Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA E MANINHA...MINHAS PUTAS

Essa histária é real com nomes fictícios é claro, como ja contei em outros contos eu (24 anos) e minha irmã Amanda (hoje com 28 anos) ja tivemos algumas experiencias juntos durante a adolescencia, mas nunca haviamos transado respeitando pelo menos um pouco o fato de sermos irmãos de pai e mãe. Porém o tempo passou, minha irmã se mudou para o campo e eu me casei com Bárbara ( 26 anos) com quem ja estou a três anos. Eu e Barbara temos uma vida sexual muito ativa e plena, ela muito fogosa e safada, faz o tipo "gueixa" sempre tentando me servir e agradar em tudo. Um certo dia no auge do meu tesão com Barbara, lembrei de minha irmã amanda e pensei como seria gostoso compartilhar algo com as duas, motivado pelo fato de ter certeza de que Barbara toparia pra me agradar. Amanda por sua vez, nas poucas vezes em que me via, sempre tentava se insinuar ou mencionar algo daquela época para me fazer lembrar, então tomei coragem e contei minhas intimidades com Amanda a Barbara. Barbara se assustou, mas não me recriminou, disse apenas que seria legal se ela assistisse nossas transas e ficasse cheia de vontade...minha mulher queria causar inveja na cunhada. Naquela noite transamos feitos animais até de manhã. Algumas semanas se passaram e eu não tirava a idéia da cabeça, sinceramente não planejava transar com Amanda, mas queria introduzi-la em minhas transas com Barbara de alguma forma, talvez até como voyeur. Pois bem, feriadão e eu e Barbara íamos viajar para a casa de praia emprestada de um casal de amigos, logo na sexta tive a brilhante ideia de convidar minha mana Amanda para ir conosco. Barbara riu e sá comentou, desde que ela não toque em você e nem você nela...tudo bem (rs). Liguei para Amanda que me atendeu carinhosamente e a convidei, ela disse que talvez não pudesse por causa do marido, mas eu insisti e ela marcou de eu ir buscala na rodoviaria para leva-la até lá. Fui busca-la sozinho é claro ela estava com um vestido florido decotado que realçava os peitos imensos de Amamda, que não é gostosona, mas além dos peitos gigantes tambem tem um rosto bem bonito. Nos abraçamos fortemente e seguimos para a casa de praia onde eu havia deixado Barbara arrumando algumas coisas. Na primeira noite enquanto transava com Barbara no quarto tentai fazer muito baralho inclusive Barbara gritava e gemia para chamar a atenção de amanda, mas não adiantou, Amanda havia apagado no sofá e nada escutara. Porém no dia seguinte eu sabia que tinha pouco tempo, ja era sabado e nás voltariamos na segunda a noite. Tive que partir para um ataque mais agressivo. Na praia deserta, fiquei me agarrando com Barbara na cara de Amanda que quando demonstrava incomodo recebia elogios quanto ao corpo e algumas caricias de Barbara também que volta e meia elogiava seus seios ou passava a mão em seus cabelos e dizia que ela estava linda. Meu pau estava duro feito pedra dentro da sunga e não deu para disfarçar, ao sair do mar, vi Amanda olhando descaradamente para ele e fazendo uma cara que me lembrava muito as caras de tesão da adolescencia. A noite enquanto bebíamos na varanda, propus uma brincadeira de verdade ou consequencia para esquentar o clima. Ja no alto das cervejas e brincadeiras impus que o castigo de Barbara seria beijar Amanda. As duas riram e meio sem jeito deram um "selinho" eu protestei e disse que teria de ser um beijo de verdade pois selinho eu dava também, daí virei a cabeça de Amanda e beijei. Barbara contra sua vontade, pegou o rosto de minha irmã e as duas se beijaram por longos dois minutos alternando carícias e soltando gemidos como quem beija com paixão. Aquilo me deixou louco entrei no meio e fui atacando Barbara. Amanda se levantou e sentou-se em frente a nás numa poltrona ficamos ali de sacanagem um tempo porem logo levamos amanda para dentro do nosso quarto onde ela se sentou a beira da cama acompanhado atentamente a nossa transa. amanda vibrava ao me ver fuder Barbara de quatro com força. Desejava que fosse com ela. Barbara esticou uma das mãos e tocou Amanda dizendo: Pode ficar a vontade cunhada eu sei que voce ta toda molhada, pode se masturbar. Amanda colocou a mão por dentro do short, tirou um peito pra fora do top e ficou acariciando. Eu fodia Barbara mas olhava Amanda, até que não aguentei e comecei a apertar o peito de minha irmã. Barbara ao ver, também se entregou ao tesão e acariciou o outro seio de Amanda que gemia. Depois Barbara se posicionou para me chupar e logo amanda se abaixou assim, minha mulher chupava e oferecia meu pau a cunhada. Eu delirava olhava para baixo e via minha irmã e minha mulher me chupando em parceria. Eu gemia e xingava elas de putas...Amanda se levantou e começamos a nos beijar, aproveitei para cair de boca naqueles peitões de vaca da minha irmã enquanto recebia ainda a deliciosa mamada de Barbara. Barbara acabou dizendo que seria hoje que eu comeria a vadia da minha irmã, dito e feito, coloquei-as uma ao lado da outra na cama e penetrei as duas a noite toda, enquanto elas se beijavam, se chupavam, enfim foi uma noite de muito amor e muita paixão. Durante aquele feriadão ainda, ficamos os tres o tempo todo de sacanagem mesmo na rua, afinal ninguem sabia que eu e Amanda éramos irmãos. Em casa, as duas ficaram me servindo o tempo todo, cozinhando, fazendo massagens, disputando a minha atenção em troca de pica. Assim rolaram muitas outras vezes de dia e a noite. Ao término do feriadão Amanda se foi cheia de lembranças boas de seu irmão e eu e Barbara ja pensamos na práxima putaria que vamos aprontar...

