Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GARÇONETE SAFADA

Outro dia estávamos na casa daquele meu "amigo", que podemos chamar de namorado, com mais um colega de escola, o Juliano. Estávamos sozinhos e os pais dele sá voltariam bem tarde, então meu namorado teve a idéia de brincarmos de "garçonete". Cada um deveria colocar uma mini-saia da irmã dele e servir os outros por meia-hora, levando refrigerantes, salgadinhos e qualquer coisa que pedissem.

Claro que isso era uma desculpa para um ver e alisar a bunda do outro. O primeiro foi o Juliano, que era um pouco mais velho e tinha um corpo mais másculo - pernas mais peludas e um certo volume que aparecia sob a micro-saia da irmã do meu namorado. Ele ficou um pouco tímido, mas entrou na brincadeira, deixando a gente dar umas beliscadinhas na bundinha e, toda vez que passava por mim, eu dava um tapinha.

Depois foi minha vez, sá que eu estava sem cueca e, logo na primeira vez que passei para servir meu namorado, eu abaixei e minha "poupinha" apareceu na frente do Juliano, que ficou surpreso e comentou "hmm que bundinha gostosa!" - na época, já tinha um bumbum branquinho, firme e empinado. Levantei na hora e fui para a cozinha pegar alguns salgadinhos, enquanto ouvia as risadinhas dos dois na sala.

Quando voltei para servir o Juliano, já fui esperando alguma brincadeira, mas ele me surpreendeu e me botou sentado no seu colo (como estava sem cueca, minha bundinha encostou nua no colo dele e pude sentir aquele volume muito duro). Olhei para o meu namorado sem graça e ele disse que isso fazia parte da brincadeira e que eu tinha que ser uma garçonete bem liberal. Na hora que voltei para a sala estavam sentados um do lado do outro e meu namorado já foi me puxando para o colo dele, e o Juliano pegou minha mão e colocou sobre seu pinto. Tentei tirar, mas os dois disseram que era sá brincadeira e que eu deveria fazer isso sá até acabar o meu "turno". Já que meu namorado não se importava de eu pegar em outro pau, resolvi matar minha curiosidade e comecei a massagear o membro do Ju de cima a baixo, segurando com força e apertando seu saco. Ele perguntou se eu queria ver e disse que sim, então coloquei a mão por dentro do seu short e tirei aquela pica para fora. Achei ela grande e até bem grossinha, bem maior que a do meu namorado, e estava latejando.

Quando meu namorado viu que eu estava curtindo segurar o pau do Ju, ficou com um pouco de ciúmes e me mandou ir buscar um salgadinho na despensa.

Eu estava no alto da escadinha para alcançar o pacote, quando sinto duas mãos abrindo minha bundinha, o que me fez levar um susto e me segurar na prateleira. Nisso, escuto meu namorado dizer "que garçonete apertadinha" e colocou um dedo no meu cuzinho, que estava fechadinho. Fiquei com medo de cair e me senti totalmente indefeso diante daquele assédio. Ele abriu bem minha bunda e passou a língua no meu cuzinho, me fazendo dar um gemido de prazer. Eu fiquei ali me segurando, totalmente submisso, enquanto ele passava a ponta da língua no meu cuzinho me fazendo gemer baixinho, até que o Ju nos chamou da sala e paramos com pressa para voltar.

Combinamos de escolher a melhor garçonete e a que ganhasse deveria fazer um serviço especial. Claro que eles combinaram e votaram em mim. Eles me mandaram desfilar com a microsaia e uma calcinha estilo tanguinha bem cavada, e tive que colocar uma blusinha rosa e sutiã com enchimentos - para melhorar, prendi meu cabelo, que estava compridinho e liso, em dois rabinhos. Os dois ficaram elogiando, dizendo que estava gostosinha, pedindo p eu rebolar e para me alisar na frente deles. Claro que fiquei de pau duro e eles disseram "já que está curtindo, agora fica de quatro na poltrona" (que era a mesma na qual eu tinha dado para meu namorado dias antes).

