Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A VIÚVA E OS PADRES

Em uma noite de chuva forte, trovoadas e relâmpagos



Fernanda encontrava-se em uma melancolia por estar sá em



sua enorme casa (pois ela morava em um vilarejo na



Transilvania, e havia ficado viúva há algumas semanas, ainda



chorava pelos cantos pela perda de seu adorado esposo).

Como sua casa era afastada do vilarejo era muito raro



alguém passar por ali. Mas nesta noite passara uma



carruagem com dois jovens padres, que quebrou bem de



frente a sua propriedade, os rapazes bateram em sua porta.

Sabrina sua criada que já se aprontava para se retirar foi



atender a porta pedindo para que os rapazes entrassem e



esperassem foi logo chamar sua patroa, Fernanda veio atrás



de sua criada usando uma belíssima e longa camisola e



penhoar preto.

Os padres vendo tal escultura de mulher se encabularam, e



sem poder encará-la nos olhos pediu abrigo até a manha



seguinte.

Ela ainda no alto da escada pode reparar nas vestes dos



rapazes.

O mais aloirado trajava uma calça barrosa, sapatos sujos,



capa marrom com uma blusa branca, o moreno trajava, calças



pretas com barras sujas de barro e terno preto.

Muito delicadamente Fernanda aceitou que os rapazes



pousassem em sua residência durante aquela noite, pediu a



Sabrina que preparasse os leitos, mas antes que lês servisse



um caldo quente, e com a ultima ordem dada tornou a subir as



escadas em direção ao seu práprio leito.

Passado algumas horas no alto da noite os rapazes



escutaram gritos, gemidos e murmúrios no leito ao lado, os



rapazes em um ímpeto de bravura pegaram castiçais em seu



aposento e foram averiguar, depararam-se com uma porta



entre aberta, de onde se via uma cama e um sofá, em cima



da cama encontrava-se Fernanda completamente nua com



suas belas formas a se tocar.

Suas mãos passaram pelos seus peitos firmes e grandes,



descendo lentamente pela barriga num gesto rápido



colocando a mão no meio das pernas começou a acariciar



sua bela e apertada bucetinha, os rapazes ao verem aquela



cena se desequilibraram esquecendo seus votos de



castidade caíram porta adentro a assustando.

Fernanda sem reação, sá olhou para os rapazes, que ficaram



petrificados. Fernanda se levantou e foi ao encontro dos dois



e num gesto rápido tirou a roupa de dormir dos dois, beijou o



loiro começou a fazer uma chupeta no moreno provocando o



loiro com o rabo virado para ele convidando-o a fode-la de



quatro enquanto chupava seu amigo.

O padre loiro não demorou a deixar seus instintos aflorarem



vendo aquele rabo roçando em seu pau que já estava duro



feito aço e latejando de tanto tesão, sem esperar outro



convite e vendo o seu amigo delirando com a boquete que ela



fazia nele o padre abriu as bandas do rabo de Fernanda e



sem dá meteu com tudo o seu pau dentro do cú dela,



segurando-a pelos cabelos, começou a foder com vontade



aquele cú apertado, o padre moreno vendo o delírio dela fez



com que ela se ajeitasse sobre seu pau e começou a foder



sua buceta Fernanda em delírio gritava e gemia sem se



importa com os criados da casa, os dois trocaram de lados



passando o moreno que tinha um pau pouco maior e mais



grosso a comer seu cú e o loiro a comer sua buceta.

Fernanda parecia um instrumento nas mãos deles de tantos



toques, que eles davam em seu corpo, chupavam e



mordiscavam seus peitos, o moreno começou a chupar sua



buceta enfiando dois dedos em seu rabo e ela rebolava em



sua boca enquanto fazia um boquete para o loiro, os dois



padres já loucos de tesão foderam ao mesmo tempo em sua



buceta e depois em seu rabo.

Em seus gritos, murmúrios e gemidos de delírio e tesão



Fernanda acordara sua leal criada Sabrina que foi ao quarto



de sua patroa ver se ela precisa de ajuda, ao entrar no quarto



depara-se com sua patroa dando o cú para os dois ao mesmo



tempo.

