Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SENTINDO DOR NO OUTRO DIA!

Eu tenho um amigo que já participou de uma putaria comigo e outra garota, onde ele era chupado e eu comia a bucetinha dela de quatro. Eu já aproveitei pra ver o pau dele, que tem uma cabeçona e é meio roxa. Ele é magro, alto, cabelo curto e muito tarado. Sempre me envia putarias por e-mail. Nás nunca demonstramos interesse um pelo outro, mas tínhamos algumas intimidades e falavamos muitas putarias.

Uma bela noite, fui convidado para matar uma vodca em seu apartamento. Ele me deixou ficar com o copo maior e eu fiquei empolgado, botava bastante gelo, vodca e suco de laranja. Eu cheguei a beber o copo grande mais rápido que ele, com o copo pequeno. A vodca já estava na cabeça. Conversamos muito sobre vários assuntos. Até que quando estávamos no finalzinho da vodca, eu tendo tomado muito mais do que ele, então ele vem me mostrar uns vídeos pornos. Assistimos vários vídeos na internet, e é impossível não demonstrar tesão nessa hora. Sá que nesse momento, ele não estava mais de blusa, e sá com um short que dava pra ver a pica dele formando volume. Eu sabia que era por causa dos vídeos, mas de vez em quando ele dava uma pegadinha na pica que não tinha como eu deixar de olhar. Depois que a pica dele ficou dura, me deixou sozinho vendo os vídeos e passeava pela casa, com o volume do seu pau apontando para o teto. Sempre que ele aparecia, a pica estava dura. Aí ele ficava de sacanagem, balançando a pica por cima do short pra eu ver como estava dura. As vezes ele chegava perto, em pé, e eu sentado vendo os vídeos, ficava com a piroca bem perto de mim, comentando sobre o vídeo, dizendo que as atrizes eram muito gostosas. Eu olhava para o vídeo e olha de canto de olho para a piroca dele chegando cada vez mais perto quando ia falar algo. Eu já estava muito doido de vodca, vendo aquela caceta dura desfilando de um lado para o outro. Fui ficando com um imenso tesão, mas eu estava de calça jeans, o que dificultava demonstrar meu tesão. Passaram-se mais alguns minutos e a bebida já me deixava muito tonto. A vodca já tinha acabado. Ele ficava vendo vídeo enquanto eu ficava cada vez mais tonto, até que uma hora caí no chão e fiquei deitado por um bom tempo, descansando da bebedeira. Aí ele falou, é melhor você dormir aqui mesmo, tem uma cama sobrando, aí de manhã eu te levo em casa. Eu já estava bêbado mesmo, logo aceitei e fui indo para o quarto. E ele vindo atrás. Sempre com brincadeirinhas e ainda de pau duro. Eu entrei no quarto, tirei meu tênis e minha blusa e vi que ele estava na porta ainda, ele veio chegando e falando: vai amigão, pode ficar à vontade, você não vai dormir com essa calça, né? Eu já tinha tirado o cinto, então ele começou a abaixar minhas calças, falando: pode ficar tranquilo, eu não vou te enrabar não. E ficava rindo. Eu estava gostando da brincadeira. Que meu pau estava meia bomba quando ele abaixou minhas calças. Eu já estava querendo sentir meu amigo roçando na minha bunda e no meu cuzinho. Ele terminou de tirar minhas calças e acho que percebeu que eu estava interessado. Então ele me disse boa noite e foi para o quarto dele,e me deixou cheio de vontade de ser enrabado. Eu fiquei na cama, nem me cobri, tava sá de cueca e com um tesão enorme. Ele realmente tinha ido para o quarto. Eu não me aguentei na cama e fui dar uma espiada no quarto dele, quando vejo ele deitado apertando a piroca apontada para o teto por cima do short. Ele viu que eu estava ali. Aí falei: Lembra de me acordar cedo. Voltei pra cama e caí num sono profundo, ainda com tesão. No outro dia cedo eu acordo e já vou no banheiro com uma vontade enorme de fazer o tipo 2. Então acordamos e fomos até minha casa, ele almoçou comigo e no final, quando ele estava indo embora depois do almoço, ele me deu uma dedada no cú, quando eu estava desatento, senti o dedo tocando bem no meio das minhas pregas, ele tocou forte e foi sá um toque, mas forte, e bem no meio do cú, ele teve tempo pra mirar