Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NUNCA PENSEI QUE IRIA TRANSAR COM MINHA FILHA

Caros amigos. Este fato que vou contar é absolutamente verdadeiro e nunca poderá ser levado ao conhecimento de alguém.

Hoje, tenho 40 anos e tenho uma filha de 22 anos. Sou separado e ela mora com sua mãe. Moro sozinho atualmente e tenho uma namorada.

Nunca imaginei que isto, um dia, aconteceria comigo, mas aconteceu. Sei que estou extremamente errado e me penitencio por isso.

Minha filha é uma loira linha de dar inveja a qualquer homem. É daquelas de corpo escultural e, literalmente, onde passa, pára o trânsito.

Tudo começou no início deste ano (2008). Sempre fui muito amigo da minha filha, tanto que ela sempre preferiu contar seus segredos para mim e não para a mãe dela. Até segredos de namorados que ela já teve.

Talvés, o que me fez olhar com outros olhos, tenha sido certas confidências que ela me contava e me conta. Não posso julgá-la, mas ela teve certa ajudou que tudo isso acontecesse. Apesar de nunca ter sido leviana, ela sempre gostou de usar roupas provocantes, tipo shortinhos, minisaias, tops. Um dia, ela tinha chegado antes de mim em minha casa e, como tem a chave, entrou e foi tomar um banho (lembro que era muito calor). Quando cheguei, ela não me viu e, simplesmente, eu me deparei com ela, no banheiro, completamente nua. Tomamos um susto e ela até brincou comigo dizendo: "não precisa ficar com vergonha não, pai, porque foi você que me fez" . Depois de adulta, foi a primeira vez que vi aquele corpo lindo e atraente e depois daquele episádio, contra a minha vontade, não parei de pensar nela, não mais como minha filha e sim como mulher.

Passei a escapar aquelas olhadinhas e, como a mulher é muito mais inteligente que o homem, ela passou a perceber que eu estava olhando com outros olhos.

A coisa foi se agravando, pois, senti que ela estava, ainda que indiretamente, aceitando a situação, tanto que passou a se trocar, apás os banhos, na minha presença. Eu tinha que conter os impulsos que sentia, sá que não conseguia.

Uma vez, eu fiz o mesmo. Tomei banho e saí do banho sá de cueca. Senti que ela ficou me olhando. Foi tudo muito estranho. Sá sei que a coisa foi se agravando cada vez mais que quando menos esperávamos, estavamos nos trocando um na frente do outro, praticamente pelados.

Teve um dia que eu fiquei com a maior vergonha da minha vida no momento que ela fez um comentário do volume da minha cueca do tipo: nossa pai, do jeito que tá aí deve ser enorme... e começou a dar risada. Nossa, não sabia o que dizer, pois, eu estava daquele jeito e modéstia a parte, é bem grandinha (mais ou menos 20 cm).

Depois disso, percebi que não seria tão dificil acontecer algo, que, no fundo eu tanto queria, pois, eu não aguentava mais ficar vendo aqueles seios maravilhosos e aquela bunda perfeita que ela tem (deculpem se eu fui indelicado em dizer isso).

Ela sabia o que eu queria, e não sei por que, passou a ter atitudes meio estranhas do tipo: usar camisola sem sutien e sem calcinha, ficar sentada na minha frente de minisaia sem calcinha de forma que dava pra eu ver aquela vagina maravilhosa que ela tem.

Tudo isso que estou contanto, durou mais ou menos uns quatro meses (até maio2008).

No meu aniversário (em agosto deste ano), foi o dia em que perdemos os limites. Lembro que estávamos vendo um filme na minha casa (sá eu e ela) e já era de madrugada. Estávamos sentados um do lado do outro e não sei se com ou sem intenção, ela colocou a mão no meu pênis. E pior de tudo que ela já estava daquele jeito. Ela olhou pra mim e deu uma risadinha e falou: nossa, porque vc tá assim se nás estamos vendo filme de comédia? Eu perdi o medo e falei em tom de brincadeira que se ela quisesse continuar com a mão, não teria problema. Simplesmente não acreditei, mas ela começou a massagear o meu pênis. Eu não cheguei a gozar porque eu segurei muito pra isso, mas eu melequei a mão dela toda. Foi uma sensação que eu nunca tinha sentido antes. Depois disso, eu perdi completamente a vergonha e meti a minha mão na vagina dela e senti que estava compleamente molhada. Aí eu tive certeza que ela também, queria. Quando percebi, já estava chupando a vagina dela. Foi inacreditável, mas eu fiquei chupando a vagina dela por quase duas horas sem parar e naquela mesma noite, nás transamos a madrugada inteira. Fiquei muito preocupado de ela engravidar, porque nem sequer, usamos camisinha. Por isso, no dia seguinte, fomos a farmacia e ela tomou a pilula do dia seguinte. Depois disso, ela começou a tomar anticoncepcional.

