Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHAS FÊMEAS - PARTE 1 DE 3

No dia 26 de Setembro passado, eu viajei para o Interior de Minas na fazenda dos meus tios aproveitando alguns dias de Férias, era uma Sexta feira quente e cheguei na Fazenda por volta das 16:15 da Tarde, tudo estava como sempre esteve e logo na chegada fui recepcionado pelos cães do caseiro que sempre aprontam a maior festa quando eu chego... logo na entrada dezenas de vacas cruzadas deitadas no gramado logo antes da porteira. Parei a moto ali perto do galpão e fui ao encontro dos meus tios que me esperavam na varanda da sede, e depois de toda a recepção comprimentos e abraços já fui logo me adentrando a cozinha p tomar aquele café torrado no fogão a lenha e comer aquele pão de queijo que sá a minha tia Nelita sabe fazer.



O Final de semana prometia ser átimo, já que em todo o trajeto da viagem eu não conseguia tirar do pensamento a saudade que eu estava sentindo de minhas “Fêmeas”,

Tenho uma Égua Palomino de nome “Mandala” 2 anos de idade filha de um garanhão Lusitano de um criador de renome ali da região e muito amigo de meu Tio que no caso nem cobrou pelo serviço do seu animal, e também minhas duas vacas Nelore cruzado “Duquesa e Fartura”. No caso da Égua quando ela era bem novinha (12 dias de vida quando sua mãe morreu) eu ainda morava com meus tios na fazenda, e meu tio acabou por me dar a potrinha “se” caso eu tomasse conta dela ate que ela pudesse comer ração ou repasto (uma difícil tarefa, ordenhar outra égua e dar o leite em uma mamadeira, isso por 3 ½ meses a fio), nossa eu nem pensava que acabaria me apegando à ela, muito linda de pelo branco e crina escura que mais tarde sua crina ficaria negra. Eu dava mamadeira pra ela umas 8 vezes ao dia, deixava ela sempre numa baia separada dos outros animais, no começo eu usava uma corda pra um eventual passeio pelos pastos, mas logo ela já respondia pelo nome e me acompanhava sem que precisasse usar cordas.



Foi no inicio uma relação de amizade e compromisso, nos primeiros 2 meses eu ficava quase o dia todo com ela (com receio que ela viesse a passar fome ou adoecer), mas ela crescia a cada dia forte e muito saudável... nossa eu cuidava melhor dela do que de mim mesmo, mas a recompensa estava por vir!!! As vezes eu sentia saudades da mãe da potrinha, uma Égua mansa e dácil que trepava comigo vigorosamente mesmo na gravidez, e numa tarde quente depois de bem tratada, banho + tosa + escova fui dar um passeio com ela pelos campos, ela sempre do meu lado me acompanhando e eu sempre levava uns pedaços de rapadura de cana de açúcar que ela adorava, ela corria dava saltos e voltas com toda aquela energia que sá a juventude pode dar, mas depois ela vinha e voltava a ficar do meu lado p um eventual carinho. Andamos por algum tempo e perto do riacho me sentei na grama ela foi até a beira bebeu bastante água (ela estava bem cansada), depois ela veio me cheirando a mão e depois os bolsos da minha calça, mas os pedaços de rapadura haviam acabado, comecei a passar a mão pelo pescoço dela e fazer um carinho.



Naquela hora muita coisa passava pela minha cabeça, e comecei a ficar excitado e até então nunca tinha olhado pra ela daquela forma, quando então resolvi inicia-la no sexo e como ela gostava dos meus afagos, comecei a acariciar seu corpo e depois já envolvida comecei a chupar sua pequena bucetinha quente e macia e ela nem mesmo opunha qualquer resistência (ela já estava completamente acondicionada e aceitaria qualquer tipo de estimulo que eu a submetesse), então experimentei atolar meu dedo dentro de sua xoxotinha e ela em resposta se curvou levantando seu rabo e começou a forçar e contrair expelindo o membro estranho de dentro dela, eu consegui sentir seu himem “cabaçinho” impedir o meu dedo de avançar mais....NOSSA aquilo me deixou ALUCINADO, meu cacete de tão duro chegava a doer, me despi por completo e parti para uma dura tarefa – Deflorar minha potrinha MARAVILHOSA – voltei então a chupar sua bucetinha já bastante castigada pela minha língua e meus dedos, logo me debrucei sobre seu corpo como um garanhão montando em sua Fêmea no cio, ela estava completamente entregue ao seu macho. Salivei com uma das mãos meu Pênis e coloquei na boca de sua bucetinha e então comecei a forçar lentamente para ela ir se acostumando com a situação, era muito apertada o canal de sua vagininha virgem, e com muito custo conseguir penetrar sua bucetinha até encontrar a resistência de seu cabacinho, NOSSA que situação Perfeita, respirei fundo....me acalmei por um instante, acariciei novamente seu corpo e seu pescoço e falei bem baixinho perto de sua cabeça.... “ hoje vc vai trepar com seu primeiro macho minha éguinha linda”, com estocadas bem sutis p não romper precocemente o himem deixei o pênis no máximo de seu retesamento, me deitei sobre seu corpo e abracei firme sua barriguinha...e numa estocada firme e forte trespassei seu cabacinho delicioso e penetrei fundo em sua bucetinha...deu pra sentir seu canal sendo deflorado... o calor de sua bucetinha embriagou meus sentidos e ELA soltou um gemido abafado e começou a se curvar se entregando ao seu macho, quando encaixei meu Pênis bem fundo na primeira estocada segurei bem forte seu corpo e sá depois de alguns instantes comecei a movimentar meu Pênis em estocadas pausadas e bem devagar, eu queria fazer ela aproveitar cada instante...cada estocada, cada “Juntada que eu dava nela”, por varias vezes cheguei perto de Gozar...mas interrompia, esperava um pouco e começava de novo, acho que trepamos por mais de 40 minutos, quando então numa estocada final desabei por cima dela em uma gozada FENOMENAL, sem duvida a melhor que eu já tive, depois ainda fiquei dentro de sua bucetinha por vários minutos, depois sai de cima dela... esperei ela se urinar e gozar ali perto, depois fui até ela e com muito carinho e afagos levei ela de volta pro galpão... nos 2 estavamos acabados, minhas pernas bambas vacilavam na pequena trilha no meio do capim.



