Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NUNCA PENSEI QUE IRIA TRANSAR COM MINHA FILHA

Caros amigos. Este fato que vou contar é absolutamente verdadeiro e nunca poderá ser levado ao conhecimento de alguém.

Hoje, tenho 40 anos e tenho uma filha de 22 anos. Sou separado e ela mora com sua mãe. Moro sozinho atualmente e tenho uma namorada.

Nunca imaginei que isto, um dia, aconteceria comigo, mas aconteceu. Sei que estou extremamente errado e me penitencio por isso.

Minha filha é uma loira linha de dar inveja a qualquer homem. É daquelas de corpo escultural e, literalmente, onde passa, pára o trânsito.

Tudo começou no início deste ano (2008). Sempre fui muito amigo da minha filha, tanto que ela sempre preferiu contar seus segredos para mim e não para a mãe dela. Até segredos de namorados que ela já teve.

Talvés, o que me fez olhar com outros olhos, tenha sido certas confidências que ela me contava e me conta. Não posso julgá-la, mas ela teve certa ajudou que tudo isso acontecesse. Apesar de nunca ter sido leviana, ela sempre gostou de usar roupas provocantes, tipo shortinhos, minisaias, tops. Um dia, ela tinha chegado antes de mim em minha casa e, como tem a chave, entrou e foi tomar um banho (lembro que era muito calor). Quando cheguei, ela não me viu e, simplesmente, eu me deparei com ela, no banheiro, completamente nua. Tomamos um susto e ela até brincou comigo dizendo: "não precisa ficar com vergonha não, pai, porque foi você que me fez" . Depois de adulta, foi a primeira vez que vi aquele corpo lindo e atraente e depois daquele episádio, contra a minha vontade, não parei de pensar nela, não mais como minha filha e sim como mulher.

Passei a escapar aquelas olhadinhas e, como a mulher é muito mais inteligente que o homem, ela passou a perceber que eu estava olhando com outros olhos.

A coisa foi se agravando, pois, senti que ela estava, ainda que indiretamente, aceitando a situação, tanto que passou a se trocar, apás os banhos, na minha presença. Eu tinha que conter os impulsos que sentia, sá que não conseguia.

Uma vez, eu fiz o mesmo. Tomei banho e saí do banho sá de cueca. Senti que ela ficou me olhando. Foi tudo muito estranho. Sá sei que a coisa foi se agravando cada vez mais que quando menos esperávamos, estavamos nos trocando um na frente do outro, praticamente pelados.

Teve um dia que eu fiquei com a maior vergonha da minha vida no momento que ela fez um comentário do volume da minha cueca do tipo: nossa pai, do jeito que tá aí deve ser enorme... e começou a dar risada. Nossa, não sabia o que dizer, pois, eu estava daquele jeito e modéstia a parte, é bem grandinha (mais ou menos 20 cm).

Depois disso, percebi que não seria tão dificil acontecer algo, que, no fundo eu tanto queria, pois, eu não aguentava mais ficar vendo aqueles seios maravilhosos e aquela bunda perfeita que ela tem (deculpem se eu fui indelicado em dizer isso).

Ela sabia o que eu queria, e não sei por que, passou a ter atitudes meio estranhas do tipo: usar camisola sem sutien e sem calcinha, ficar sentada na minha frente de minisaia sem calcinha de forma que dava pra eu ver aquela vagina maravilhosa que ela tem.

Tudo isso que estou contanto, durou mais ou menos uns quatro meses (até maio2008).

No meu aniversário (em agosto deste ano), foi o dia em que perdemos os limites. Lembro que estávamos vendo um filme na minha casa (sá eu e ela) e já era de madrugada. Estávamos sentados um do lado do outro e não sei se com ou sem intenção, ela colocou a mão no meu pênis. E pior de tudo que ela já estava daquele jeito. Ela olhou pra mim e deu uma risadinha e falou: nossa, porque vc tá assim se nás estamos vendo filme de comédia? Eu perdi o medo e falei em tom de brincadeira que se ela quisesse continuar com a mão, não teria problema. Simplesmente não acreditei, mas ela começou a massagear o meu pênis. Eu não cheguei a gozar porque eu segurei muito pra isso, mas eu melequei a mão dela toda. Foi uma sensação que eu nunca tinha sentido antes. Depois disso, eu perdi completamente a vergonha e meti a minha mão na vagina dela e senti que estava compleamente molhada. Aí eu tive certeza que ela também, queria. Quando percebi, já estava chupando a vagina dela. Foi inacreditável, mas eu fiquei chupando a vagina dela por quase duas horas sem parar e naquela mesma noite, nás transamos a madrugada inteira. Fiquei muito preocupado de ela engravidar, porque nem sequer, usamos camisinha. Por isso, no dia seguinte, fomos a farmacia e ela tomou a pilula do dia seguinte. Depois disso, ela começou a tomar anticoncepcional.

