Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A GAROTINHA INOCENTE E SEU AMIGO TARADO

Júlia era uma menina muito calma, caseira, tinha apenas 19 anos quando conheceu seu hoje melhor amigo, Fábio. Júlia não tinha experiências com nada relacionado a sexo, e não entendia certas mudanças no seu corpo. Ela conheceu Fábio na festa de aniversario dele de 19 anos, ela fora com sua amiga, que a convidou, Júlia estava bastante tímida, porque nem havia sido convidada para a festa. Ela não conhecia ninguém além de sua amiga, e ficou a maior parte do tempo sozinha, porque a colega tinha outros conhecidos na festa. Depois dos parabéns, Fábio foi conversar com Júlia, ela estava morrendo de vergonha, pois, afinal, quem tinha que falar com ele era ela..... Bom, eles conversaram durante muito tempo, e acabaram ficando amigos. Alguns dias depois, Fábio vai a casa dela, como Júlia estava sozinha não quis convidá-lo a entrar, mas Fábio assim mesmo foi entrando e logo se tornou intimo da casa. Os dois conversavam sobre tudo e em certo momento Júlia perguntou se ele já havia beijado uma garota, Fábio de espantou com tal pergunta, oras, quem nessa idade nunca beijou? Perguntou ele, mas Júlia era pacata, nunca havia tido essa oportunidade, Fábio com toda sua esperteza logo se ofereceu a ensiná-la, Júlia, inocente de tudo, aceitou. Fábio a beijava com todo carinho, pra mostrá-la que era um cara que a respeitava. Logo, Júlia já estava craque no beijo, ficava pensando a noite toda, e começou a sentir certa agonia, boa agonia, uma sensação de calor entre as pernas, ela não sabia explicar, lhe deu vontade de ver filmes de sexo, ler sobre o assunto, e assim ela foi aliviando suas vontades durante algum tempo. Numa bela oportunidade, Fábio a convidou pra ir a casa dele, claro que já havia outras intenções, Júlia foi, e começou a contar tudo que havia aprendido durante aqueles dias, conversa vai, conversa vem, já era tarde e começou a chover muito, não parava...e não tinha como ela voltar pra casa de baixo daquele torá... Então, Fábio logo tratou de deixá-la bem confortável, eles estavam sozinhos, os pais dele haviam saído, e também por causa da chuva provavelmente demorariam bastante. Não demorou muito os pais dele ligaram dizendo que iam ficar na casa de uma tia, e ele teria que dormir sozinho, esperto como sempre, ele não disse nada a Júlia, e foi logo colocando um vídeo pornô pra eles assistirem, Júlia estava bem a vontade, com uma sainha branca e uma blusa apertadinha, dava pra ver todo contorno do seu corpo, ela estava adorando o filme, pra ela era uma novidade tudo aquilo, estava excitada, sentada no chão com as pernas poucos abertas, Fábio tinha uma visão perfeita de tudo, viu que sua calcinha, estava molhadinha, e isso o deixou louco, tratou de providenciar mais filmes, e foi chegando mais perto, aproveitando da curiosidade de Júlia, Fábio começou a lhe explicar tudo, ela era muito curiosa, perguntava de tudo, ele disse que para ela entender melhor, teria que explicar tocando nela, e assim, ele começou a tocar nos seus seios, pequenos mais durinhos, Júlia foi se excitando com aquilo, assistindo o filme e sendo tocada, pra ela era maravilhoso, Fábio perguntava o que ela estava sentindo, Júlia nem conseguia falar, Fábio foi se aproveitando da situação, e passando a mão em seus seios, apertava, colocou a mão em suas pernas, foi subindo até chegar na sua xoxotinha, estava molhada, ela se assustou na hora, mas estava gostando, nem se importou, queria saber o que iria sentir, queria gemer igual a atriz do filme, ele então, tirou sua calcinha de leve, e acariciava sua xota, devagar, a respiração dela foi ficando rápida, e ela estava adorando, colocava o dedo sentia o liquido que sua vagina descer, teve a idéia de lamber, ele estava muito excitado, e ela sá queria saber da sensação, do prazer, ele foi de boca na sua xoxotinha, ela deu um gritinho de prazer. Caramba!! Que gostoso, ela pensava. Fábio passava a língua e ela se contorcia toda, tirou sua blusa, seus peitinhos estavam salientes, ele chupava, apertava Júlia não se aguentava de tanto prazer, então Fábio pediu pra que ela o chupasse igual mostrava no filme, ela nem questionou, foi logo tirando o pau e chupando, ela se espantou, nunca tinha visto um de verdade, nem sabia o que fazer, ele colocou o pau na boca de Júlia e disse pra ela chupar ia ser gostoso, ela chupava sá a pontinha, mas já estava bom, pra quem a pouco tempo nem tinha beijado na boca, ela chupava, lambia, Fábio estava louco de tesão, queria mais, queria enfiar sua pica em Júlia, então a deitou no sofá, e a chupou mais um pouco, era muito bom pra Júlia, mas na hora de penetrar, foi difícil, doía e ela se irritou, Fábio também não era muito experiente, sá havia transado com 2 garotas até aquele momento, foi muito doido, e ela mandou parar, não queria mais. Pediu pra que ele sá a chupasse porque estava muito bom, Fábio passou a noite chupando a xoxotinha de Júlia e ela teve tantos orgasmos que até perdeu a conta. Dormiu lá mesmo, nua. De manhã bem cedo, ela acordou com toda disposição do mundo, queria ir embora pra contar pras amigas, Fábio não estava muito feliz, pensava ter deixado passar uma bela oportunidade de tirar a virgindade da bela garota, e naquelas alturas, do jeito que estava Júlia daria pro primeiro que aparecesse. Ela foi embora o deixando cheio de tesão, e raiva, pensava que poderia ter enfiado seu cacete com toda força, assim, ele não teria perdido seu tempo, mas por outro lado estava feliz, ele sabia que Júlia voltaria, porque ainda havia muita coisa pra ele lhe ensinar. Continua.......................