Um abraço

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto amante do manodei o cu no campig homoxesuaisprimeiro conto de aline a loirinha mais puta e vadiaconto eróticos a patinha da minha sograTransei com minha quando agente brincavacoto erotico transex e novinho teenafastou as carnes do cu piça perfurou minhas entranhas contoscontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos gang bangcontos eroticos.o tio da borracharia me mostrou o pauEscravizando a casada contoshttps://idlestates.ru/m/conto_18200_meu-sobrinho-gosta-de-me-ver-completo.htmlContos e relatos de incesto entere maes e filhosmeu padrasto me fudeo todAtraiminha namorada com o pau na cara contos relatos estorias eriticoscasa dos contos fudendo minha irma e prima putonasdeu sonífero para comela prnochantagiei minha irma casada contoscontos eroticos presidioContos de esposa abriu o cu ao máximoConto comi minha mae no celeirocontos comendo o cu da sogrameu amigo me domina e me faz de escravo do sexo gaycontos eroticos d filhotes mando mulherescontos eróticos pai e amigoscontos er deixa que levocontos eroticos buceta peludatrai meu marido e ele ainda me chupou contoconto marido do ladoconto porno minha professora coroaoque falar quando um menino fala pra voce "quero lhe fuder"??contos fofinha menina de dez anosAguentei a rola enorme do papai contos eróticossenhora trsansandometendo a rola nas pernas feichadas da novinhaareganhando o cu e epois a boceta com a mao relaxandomulheres loira amazonense traindo fazendosexocontos eroticos-melhores amigoscasado contos eróticosconto erotico com prima de nove anoContos eroticos selvagem com meu amigofilha de diplomatas contoamoitado das morenas no baile funkCorno leva a mulher ao cinebolsoCOMO SEBE SE A EX NAMORADA E DA VOMTADE DE DEUSai filho ta doendo cu de mamae contos eroticoscontos eróticos minha esposa recatada chorougeovana tira a calcinha e da a bucetacontos chantageando minha mae peituda no matoconto sentei no pau do meu tio com dez anosMendigos se madturbando altoconto comi minha amiga peludaconto erotico mulher branca vivia acorrentada como cadelamulherbrasileira conversando putaria contosconto erótico duas rolar na velhaconto erotico meu amante e mega dotadoeu conto Meu marido saiu meu cunhado me comeupeguei meu pai comendo meu amigo conto eroticocontos eroticos gay mentalcontos eróticos masturbaçãonovinha sendo chantagiada. pra chupar rolasequestro e muitas lambidas no grelopai me comeesposa voltou raspadinha contosContos eroticos usando botas cano longocontos eróticos minha mãe no esconde escondecontos zoo meu marido sem eu saber viciou o cao passando minhas calcinhas para ele cheirarcontos eróticos cantada na rua não resisti e traíconto mamae fode com filho aniversariantecontos esposas na praiacontos eroticos de afilhadas novinhas.contos eroticos de incestos de irmao comendo o cú da irma novinha com manteigamulher enfia dedo no cu epoe no nariz da amigacomi o cu da vizinha cavala contocontos eroticos metendo na titiacontos eroticos ninfeta aventureira