Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PRIMEIRO CONTO

Ola pessoal.......

Estava na net lendo os contos que aqui estão postados e contarei alguns que tive uns bem antigos e outros nem tantos, mas enfatizo que todos são verídicos.

Tenho 35 anos moro em são Paulo, sou moreno, não sou lindo mas tenho meus dotes e modéstia parte na cama eu mando bem.

Bom na época usava um software chamado ICQ, este software era muito conhecido antes do MSN. Fiz uma pesquisa por perfis e adicionei uma pessoa por nome Fatima (Nome Ficticio)

Na época eu tinha 29 anos agora eu tenho 35, começamos a teclar e rolou uma afinidade.

Ela tinha 26, uma morena mignon corpinho bem desenhado, no qual nos homens chamamos de falsa magra.

Conversavamos diversas coisas inclusive sobre sexo.

Ela falava ter namorado porém, este ele nunca sequer havia penetrado ela ficando somente nas preliminares.

Marcamos um encontro no shopping na região do centro e começamos a tomar um chopp e ela foi se soltando.

Conversarmos mais um pouco e decidimos ir embora, sugeri que esticássemos até um motel porém ela disse-me que não iria, uma vez que era primeira vez que nos víamos.

Fiquei um pouco desapontado em um primeiro momento mas segui em direção a sua casa, foi quando passamos práximo a um drive´in e sugeri que poderíamos aproveitar mais o tempo que nos restava em um lugar mais reservado, já que ela não queria ir a um motel.

Fiz o retorno e entrei em um drive´in bem conhecido aqui em SP na zona leste chamado cumbuca.

Chegamos la e iniciamos uma conversa, até que rolou um beijo, tentei colocar a mão no seu seio e ela tirou prontamente falando que iríamos apenas conversar.

Mas como insistente que sou, beijei ela novamente e comecei a chupar seu pescoço e murmurrar em seu ouvido o quanto estava excitado e direcionei sua mão por cima da minha calça em direção ao meu pau, que neste momento estava como uma rocha.

Ela começou a passar a mão nele e pedi que ela abrisse o zíper, pra minha surpresa ela o fez com uma rapidez e sacou meu kct pra fora e começou a masturba-lo .

Beijei ela novamente e puxei sua kbça em direção ao meu pau, ela caiu de boca engolindo ele inteiro, pedi para ela chupar minha kbcinha e ela passava a lingua em toda extensão.

Saimos de dentro do carro e comecei a tirar a roupa dela, primeiro a blusa e sutiã, onde cai de boca naqueles peitinhos pequenos que cabia na palma da minha mão, chupando um e depois o outro.

Não aguentei e abri sua calça, e fui descendo ela, já não aguentava de tanto tezão, quando me deparei com aquela calcinha bem pequenininha preta, me abaixei e fui descendo ela vagarosamente, e comecei a chupar a bucetinha dela praticamente virgem, chupava seu clitáris e ela urrava, que isto me deixou com mais tezão ainda.

Naquele momento todo pudor e vergonha acabou, gritava de tezão.

Sentei novamente no banco do carro com a porta aberta e pedi que ela me chupasse novamente, ela se ajoelhou e começou uma boquete maravilhosa, me segurei para não gozar.

Pedi para ela levantar e peguei a camisinha e coloquei e pedi para que ela encostasse na lateral do carro e empinasse bem aquela bunda.

Ela fez e eu posicionei meu kct na entradinha e pincelava a entrada daquela bucetinha, enquanto ela pedia para eu colocar.

Coloquei meu kct devagarinho enquanto ela implorava para eu bombar gostoso, ela arrebitou bem a bunda e comecei a bombar loucamente enquanto eu puxava seu cabelo e dava algumas palmadas que deixava ela mais excitada ainda.Segurava ela fortemente pela cintura enquanto eu bombava, ouvia o barulho de corpos se batendo e cada vez mais ia aumentando a velocidade.