bem, pq ele acertou direitinho. Logo ficou de sacanagem e brincadeirinha e foi embora. Mas a dedada dele ainda doía. E ficou doendo por um tempo. Até que decidi ver se tinha alguma coisa. Quando olho no espelho, meu cú está totalmente vermelho, como se estivesse assado. Ficou doendo o resto do dia inteiro, tive que passar pomada. Eu fiquei imaginando, será mesmo que meu amigo me comeu dormindo do jeito que eu queria se estivesse acordado? será que meteu aquela pica dura toda em mim? será que foi com camisinha? Meu cú estava tão vermelhinho que se ele não me comeu eu não sei o que aconteceu, porque doeu por tanto tempo? Será que eu não senti a dor logo cedo por ele ter passado algum creme analgésico? Eu não sei responder essas perguntas. Mas da práxima vez que eu visitar meu amigo eu vou querer pegar naquela pica dura na primeira oportunidade!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos meu marido me vendeuos contos de sexo maois filias safamdascontos eróticos teen apostatocu de proposito pornodoudocontos eroticos de casadas traindo na academiacontos eroticos meu genro pausudo arregacou minha bucetacaralho de crioulo pornconto ele ficou sabendo do tamanho da bucetacontos. eroticoscomi milha mulher com negaoahora que paugozachiquinha arrombada contos pornpintinho na bunda contosporno abuzeis.comcontos eroticos cunhadoxcunhadaContos eroticos mulher cuzeiraIrmã cuidando do irmão acidentado contos de incesto femininocontos minha sogra me vendeu seu cuzinhocontos de coroa com novinhoEnchi a buceta da sogra de.porra contominha patroa gortosa e tarada por pauGGsozinha com meu sobrinho deixei ele me foder comendo minha sogra ruiva de 52 anos coroa mais gostosa do brasilfotos de relatos de nora transando com sogro no sul da BahiaMendigo chupou meus peitos porno conto meu primeiroamoro tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"menininhas fudendo com vários cachorros contos eroticoscontos erótico filha pai e o maridominha tia atendeu a porta sem calcinha contos eroticosa mulher do meu irmao putinhaconto erotico fingi que tava duente e cumi o cu da enfermeiracontos eroticos gays adoro ser humilhado por um coroa dominadorzoofilia mobile ticas pornoas gostosas passando bronzeador no seu corpinho nadaver travesti com pau bem grosso Google que absurdo e comendo viado de calcinhaler contos eroticos de bucetinhas virgensgordinha conto eroticotitio me fez gozar com shorttransei com meu sobrinhoContos eroticos punheta com o pastorcontos eróticos eu meu melhor amigocontos eroticos estou chifrando meu marido tomando porra do cunhadoeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos eroticos de gay rabuda sendo arrombadoconto erotico mulher gravida e marido com a sogda veia juntaschantageada e humilhada pela empregada negrarelatos eróticos reais novinha primeira vezconto erotico lambie buceta da minha afilhadaconto erotico Minha aluna taradaaprimeira coroa que transei vou contar como aconteseucotos heroticos gay neguinho me comeuminha irmanzinha gost fica olhando eu bater aquela ponheta no banhodeixei meu sobrinho me ver nua contosconto porno minha professora coroamilitares gays pauzudos de são josé dos camposevy kethyn istinto ativoContos eroticos de travestis louco par bumdas.contos eroticos garotinha dormindo no colo do padrinho de pijaminhaContos eroticos marido pede para esposa quero ser cornocontos eroticos festa a fantasiaconto arregacando o cuzinho e enchendo de porra a cunhadacontos eroticos Itapetiningaconto ru e minhas filhasdormindo com a cunhada contoscontos eroticos de casais realizando fantasia com comedorO reencontro entre prima e primo minha paixão conto eroticocontos eróticos com idososTravesti comendo mulher cavala contosgostosa gordinhas tirando cabeçacontos eroticos praia de nudismocontos eroticos minha mulher com roupa curta e decotadacontos mia mulhe linda aromou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rola deleCasada Amigo do meu filho sexo contoscontos fui comer uma bct chegou na hora era homem