Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MINHA VIZINHA É A MINHA TENTAÇÃO.

Sempre tive várias aventuras, não sou muito bonito, mas sou muito vigoroso na cama, e as mulheres comentam entre elas, sou um homem que sempre penso no orgasmo da companheira, não gosto de sair de uma transa sem ela ter um orgasmo que seja, e depois que comecei a ler os contos eráticos, resolvi escrever um pouco desses contos e compartilhar com vocês, eu vou me chamar Luis neste conto, e relatarei para vocês o aconteceu comigo há um ano quando eu e minha esposa mudamos de residência, era na mesma cidade sá em Bairros diferentes, fizemos a mudança por volta das 07h00min para poder arrumar a casa com antecedência. E logo que cheguei e observei uma vizinha na frente da minha casa que vou chamar de Ana. Ana é uma mulher morena clara de porte médio, mas com uns belos seios bem durinhos e pequenos, que aparecia os biquinhos deles pela mini-blusa branca que ela estava usando, tinha umas belas pernas e usava um shortinho de brim que realçava as suas curvas, deixando Ana mais gostosa ainda, depois de uma semana começamos a conversar e fizemos amizade, eu minha esposa começamos a frequentar sua casa, e Ana e o marido a nossa, mas sempre olhava ela com desejo, e Ana percebeu e começou a me retribuir os olhares, eu já estava com muito tesão por ela, mas não tinha coragem de falar, pois poderia terminar a nossa amizade, e ela poderia falar para minha esposa ou para o seu marido, ficando uma situação muito difícil, eu comecei a perceber que Ana e seu marido estavam passando por uma crise, e resolvi arriscar, um dia estava sozinho em casa e Ana veio até a minha casa pedir uma mangueira emprestada, minha esposa não estava, e eu falei para Ana que emprestaria a mangueira e qualquer coisa que ela quisesse, pois não aguentava mais de tanto tesão por ela, e que precisava falar o que sentia por ela, Ana se calou e falou que eu estava passando dos limites, que nás éramos apenas amigos, e foi embora, tentei argumentar, mas ela não deixou eu falar mais nada, fiquei com medo que ela contasse para marido, o que para minha sorte não aconteceu, porque na outro dia ele passou por mim e me comprimento normalmente, eu continuei a olhar Ana com muito desejo, mas ela resistia, mas continuava a usar uns shorts bem curtinhos quando ia a minha casa, até minha esposa estava desconfiando, um dia eu precisava de uma chave de fenda e fui até a casa de Ana buscar, minha esposa tinha saído para o serviço, perguntei a Ana por seu marido e ela disse que tinha ido viajar a serviço, eu disse que também estava sozinho, Ana estava vestindo um shortinho de brim bem curtinho e a parte de cima do biquíni, estava muito quente, eu estava com uma camisa de educação física e um calção de nylon, olhei para o seu corpo, e imaginei Ana sendo minha naquele momento.Queria



naquele momento pular em seu pescoço, mas não tive coragem, Ana perguntou se eu não tinha parado com aquela loucura de querer ficar com ela, eu disse que meu tesão sá aumentava a cada dia, ela me mandou parar porque ela também estava com muito tesão por mim e isto iria terminaria os nossos casamentos, era o que eu precisava para agarrar ela e dar um beijo, o que fui correspondido prontamente com muito carinho e tesão, não resisti e tirei a parte de cima do biquíni de Ana e comecei a mamar naqueles peitinho que pareciam de uma menina de quinze anos, pequenos mas bem durinhos, Ana falou que seria a única vez que ficaríamos juntos e que tínhamos que esquecer aquele dia, Ana pegou e baixou o meu calção o que não foi difícil porque estava sem o cordão e começou a punhetar o meu pau, baixou até o meu pau e começou a passar a língua de cima para baixo pela parte de trás, aquilo me dava muito tesão, Ana chupava com carinho e às vezes com força que chegava a fazer barulhos, eu não aguentei e pedi para chupar a sua bucetinha o que ela atendeu prontamente e começamos um 69 com muito tesão, quando percebi que ela ia gozar chupei mais sua bucetinha até ela gozar com minha língua em sua bucetinha, gemia como uma virgem, dizendo se soubesse que seria tão bom, já teria traído o marido comigo, eu retribui e coloquei ela deitada de costas na cama, levantei as suas pernas colocando as suas pernas no meu ombro e enfiei bem devagar aumentando as estocadas, conforme ela ia gemendo mais eu comia aquela bucetinha com prazer, eu chegava a fazer apoios tirando o pau e colocando até encostar as minhas bolas na sua coxas, ela gemia e gritava, pedia para comer a sua buceta com vontade, porque o seu marido sá fazia o papai e mamãe, eu aumentava as estocadas e quando vi que ia gozar, tirei o pau e coloquei ela de quatro,. Comecei a comer a sua bucetinha e ao mesmo tempo enfiei um dedinho no seu rabinho, ela disse que era para eu parar, porque ela nunca tinha feito sexo anal, eu disse que ficasse calma porque