Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LEVANDO ROLA NO VESTIARIO

Ola caros leitores este é meu primeiro conto, por isso vou começar me descrevendo, Meu nome é Jaciana um nome meio fora do comum por isso todos me chamam de Jacy, sou casada tenho 35 anos sou branca, olhos castanhos 54 kg corpo bem delineado, seios bem fartos, e um bumbum empinado, cabelos longos e loiros, por onde passo todos os homens me olham e apesar de já ter tido dois filhos modéstia parte me considero inteirona ainda, bom vamos aos fatos, meu marido é treinador de futebol de um time de cidade ao qual prefiro não revelar para não me expor, bom esse time treinado por meu marido começou a se dar bem e logo estavam disputando as oitavas de final e com isso meu marido ficava mais fora de casa treinando o time e viajando do que em casa e eu já estava subindo pelas paredes pois sou louca por sexo e já a algum dias não fazia, mas me segurava pois nunca tinha traído meu marido e depois eu entendia sua situação e estava contente por ele estar realizando um sonho dele bom o time estava na final e foi aquela festa na cidade no dia do jogo fui ao cabeleireiro pois com certeza ia ter muita festa e fotos para os jornais da cidade e eu não poderia aparecer do lado do meu marido de qualquer jeito né, então lavei o cabelo, fiz relaxamento, alizamento apesar do meu cabelo ser liso deixei ele mais liso ainda passei alguns produtos para deixa-lo com brilho e fui assistir o jogo, chegando no estádio eu estava com meus filhos, me deparei com uma cena, meu marido tirando fotos com as Marias chuteiras e no maior frescura com elas, já fiquei P... da vida pois sou muito ciumenta fui para o local reservado e meus filhos resolveram assistir o jogo com seus amigos o local onde estava reservado fica perto do vestiário fiquei de olho no meu marido e vi quando ele abriu o celular e leu uma mensagem fiquei mais desconfiada ainda, bom começa o jogo e eu não consegui parar de pensar nisso mas procurei disfarçar e no intervalo foi falar com ele pra tentar acalma-lo pois seu time estava perdendo e ele que sempre foi muito amoroso comigo me tratou muito mal me mandando sair dali eu sai dela chorando e com muita raiva dele o jogo recomeçou e logo um jogador do time adversário foi expulso e ai que eu resolvi ir até o vestiário e ver o que estava escrito na mensagem, pois agora o vestiário estava aberto e desci sem que ninguém me notasse e fui caminhando para o vestiário sá que os dois vestiário ficam no mesmo corredor e eu escutei o jogador falando algo como sabotagem e resolvi ir espiar tirei meu salto pra não fazer barulho eu estava de saia e me escondi atrás dos armários e tentava escutar o que ele estava falando ele estava com mais alguém ali tentei chegar mais perto e pude velo ele estava de costas era um moreno alto por volta de quase 2,00 metros de altura muito bonito ai a vontade de saber o que eles estavam falando já havia ficado de lado e eu estava curiosa para ver ele tomar banho pois eu estava ficando com muito tesão e agora queria ver o caralho daquele homem de qualquer jeito, minha buceta começou a latejar e coloquei a mão para me masturbar, quando ele se virou que pude ver seu pau quase gozei ao ver o tamanho daquele membro que de longe parecia ter uns 19 cm mole muito grosso e com uma chapeleta que mais parecia um punho, nessa hora escorreu mel pela minha perna pois nunca tinha visto um cacete daquele tamanho pois o pau do meu marido tem 19 cm duro, ai eu perdi a cabeça queria segurar aquele membro de todo jeito mas pensava em meu marido e nunca tinha o traído mas ao mesmo tempo lembrei de todas as coisas que aconteceram aquele dia e do tesão que eu tava pois fazia mais de duas semanas que não metia, percebi que a outra pessoa que estava com ele ali já ia sair pois disse vou lá assistir o jogo, fiquei escondida e vi que era o massagista do time, um baixinho careca feio, quando ele saiu foi a hora de atacar dei uma de perdida e entre no banheiro ele estava de costas, ai eu disse - ai desculpa moço