Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMEIRA VEZ - MEU PRIMEIRO ANAL

Me chamo Aline, hoje tenho 21 anos, quando perdi a virgindade tinha 16. Sou morena, 1.60m, uns 60ks, peitos e bunda grande, cabelos longos pretos. Minha vida sexual na verdade começou bem antes, aos 19 quando já olhava os meninos de outra forma, sempre reparando (e roçando muito) no volume de suas calças quando ficava abraçada com eles. Adorava aquilo. Aos 19 comecei a namorar um cara mais velho, o Marcelo.



Marcelo tinha 19 anos e um fogo fora do comum. Sempre íamos ao cinema e a pegação rolava solta, foram nestes cinemas que peguei pela primeira vez em um pau. Adorei aquilo, me sentia uma puta e estava feliz. Punhetava ele com toda a força e adorava quando ele gozava e melava minha mão. às vezes o presenteava com um belo boquete deixando ele sempre gozar dentro da minha boca. Ele me retribuía com chupadas deliciosas em meus peitos. Foi uma época muito feliz.



Neste meio tempo Marcelo sempre insistia em transarmos, eu dizia que não estava pronta e queira esperar mais, mas a insistência dele acabou me contagiando, pois afinal aquilo realmente me excitava. Concordei inicialmente em fazermos sexo anal pois ainda tinha muito medo de perder a virgindade na xoxota. Marcamos então para um segunda feira, onde meus pais não estariam em casa e eu mataria aula para dar para ele.



Segunda então acordei e meu coração já disparado, pois sabia o que mais tarde ia acontecer. Tomei um belo banho demorado, lavei como louca meu cuzinho para não decepcioná-lo mais tarde ou passar vergonha. Coloquei então um conjunto de sutiã e calcinha pretos brilhante, sendo o suitã sem alça com abertura frontal e a calcinha grande na frente e enfiadinha atrás. Vesti então meu uniforme do colégio (pois ele tinha me pedido para eu estar assim quando ele chegasse) sendo camiseta do colégio, calça de suplex azul do colégio e tênis branco com meia sapatilha. Liguei para ele e pedi para vir.



Minutos mais tarde minha campainha toca, era ele. Marcelo já entra pelo jardim me agarrando forte, lambendo meu pescoço (o que me fazia explodir de tesão), apertando minha bunda. Fomos até meu quarto e de pé mesmo continuamos a nos agarrar tirei a camiseta de Marcelo e sua calça deixando-o apenas de cueca. Sentei na cama, puxei-o pela bunda e coloquei seu pau para fora começando um delicioso boquete, chupava muito, com força, queira ver aquele pau rígido como ferro, lambia desde o saco até a cabeça, metia tudo na boca, em um certo momento Marcelo segurou minhas mãos e começou a meter ele mesmo dentro da minha boca, como se estivesse fudendo realmente, ele estocava forte até minha garganta e eu delirava, minha xoxota a esse ponto escorria de tesão.



Marcelo então me levantou, sentou na cama e mandou eu dançar para ele, fazendo um strip. Comecei então a dança, me sentindo uma puta e adorando isso. Tirei primeiro o tênis e as meias. Colocava meu pé sobre seu peito, e ele os beijava e lambia, Marcelo estava como um animal no cio e eu tb. Tirei então a blusa, revelando meu sutiã preto brilhante, em seguida me virei e comecei a baixar a calça bem colada a seu resto. Fiquei então de calcinha e sutiã. Marcelo então se levantou e começou a me beijar, tirou meu sutiã, e eu tirei definitivamente sua cueca. Deitamos na cama e continuamos a nos agarrar. Em um certo ponto eu já não aguentava mais e pedi para começarmos, Marcelo então foi descendo pelo meu corpo, o beijando e lambendo até chegar a minha calcinha onde foi baixando-a e ao mesmo tempo começou a lamber minha xoxota. Eu delirava de tesão, não aguentava mais, virei de costas e pedi que Marcelo metesse dentro de mim. Queria meu cuzinho arrombado por seu cacete, não podia esperar mais. Marcelo então pega um tubo de KY e uma camisinha que ele tinha trazido, pedi para dispensar a comisinha pois queria que minha primeira vez fosse pele na pela. Ele então joga fora a camisinha passa o gel em seu pau e começa a forçar aquele mastro para dentro de mim. Eu tentava relaxar ao maximo pois sabia que ia doer, mas tb queria gozar pelo cu. Sinto então uma certa tontura e quando dei por mim a cabeça de seu pau já estava dentro, eu urrava e ele adorava isso, forçava mais e mais pois ele queria toda sua pica enterrada em meu rabo. Em um certo ponto não percebi que não era apenas ele que forçava sua pica para dentro do meu cu, mas eu tb empurrava para trás forçando aquele mastro para dentro de mim. Assim que senti suas bolas batendo em minha bunda sabia que tinha ele todo dentro de mim. A dor era indescritível mas o tesão era maior, logo pedi para que ele começasse o vai e vem. Marcelo parecia possuído, metia com força, segurava minha cintura, as vezes puxava meu cabelo (como se estivesse me domando), me xingava de puta, vadia, cadela e eu adorava, pedia mais, já tinha gozado algumas vezes mas não me dava por satisfeita, implorava mais. Depois de uns 20 minutos metendo Marcelo anunciou que ia gozar, meteu forte então dentro de mim e manteve todo seu pau enfiado bem no fundo do meu rabo. Senti então os jatos de porra dentro de mim, inundando meu reto. Ficamos assim alguns minutos até que ele tirou seu pau já amolecendo de dentro de mim e senti sua porra escorrer de dentro de meu cuzinho. Apesar de ele já estar satisfeito eu queria agradá-lo mais, então cai de boca em seu pau gozado, limpando-o. Eu estava em transe com aquilo, chupava aquela pica sentindo o gosto da porra, do lubrificante, e do meu práprio cuzinho e pior (ou melhor) eu estava adorando e satisfeita. Ele que apesar de ter acabado de gozar, já começava a ficar de pau duro novamente. Vendo isso continuei o boquete por vários minutos até que ele, sem avisar, gozou na minha boca. Limpei seu pau novamente e nos vestimos. Namoramos mais um pouco e antes dele ir embora eu disse que sempre que ele quiser agora, meu cuzinho estará disponível. Depois deste dia começamos a fazer anal varias vezes por semana durante pelo menos 6 meses até que decidi finalmente liberar a xoxota. Mas isto fica para o práximo conto.