não seria ruim e ela iria gostar muito, e prometi que se ela não gostasse eu pararia, Ana então começou a gemer e coloquei dois dedos no seu cuzinho, e Ana foi se acostumando. Peguei o gel KY e lubrifiquei o seu cuzinho, e comecei a enfiar, no inicio ela resistiu mas com calma e enfiei até o fim, Ana perguntou como estava o meu pau no seu rabinho, porque estava ardendo um pouquinho, mas estava bom, eu disse que já tinha colocado quase tudo e que começaria a mexer, ela concordou e comecei a comer o seu rabinho, aumentando conforme ela gemia e sussurrava, até que Ana falou que eu poderia meter com força porque agora ela seria a minha putinha, eu escutando aquilo comecei a enfiar com força e chamar Ana de puta, vagabunda porque não tinha me dado aquele rabinho e aquela bucetinha antes, e quanto mais eu falava mais ela gostava, gemia e dizia que realmente tinha achado um macho de verdade, não demorou e Ana gozou novamente, pedindo que não parasse de comer o seu rabinho, o que eu obedeci na hora, Ana olhou para mim e falou que tinha virado uma puta e queria que eu gozasse em sua boca, eu disse que no práximo encontro, porque tínhamos feito sexo anal sem usar camisinha, e na práxima vez eu usaria para realizar o seu desejo, Ana concordou e me fez uma surpresa mandou eu deitar e subiu em cima do mim, colocou a sua bucetinha no meu pau e começou a mexer como uma lixa, ela roçava nas minhas pernas com força, podia sentir o seu corpo coladinho no meu, não resisti e gozei loucamente naquela bucetinha gostosa e proibida.Depois tivemos outros encontros mas vou relatar em uma práxima oportunidade.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eurotico de mulheres casadas enfermeira de 35anosChupa minha piroca ingridbaixinha bronzeada transando com homem fortaopegado carona um casal com camionero contos eroticocontos eroticos seduzi uma mulher e roubei elamulheres batendo punheta nos animais como cachorros e ponheswww.contos de incesto deixei meu tio chupar minha bucetinhadeflorar pau grosso punheta enteada contoscontos eroticos marido liberado a esposa e filha p patraoconto erótico bruna manicuMe comeuContos eroticos amorosa amigacontos eroticos sou fodida feito vadia e chingada de puta com o meu primo e tioconto gay de pai com vaqueiroporno abuzeis.comConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimcontos erotico maes cavalas d bikini n piscina .casa conto - eu minha namorada e sua amiga part 1contos eroticos lobisomemminha cadelinha zoofilia contoscontoscontos eroticosgosto de mulher mais velhacontos eroticos de mulheres casadas que ja levou mijada na caraA primeira vez q dei meu cuzinho michelepornodoido video mulher realizando fetiche de ser chuppada por dois marmanjo bem dotadioutro chupando os peitos da minha mulher. contosconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhaa esposa baiana do meu amigo contos eroticosmeu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhoContos gays estrupados na obraconto porno no coloaluna com tessao mela a calçinha contosmconto erotico meu irmão me fez mulhercontos de coroa com novinhocontos eroticos comi a mulher do traficantecontos menininha curiosa safadinhaconto historia com lesbicacontos depois de velha fui arrombadacontos dei pro meu genropornô o homem que nuca viu uma boceta quando viu endoidouSodomizada no incesto contosconto de mulher transando com meninos novinhosnovinha de shortinho curto mostrando os pelinhos das nádegasnegao pegando a velha no mato conto eróticoquebrei o cabaço da minha irmã ela chorou muito porno cariocacontos eroticos virei putacontos gays gemeosmulheres cavalas de quarenta de bucenta inxada e grelo inormetomando banho de rio com titio contos gayconto minha esposa fez a minha cunhada virar nossa escrava de sexocontos eróticos proposta indecente do cunhadocomi minha enganado contos eroticosfotos e videos de mulheres tomando banho etrocando de roupascontos eroticos minha irmã e minha primacontos eróticos metendo na velhinhacolocou toda.no.cu e elabse.mijoufiz ammor com minha irmabai jo meu primo e ele me comeucontos eróticos proposta indecente pra tiaCasada Amigo do meu filho sexo contoswww.contoseroticos eu e a minha vovócom.br/conto_4323_tudo-em-casa-real-mae-e-filho.htmlcontos eróticos de bebados e drogados gayscontos vizinha feiaSsssssss aaaaaaaiiiiiiiii gostoso gay transandomeu professor meu namorado contos gaycontos eróticos vovó me comeucontos eroticos de meninas crentes violentadas.contos er senta devagarzoofilia ela casou com negao mais quando viu o tamanho do pau enorma dediu ajudaa maecoloquei o dedo no cu da minha namorada ela endoidoconto erotico jogando game com o garotinhocontos verdadeiro de filha de 10 aninhos dando o cuzinhodormino na mesma cama com duas irmas fudeno uma e a outra ficano com tesaocontos esposa quase nuacontos eróticos de professor Gaycontos eróticos fetiche padres