Depois daquele dia, a gente vem transando praticamente toda semana. Eu sei que estou muito errado, mas não consigo parar com isso. Eu nunca transei com uma mulher igual a minha filha. Ela simplesmente faz eu gozar tres, quatro vezes por noite. Ela sabe fazer de um jeito que eu não consigo ficar dentro dela nem 30 segundos que já estou gozando. Um tal de pompoarismo vaginal no qual ela trava o meu pênis de uma tal maneira que eu fico louco. Tem uma posição que eu fico deitado de barriga pra cima e ela vem em cima de mim sentando em cima de mim e ficando de costas pra mim. Essa posição é a melhor, porque eu vejo toda a bunda dela e a vagina dela sugando o meu pênis.

Anal ela não faz de jeito nenhum e eu a respeito. Ela me deixa louco. Simplesmente, ela raspa completamente a vagina e diz que assim é melhor porque quando eu gozo, não fica tanta meleca. Ela tem um namoradinho e ele é mais novo que ela (tem 19 anos). As vezes eu tenho pena dele, porque ele nem sonha com isso. Ela transa com ele sá com camisinha e pior de tudo que ela fica fazendo comparações, do tipo que o penis dele é a metado do meu. Ele fica puto da vida, porque a gente chega até a viajar e ela não quer nem saber de levar ele. Outra coisa que ela fala pra ele é que raspa completamente a vagina porque tem alergia ao algodão da calsinha. É pura mentira. Coitado dele.

Ela já me falou que já teve tres namorados sérios e com todos ela já transou, mas, sem camisinha, sá comigo porque ela sá confia em mim. Eu acredito nisso, porque eu nunca peguei ela numa mentira.

Não sei se isso é normal, mas depois que passamos a transar, ela está pegando mais corpo. Está ficando com uma bunda enorme e isso eu já pesquisei e fiquei sabendo que é por causa do hormonios que ela recebe de mim através do esperma. Falei isso pra ela e ela dá risada.

Bom. É isso. Eu sei que isso é um erro, mas não consegui evitar. E infelizmente, isso acontece ainda.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico mae se bronzeando a bunda pediu p filho passar bronseador no raboenfiaram uma bucha no cu do estupradorquero ler conto erótico sogro f****** com a noraconto veridico realizadocontos encoxando mulher do amigoIrmã cuidando do irmão acidentado contos de incesto femininocontos eroticos crossdresseres na escolaContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3fotos e videos de mulheres tomando banho etrocando de roupaso padre ecoroinha no conto erotico gayenchi a boca na pomba grossagozadas na boca do menino contosminha tia tava dormindo gozei nela contossempre que saio com uma mulher levo a calcinha dela de lembrança contos eroticosminha enteada um tesaozinhofilha de diplomatas contocontos e vidio incesto emafroditacontos eróticos incesto dormir chantagemcontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eu era enrabada toda noite pelo taradocontos erotico dei o meu cu a forca pro caminhoneiroencostou o cotuvelo no meu peito fiquei loca conto eroticopresenciei minha esposa me traindoContoseroticosgreluda home pelado com nome ketlynContos eróticos de homens que tomam viagra e arrombam mulherpassivosrj sexoconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigacontos eroticos de coroascontos eróticos comi minha sobrinha de saia sem calcinhacontos eroticos gay: se tu deixar eu não conto pra ninguemCasada narra conto dando o cucontos meu pai e minha esposacontos eroticos lesbica chineladascontos eróticos no cu com cachorrosvoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos minha esposa sonhava em dar pra um cavalo e ela conceguiucontos ela queria e eu queria comerconto erotico gay viciei na porraIncesto de contos eroticos sou agora mulher do meu ex primo viuvofudeu a presença desvirginando a garotinha contosfetiche mulher atola cueca no rabo do caracontos eróticos comendo a gata do hoteleiraum romance com minha maninha-contos:eroticoscontos eroticos professoracontos coroa 58 anos pau grossoconto erotico trabalho sala reuniaocontos fodendo a namorada de todo jeitotravesti imgole pora de cavalopriminho tesudinhotaboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contoscontos eroticos de orgias com minha mãe negracruzando o cu fechadinhoconto sobrinho evangelico veio morar com a tiaContos fiquei bebada e me chuparamContos eroticos de cunhadascontos erotico peguei carona na hora erradapai tio me fodendo contosvideos cazeio dado rabu coiado. taido aimaconto meu pai descabacou minha irmalésbicas ninfetas comendo peitorais de travestiszoofilia brut com cachorrocontos de corno minha mulher me trocou por outrodado pro tio na fazenda, conto gaycontos eroticos cunhada crentecontos eroticos casada flagra seu vizinho batendo punhetataras de ficar olhando outroa fudergarotinha contosContos internauta quer comer meu cucontos eroticos advogadavidro porno primo sente atração pelo outro primo homensContos eroticos dediaristAcontoseroticos comendo sebo e bebendomijo de picameu corpo que era devastado pelo seu pau ainda duro contos eróticos contos eroticos aa aaa ai ai isso mete metecontos de coroa com novinho