Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O NOVO VIZINHO

Bem depois de o meu professor ter-me fudido na marra, por ter me pego coçando o rabo aonde não devia procurei me segurar para não dar muita bandeira... Por isto nem cogitava a idéia de transar na escola, por mais gatinhos tivesse a minha disposição...

O resultado é que eu tava doida pra dar... Mas, não encontrava oportunidade... No entanto, tudo mudou quando um belíssimo homem passou por mim... Não era muito alto, mas tinha um corpo de tirar o fôlego... Quase me derreti quando o ouvi dizer “Bom dia, linda”...

Óbvio que não foi difícil levantar a ficha do moço... Recém separado, 26 anos, dentista e o melhor era o meu vizinho de porta... Com certeza estava com toda a sorte do mundo, pois ele já tinha todas as qualidades que me atraiam bonito, tesudo, inteligente e tudo de bom... Por isto na mesma tarde me apressei em lhe dar as boas vindas...

Depois de esperar quase duas horas na janela, vi que chegava gato como sempre... Esperando alguns minutos, fui até seu apê e toquei a Campânia... Estava com uma regatinha sem sutiã e uma saia rodada, sem calcinha... Apás um tempo ele abriu a porta, sem camisa, e visivelmente suado... Me olhou num misto de espanto e tesão...

Sorri e disse dá forma mais dácil possível:

-Olá, gato... Sou Nina e vim dar as boas vindas ao vizinho – Estendi a mão, enquanto ele me secava da cabeça aos pés podia sentir o desejo dele queimando sobre minha pele... E não me fiz de rogada fiz cara de chateada enquanto falava:

-Não vai me convidar para entrar? – Eu percebi que nesse instante sua pica cresceu consideravelmente entre suas pernas... Mas, para minha surpresa ele respondeu:

-Melhor não... – Perguntei fazendo cara de menina dengosa:

-Ah porque? – Ele foi direto...

-To a duas semanas na seca, você vestida assim, dando sopa, vou te fuder e me fuder depois se é que me entende... – Selei seus lábios com meu indicador, olhando fixamente em seus olhos, aproximando o meu corpo dele, enquanto o empurrava para dentro do apê e fechava a porta dizendo:

-Não ligo para o depois gato... Quero saber do agora... E agora eu quero abrir as pernas e mete gostoso com você... – O beijei feito uma louca, invadindo sua boca com a minha língua e encostando meu corpo no dele... Neste momento toda sua resistência se foi...

Ele encostou-me contra a parede abrindo minhas pernas dizendo:

-Então vou te dar o que tu queres vadiazinha... – Ele enfiou a boca na minha xoxota já encharcada, doida por vara, metendo a língua bem gostoso, bem lá no fundo, chupando meu grelo, me fazendo gemer gostoso...

-Ahhhhhhhhhh isto gato me chupa bem gostoso, chupa, chupa, ai, ai, ai... Assim meu tesão, ahhhhhhhhhh... Eu gritava de tesão quando sentia os dentes dele puxar de leve meus grandes lábios... Depois meu grelo voltava a ser chupado enquanto seu dedo entrava na buceta...

O apartamento era invadido pelos meus gemidos e pelos estalos da boca nele no meio das minhas pernas... Gozei que nem louca na boca daquele macho... Várias vezes consecutivas... Ele largou-me estava com o rosto todo lambuzado... Eu me deixei cai de joelhos no chão...

Nisto ele tirou a pica para fora dizendo:

-Sua vez... – não me fiz de rogada, depois do prazer que ele me deu, cai de boca naquela piroca gostosa... Comecei com a língua somente na cabecinha, e depois fui abrindo espaço na minha boca e comecei a chupar bem gostoso, que nem terneiro na vaca...

Chupava que nem um pirulito, fazendo vai e vem bem apertadinho, até o fundo da minha garganta... Como se fosse uma buceta... Minhas mãos acariciavam seus testículos, enquanto meu parceiro gemia alucinado dizendo:

-Parece uma putinha profissional... Ahhhhhhhhhh... Isso cadelinha... Ahhhhhhhhhh... – Os gemidos dele me levavam a loucura... Acelerei os movimentos de meus lábios no pau dele, assim como ele na minha boca, estava difícil, pois as vezes parecia que eu ia sufocar, porém, a recompensa veio com a gozada que ele deu bem no fundo da minha garganta, tirando o pau e se deixando cair completamente satisfeito...