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu sobrinho jumento contos  Minha vontade era de explodir de tesão quando ela me perguntou isso. Mas me controlei e falei só que sim, que pensava muito nela!! Aí foi meio automático, a gente já estava bem próxima mesmo. Ela se aproximou, eu me aproximei. Não sei bem quem tomou a iniciativa, mas o nosso primeiro beijo rolou ali mesmo. Foi maravilhoso. A lí  terceira idade de calcinha no cuno parquinho contospapai - contos eroticoscontos com travesticontos eroticos mulher testemunha de jeovámarido fas esposa virar puta e comer bota contos eroticosvideo fui brinca de lutonha acabei gosandonovinha de shortinho curto mostrando os pelinhos das nádegastransando com a interna contoscontos minha esposa ainda resisteconto com teens fudrndo as duas sobrinhas de dez e doze anosconfesso transando com trêsLora dismaiando no cu no anal em tres minutoscontosContos meu sogro arrombou minha bundavoyeur de esposa conto eroticocontos eróticos ajudei minha tia limpa a casamenininha contos eroticoscontos eroticod minha esposa deeu para o vizinho pausudaContos eróticos linguada safadoContos eroticos minha esposa rabudacontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realgay surra chinelo putinhaContos.encesto.mae.desfila.de.calcinha.pro.filhocontos eróticos com enteada caipirafilme porno tia gostosa faz uma viajem dormi com saudade do sobrinho da cucavalo estocando muito forte na putacontos eroticos escarro na boca delecontos eroticos incesto fazendo minha filha gozar no meu pauqueria saber mulher realista metendo muito morena peitudacontos eroticos chupadacantos erótico só dei do Forró Bombadoproctologista me comeu gayconto eroticos picantes com homens mais velhoscontos/o cu da sogra era virgemFui passear fui estupradowww.rabudasnapraia comcontos erroticos garroto comeu minha mulher dormindoContos xxx meu primo me engravidoucontos eróticos vi ele com pau inchado falou que tinha machucado Contos eroticos iniciando as meninasvídeo pornô intrigada e padrastoXupano apiroca doirmao sentada novazo dobanheroestrupando a namorada bebada contoscontos de putaria gay o garoto e o vigiaContos eróticos padrastodesenho porno dos flinstons cadamento.da pedreitaconto de casada com preso que fazer por uma pirocaMeu amigo me convenceu eu deixa ele chupa no meu paucontos eróticos brincadeira de meninascontos eróticos de professoras de cegoscontos eroticos ai me mete me fode primo fodepeguei ela cimastubando eu como ela secoAsgostosa nudismocontos na roça coçando a rolaconto flagrei minha mãe dando para um bem dotadomeu irmão me come desde pequenaminha sogra/contoconto sobrinho timidoContos eriticos putinha do meu cunhado bem dotado parte4contos eroticos comendo giovanadeixei um mendigo de rua comer minha bucetinhaamigao raspando a os pelos da buceta da minha mulher conto e videoengravidei minha irmã contosPau gigante.arrombando o cu da inocência. Jconto erotico eu meu marido e o entregadodepois de mais de 20 anos casados minha esposa topoudestruidor de cu contoscontos baixinha popozudacontos saia sem calcinha escada engoli porracontoseroticos comeu a namorada de calcinha fio dentalminha mulher enrabada na boatecontos eroticos sou uma mulher coroa e adoro tira a virgindade das mulecadacontos eroticos de advogadas coroascontos enrabada no chuveirosex zoo com o cão fora do normal no doti desde pequena pratico zoofiliasocando muinto rapido ate ela gozar tezao monstruoso boa fodacontos eroticos com meninas novinhascontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhoscontos eróticos genroA loirinha punheteira contos eróticoscontos eróticos comi titia no banheiro com um monte de gente em casa    contos eroticos primeira gozada