Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MARILIA E O VESTIBULAR

Marília e o Vestibular



Meu nome e Pedro, sou maranhense moro em são Luis, tenho vinte e cinco anos, namoro com Marília, que tem vinte anos mora com seus pais. Marília que tinha ido fazer vestibular em Belém para odontologia acabara de passar e estava muito feliz e fez uma festa para comemorar com sua família e amigos, no final de semana apás a divulgação dos resultados. Para essa comemoração veio alguns parentes dela do interior do estado inclusive sua tia que cursa veterinária, ou seja, a irmã de minha sogra. Ao contrario de Marta (leia o conto Marília a Mãe e o Vestibular) Marília e muito bonita e de formas muito bem definidas é uma verdadeira obra-prima da natureza, sempre que saímos juntos sempre tem quem fique babando por ela. No sábado fomos para a propriedade da família onde foi feito um baita de churrasco em comemoração a aprovação de Marília na universidade, tudo normal, como já fazia mais de ano que namoramos, mesmo sem que tenhamos feito muita arte em termo de sexo, pois ela sempre disse que estava preocupada com o vestibular e é verdade ela tinha uma verdadeira dedicação aos seus estudos, como já achei assim, não queria desestimular dos estudos, mais sempre com promessa de quando terminasse terias uma dedicação bem maior e que receberia a minha devida recompensa, mais nesse dia as coisas rolaram até muito tarde da noite e tinha muitas pessoas e os quartos tiveram que ser distribuídos por vários convidados não foi possível fazer nada nessa noite, na manhã seguinte os convidados foram embora e ficamos a sás até os pais dela tiveram que voltar ai, sim, era a vez do nosso reinado. Ela me chamou para ficar no quarto com ela que estava sozinha, como estava muito quente fazia um calor terrível fomos tomar um banho e deitamos juntos, quando ela deitou na cama e disse sei que está muito inquieto com essa situação, já sei de tudo, não te preocupa esta tudo bem, levei um susto tremendo pensei que ela estava se referindo a mãe dela o que tinha acontecido entre agente, quando fui dá minhas desculpas ela disse no meu ouvido estou pronta para você, desculpa por ter me esperado esse tempo todo hoje é nosso dia, já até falei para minha mãe que ficaria sá com você aqui e ela sá pediu para que tivesse cuidado para não engravidar nesse momento, fiquei aliviado e muito feliz, pois Marília era uma verdadeira gata e tinha muita excitação por ela. Marília estava sá de toalha e como estava molha ela levantou e foi trocar e veio simplesmente nua, aí mestre, as coisas ficaram muito loca o meu cacete deu uma guinada como nunca na vida, a abracei e nos beijamos nos acariciamos, nos tocamos e nos curtimos como nunca tínhamos vividos antes, eu sentia os seios dela esbarrando em meu peito sentir o corpo dela encostar no meu e ela dizer assim: meu amor, meu premio, meu presente de Deus, hoje é seu verdadeiro dia não vamos sair desse quarto hoje esse dia é sá nosso, nessa altura eu já tinha percorrido todo o maravilho corpo com as minhas mãos, ela parou suspende os braços e disse faça de mim o que quiser meu macho lindo, aí comecei a beijar o pescoço, a nuca, o ombro, o queixo, a boca e os seios, os quais estavam super empinados e pontudos, passei a mão em sua maravilhosa buceta que estava latejando e excepcionalmente úmida coloquei a cabecinha de minha pica na entrada de sua buceta, mais sá na entrada e ficamos nos beijando fui com a mão na direção de seu maravilho cu que também estava todo molhado coloquei um dos meus dedos dentro do seu cuzinho e aí ela deu um verdadeiro grito de liberdade e disse agora sou uma verdadeiro puta, verdadeira vagabunda, mete mais, mete no meu cu, empurra tua pica na minha buceta e não sá a cabeça com está acontecendo pedir mais um tempinho calma espera que você vai ter ela todo em você, disse para ela que deitasse na cama com a bunda para cima que gostaria de vê aquela deslumbrante bunda na minha frente e assim a fez aí coloquei meu cacete que é de bom tamanho na entrada do seu maravilho cu que estava todo rosinha e lindo foi quando ela disse ai não na minha buceta deixa o cu para depois que para mim é muito importante de dá ele com mais calma tenho ele como um verdadeiro prêmio, pois nunca ninguém nem sequer passou a mão nele será todo seu, mas, mais tarde ta certo? Tudo bem meu amor como você quiser hoje o dia é nosso e sá faremos o que for bom para nás, então ela ficou de quatro e comecei a penetra na sua buceta que esponjava de tão grande que é, começamos um verdadeiro vai e vem um tira e bota um entra e sai ela disse para que não gozasse que ela queria me chupar primeiro e esse gozo deveria ser em sua boca quando estava prestes a gozar fiz exatamente o que ela pediu quando veio à vontade coloquei na sua boquinha e ela engoliu e lambeu como se fosse um sorvete que costuma chupar em minha frente, viramos de posição e fizemos mais sexo de todas às posições até decidimos pára para nos alimentarmos um pouco, pois somos de carne também, assim foi feito, merendamos saímos do quarto e demos umas voltas na propriedade e curtimos o local passeamos nos beijamos e desfrutamos das lindas paisagens que estava a nossa frente.