Eu engoli o que pude da porra, mas parte dela escorria no canto dos meus lábios... Ele então me puxou para perto dele e lambeu generosamente o esperma que corria pelo meu rosto e pelo meu pescoço dizendo ao meu ouvido:

-Se eu soubesse que você é tão gostosa... – Sorri dizendo:

-Estamos as ordens... – Abri minhas pernas, fazendo uma siririca gostosa no meu grelinho... – Ele colocou o dedo dizendo com a voz embargada de tesão:

-E vou fuder essa delicinha muitas vezes... – Seu dedo era ligeiro, bem grosso e gostoso, não demorei a gozar enquanto ele chupava minha boca... Teríamos seguido com a foda, mas ouvi a voz de minha mãe e achei melhor ir para casa...

Mas, aquilo foi apenas a apresentação... O conhecimento veio com o tempo...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos de shemales taradas e safadas do pau gostosos.eu confesso caso de incestominha novinha tarada contotriangulo familiar pornocontos eroticos cu de esposa vermelho cheio de porra com fotocontos eroticoscomi a moca da auto escolacontos sexo estorando cu virgemsesposa e amigos na cervejada em casa contosou rabuda contos eroticosconto eróticos do sobrinho do meu maridocontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadeconto erotico tira a roupa revólverboa f*** travesti orgiaContos virei a puta dos oito negros picudosContos punheta no garoto constrangidocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html www.contoseroticosenfermeirassexo emprestei minha mulher pra um amigo que estava preso conto eróticosultimos contos eroticos dando o cu pela primeira vez gaysConto erotivo estupro veridicosexe conto minha fia mideo o cu por 1.00 reaumulher fia exirtadarcantos erotico brincando de baralho com sobrinhapapai descobriu contos eroticoscontos eróticos sem querer engravidei minhas cunhadasmulheres secando bêbadas cheias de tesaoPirocada sexo gay velhos tara contos veridicoscontos fudi minha cunhada emplena lua de melConto o zelador e meninocontos vendo minha prima sendo fodida pelo namorado acabei dando tambe betinhamulher tarada Senta no pau do boneco no Flávioconto eróticominha traiu meu pai mulher casada vira putacontos eroticos com cu ragadosconto erotico arrombei o travesti do baile funkloira gostosa goza sozinha comtá um poko da sua safadadecomendo i gozano deto da negá no salão de carnaval 2017swing porno mulheres vao sem calcinhacontos erotico real na cidade de campinas esposa e estuprada na frente do maridocontos eroticos desejei minha filha e a seduziconto erótico gay com estupro e muito dor e sangue em cima de uma camacontos eróticos t******* na beira da praiafoda entre maninhos conto heterocontos eróticos entre mulheres e homens super dotadosWwwloira casada negro da borracharia na casa dos contoscontos reais/viciei minha priminha pros amigosporno contos lesbicas tia e sobrinha comendo melanciaIncesto com meu irmao casado eu confessoConto erotico dotado no vilarejocontos eróticos chantagem com mamãecontos horoticos verdadeiras pelotasContos, casada mal comidaChupa meu cacete com barreiragozando dentro do tamanco contoscontos eroticos dormindoencoxol com jatos de porracontos calcinha da minha tia coroaporno nas baladas de contagem novinhasmeu filho me comeueu gordinha arregacada por um roludo contosminha nora gostosa+contosiniciei ainda novinha no lesbianismo - contos reaissou lesbica e trepo com minha mãenem peitinho teen grita na pau do vocontos erticos pai sempre tomava banha com as filhas acaboj comendo o cuzinha delacontos forçada a virar cadelacontos eróticos debaixo da varasexo com a irmãzinha contos eróticoscontos de encesto marianafui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos erotico meu paiescrava do meu namorado contoContos eróticos engravidei na primeira trepada