Foi quando ela não aguentando gozou em cima de meu kct ainda duro, mas eu ainda não tinha gozado.

Eu não aguentei tirei meu kct da buceta e arranquei a camisinha e pedi para ela se ajoelhar novamente, ela colocou meu pau novamente na boca enquanto me masturbava e acabei gozando loucamente na sua cara e ela passava o que tinha de porra na sua cara.

Nos limpamos, colocamos nossa roupa e rumamos em direção da sua casa.

Saimos mais algumas vezes, inclusive cheguei a comer o lado “B” que é assim que ela chama carinhosamente seu cuzinho, mas é uma outra histária.

Voces mulheres que estiverem a fim de uma aventura sem compromisso e com muito prazer, me escreva [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mulher. safada. botado o leite do peito para foraconto gay pm com pmcintos eróticos ! pra todos... meu nome é Carlos. vou contar como foi a minha priimeirameu amigo chantagia minha mãe. conto eroticoComtos casadas fodidas pelo filho e o sobrinhocontos bebi com meu tio e acabei transando com elepintinho durinho filho bumbum amiguinhocontos centadas no colo do titio no incestoContos eróticos picantes-padrasto e sobrinhacontos erotico de freira com padre velhocontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeovácontos eroticos convenci meu priminho vestir a calcinha de sua maecontos eróticos n********* d********* para o cachorrocomhendo ass evangelicas contos eroticoscomtus erroticu de zoofelia mulhe casada dano banho no seu cachorrocontos eroticos troca casais com gravidezcontos eróticos dotadovideo porno miss bubum da o cu e chora com o cuzinho doendocontos gay gozando pela primeira vezmeu sobrinho gordinho e gay tetudoContos eróticos de noracontos eroticos trai meu marido com meu chefecontos eroticos calcinha gozadacontos eroticos de incesto selvagemContos e roticos com gemeos i denticosvirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gaychama Laura para ir comigo lá no a f*** com gaypeitinho solto embaixo da blusaconto viado muito taradocontos heroticos meu amigo hetero dormi e eu aproveito quando ele ver mim bate e depois mim comeumenina matuta contos eroticosasgostosas ticoscontos arrombado no banheiroconto gosto de usar roupas femininasamigos sexo troca troca contoscontos aliviando as tetas de minha irmaconto erotico comi as duas sobrinhas da minha mulhergozando dentro do tamanco contosConto erotico um travesti me algemounovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornôFODA GRAVE arrombando ninfetinhacontos mulher infiel marido atento incestocomtos d primos d 30 cumemdo cusinho d priminhas d 15conto minha mulher cheia de porraContos incesto novinha calcinhacontos eroticos escondidoMe comeumulheres gemendo metendo em baixo do cobertorfui consola a cunhada contostravesti pau duro contoscontos eróticos mãe no colhinhoconto érotico patroa loira fucionario negromelhores contos eroticos de incestos flagradosPorno conto sala de bate papo minha sograo menino da pro velho no parquinho conto eroticocontos eroticos gay dei o cu pro meu vizinho criminosoContos d uma menina estrupada por taxistaUma esposa saciada pelo negão casadoscontoscóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficanteporno travesti comendo mulheriu dandolesbicascoroascontoscontos eroticos bolinada no onibuscomo o magrinho me arrombou a buceta contosConto minha mae ceicha eu chupar sua becetacontos eroticos gays filho adotivoconto incesto mestruavacontos minha tia humilhando meu tioContos primeira chupadaconto erotico bi com atendente de hotelcontos buceta completamente peluda irmã de calcinha pela casamete mais. contosconto erotico fui cagar e o cachorro me comeu nao resisti e dei pro cavalo tambem zoofiliacomo supa a boceta ligada tonadoContos eróticos padrastoconto erotico hetero fudando com mecânicos no trabalhowww.rabudasnapraia commadrinha safada contosGarotos na puberdadi flagrados com seu priminhocontos eroticos real novinhacontos porno obrigada engolir porra com muito nojo