Sabrina ao ver aquela cena começou a se tocar, e sua



respiração passou a ser mais ofegante chamando a atenção



dos padres e de Fernanda, os padres a pegaram e a levaram



até a cama fazendo com que as duas se beijassem se



tocassem se chupassem e as duas os chuparam, e os quatro



ficaram os restos da noite nesta deliciosa foda.





Autora: Fernanda Subires

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


40cm no cu da minha vo contoscontos reais de mulher que deixou cachorro emgatar na bucetacontos a devassa do analirmãozinhos safadinhos fazebdo safadesahomens delirando de tesão com um pau enterrado no rabofotos da minha mulher gulosaContos de insestos com irmafui fazer uma vizita e perdi as pregas video pornocurtos relatos eróticos de estupro fortiContos eróticos fedorentaPornofamiliacontoscontos minha enteada minha amantecontos eróticos de bebados e drogados gayspeladas com cu e a bunda melada de manteigaconto mingau. de porraconto erotico de subrim tarado querendo apostar o cu com seu titioporno gay cara com video game no rosto e o outro chega fode logocontos eroticos de avó e netinha em uma viagempedreiro enfiando a língua na patroamulher com uma bu dando nda inmencaMimha mae me obrigava dar a peluda para o picudocontos eroticos reais cornos impotentesContos Eróticos Tentada pelo filhocontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.fodi amiga da minha mae vai mete vou gozar cotosemprestou a esposa e ela ficou grávida contoconto jovens de pau duro no calcao de futebol jogando video gamecontos eroticos estupradas por animaiscontos eu minha esposa e um viadinhocontos de sexo chupadascontos erotico grande foda com a minha namoradacontos eroticos fui comida pelo meu inimigocontos eroticos gozei gostoso no estuproContos erotico ubatuba telcontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhocontos eroticos caguei no pau do meu padrinhochuupadaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadortenns gemeno e gritanoContos eroticos Minha filha choronaconto erotico com gordinhahttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/m/conto_15870_passando-as-ferias.html&ei=bgqnDUSn&lc=pt-BR&s=1&m=438&host=www.google.com.ar&f=1&gl=ar&q=Cherei+cocaina+e+dei+o+cu&ts=1487814662&sig=AJsQQ1Bemzq3_O_w9-hLtHRrssFP6FcBcQexperimentando a bundinha da garotinha conto gratisachei que era uma mulherao mas era um travecao que me enganou e socou no meu rabinhoclassificados evangélica procurando cornocontos eróticos professor japonêscorno viado esposa gostosa conto realpriminhos gay loirinhos fazendo safadesaele era cheirosinho conto gaycontos eróticos esposa e um amigo gayconto erotico tia de fio dentalcontos Minha esposa rabuda provocando de shortinho contos swingcomi a buceta da minha irma enquanto ela dormia contosme encoxaram a noite bunduda,contos erótico filha pai e o maridoContos eroticos iniciando as meninasContos Eróticos abusada todos os dias por estranhosseduzi meu irmãoSentei na pica e cavalguei gostoso com a pica dentro parei prazerContos eroticosmenina de dez anos fazendo sexoContos eróticos tetas gigantescontos eróticos vovó safadaO reencontro entre prima e primo minha paixão conto eroticoporno buceta contos eroticos traindo ao marido no quintalcontos de corno meu tio engravidou minha esposahistoria tia feis sexo com subrinlho na viajemIncesto erotico eu com 13 anox minha madrinha me sedusiaporno de vizinha e fisinhodomindo sentir o dedo do meu tio na minha bucetanovinha de 13com peitinhoNetinhas mamando pica contoseroticosme insinuei contos eróticospeitos da prima pulando fora da blusa no sexocontos erotico meu cunhado e meu sogro me estupraramconto porno so danda molequeContos de masturbação com objetos no ginecologistacurra contocasa dos contos eroticos/padrescontos eroticos pauzudo comendo professora lindacontos eu tenho um bar e dei o cu pro meu freguês contos eróticos de professor Gayo amigo do meu marido me enrrabou pohe eroticos