Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
JŠ estŠ liberada a Šrea de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA LINDA JAPONESA ENTROU EM MINHA VIDA

J√¬° contei aqui como Anna entrou literalmente na minha vida, usando e abusando de suas fantasias e de um monte de brinquedos er√¬≥ticos que us√¬°vamos para apimentar nossas transas. Linda e sedutora, ela adorava inverter a situa√¬ß√¬£o, me dominando e se deleitando enquanto me comia de todas as formas poss√¬≠veis. Para ela, nunca houve tempo ruim na cama; tudo era permitido e desejado. Contei tamb√¬©m como foi o final de semana que passamos em uma ch√¬°cara, quando ela me amarrou e me comeu usando uma cinta com um pinto de borracha. Minha surpresa vou ganhar depois um CD com um v√¬≠deo de nossa transa. No v√¬≠deo, que eu guardo at√¬© hoje, mostrava movimentos de c√¬Ęmera, aproximando e mostrando v√¬°rios √¬Ęngulos, deixando claro que outra pessoa estava presente, gravando tudo. A d√ªvida que me perseguiu por um tempo era quem tinha participado da cena preparada por Anna. Quem sabia que eu estava sendo sodomizado por ela. Eu fiquei apreensivo, pois a hist√¬≥ria poderia se espalhar entre nossos amigos ou, pior ainda, o v√¬≠deo poderia cair na internet. Neste caso, eu estaria mesmo fudido. Mas isso felizmente nunca aconteceu. O que me deixou chateado foi ter terminado com Anna, que voltou a viver com o seu ex-marido e est√¬° gr√¬°vida do primeiro filho.



Mesmo n√¬£o estando mais juntos, temos amigos em comuns e nossa rela√¬ß√¬£o √¬© de amizade, pois partilhamos por algum tempo muitos segredos. Anna vive me apresentando suas amigas, inclusive dando algumas dicas para eu me aproximar. J√¬° rolou v√¬°rias paqueras e transas, mas nenhuma tinha chamado muito a aten√¬ß√¬£o, pois Anna continuava imbat√¬≠vel na minha mem√¬≥ria. At√¬© que Mara surgir. Morena bronzeada de cabelos longos e negros, 28 anos, 1,60 de altura, malhada, e com humor ferino, essa descendente de japoneses logo me cativou. Rolou empatia de cara, trocamos telefones, e-mail e marcamos de sair. Fomos pra boate e amanhecemos num motel. Mara √¬© uma del√¬≠cia, tem um corpo lindo, uma boca gulosa e um apetite voraz. Sua buceta parece mel, de t√¬£o doce e cheiroso. E o tempo todo ela ficava olhando nos olhos e conversando sem pressa, deixando a transa ainda mais prazerosa. Foi mesmo um encontro muito gostoso. Passei o dia inteiro pensando naquela japonesa linda e carinhosa.



Na noite seguinte, Mara aparece na minha casa dizendo estar com saudade. Pedimos comida japonesa e ficamos conversando. O saqu√™ nos deixava bastante assanhados e come√¬ßamos a nos abra√¬ßar no meio da comida. Depois de alguns amassos provocantes, quando j√¬° est√¬°vamos sem roupa, ela me empurrou no ch√¬£o e sentou-se sobre mim, na posi√¬ß√¬£o de quem quer dominar o jogo. Continuamos nos beijando e conversando. Ela contou ent√¬£o sentia tes√¬£o em mim antes mesmo de me conhecer pessoalmente. Rindo e me olhando nos olhos com uma serenidade desconcertante, disse que era a melhor amiga de Anna, e que sabia de quase todos os seus segredos e fantasias. E completou dizendo que me conheceu em uma noite especial em uma ch√¬°cara h√¬° cerca de tr√™s meses, mas que eu n√¬£o a via naquela noite. Ela explicou que era s√¬≥cia em uma empresa de filmagem e que havia participado de uma fantasia de Anna. Disse que tinha sido o melhor v√¬≠deo que j√¬° tinha feito, e que aquela noite tinha despertado nela um monte de vontades loucas. Eu estava sem a√¬ß√¬£o, meio que desnorteado. Aquela mulher linda em cima de mim, falando de uma hist√¬≥ria que era muito particular, que era para ser segredo.



