Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA ESPOSA RECATADA E CRENTINHA, SEDUZIDA...

Ola .... meu nome é Diogo, sou do interior do PR, sou evangélico e tenho amizade com muitas irmãzinhas, cheirosinhas, cabelos longos ....e acima de tudo, recatadas e discretas...o que me encanta e as torna especiais como nenhuma outra mulher...

Aprendi a admirá-las, independente de como são fisicamente, mas sempre procurando encontrar a beleza que pode estar em qualquer lugar... até no jeito de sentar no banco...

Bom, mas vamos ao ocorrido: tenho uma boa idade, (mais de 40...) casado, e com uma situação privilegiada, tanto fisicamente como financeiramente, o que com isso, no meio evangélico, é comum os irmãos gostarem que estar por perto, com suas esposas, convidarem para que os visitem, e foi assim com a Bruna (nome fictício) de 22 anos esposa de um amigo, morena, linda e com uma bunda maravilhosa.

Em nossas visitas para um café, etc... comecei a notar que ela me olhava meio diferente e as vezes deixava escapar alguns comentários. Num dia ela deixou escapar que gostava de entrar em salas de bate papo, e fiquei curioso mas não falei nada e vi que o marido ficou surpreso com ela. Pensei comigo, aí tem truta. Passou o tempo e ela se soltando mais e mais, um dia a encontrei sozinha, e perguntei sobre as salas e disse que não conhecia e coisa e tal e ela me disse que era sá de brincadeira e que tinha vergonha de me contar.

Insisti e ela falou que era no site terra, era nas salas de sexo, me fiz de bobo e perguntei como...ela disse que entrava com um pseudônimo tipo, esposa mal comida, disponível e que era muito bom. Me ensinou como entrar e disse pra mim usar um nick tipo: kzado karinhoso que as mulheres iam cair matando. Pensei, vamos testar ela; marquei um dia pra entrar e falar com ela no chat e dito e feito. No escritário tenho como entrar em mais de um computador e um deles entrei como ela mandou, e num outro entrei com outro nick (KeroKzadinhaSantinha) pra testar ela. Comecei brincando com ela com o nick que ela sabia que era eu, mas sentia ela travada, envengonhada...mas fui deixando. Foi uma conversinha bem sem graça, mas mantive ela ali, enquanto que com o outro nick entrei e não fiz nada... esperei pra ver se ela me chamava. Não deu outra... Logo ela escreveu que era casada e santinha..e riu. Fui bem cafageste e perguntei o que ela queria de mim. Disse que tinha vergonha, que era casada e nunca tinha traído ele. Perguntei se tinha vontade, ela disse que imaginava isso o tempo todo. Que as vezes algum amigo dele o chamava de corno brincando, ela ficava molhada na hora. Me contou de onde era, mentiu que era loira e baixinha, fiz que acreditei... Perguntei se algum amigo dele tinha cantado ela, ela disse que tinha um que sempre olhava diferente a ela, mas que nunca cantou, fora os desconhecidos na rua que chegavam a se esfregar nela, mas que ela se mantinha discreta. Perguntei se ela já tinha sido feita de putinha por alguém, ela disse que nunca. Perguntei se ela queria, e me perguntou como. Insisti perguntei se queria; ela disse : Sim quero, falei que morava longe e tal mas que se ela fosse obediente, faria mesmo de longe ela de putinha. Me disse que obedeceria. Senti ela pela conversa, que devia estar tremendo de tesão e extremamente carente. Perguntei como o amigo deles era, e ela deu todas as minhas características, aí tive certeza que era eu. Perguntei como ela se vestia, se ela gostava de se exibir, e tal, ela respondeu que usava saia e sempre com tanguinhas pequenas e que gostava que notassem sua bunda, mas que o marido as vezes reclamava e mandava ela trocar. Falei que ela deveria na práxima oportunidade, usar uma saia bem solta e fininha, com uma tanguinha vermelha, e mostrar ao amigo com as pernas abertas, quando o marido estivesse junto, sem ele notar e que olhasse bem nos olhos do amigo. Quando tivesse certeza que ele tinha visto, deveria ir a banheiro, tirar a tanguinha e voltar a fazer a mesma coisa. Ela disse que eu estava louco, que não tinha coragem, mas insisti se ela queria ser uma putinha obediente ou não. Se não obedecesse eu sairia da sala. No que ela disse que seria, que podia mandar. Beleza...tinha caído na minha, mas eu queria saber até onde ela obedeceria e queria ir. Perguntei do marido, disse estar viajando, que viajava todos os dias, voltava tarde, aí falei que queria que ela saísse à tarde e fosse no centro da cidade, mas vestida como uma putinha. Me contou que tinha um vestidinho verde de um tecido fino e transparente que o marido não deixava ela usar, falei que queria ela com esse, e que usasse uma tanguinha preta, a menor que tivesse e que andasse bastante na rua, principalmente onde tivesse bastante homens. Ela me disse que estava explodindo de tesão, e morrendo de medo, mas não via a hora de fazer isso. Perguntei que horas ela sairia na rua e por onde iria, pois eu queria assistir de longe isso, sem ela me notar e ver até onde ela seria uma putinha, pois como a cidade é pequena e todo mundo se conhece, achei que ela não teria coragem, mas paguei pra ver... Disse que tinha que sair e falei pra ela fazer isso e me contar como foi, no e-mail, ainda naquele dia... mas que não era pra ela aceitar nenhuma carona ou convite... Falei que seria o primeiro teste dela pra ser uma putinha obediente... Continua...



