Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MARIDO(CORNO) BUSCANDO AMENTES PARA MIM

MEU MARIDO(corno) BUSCANDO AMANTES PAPA MIM



Sou casada, tenho 36 anos, tenho filhos, me chamo ELISA, sou loira cabelos curtos, olhos azuis, 1,72m, coxas firmes e grossas, bumbum firme e maravilhoso, 57 kg, meu marido tem 46 anos, empresário, é muito bonito e sensual, e o que vou contar nunca imaginei que poderia acontecer comigo. Tudo aconteceu em janeiro desse ano. A fantasia de meu marido começou há mais ou menos dois anos, e era o desejo de me ver transando com outro homem, e que fosse bem dotado. Aos poucos fui aceitando a idéia e meu desejo aumentando a cada dia, até que um dia eu disse para ele que eu também desejaria ser possuía por outro, e com um pau bem grande. Daí pra frente a nossa fantasia cada dia crescia mais. Passamos a colocar anúncios nos sites do gênero. Muitas mensagens chegaram, fizemos alguns contatos, mas a que mais nos interessou foi a de um rapaz de 30 anos (Roni) moreno, bonito, bem dotado. Combinamos tudo e convidamos o Roni para nossa casa, as 19:00 horas o interfone toca era ele chegando, e tinha um sorriso maravilhoso e sua boca era carnuda como eu adoro, olhos castanhos e bem atlético e bem jovem. Ele foi muito gentil me presenteou com uma flor e sentamos no sofá, ficamos conversando, e meu maridão foi para a cozinha para buscar uns copos para tomarmos uns drinks e assim que ele saiu o Roni começou a me beijar como um namorado, nervosa me levantei e ele segurou minhas mãos e me abraçou, senti que suas pernas entrasse no meio das minhas, sua rola ficou dura feito aço dentro das calças e ele deslizou a mão pela minha bunda, e depois sua mão foi levantando minha saia, alisando minha calcinha e logo depois não resistindo mais dei um beijo nele, colando minha língua na sua boca, o que ele retribui ardentemente.

Eu tremendo de tesão, sentindo minha xaninha molhadíssima. Ele me jogou no sofá, levantou toda minha saia, tirou minha blusa, começou a chupar meus seios, tirou minha calcinha e abriu minhas pernas, elogiou a depilação que eu tinha feito e começou a chupar minha xoxota, gozei na hora, tive o primeiro orgasmo, mas ele não parou, que língua maravilhosa, gozei outro vez, aí eu puxei a calça daquele macho, me abaixei desci sua cueca donde pulou um cacete enorme, grosso com uma cabeça que parecia uma garrafa, mais ou menos 23 cm, uma delicia, do tamanho que sempre sonhei, um monstro, eu não esperava que fosse assim, uma delicia de se acariciar, e ela mole era maior que a do meu esposo (ele tem 19 cm). Eu olhei para a porta da sala e vi meu esposinho corno, com o pau duro na mão se masturbando e acho que admirado de me ver com aquele pauzão na boca, enquanto o Roni alisava minha cabeça com os olhos fechados. E forçava minha cabeça para que eu pusesse tudo na boca, mas eu não conseguia segurar com duas mãos, tentei colocar em minha boca, não cabia, ele me puxou para cima dele, me deu um beijão de língua, colocou uma camisinha no seu monstro, eu vi pela primeira vez um homem super dotado, que sá tinha visto nos filmes pornô que meu marido locava. Meu corninho se aproximou com um tubo de KY e me deu, falando: passe nele amor, você não vai aguentar este pau deste tamanho, vou sim meu corninho, não era assim que você queria, agora sou eu que estou querendo, você vai ser o corninho que sempre quis ser. Então ele se ajoelhou entre minhas pernas e começou a pincelar aquele cacete enorme na entrada de minha xaninha, que estava ensopada com o KY e de tanto ele me chupar. Foi dolorido más magnífico ver e sentir um pau tão grande e grosso me penetrando, que prazer gostoso sentir cada centímetro entrando, gozei outra vez, ele já punha tudo dentro de mim, socava fundo, tirava, parava com o pau todo enterrado, me beijava, eu soltava urros de prazer. Meu corninho do meu lado, segurando minhas mãos. O Roni tirou o pau, me virou de bruços, levantou minha bunda, se posicionou por traz, pincelou minha xana, enfiava a cabeça, tirava, tornava a por a cabeça, forçou um pouco e de uma estocada enfiou tudo, soltei um grito, com mistura de dor e prazer, pois nesta posição entrou tudo, senti os ovos dele forçando minha bunda, outro gozo, estava sentindo orgasmos contínuos. Senti ele aumentar o ritmo e começou a gemer, ia gozar, tirou o pau de dentro de mim, me virou, tirou a camizinha, deu uma punhetada e encheu minha cara, boca, peitos, com uma porra quente. Deitou desfalecido, puxou minha cabeça pra continuar chupando seu pau meio mole. Fiquei chupando e olhando pro meu marido que também já tinha gozado umas três vezes e o puxei para junto de mim, tirei o pau do Roni da boca e dei um beijão no meu marido, ainda com a boca toda esporrada. Gostou amor, era assim que você queria? Agora você já é um corno de verdade, a vai ser sempre, se soubesse que era tão gostoso já teria te dado este presente há mais tempo. O Roni começou a alisar meus peitos e a me beijar, espere um pouco, fui ao banheiro me limpar, ele me acompanhou, tomamos um banho juntos, me abraçou e me beijou embaixo do chuveiro, seu pau subiu novamente entre minhas pernas, voltamos pra cama, meu corninho sentado numa poltrona ainda se masturbando. O Roni virou pra ele e perguntou: era assim que você queria ver sua putinha? Com um homem de verdade fazendo ela gozar? E espere que vai ter mais ainda. Meu cornão sá aumentou o ritmo da punheta e gemia. O meu amante se deitou em cima de mim, começou a me acariciar, me beijar, chupar meus seios, abaixou, chupou minha xana e eu apalpei seu pau que já estava duro como ferro, tornou a me por de bruços, colocou uma camisinha, lubrificou o pau, deu uma chupada na minha bunda, começou a pincelar meu cú, minha xana, forçou a entrada em meu cuzinho, mas não era possível, senti dor era muito grosso. Meu marido trouxe-nos de novo o KY lubrificou meu cú e pediu pro Roni por com carinho, ele queria ver se ela ia conseguir, e o Roni forçou, forçou até que conseguiu enfiar, senti minhas entranhas se alargando, gritava de prazer, gozava seguidamente, ele já estava empurrando tudinho em mim. Gozou feito um louco, tirou o pau, uma camisinha cheia de porra, se deitou, eu tirei a camisinha, chupei o pau todo melado, ganhei um beijão do meu corno que abriu minhas pernas e começou a pincelar seu cacete na minha xaninha toda alargada e me penetrou, mas eu não senti mais o pau dele, estava alargada com o pau do Roni. Nessa mesma noite ainda transamos novamente com o pau do Roni sempre duro e disposto, nunca tinha imaginado sentir tanto prazer numa noite. E a partir deste dia, ele tornou-se nosso amigo e meu amante, me apaixonei pelo pau dele e quase sempre nos finais de semana continua comendo minha buceta e o meu corninho continua sentindo o maior tesão em me ver dando pra outro homem.