pensei que era o outro vestiário ele se virou rápido que seu pau deu uma chicotada na sua perna ai sim pude ver o tamanho mesmo era enorme, eu não consegui tirar o olho dele e ele percebendo fechou o chuveiro e veio em minha direção já com aquele membro tendo pequenos espasmos e aumentando o volume então ele chegou bem perto de mim meu rosto ficava na direção do seu peito, olhei para cima e disse desculpa errei o vestiário e ele disse acho que não e pegando um tucho do meu cabelo e levando até seu nariz e cheirando disse cheirosa e seu pau ficando duro cada vez mais foi se esfregando em mim até ficar duro completo e tocar minha barriga um na altura do meu estomago olhei para baixo e vi aquele pedaço de músculo pulsando devia ter uns 25 cm, era muito grosso e tinha as veias saltadas e uma cabeça enorme bem maior que o corpo que ia afinando conforme ia chegando mais perto do seus poucos pelos pubianos, ele me disse você gostou, eu fiquei imável olhando para aquela tora, mais uma fez ele falou aposto que você gostou e aposto também que seu marido não chega nem na metade eu não conseguia me mexer então ele pegou minha mão e pás sobre seu membro, era quente e pulsante nesse momento eu fiquei louca minha beceta latejava meu cu piscava e não resisti comecei a punhetar aquela vara e então ele me levou pra o outro lado do vestiário onde estavam os bancos e se sentou e me mandou ajoelhas na sua frente, eu ajoelhei e ele se punhetando disse você quer chupar eu fiz sinal com a cabeça que sim e então ele me bateu na cara com aquela pica que chegou a estralar e disse responde com a boca sua vadia e ficou passando a rola na minha cara, cai de boca naquele caralhão saboroso e fui engolindo ele até sentir ele entalar na minha garganta forcei mais ainda a entrada eu havia engolido metade do seu caralho e ele começou a foder eu retirava ele da boca e descia lambendo até as bolas deixando ele todo babado e que saco enorme eu botava as duas bolas na boca e passava a língua pois seu saco era totalmente depilado e com as bolas na boca eu punhetava ele ia ao delírio dizendo chupa sua puta, de vestiário, biscate, vadia, eu pegava seu cacete e batia na minha cara pois adoro apanhar de rola eu sempre fazia com meu marido, mas agora eu tava apanhando de um colosso de pau ele pegava meu cabelo e fica cheirando e passando a mão alisando e dizendo que cabelo lindo e cheiros que você tem, se levantou e começo a passar seu pau no meu cabelo me dizendo que sentia muito tesão fazendo aquilo eu me sentia uma escrava de sexo, fazendo todas as vontades do meu macho e ele continuava a se masturbar e a bater aquele pedaço de carne que mais parecia uma madeira de tão duro na minha cabeça, eu retirei minha calcinha e comecei um gostosa siririca e logo gozei voltei a chupar aquele caralho que logo anunciou a gozo e eu como uma boa vadia querendo agradar meu macho enrolei meu cabelo em seu pau e punhetei ele até ele anunciar OHHH!!!! TO GOZANDO então direcionei para a minha cabeça fazendo com que ele gozasse no meu cabelo e senti os jatos de porra que saiam em abundancia uma porra grossa e amarelada e antes dos jatos acabarem botei na boca para sentir o gosto daquele néctar continuei chupando seu pau para deixa limpinho, nesse momento entra o massagista baxinho com outro jogador que havia se machucado e ao se deparar com a cena já vieram pra cima dizendo que também queriam quando o massagista viu meu cabelo cheio de porra disse eu também quero gozar no cabelo dessa puta e foi passando a mão na minha bunda e afastando minha calcinha e cutucando meu cu com o dedo e jogador que estava machucado já foi arrancando seu cacete pra fora também e pondo na minha boca seu pau, era bem menor que o do primeiro devia ter uns 19 cm chupei e logo ele veio querendo me foder eles disseram vamos começar com o cu dela eu disse vai então vamos começar do menor pro maior e eles concordaram então o jogador machucado se posicionou atrás de mim e eu disse não é do menor para o maior então você fica por segundo, primeiro é o