Me posicionei e meu namorado mandou eu encostar a cabeça nas costas da poltrona e não olhar para trás. Eles levantaram a minisaia e começaram a me alisar, sentia as mãos dos dois percorrendo minha bundinha, passando o dedo no meu cuzinho p cima da calcinha... até que um deles abaixou minha calcinha até o meio das coxas e abriu meu bumbum com as duas mãos, deixando meu cuzinho totalmente a mostra. Ouvi o Ju dizer "hmm que cuzinho rosinha...", então percebi que era meu namorado que estava me exibindo para ele! Na hora me senti uma putinha, mas fiquei sem reação e, ao mesmo tempo, era meio excitante saber que tinha outro garoto com tesão olhando meu cuzinho.

O Ju falou "agora é minha vez", e me deu um tapinha firme na bunda, que me fez dar um gritinho, que deve ter saído muito feminino, pq ele comentou que achou um tesão. Meu namorado disse "passa a língua no cuzinho dela". Na hora arregalei os olhos e fiquei espantado em ver como meu namorado era safado (ainda me chamando como menina na frente de outro). Ele me deu um tapa e mandou eu empinar a bunda, abrindo ela toda para nosso amigo. Achei que o Ju não ia topar, mas logo senti a boca dele na minha bunda, sua língua deslisando pelo meu cuzinho... Tentei me segurar, mas comecei a gemer baixinho, o que deixou ele com mais tesão.

Meu namorado veio pela frente e botou o pau na minha boca, me mandando chupar. Não queria fazer isso na frente do Ju, mas, naquela situação, achei que era besteira se importar com isso e comecei a lamber a cabeça daquele pau molhadinho de tesão. Qto mais o Ju enfiava a língua, mais forte eu chupava.

O diego estava gemendo, bombando o pau na minha boca, qdo o Ju pediu para trocar de lugar com ele. O Ju falou brincando "aê, não vai gozar na boca dela ainda" e os dois riram. Eu falei que não ia deixar ninguém gozar na minha boca, também meio brincando, e eles trocaram de lugar. Qdo o Juliano veio na minha frente, tomei um susto com o tamanho daquele pau, devia ter uns 18cm e era grossinho. Nunca tinha chupado um desse tamanho, mas fui logo me acostumando, não engolia tudo, mas dava fortes chupadas na cabeça que o deixavam com muito tesão.

Enquanto chupava o Ju com vontade, senti meu namorado alisando meu cuzinho e forçando o dedo. Tentei ralaxar, mas não entrava, então ele correu p o banheiro para buscar algum creme. Qdo ficamos a sás, o Ju me perguntou se podia me comer também, mas eu disse que não, que era muito grande e que não ia aguentar.

Meu namorado voltou e foi logo enchendo meu cuzinho de KY. Como tinha dado para ele há poucos dias, seu dedo entrou fácil, me fazendo dar um gemidinho de tesão com o pau do Ju na minha boca. O Diego falou p Ju "viu como essa safada gosta?", depois passou a cabeça do pau no meu buraquinho e disse "é isso que você quer, né? então toma...". Ele me deu um tapa na bunda para me fazer empinar. O diego nunca tinha me tratado assim, mas eu estava mesmo agindo como uma putinha, então não podia reclamar. Arrebitei a bundinha e ele foi penetrando devagar e firme, me fazendo tirar o pau da boca e dar um gritinho. O Ju tirou o pau da minha boca para eu poder tomar fôlego enquanto meu namorado me fazia gemer alto com as primeiras bombadas, e ficou acariciando meus peitinhos e passando o pinto no meu rosto. Fiquei excitado sentindo o cheiro daquele pau enquanto era comido.

Quando me acostumei com o pau do diego entrando e saindo, o ju pediu p abrir bem a boca e começou a fazer o mesmo com ela, eu ficava sá parado enquanto ele bombava minha boca com aquele pinto que, tenho que admitir, era mais gostoso que do meu namorado. Eles ficaram me ensanduichando por vários minutos até que senti meu namorado me segurando forte e enfiando fundo. Ele me dava tapas e mandava rebolar que estava quase gozando. Eu empinei o bumbum ainda mais e senti um jato quente dentro de mim, ele tirou o pau e espirrou na minha bunda, molhando ela inteira.

Logo em seguida o Ju falou "agora é minha vez", tirou o pau da minha boca e tocou ele rápido, passando a cabeça na minha língua e nos lábios, então espirrou um jato forte dentro da minha boca e vários outros na minha bochecha e queixo.

