Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DE SAIA NO TRÊM LOTADO.

Oi, meu nome é Fernanda tenho 19 anos e eu moro no Rio de Janeiro, depois de contar alguns casos q aconteceram comigo ou que eu aprontei a amigos que tenho no Mirc resolvi escrever aqui.

Bom, pra saberem um pouco + de mim: Sou branca, tenho cabelos lisos castanhos com mexas loira, olhos castanhos, 1,67 de altura, 58 quilos, tenho pernas grossas, bumbum grande, seios pequenos pra médio e a xaninha eu costumo variar, as vezes esta carequinha outras peludinha mais sempre cheirosinha.

Hoje vou contar o que acontecia comigo ano passado quando eu ia pra escola, eu moro na Zona Norte e estudava no Centro, no horário da manhã então pra não ter que pegar trânsito eu ia de trem da escola, tinha uma amiga q ia sempre comigo e tinha um garoto que ia tb às vezes.

Todo dia era a mesma coisa o trem sempre vinha lotado, agente se espremia dentro dele, e todo dia tinha uns caras que passavam a mão e roçava em mim e na minha amiga.

Com o passar dos dias comecei a reparar que eram sempre os mesmo caras que faziam uma rodinha na gente e ficava se aproveitando da gente o garoto que ia com agente foi reclamar com um dos caras e acabou tomando um soco, os amigos dele ainda roubaram o dinheiro, relágio e mochila desse meu amigo. Nesse dia fiquei assustada e um deles falou pra mim que nada ia acontecer comigo nem com a Patrícia minha amiga que ia sempre comigo.

No dia seguinte eu e a Paty fomos pra escola sá nos duas, pois o garoto q ia com agente disse que não iria mais de trem pra escola, e como sempre os caras ficavam passando a mão e roçando na gente, era sempre do mesmo jeito, um cara parava atrás de mim e os outros ficavam em volta pra disfarçar o cara que ficava atrás colocava o pau pra fora e esfregava na minha bunda, ele passava a mão e apertava tb meu bumbum passava a mão na xaninha sempre por trás pra não chamar a atenção, eu ia sempre de calça pra escola eles sá passavam a mão por cima da roupa mesmo, no começo ficava um pouco assustada mais depois fui gostando, eles colocavam papel com o numero do telefone deles no bolso da minha calça (mais eu nunca liguei), às vezes colocavam ate dinheiro o que eu não gostava era que eles gozavam em mim deixava minha calça toda suja, sempre que eu chegava na estação tinha que ir ao banheiro limpar a calça.

Era sempre na ida pra escola, por que na volta eu voltava de ônibus ou de carona e ficou assim ate o final do ano, eu e a Paty sempre íamos de trem sempre no mesmo vagão chegamos a ganhar ate calcinhas e sutiãs deles.

Então quando já estava no fim do ano a Paty teve uma idéia, ir pra escola de saia em vezes de ir de calça como sempre agente ia, eu topei então combinamos as duas de ir de saia e levar a calça na mochila pra vestir quando chegar na escola.

Eu fui de tênis branco, blusa da escola branca, saia preta curtinha (tipo as q a Sabrina usava no BBB) e calcinha e sutiã de renda vermelho.

Nesse dia foi a ida pra escola mais demorada da minha vida, quando entramos no trem os caras olharam pra gente e sorriram, rapidamente eles fizeram a rodinha como sempre, o cara que ficou atrás colocou o pau pra fora e ficou roçando na minha bunda, eu sentia o pau esfregando na minha calcinha, ele começou a meter a mão por de baixo da saia colocou minha calcinha de lado e ficou me alisando e enfiando o dedinho em mim, ele me abraçou forte e esfregou o pau na minha xaninha dava pra sentir ele tentando entra, quando eu sentia a cabecinha entrando eu me mexia e não deixava ele encaixar, ele tava sem camisinha e ficou bombando em mim com o pau esfregando na minha xaninha mais em meter ele gozou e me lambuzou toda fiquei toda gozada então veio outro pra trás de mim e ficou esfregando tb ele esfregava o pau por trás e colocava a mão pela frente na minha xaninha ele chegou a meter mais eu tirei então ele ficou me tocando e roçando ate que eu gozei e ele tb.

Quando chegou na estação eu soltei e fui direto pro banheiro de limpar e vestir a calça eu tava com a calcinha toda gozada, a Paty ficou com a calcinha rasgada eles tb meteram nela.

Nos duas nos limpamos vestimos a calça e fomos pra escola, esse foi o ultimo dia que andamos de trem juntas pra ir pra escola, foi uma viajem das mais demoradas e tb das mais prazerosas.

Ate hoje tenho a calcinha gozada sem lavar, às vezes pego ela, lembro desse dia e me masturbo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos de negros em carnavalcontos porno de incesto real pai filha e mae juntoscontos eroticos de rabo inocentemeus amigos me comeram sem do gay contos eroticosdei a buceta pra não me entregarem contos reaiscontos eróticos eu meu melhor amigoQuale melhor foda com a minha namorada?marido dormiu eu me depilei toda contosporno doido costureiro medindo os seioscoroas enfieins pornopiroquinhacontoscontos eroticos corno vou te fudercontos eroticos meu sobrinhopai emfia pica filha morrocontos tava de vestido i fui comidaconto eroticos gay com paiContos eroticos chantagiei meu sogra pra comer minha sograContos eroticos minha buceta mela muito minha calcinha quando me esitoFernanda jeitim nuaconto aos oito aninhos a filha da minha namorada sentou sem calcinha no meu pauContos eroticos surubacontos mae crente babando no pau do filhoesposa seria se bronzeando em casa contodei de perna abertaputa do meu funcionário contocontos servente de pedreirovidio porno enchada qualculadaconto eroticos cheguei em casa com o cu cheio de porrae arrombadosonhador contos eróticos i****** mãe e pai f****** a b***** da filhaContos eróticos Novinha bunda grandeconto minha tia pelada no quintaleu vou te arregaçar inteira me perdoa amor, desculpajoão cavalo quente contos eróticosconto erotico peguei meu pai fudendo a mamaeconto erotico minhas prima se apaixonou por mimpincelar no culevou boquete da irmã caçula dis que gosta de chuparcontos dei o cu e saiu merdagoza na minha mulher contocontos eroticos tomou toda porra da linda travesticontos erotico frentistacontos eroticos amarradasConto erotico vizinha gravidaporno chupei o peito e bucheta da minha cunhada ate ela cederContos eróticos minha prima dica qué seu namorado não dava contacontos eroticos gay quando eu tinha oito anos esperei meu pai ficar bebado e dei o cu pra elecontos eróticos gay cuidando do cachorrão do vizinhofui comida feito puta e chingada de vadiaa patroa e a filha. conto eroticoContoseroticos estuprando Vitóriaeu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus contos gays inicio da puberdade.contos eroticos possuida por uma estranha gostosaTive q dar contos eroticoscontos de incestos quebrei a pernaesposa eu e o primo safado contocomi o marido de minha prima ma cama delapura foi dar pra cavalo e acaba com a buceta estoradaContos erroticos com fotos eu e minha loirinha e um negro 32cm parte 2dois gay fudendo violentamentw/entre sicontoseróticos chupei os peito da mamãeconto flagrado com a calcinha enrolada no pauaquela pessoa pirocuda da salaFoto nega por cenoura no cu e gozou gostosopessoas fazendo sexo gostossoooocontos gay gozando pela primeira vezmulher goza nela todinha enchendo o cachorro para limparContos eroticos gaucha casadaContos eroticos de netas novinhas teenconto erotico descabaçando garoto dor