massagista, pensando eu que ele por ser o menor, por ser bem mais baixo que eu então eles riram e o massagista veio e disse ta achando que eu sou o menor então o jogador que eu havia chupado disse agora você se fodeu, pois o apelido dele é toniho pé de mesa, pois seu nome é Antonio e o pé de mesa era em referência ao tamanho do seu pau, eu ainda estava de quatro no chão, então Toninho chegou na minha frente e puchando o calção para baixo deixou cair aquela rola gigantesca pra fora que ainda um pouco mole bateu na minha cabeça fazendo espirrar um pouco de porra que estava no meu cabelo e o deixou ali e disse que é o pequeno e realmente pequeno ele sá era na altura pois seu cacete era maior que o do primeiro jogador botei o bicho na boca e comecei a chupar e ele foi aumentando e duro media cerca de 30 cm era uma cacete preto, meio mal cheiroso, cheio de veias ele tinha a cabeça menor que o corpo de fiquei fascinada pois nunca tinha vista um pau preto e nossa daquele tamanho, chupei ele com volúpia então o jogador menor veio pro trás e guspindo no meu cu foi enfiando seu pau todo no meu cuzinho que eu havia dado apenas algumas vezes pro meu marido doía muito mas o tesão era mais forte, logo o primeiro jogador se recompôs e veio pra cima também e fiquei alternando chupar os dois paus gigantes um de 25 outro de 30 cm e eu dizia bate na sua puta e eles davam pintada na minha cara e o outro me fodendo cada vez mais forte eu já não pensava mais em nada sá queria ser arregaçada por aqueles três machos então eles trocaram de lugar e pude sentir o gostinho do meu cu quando o jogador que estava me fodendo enfiou o pau na minha boca então foi o de 25 cm colocando a cabeçona na entrada e forçando eu gemi e forcei meu corpo para trás para forçar a entrada e gritei quando aquela cabeça entro toda ele parou um pouco e foi introduzindo tudo no meu cu que sensação maravilhosa sendo preenchida ele começou a bombar forte fazendo meu cu arder enquanto eu chupava as outras duas picas logo foi a vez do Toninho que foi passando guspo no seu pau e foi colocando a cabeça que passou fácil mas depois foi dificultando e doendo cada vez mais conforme ele ia enfiando quando chegou na metade eu pedi para ele que eu não aguentava mais então ele começou a foder bem devagar e foi almentando o ritmo num entra e sai frenético o jogador de pau menor disse vamos fazer uma DP e eu disse que não pois a buceta era sá do meu marido nisso o Toninho tirou o pau de dentro de mim e eu pus a mão para ver o estrago meu cu estava muito aberto coloquei meus quatro dedos dentro e ainda sobrou espaço, delirei de tesão e olhado para eles disse vocês arrombaram meu cuzinho e o Toninho voltou a botar seu cacete no meu cu e fodia com força gozei mas uma vez e já tinha perdido a conta de quantas vezes eu havia gozado quando olhei no relágio na parede, vi que o jogo já estava para acabar mas eu queria mais pois adoro dar o cu, alias perdia a virgindade do cu antes do que da buceta quando dei para um primo meu quanto ainda tinha 19 anos, pedi para que fizessem uma DP sá que anal então Toninho saiu e deu lugar aos outros dois o de pau maior ficou por baixo, sentei em seu cacete cavalguei um pouco e empinei a bunda e olhando para trás disse vai seu puto mete esse caralho no meu cu vai eu iria realizar um sonho de ser fodida por dois paus sá que os dois no cu ele foi enfiando eu gritava mas era sufocada pela tora negra do Toninho que estava na minha boca ficaram metendo uns 2 minutos então o menor anunciou ai vá gozar e eu disse vamos logo todos gozem no meu cabelo e me sentei no chão meio de lado pois meu cu ardia muito formaram uma roda em volta de mim e ficaram se masturbando ele logo senti os jatos de porra quentinha atingindo meu cabelos, rosto, boca e escorrendo pelo meu corpo, chupei o pau de cada um pra limpar aquele leite saboroso me levantei e fui para a frente do espelho onde observei a quantidade de porra que estava acumulada no meu cabelo venerei aquilo passei uma toalha para limpar a porra em excesso mas meu