mulher maravilhosa que nem ao menos descobri o nome dela, mas descobri muitas mulheres são carente sexualmente porque os companheiros não fazem uma mastubarção nelas com carinho.

Espero que gostem.

Sou do Rio de Janeiro, e adoro as mulheres.

Se alguém contou da histária e quiser trocar experiência mandem um e-mail.

Abraços





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


enfiaram uma bucha no cu do estupradorconto porno eu meu marido e o sogroContos erotico marido corno bebedor de porravideo porno gay de homem que botou camisinha para comer seu parceiro apos gozar ele tira a camisinha e da para o amigo chupar seu paucontos eroticos na viagem comi sogra e mulher no carrocontos de lesbianismo no acampamento de escoteiraszoofilia cavalo violentos o dedãocontos eróticos de professor Gayrapazes peladoes se exercitando na academiaconto erótico com a mamãemeu amigo travesti me comeu contostodos foderam ela contoscontos de envagelicas encoxadas e fudidas na frente do maridocontos porno mamae no onibusmeu marido é um corno muito especialcontos eroticos o empregado me bolinou e gosteicontos sacsnagenlevou boquete da irmã caçula dis que gosta de chuparcontos soldados estruparam minha esposarelatos eroticos meu marido pediu para eu trair e contar tudoContos mamae é a puta da familia e dos vizinhosminha tia casada matutinha contospoeno cenas namoado apwrtando mordendo e chupando teta da namorada pra formar bicoporno com.negp mulher sobe eu sima delepenes maigadecontos de lesbicas coroascontos eroticos homem casado dando para o primoxvideo enbebedei e comir o seu cu virgemdescobrindo que o primo gosta de rolacontos eróticos o amigo pintudo do meu marido mi arronboamolecendo dentro da xanamulheres secando bêbadas cheias de tesaoso rendudo socando ni bundao enormeconto porno de peludas recenteBucetas virgemdas das adolecentes doidoContos eroticos mulher cuzeiraconto eroticos primas gostosa veio min vizitarvarios me comero s calsinha contos gaypeguei minha enteada contos eroticossou lesbica e trepo com minha mäeque enganaram e comeram meu cu sem pena contosconto eroticos cheguei em casa com o cu cheio de porrae arrombadoconto eroticos comendo a irma de perna quebradaconto comendo viuvaaquela pessoa pirocuda da salacontos eroticos arrombei minha sobrinha pequenaContos eroticoSexo tirando traindo meu namorado com meu vizinhoconto meu chefe me chupoucontos eroticos de trans rabudas e gostosas sendo arrombadasconto.erotico..casada.18..anoscontos eroticos comendo cu da prima e tia junto com o tioconto de o tenente me chupou muito gaycontos sexo.minha esposa hosana adora comer meu cupapai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete deladoro dar para o nosso cachorro contos eróticosum romance com minha maninha-contos:eroticoscontos gay fetiche em gordinhocontos eroticos no casino pagou com a mulherContos de sexo sogro acima de 70 anos e noraContos gay pinto pequenoContoseroticoscomsogrocontos minha cunhada viu eu mijanocontos eróticos de negras no metrôhistorias heroticad comi airmanzinha da minha namoradabuceta velha contoshistoria erotica irmão dopa irmãcontoseroticos negaode conchinha sem calcinha (contos)ela sentava no meu meu colo e adorava contos eroticosflagrei o garotinho lanbuzado de porraMamando piroca do filhinho contoseroticosComi um cu fedodo contoseu liberei minha esposacontos eroticos um negro me arrombandojogo de carta em aposta conto incestocontos eróticos nao deixavs eu chupar o anus delamulher da um grito cachorro éra soca pica cú da mulherSexoincestocontosdesvirginando sobrinhacunhadinha dando o cu apoiando na mesaConto doente mental gozeiminha mae transando contoscontos e fetiches minha enteada minha perdiçãocontos erótico de lesbianismomendigojumentocontos eroticos medico