Sem tirar o sorriso do rosto, ela voltou a me beijar e a chupar todo o meu corpo. Boca, pesco√¬ßo, peito, barriga. E foi descendo at√¬© achar o meu pau, que passou a chupar com vontade. Ela dominava a situa√¬ß√¬£o com um boquete incr√¬≠vel. Chupando e brincando com sua l√¬≠ngua em movimentos circulares. Depois, engoliu minhas bolas e pressionou levemente, quase me fazendo gozar. Suas m√¬£os percorriam minhas pernas, minha virilha, faziam carinho no meu pau e procuravam minha bunda. Aos poucos, passou a brincar com sua l√¬≠ngua na minha virilha, descendo um pouco abaixo do meu saco. Percebi que onde ela queria chegar e facilitei um pouco, levantando o quadril. A medida que sua l√¬≠ngua ia em dire√¬ß√¬£o do meu cu, ela levantou e abriu bem as minhas pernas. O prazer era tanto que ela me deixou sem a√¬ß√¬£o. Senti sua l√¬≠ngua no meu cuzinho, brincando freneticamente em movimento circulantes ou de entra-e-sai. Depois Mara lubrificou bem meu cuzinho, sentou no meio de minhas pernas e puxou meu quadril bem pra cima. Olhando nos meus olhos e com um sorriso sacana no rosto, enfiou lentamente um dedo no meu cu enquanto me masturbava com a outra m√¬£o. Eu me segurava pra esticar o prazer, pra n√¬£o gozar logo. Em pouco tempo, Mara j√¬° estava com tr√™s dedos dentro de mim. Quando falei que ia gozar, ela abocanhou o meu pau e chupou at√¬© a √ªltima gota do meu prazer.



Depois que recuperei o f√¬īlego, ela me serviu mais saqu√™ e voltamos a conversar. Ela contou que nunca tinha pensado que um cuzinho desse tanto prazer e que nunca tinha transado daquela forma. ‚¬Ä¬úCulpa da Anna, que me convidou para gravar uma fantasia er√¬≥tica‚¬Ä¬Ě, ela disse. A√¬≠ eu disse que era a minha vez de retribuir o prazer. Virei e em encaixei no meio de suas pernas, chupando sua buceta linda e cheirosa. Depois, coloquei Mara de quatro e me encaixei entre suas pernas, fazendo aquela japonesa gozar feito louca. Eu e Mara estamos juntos, ainda descobrindo uma rela√¬ß√¬£o que tem muito sexo e erotismo. E devemos tudo o que estamos vivendo a nossa amiga Anna. Quem quiser trocar hist√¬≥rias, meu e-mail √¬© [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELE«√O DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos 30 cmporno travesti rosadinha menininhaincesto reais irm√£o tirando virgindade de irm√£ pequena em van escolarcontos eroticos gozando no cu da coroavideo sexe etiado pauzudo emadrastachupando coroa empinadinha boa de f***contos er√≥ticos mulheres casada adoram pau grandecontos er√≥ticos s√≥ no cu das coroas crentesconto erotico minha vov√≥ chupona e netaconto erotico eu e minha sobrinha de menor no matinhocontos erotico putas manosacontos eroticos minha esposa eo porteiroContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto erotico teen gy saradinhoconto gay caseiro patrao carlosvesti as roupa feminina e dei meu rabinhoContos er√≥ticos mae medrosacontos de vizinhasv√≠deo porno de mulata gozando e tendo convuls√Ķescontos me arrombaramcontos arrombado por cdgaroto malandro pega tia dormindo e meti nelacontos er√≥tico esposa traiu o marido traficanteconto er√≥tico meu sobrinhoconto moreno heterocontos porno chupetinho para um adultoConto erotico aos 60 anoa dei a buceta para o garotoconto nao aguentei e fodi minhaporno conto erotico depois de malhar fui fodida na academiacontos gay chorei no pau do coroacontos duas putinhas chorando na varapau pulsou na bocacontos erticos/meus doi primos revesaran em minfui enrabado pe lo o yravesti na baladaconto de dei o cu para uma pica grande do meu patr√£o que me rasgoutravesti linda barriga de tanquinho gostosa metendo v√≠deo liberado metendo gostoso peitudamasturbacao ajuda acabar o resecamento vaginalfotos de loira sapeca abrindo as pernas a abrindo a xana rosaConto erotico aos 60 anoa dei a buceta para o garotocontos eroticos vizinha safadarealizei meu sonho transar com um cavalomulher goza gostoso loucamente delirantecontos enteadas e padastrossofri no pau de outro contocontos porno chantagiando a cunhadadesvirginando a garotinha contoscontos de incesto arrombaram meu cu com for√ßaconto primeira peitinhobucetas no bairrofazendinhamulher madura em casa fazendo faxina bem √† vontade sem roupa ou com roupa calcinha transparenteconto gay "punheta pro seu macho"encesto mae envagelicahantai filinha patendo punheta pro pai safadacontos er√≥ticos gay primeira vesAdoro dar o cu para o papa contostravesti vizinha surpresa contos er√≥ticoscontos eroticos familia camping nudistacontos eroticos o faxineiro comeu minha mulher parte 2contos eroticos entregadorConto tomando no cuzinhocontos tia gostosa com sobrinho no beijo e amasso no carrocontos eroticos no colowww contos eroticos doce recordacoesConto gay sendo a femea do titioporno mulhres usano chortes Cavad√£oComi a cadeirante casada contoscontos eroticos incesto fazendo minha filha gozar no meu paucontos eroticos:lavando meu penisPau gigante.arrombando o cu da inoc√™ncia. Jchantagiei a negra contocontos velho comendo novinha casadarelatos erotico sogro na praiaconto da sogra da buceta grande e putaPorno conto sala de bate papo minha sogra