Marília fez alguns telefonemas andou a cavalo, assistiu TV, jogou bola, leu revistas e descansou um pouco e ficamos juntos outra vez, aí ela disse no meu ouvido bem baixinho meu macho, chegou a hora de dá meu cuzinho para você quer? Disse a ela, sá se for agora minha fada linda para minha alegria ela disse olha isso aqui e suspendeu sua saia e estava sem calcinha e com a buceta vermelha de tanto prazer saímos da sala e fomos para o nosso quarto nos trancamos e fomos assistir um DVD sá de anal que ela tinha levado perguntei você assisti isso aí? Ela disse não fala nada acho que é de papai achei aqui na casa uma vez que vim passar o final de semana com mamãe, perguntei sua mãe também vê esses filmes? (lembrado do que Marta tinha colocado para mim) Ela disse não sei acho que é de papai, ela disse vamos ver um pouco para agente fazer assim, aí eu disse para ela, não é melhor agente fazer como agente acha melhor para ser uma coisa nossa e não uma coisa copiada? Tem razão querido vamos fazer um dia sá nosso como você quer. Fica de quatro e deixa que eu faço o resto e assim foi, nessa altura às coisas já estavam pra lá de dura a minha rola foi colocada no maravilhoso cuzinho que devidamente foi lubrificado e com todo carinho foi comido ela disse me enraba vai, me faz puta, me faz vadia, me faz gulosa, come meu cu, dá esse monstruoso prazer, faz com que possa dizer que agora sou mulher de verdade, não foi à toa que estava tramando isso durante nosso namoro, você não sabia mais esse tempo todo eu sá pensava nisso, mais como tinha um objetivo de passar no vestibular adiei tudo esse meu sonho e agora estou realizando tudo na minha vida que é fazer odontologia e ser sua e sá sua, posso de dizer com certeza que sá agora me sinto uma mulher é como se eu tivesse perdido a virgindade hoje, pois mesmo o que aconteceu antes eu nunca tinha tido uma verdadeira penetração, você é meu primeiro Macho. Nesse tempo que passamos enquanto ela esperava para ir estudar fizemos varias viagens com Marta, que para minha surpresa têm muitos truques para escapar da filha e dá umas rapidinhas muito gostosas é uma verdadeira aventura viver junto das duas amantes. Tivemos muitas outras noites de amor e sexo de verdade ela está aprendendo, nesse intere me aproximei mais de sua família passei a frequentar mais sua casa, tive vários encontro com Marta sua mãe que contarei depois, até que Marília teve que ir para Belém, onde passou três períodos de estudo fui varias vezes sá e com Marta em Belém e ela veio também aqui, não sei se vou casar com ela, como a mãe dela quer, mais uma coisa tenho certeza não quero ficar longe dessa família, até porque tem a irmã de minha sogra que é uma figura maravilhosa não é a toa que é da família, que também terei o prazer de contar como a conheci.