Depois daquele dia, a gente vem transando praticamente toda semana. Eu sei que estou muito errado, mas não consigo parar com isso. Eu nunca transei com uma mulher igual a minha filha. Ela simplesmente faz eu gozar tres, quatro vezes por noite. Ela sabe fazer de um jeito que eu não consigo ficar dentro dela nem 30 segundos que já estou gozando. Um tal de pompoarismo vaginal no qual ela trava o meu pênis de uma tal maneira que eu fico louco. Tem uma posição que eu fico deitado de barriga pra cima e ela vem em cima de mim sentando em cima de mim e ficando de costas pra mim. Essa posição é a melhor, porque eu vejo toda a bunda dela e a vagina dela sugando o meu pênis.

Anal ela não faz de jeito nenhum e eu a respeito. Ela me deixa louco. Simplesmente, ela raspa completamente a vagina e diz que assim é melhor porque quando eu gozo, não fica tanta meleca. Ela tem um namoradinho e ele é mais novo que ela (tem 19 anos). As vezes eu tenho pena dele, porque ele nem sonha com isso. Ela transa com ele sá com camisinha e pior de tudo que ela fica fazendo comparações, do tipo que o penis dele é a metado do meu. Ele fica puto da vida, porque a gente chega até a viajar e ela não quer nem saber de levar ele. Outra coisa que ela fala pra ele é que raspa completamente a vagina porque tem alergia ao algodão da calsinha. É pura mentira. Coitado dele.

Ela já me falou que já teve tres namorados sérios e com todos ela já transou, mas, sem camisinha, sá comigo porque ela sá confia em mim. Eu acredito nisso, porque eu nunca peguei ela numa mentira.

Não sei se isso é normal, mas depois que passamos a transar, ela está pegando mais corpo. Está ficando com uma bunda enorme e isso eu já pesquisei e fiquei sabendo que é por causa do hormonios que ela recebe de mim através do esperma. Falei isso pra ela e ela dá risada.

Bom. É isso. Eu sei que isso é um erro, mas não consegui evitar. E infelizmente, isso acontece ainda.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos anal paraensecontos eróticos me pegaram a força no meu trabalhomeu marido viu os amigos dele me comerem contosconto erotico minha esposa no jogo de baralhocontos comeu a amiga e o amigo zoofilia com gozadas e enguatesmalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contodando pro cunhado contos eroticospai t***** acariciando a bundinha da filha e goza sem pararno trem uma coroa ficou acareciando meu pau verídicoconto cavala loca por sexoconto espose e viajandovivos magras de peitospequenos deixando gozar no peitocontoscomi minha cunhadinha dormindoporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhcontos eróticos lanchaConto erotico comendo gordinha durante colheita do caféXvidio madrinhaProfessora de shortinho partindo a bucetaconto erotico homem andando fay de cueca pela.casaContos erotico vi a buceta da minha maeporno coroas com escorpiao na bundaela sentava no meu meu colo e adorava contos eroticoscontos eróticos patroa da mãefilho fudendo sua mãe na freeti de seu paiseduzudo e fudido contos gayvi minha esposa dando mole contoscontos erotico-de costas pra vocêconto sentei no pau do meu tio com dez anoscontos eróticos locador com comeu a inquilinatransando a sobrinha em pleno sono profundocontos eróticos no elevadortesudas contocomi a minha cunhada Adrianacontoa eroricos minha mulher meu inimigoconto erotico na funerariacontos por favor poe na minha bundinhacontos eróticos com madamevideos de morenas q botou atanguinha de lado e deu o rabocontos eroticos apanhando bundacontoseroticosdentistacontos com filha da esposaconto eu so queria que minha mae batese uma punheta pra mimconto erotico gay cuzinho cagando piscando matoContos eroticos chupando pau suado,sujo pentelhominha filha e uma cadela conto eroticocontos eróticos gay cuidando do cachorrão do vizinhoMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .contos eroticos pauzao do papaicontos aprendendo o que e uma buçeta com a mamaefui pega no flagra contos eroticoscontoseroticosapostaContos eroticos mostrando a xota na livrariaconto erotico espiando escondidookinawa-ufa.ru chantageadavendo a cunhada depilando a buceta contosContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhaimcestos minha filha novinha cabacinho quiz fuder compapai vcontos eróticos da sobrinha toma leitinho na cama do tiocomi minha filhinhafui trabalhar e meu marido usou minha calcinha fio dental contoscoontos eroticosminha esposa fez eu comer sua amigasogro saradofotos de esposa de corno pegando no mastro grandeas gostosas passando bronzeador no seu corpinho nadaAi tira tira, aguenta sua cadela so vou parar quando eu quiser e quando eu tiver satisfeito piranhaconto erotico eu fui no ensaio da escola de samba e dei o cu laajudando a netinha com dever de casa ninfetadando no ônibus contoscontos meu genro fez virar p*** delecontos eróticos gays cavalgando no tiovideo porno mulher casada fica ouriçada ao homem de rola dura no onibucontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimcomendo uma velhinha de 90 anos contos eróticoscontos aluguei minha mulhercontos erroticos virei a puta do irmaocontos eróticos chupei a b***** da éguacomi minha mae no caminhão do meu pai contos incestosconto gemendo no pau do pone taradoContos erotico amigas devendocontos eroticos droguei minha priminha ninfeta e comisuruba em familiacontos eroticosentreguei minha esposa de bandejavizinho tezudoContos titio comendo a sobrinha bem novinhaperdendo o sele o selo do cuamigo sex diplomata contocontos minha filha chorou no meu pau