cabelo ficou molhado de porra peguei um perfume que de um deles passei um pouco para disfarçar o cheiro de esperma me vesti e antes de sair engolindo mais uma vez o pau de cada um dos três que estavam deitados no banco e disse pra eles, que na práxima vez que viessem jogar na cidade eu daria para o time todo e sai quando cheguei ao campo estava terminando o jogo e o nosso time havia virado o jogo e tínhamos conquistado o campeonato, ai foi sé alegria meu marido ao me ver me deu um beijão de língua e mal sabe ele que eu tinha acabado de chupar três paus a poucos instantes, depois desta vez eu perdi a vergonha e não parei mais de foder com outros caras sempre levando rola no cu porque a buceta é sá do meu maridinho, mas fica pra práxima, espero que vocês tenham gozado muito e se quiserem dar shampoo de porra no cabelo de uma putinha é sá entrar em contato: [email protected]

Obs. Se você tiver afim de receber fotos da minha bunda você deve mandar fotos do seu pau ao qual com certeza vai receber uma homenagem numa bela siririca.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos com animaisconto erótico viadinho de calcinha é enrabado na construçãocontos tio enrraba sobrinhomulher com contracionar peladacomi minha tia timida contoscontos eróticos punheta para afilhadacontos eróticos praia de nudismo dois idosos gays fudendo contosru e a amiga da minha esposa contocontos eroticos enfermeira saco peito grandecontos eróticos de bebados e drogados gayscontos esfrega buc gozada corninhosendo descabaçada e chupada contowww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestocontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa delecontos eroticos casal voyeur sem quererescrabas q fodemcontos de atiivo x passivo fodendoconto erotico bi com atendente de hotelcontos eroticos mulhe conta.como deu a buceta eo cuconto gay virei garota do sogrocontos de foder empregadacontos eróticos afro ménage conto ajudou corno quando passo o dedinho no meu cu fico com abuceta toda babadaconto erótico minha cunhada Joanaestrupei o gay contos eroticoscontos sadico eroyico meninas inocentechupar mulher elaelehistorias de meninas safadinhas que tem casos com padrastosConto erótico de tio e sobrinhaconto e foto da Branquinha casada e g*****as novinha gostosinha dando a b******** sendo engravidado tomando vinhoMeu irmão chupa minha maeContos meu sogro arrombou minha bundame arrombou corno contosContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscocontos eroticos de advogadas coroashomem sendo estrupado en oficinacontos eróticos escrava sexuais incertocontos gays chupei o vira lataa loira e o cavalo contoCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA ESachei que era uma mulherao mas era um travecao que me enganou e socou no meu rabinhocontos eroticos lesbica chineladashistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva biconto gay eu e meu irmao viramos veadotia peruca gosta de chupar pau e a buceta sai muita gozacomendo amae domeuamigo porno leisbico pornomulek chupando no peitinho da primatravesti coroa enroladinho PretoCasada narra conto dando o cucontos eróticos papai e mamaexvidio travesti ta duendocontos eroticos tava todos na praia eu vim buscar minha sogra que tava trabalhacontos porno.vendeu o cucontos eroticos eu ajudei meu amigomendigo gay contosConto erotico entalouContos erotico eu e minha tia no jogo da garrafaconto erotico fui comida pelo mendingo de fio dentalFamília contos eróticosComtos filha fodida pelo pai e amigos delecontos amigo dorme em casa esposaminha novinha tarada contocontos de bichinha dando pra negaocontos eroticos dominou toda a minha familiaconto erótico sobrinha. bem novinha fica esfrgando no colo do tio sem calcinhacontos eróticos dopando meu sobrinho gay dormindoconto praia de nudismo com a esposa continuaCOnto leite de cunhadamãe filho evisinho sáśmae coroa mechama pra viaga com ela e durmo com ela insexto gostosa pornoconto. a sugadora de. porracontos heroticos de mulheres casadas de manausconto erotico fodendo a michele