Os dois se sentaram no sofá para se recomporem e eu sá subi a calcinha e deitei de bruços num puf, meio sem acreditar no que tinha feito. Logo depois o Ju teve que ir embora. Quando foi se despedir de mim no puf, passou a mão na minha bunda e disse que depois ia querer comer meu cuzinho, também.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu pai comeu meu cuzinho dedo do carroler contos de padre tarado estrupando garotosconto porno minha professora coroacontos de meninas safadinhacontos erotico maes cavalas d bikini n piscina .casei com meu filho contis eroticosparticipei de uma suruba contoscontos eroticos casadas baile formaturarelatos intimos crentes casadas mais lidaspegado carona um casal com camionero contos eroticoconto tia pelada em casagozando com testosterona contoscontos eróticos, eu, minha esposa puta e nossos vizinhosconto minha madrasta me transformou em mulhercontos eroticos pagando divida do filhofui arrombadacontos eroticos de mulheres coroas acima de 60 anoscontoerotico sou postituta adoro safadeza na familiacoroa se***** cagou no pau de Natáliaaprimeira coroa que transei vou contar como aconteseuconto erotico gay: transando com um japonesQuando a mulher goza a vagina fica babenta?contos ,chuparam tanto meu pau até ru gozar na bocana viajem de trabalho a mulher transa com o chefe e gostou contocontos eróticos de bebados e drogados gaysdomindo sentir o dedo do meu tio na minha bucetacontos comendo o cuzinho da fazendeiramenage feminino contosEngravidando conto Cornoadoro andar sem calcinha contoscontos eroticos-melhores amigosContos Gays Fui Assediado pelo marido Gostoso Da Minha IrmâComtos mae e filha fodidas pelo empregado do maridoCarnaval cerveja mezanino nada conto eróticoo importante e gozar e ser feliz conto eróticoconto erótico a manicure lesbicameu marido é um corno muito especialxvideo de guatro bem reganhadinha faço ele gozacontos eroticos bia e as amigascontos eroticos lobisomemcontos eróticos Virei a b********* da Vilaconto cavala loca por sexocontos eroticos bissexual casado fui na chácara e transei com o caseiro do vizinhojoão cavalo quente contos eróticosamiguinhocontoscontos eroticos jingridconto erotico encesto.meu pequeno entiado mim comendo enquanto eu dormiaConto erotico minha cunhadinha chupou meu paueu quero ver mulher ficando engatada fique transando com poodle cachorro poodleporno contos minha noiva e meu paiporno quente doido cara lasca buceta com cuContos eroticos dinheirocontos eróticos solitáriorelatos verídicos de aventuras eróticas com mendigoMendigos se madturbando altochantagiei minha irmã parte 2porra minha secretária tem a bunda deliciapeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhaler contos pornos eletrecista mi comeo no hotelcontos eroticos esposas no swingtransa shopping Interlagos contoconto vendo minha tia se depilandocontos gay tetinhas gordinhacontos comi a mha filha novinha virgemContos eroticos sobre irma fazendo faxinacontos eroticos com meninas novinhasContos de gang bang com dotados novinhaa chamada cadela incestoFui obrigada a da a bucetaContos gay pinto pequenomeu marido bebeu e convidou meu cunhado pr durmi em casa e mi comeContos minha filha de biquíniconto erotico de torneio de sinucacontos podolatria irmaswing porno mulheres vao sem calcinhacontos eroticos de duas irmMostre minha rola cabeçuda para o cone e falei que ia comer sua mulher quando eróticoshomem maduro contando porque deu o cusou uma mulher casada mais adoro trai meu marido adoro da minha bucetinha meu cuzinho a outro homem e tambem adoro chupacontos eroticos comi meu irmao rosinhacastigando a patroa na ruacontos eróticos de bebados e drogados gaysviuva fogosa contoeroticocontos picantes tarado no onibusconto erotico voltando praiaconto eroticos fui obrigado a fuder minha irma num estuproconto goza sobrinhncontos sexo pai chupa cona da filha cheia de porraContos minha filha de biquínirelatos eroticos forçadosou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contoscontos ex com amigoscontos eroticos chantagiei minha tia e comi elacontos elas gostam de chupar e punheta