Depois desta vez... deixamos de ser bons companheiros e passamos a ser bons amantes. Nos dias seguintes... transamos 2 ou até 3 vezes todos os dia, Bem...ela cresceu e ficou tão acostumada que mesmo no Cio, não aceitava aproximação de outro garanhão que não fosse “Eu” chegasse perto dela com intenções de acasalar (Nota: nunca deixei que ninguém a montasse ou mesmo prendesse ela com “Cordas”), comprei um livro de Adestramento onde usei pra poder montar nela e andar normalmente sem uso de cordas, mas não se enganem, mesmo quando passeamos ela obedece bem aos comandos de voz, porem as vezes no “Apuro” tenho que me abraçar no pescoço dela pra não CAIR. =D





*Naquele dia quando cheguei na fazenda....a primeira coisa que fiz depois de me alojar, foi chamar minha Égua Mandala pra um passeio regrado a muito sexo. Quando ela me vê andando pelo pasto ela vem correndo depressa ao meu encontro. Naquele dia em especial trepamos 3 vezes seguidas em um bosque bem afastado.



Mas é claro que depois eu também trepei com minhas 2 vacas, mas essa.... É uma outra histária. Espero que vcs todos tenham gostado.



Até a Práxima.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


video de cunhadoxcunhadaDando o cuzinho para outro homem da pica gostosa, contos gays que dão tesãoensinando as menina sente a f**** contos eróticosconto erotico sogrocavalogozou forte na boceta da safadahistória de contos eroticos novinha sentou no meu colo dentro do ônibus na viagemcontos eroticos negrinha casada ficou bebada na festa mais de treze caraas fizeram suruba com elavidio porno meu.amartes.mim pegou de geitocontos er matagalContos eróticos arregacei o cú da noiadaareela farraelacontos eroticos sou crente mas tenho um fogo no cupenes maigadeporno gay contos erticos viajando com o meu padrasto caminhoneiromeu pai fudeu meu cu na marra conto eroticomeu gringo gostoso me chupourelato eróticos minha esposa fazendo striper pros meus amigossendo possuida pelo servente do colegio parte 1!!!contos eroticosconto erotico calcinha neguinhomelhores contos gays descobri a putinha que havia em mimvem ver meu corninho contocomendo tieta contos eróticos conto erotico tira a roupa revólvercontos eroticos marido foi trabalhar e meu sobrinho me pegou no banhocontos eroticos chantagiei minha tia e comi elacontos zoofilia cadela apaixonadacontos eróticos de infânciacontos sexo fiquei com bucetA molhada com meu genro na prAiacontos gemi grita olha corninhoContos eróticos de arrombadasvai me arrombarContos eroticos com cunhadasContos eroticos minha esposa e um meninolanbinda na xana hetai gritaSeu madruga comendo a b***** de Dona FazendaConto erotico de sexo incesto cheiro da buceta suada da irmacontos de mulheres que colocaram silicone no seiosobrinha deixa eu te chupar sua b***** na crise Estados Unidosconto erotico teen gy saradinhotirando a calcinha no banheiro toda meladinha visgandocontos eroticos vizinha curiando por cima do muroContos eróticos primo comedor comeu o cu da nanemax prime realizando fantasia. casadascorno viado esposa gostosa conto realesposa eu e o primo safado contoContos eróticos gostosa na praia com o maridodei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidaComtos namorado ve namorada ser fodida pelo irmao delaesposa deu o cu no camping contosConto, soubaixinha e mulher de um.cornosem.kerer.emtrei.no.bamheiro.e.peguei.mimha.tia.peladona.com.a.xoxota.toda.cabeludacontos porno putas e amantes descobertoscontos eroticos esposas arrependidascontos reais punheta gozadasque cunhadaContos eróticos teens tomando banho com meu irmãoContos de shemales taradas e safadas do pau gostosos.Contos.eroticos.me.dava.banhoContos eroticos de mulher de salto e lingerie traindo o maridoconto recém casado cornoRelato minha mulher no shopping sem calcinhapornô doido a tia convencia sobrinha a chupalamarido dormiu eu me depilei toda contoscontos eroticos bolas cheias de leitecontos eroticos gang bang com os molequesDesvirginando a sobrinha de 18 anosContos erocticos aaaai papaieu e minha mae drogados contos eroticosdesço no teu paudois gay fudendo violentamentw/entre siconto erotico com menina e cachorromeu pai tem ciumes de mim contos eroticosleitinho do padrinho contos gaycontos eróticos a ideia da minha esposa e com meu patrãocontos eroticos flagrei minha namoradaPorno conto sala de bate papo minha sograconto erotico menina curiosabeijo no umbigo contosarrombei o cu da minha esposacontosmeu marido quer fode meu cu mas to com medochantageada contocontos erotico gozei como uma puta velhacontos eróticos de bebados e drogados gayseu comi uma cabrita minha prima viu contoscontos eroticos de mulheres coroas acima de 60 anoscontos erotico, dei pro dois amigos do meu filhoconto erotico gay bundinhacontoscomi minha cunhadinha dormindocontos eróticos de bem dotado estuprochupando buceta com gosto como se beijase uma boca