P.S. Este conto realmente e real e aconteceu exatamente desta forma, enquanto o escrevia me masturbei varias vezes, tanto pelo tesão de estar escrevendo isso para qualquer pessoa ler, quanto por estar lembrando desse foda que foi maravilhosa e sexy.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto de cornocontos de incesto irmao mais novominha amiga sapa e eu chupando contodesenho porno dos flinstons cadamento.da pedreitaconto fazenda com mamaeconto+foi+arebentado+grupo+travestesZooxoxotacontos eróticos novinha no ônibusjapinhas pirralhas fudendo a força.dei o cu no campig homoxesuaiscontos eroticos com absorventecontos ex namoradarelatos comi a crente na marracasado chupa travesti contoconto de moçinhas inocentescontos fiz o cuzinho da mamãemeu filho quis ver eu mostrei contos incestocontos comendo o cuzinho da fazendeiracomtos de incesto com subrinha bebada depos da balada no carrotriangulo familiar pornoContos eroticos de cunhadassexo contos eroticos titio e aninhaContos eroticos meninas x gorilascontos eroticos de incestos de irmao comendo o cú da irma novinha com manteigacontos eróticos me estruparao por ser orientalmuralhas dando a abuceta viagemcontos meti na bundinha da irmã do meu amigovirei amante do meu pai contos veridicostirei o cabaco do garotinho mimado de onze anosifeta sandalilhaconto meu tio encheu a b********Contos enfiei o dedo no cu do meu marido ma frente do meu amantexvideoporno com er maosreal conto cunhadocontos porno gay sobre conhadoscontos com fotos o guarda roupa da casada liberada do mansocontos eroticos gay na boleia de caminhãocontos eroticos de incesto mae ver o pau duro do filho fica excitada e grande filhoContos eroticos meu vizinho taradozoofilia cadelagozoucontos eroticos comi minha comadre de calcinha fio dentalContos casal pelado na praiaContos eróticos de tio sopinhascontos eróticos comi cunhada carenteso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilcontos de coroa com novinhocontos eroticos com japonesacontos eroticos de spankingcontos erotico viajando com paicontos eroticos fui fodida feito vadia puta e chingada de vadia pel meu primo e tioficou de short e foi chantageada contos eroticolalargado na buceta home pelado com nome ketlyndona rita contos eróticosporno zoo insesto e dominacao en contos eroticosvamos lá tem uma loira chupando a b***** da outra na boa f***contos eroticos meninas fumando maconha com a maefiz a vadia sentir dor contos eroticoscontos.gozou na mendigaconto erótico a manicure lesbicavideos de morenas q botou atanguinha de lado e deu o raboengravidei minha sobrinha novinhacontos eróticos no elevadorcontos eroticos infancialésbicas chupando sopinhasver dvd porno homems chupa bucetas de baicho da mesa tira calcinha do ladovoyeur de esposa conto eroticocontos virando mulher por usar roupas femininascontos eroticos meu dono mama meu leitecontos de iniciação no swingme chamou de arrombado dotado conto gaypunheten o rabo da minha esposadei o cu gostosocontochantageada e humilhada pela empregada negraconto erotico loira de mini saiacontos eroticos mendiga negraroupa de couro esposa contoscontos de tirador de cabaçocasadas que postam fotos de itanhaemmulher louca de tesão gozando no peito na boca o dedo na bocacontos eroticos meu marido me vendeumeu amigo travesti me comeu contosminha cunhada mais velha contosvídeo de sexo de duas mulher gulosa beijo gosmentocontos seduzi minha mãe com o tamanho do meu pauconto eroticos lesbicas machinhos