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


papai enfia no meu cuzinhoconto nudismo arombado mulhercontos provocandohistória e fotos sogra bêbada gosta de dar o c* e fazer b****** com genroconto erotico a certeza do destinozoofilia co caxorros das rolas mas grosas muducontos eroticos lesbicos mulatas casadas biContos eroticos eu meu tio e minha mulherContos eroticos casada na excursãoprimeiraveznabundinhadei meu cuzinho muito cerdo contos eróticosconto negao cuidou do meninonovinha falou que ia pozconto eróticos c afilhadaContos erotico cdzinha onibusesposa sem calcinha na pescariaconto arrombando namoradacontos eroticos eu sozinha acabei gozando na calcinhacontos eroticos orgia nudistacontos de boquete bom de primos e primas novinhoscontos eroticos olhano meu marido jogando trucohomen em purra seus ovos no cu de brunacontos eroticos lesbicos mulatas casadas biconto erotico anal deiesfolou o cu do gay conto pornoBrincadeira na piscina com meu irmao poran vedeoscontos eróticos uma bela massagem com uma f*** no finalcontos eroticos dominou toda a minha familiamarido dormiu eu me depilei toda contoscontos eroticos casal bieu trinquei o meu pau na mão dela contos eróticosfui bolinada na.mesa junto.com.o marido.contosmorena goza se esfregando e/apanhando contosContos heréticos quadrinhos BarneyTava na sala com meu amigo ai minha mulher aparece só de calcinha e pede pra nos dois comer ela casa dos contos eroticosContos porno meu amigo pintudo arrombo minha esposaconto érotico patroa loira fucionario negroContos eroticos fagrei mnha esposa fodendo com dois carascontos eroticos tia brincandocoroa pede gisa pra mim safadoArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outrocontos exitantes estava muito triste e carente meu cunhado chegou na minha casaa irma dela dorme conosco de calcinhaconto erotico menina bicicletaConto de muitos machos para uma puta depravadaconto dei minha xoxotinha para o meu padrasto quando tinha oito anos doeu mais foi gostosoContos gay novinho que foi rasgado por varios homenstravesti pau duro contosContos no clube todos mus meu pai e seus amigos me fodemhttp://comtos eroticos de estuproIncesto com meu irmao casado eu confessozoofilias inicando baby.comconto eroticos comendo a irma de perna quebradame masturbei vendo as calcinhas da vizinha no varalme arrombaram contos eróticosvideo de jovens travesti praticando incesto com padrastohomens delirando de tesão com um pau enterrado no raboconto erótico peguie minha mãe no flacra tocando siririca lésbicasContoseroticos minha mulher na passagem no anoContos eroricos esturpo seios mordidascomendo sogra e avo contocontosmarido provando uma rolana quarta feira de cinzas contos de sexocontoseroticosbucetavirgemcontos com letras grandes , a rabuda e os dois travecoseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestosentei na rola do padrinho contos eróticoscontos eroticos esposas arrependidasminha irmã minha amanteo pipiu do papai contosfudi cm tds na praia contoslanbinda na bucetaestiquei os peitos da gostosa contosinfermerinhas danao a buceta aus passiente