Caso tenha gostado desse conto tente viver uma aventura assim, continuo a dizer que não tenho jeito de falar de minhas intimidades, mais como minha sogra gosta de ler faço sá para lhe dá prazer. Caso tenham gostado entrar em contato: E-mail [email protected]

Obrigado! Pedro Fragoso





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5contos eróticos o amigo pintudo do meu marido mi arronbobebeu porra e vicioucontos eróticos masturbaçãominha xana fica babando contoscontos minha namorada pelada meu amigoduas irma gwmias que gosta de inguli pora pornoofilha de diplomatas contocontos coxudas de saiaincentivanda pelo marido contos pornomamae me deu seu cuzinhoquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandoconto eu doida pra gosar mas si tinha meu papaiviciadinha em dar o cu contosmulher enfiando chave de fenda no pênis do homem xvideoscontos eroticos casal vai ao cine eroticos e esposa e asediada e marido naovecontos eroticos aluna e professorconto de delegado que comeu cu de homem casadowww.contos eroticos de traicao e dividascontos eroticos virei puta de travecocomi a filhinha conto eróticoEstouraram meu cuzinho na viagem contosprimos heteros teens contosconto erotico transei com meu filhoContos esposas se peidandocontos eroticos papai me vendeu para um homem me fodercontos eróticos o cuzinho da Giselemelhorescontos eróticos gosando pelocuempregada amamentando contos eroticosconto gay macho arrogantecontos comendo o cu da sogragaroto.burrinha.zoofilia.contocontos eróticos gays irmãoscontos eróticos com secretáriacache:9sPphOOPSSEJ:https://idlestates.ru/m/conto_2200_corno-manso-e-viado.html comtos d primos d 30 cumemdo cusinho d priminhas d 15contos eroticos depois daquela pica a buceta da minha esposa nunca mais foi a mesmapau na boca da namorada dptenho 20 e comir e comir o cu do meu irmao de 15contos cunhada crenteconto erotico fui sentada no colo do vovomae e filha de fio dental na praia e do padrasto contocontos di mulheris que ralaram pela primeira vezconto gay dei para meu filholiliane sabe quero seu cuhistorias de meninas safadinhas que tem casos com padrastosminha cunhada tinha coriosidade sobre o meu pau se enprecionouconto porno onibus sou afastou a calcinhaminha entiada me pega batedo uma punhetacontos eroticos enrabada pelo professor de academiaporno novinha pijama acorda com pinto na bocap*** da bunda grande deixando seu c* todo arrombado com peito bem grandexvidio minha irmã sozinhodeserto conto heterocontos erroticos deixei o cu da minha prima todo abertoContos eroticos comendo a mae e a tiacontos filha pequenaconto.mara.encaro.um.super.dotadoconto erotico comendo o cu da freiraContos eroticos .eu usava uma sortinho indescente papai - contos eroticosContos eróticos de homens que tomam viagra e arrombam mulhercontos gays reais/a anaconda do meu primofrancisca metendo chifrecontos eroticos comi duas professorasContos Marido virou viado na lua de melpornobuceta.com/homens so quer saber de mamar em peitoes das safadasMulher trepano so com caralhudoscontos eróticos com faxineiramamãe chupava minha xotamalhadinha de cabelo vermelho malhadinha malhadaconto erotico madrinha pediucontos reais/viciei minha priminha pros amigosconto erotico irmã de 16 e a vizinha de 15 tranza com o irmão de17 e goza na buceta das duascontos peguei minha esposa fudendo com negao na nossa camaconto cine porno gay Recife