Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A LINDA SOBRINHA DO MEU AMIGO

Este é meu primeiro conto, foi a melhor coisa que aconteceu comigo nesse verão... Espero que gostem.. REAL...





Me chamo Marcelo (ficticio), tenho 19 anos, sou um rapaz alto, moreno claro, olhos castanhos, cabelo castanho escuro com luzes, corpo não muito forte mais com o abdomêm bem dividido.

Meu amigo me convidou para passar alguns dias das férias de julho na sua casa de praia, que fica no litoral de Belém. Como já estava afinzão de passar as férias fora da cidade aceitei, pois lá tambem é um dos lugares mais badalados das férias. Apesar dele ser gay ele é muito gente fina, ele já tem lá pelos seus 50 anos e não é daquele tipo que fica enchendo seu saco. Fui para sua casa no primeiro sabado de julho, chegando lá ele me recebeu com toda educação, já avia algumas pessoas na casa, alguns gays todos super gente finas e que tinham muito dinheiro, hávia também na casa uns garotos que concerteza eram os bofes de seus amigos.

Fui logo me entrosando com o pessoal e já conhecia alguns garotos que estavam lá, ele me levou até o quarto aonde ia ficar junto com os rapazes. Almoçamos todos juntos e depois cai na piscina com mais dois garotos que conhecia e ficamos batendo papo e bebendo sá de leve, e eles me falaram que haviam três meninas na casa que eram sobrinhas de meu amigo e que haviam ido para á praia. Fiquei curioso para saber quem era, pois eles disseram que apesar de novinhas, eram muito lindas e gostosinhas, verdadeiras bbzinhas.

Quando deu umas uma hora da tarde elas chegaram da praia, quando avistei as três percebi que já conhecia uma delas, de uma festa que tinha ido com meu amigo uma outra ocasião. A garota que eu conhecia tinha 19 anos, a segunda 19 e a terceira que foi a que me chamou mais atenção e com certeza era a mais linda e gostozinha tinha 19 aninhos. Ela vestia um bikini com um shortinho dinz bem cutinho por cima, ela era baixinha, com cabelos longos com mechas, olhos verdes e branquinha com uma bundinha bem empinadinha. Mais logo percebi que ela era tinha o jeito de menina metidinha, mais era uma verdadeira bbzinha. Chegou na casa e sá falou com um amigo meu e entrou, também fiz que nem vi. Meia-hora depois ela saiu para a parte da churrasqueira já tomada banho e com um outro bikini e foi direto a mesa almoçar junto com suas amigas, eu secava ela com meus olhos mais não deixava que ela e nem os outros percebecem. Alguns minutos depois sai da piscina e fui tomar um banho de chuveiro e dormir pois estava muito cansado. Dormi até umas quatro horas da tarde e ao me levantar percebi que o pessoal não tava na casa. Ao ir para perto da piscina vi uma das sobrinhas de meu amigo que tinha 19 anos se beijando com um amigo meu perto do jardim, e as outras duas estavam converssando dentro da piscina, sentei no patio da casa e fiquei adimirando as duas, helem, que era a menina que eu conhecia me chamou para entrar na piscina pra me espertar mais, ficava sá rindo e depois de uns minutos sentei bem na beira da piscina e comecei a bater papo com helem e dava umas olhadas para a baixinha também,que logo descobri que se chamava Lorena, ela não falva muito, ficava mais olhando séria pra nossa converssa. Ela saiu da piscina e disse que ia pegar refrigerante na cozinha, e quando ela se levantou e avistei aquele corpinho de uma verdadeira ninfetinha muito linda, quase piro e não tirei os olhos dela até Helem começar a rir e me empurrar a cabeça dizendo para mim não secar sua prima sá de olhar. Ela voutou e ficou na piscina até o pessoal chegar, e não dirigia a palavra para mim.