Sei que devo estar tocando nos desejos mais secretos de muitas senhoras e senhoritas, evangélicas que gostariam de viver situações como estas...e confesso que além de ser Irmão safado,que~fica tarado sá em ver uma irmazinha toda certinha e recatada, sou um bom confidente e amigo, extremamente discreto. Se quiserem me escrever, ficarei feliz em responder ou add no msn: [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico rosadinho troca trocaConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoocontos de loiras c****** trepando com negão estrangeiroxcontos eroticos.com peguei minha cunhada vendo revista de homens do pau grande vou contar pra meu irmaome chamou de arrombado dotado conto gayContos eroticos negra entiada comi mae filhaconto erotico perdi o cabaço estacionamentocontos eróticos gay marombascontos de professores iperdotados comendo meninas e meninoscomi a filhinha conto eróticoContos : namorada dando pra passarconto erótico casada arrependida na noite de carnavalfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogroeu ja comia Minha filhinha decidir compatilhar ela contos eroticoscontei para minha amiga que trai meu namorado e o namorado dela com seu amigos me comwramcontos swinger fudendo sogra e sogro bifudeno cu da manu e ela gritando de dorContos dei o cuzinho para a travesti fabiola vogueltia bate uma pro sobrinho contosso sadomasoquismo com maridos violentos contos eroticoscontos gay gordinho calcinhacontos lesbico meus pais viajaramcontos eróticos sogro tarado me encochou escondidocontos porno travesti com menino inocentecontos eroticas uma rapidinha e um goso gostosoconto eróticos professor de biologiadando mama para o vaqueiro no pasto contoscontos eróticos dupla penetração anal em travestis zoofiliacontos eroticos casada pau pequenomanuela pedreiro contos eroticoscontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdocavalo estocando muito forte na putacontos eróticos de gay e titio e amigoContos eróticos de rabudas casadascleide chupou ate gozarconto erotico pedi e minha mulher fez massagem emminha bundacontoseroticosgordinhacontos meu cu tesudoconto erotico flagra filhaContos fui estud fud mãe e filhameu sobrinho jumento contoscontos eroticos gay recem casadoMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,como enfiar caralho na conacontos eroticos so era pra ela chuparcontos eriticos o sorveiro negro comeu minha nulher brancaconto clube de amamentacao de adultoso lubrificante feminino é melado e pegajosoContos flagrada fudendo outrocontos eroticos com velhoconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorcontos fode mesmocontos gay brincadeira de luta comi meu irmãozinhoconto comeu meu cu gostosocontos eróticos com idososwww.conto eu vi o pedreiro mijandoCoroa gostosa louca por jeba contosMe Faz um Cafuné conto gaymadrinhas branca da bunda empinadaRelato minha mulher no shopping sem calcinhapapai no cuzinho de mamãe contoscontos heroticos viuvascontos eroticos de enteada que transou aos cinco aninhos com padrastocontos eroticos minha sobrinha bucetudacomi minha madrinha na casa dela contosContos eroticos comi a força a minha tiaContos erotico eu e minha tia no jogo da garrafameu marido comeuminhaprima contoseroticoscontos eróticos homem maduro gostoso da pica grande f******contos gay menino hormonio virou mulhercontos porno deixei o negrinho comer o rabao da minha mulher