A noite fomos todos os garotos e elas para uma festa no calçadão da praia, meu amigo e os parceiros dele ficaram na casa. Como tinha ido no carro de um primo meu, levei elas três e mais dois amigos meu para a festa, como o carro tinha um sonzão, abri o porta malas e ficamos curtindo por la mesmo, ao decorrer da noite, o pessoal ficava bebendo e passeando pelo calçadão que haviam muitos carros com sons automotivos e varios estilos de musicas, comecei a bater papo com helem e depois começamos a nos beijar, e curtimos o resto da festa juntos. Quando estava perto das 4 da manhã, fomos embora para a casa, o pessoal entrou e eu e helem ficamos nos beijando perto da churrasqueira, e o clima começou a esquentar e começamos uns amassos e começamos a nos pegar e se chupar entre carinhos e muito tesão, não estava preocupado com o pessoal ver, pois eles estavam muito bêbados e entraram logo pra dormir, comecei a chupar seus seios e passar a mão em sua bunda, de repente Lorena apareceu do nada e quando viu a cena deu meia volta e entrou na casa novamente, olhei para helem com cara de assustado e ela tambem ficou vermelha de vergonha, decidimos parar por ali e fomos dormir.



Acordei bem cedo e não me lembrava mais de nada, tinha bebido muito a noite, fomos todos para a praia, menos Helem e Lorena que ainda estavam dormindo, ficamos lá e não demorou muito falei para o pessoal que ia voltar a casa pois estava muito enjoado e com dor de cabeça, a galera começou a sacaniar comigo dizendo que eu estava dando desculpa sá para ver Helem, sá ficava rindo e negando, ao voltar para casa, Lorena estava acordada tomando banho e Helem ainda dormia profundamente,ao sair do banheiro falei com ela e perguntei se Helem ainda estava dormindo, ela sá balançou a cabeça afirmando que sim, e entrou no quarto, fiquei sentado na sala assistindo tv depois Lorena saiu do quarto dá de bikini, me perguntou se ia voltar para á praia, e disse para ela que sim, e perguntei para ela porquê ela não falava muito, e ela disse que era o jeito dela mesmo, ela sentou em uma cadeira e perguntou oquê estava fazendo com sua prima na noite anterior, disse para ela que sá estavamos ficando, e ela disse que tinha visto mais que isso, que tinha me pegado no flagra com sua prima e começou a rir, fiquei meio sem graça e falei pra ela que todo munto fazia aquilo pow, que era normal, eu era homem e ela era mulher, perguntei sinicamente se ela nunca tinha feito aquilo com a maior cara de pau, ela disse que nunca tinha namorado e que o maximo que fazia era ficar com alguns meninos, mais nunca tinha passado dos beijos, falei para ela que os meninos que ela tinha ficado eram todos idiotas, pois como não arriscavam nada com uma menina linda dessas, ela sá fazia rir de mim falando um monte de besteira para ela sobre essas sacanagens de agarra agarra, ela falou que ia pra piscina e me chamou pra gente bater papo lá, ela entrou e eu fiquei na beira sentado, falei para ela que no dia que ela ficasse com um menino esperto, ela ia ver oquê ele iria fazer, ela me perguntou se eu achava que eu era um desses, falei que não era o gostosão, mais que se ficasse com uma menina dessas, fazia muitas coisas além de beijar, ela sá ria e baixava o olhar, e percebia que ela olha diretamente para minha boca enquanto eu falava rindo, falei que se eu tivesse uma chance com ela irir mostrar para ela oquê um garoto esperto fazia, ela olhou pra mim com cara de sinica e disse, porquê você não me mostra então??? Meu coração foi a mil, não contei converssa e entrei na piscina e fui logo puxando ela e comecei a beija-lá, fiqeui por uns cinco minuos sá há beijando, ela virou para mim e disse baixinho que até agora sá tinha feito oquê os outros meninos faziam com ela, virei para ela e disse que fiquei um tempão a beijando por quê estava doidinho pra agarrar ela desde a primeira vez que tinha visto ela, comecei a morder sua orelha e chupar e beijar seu pescocinho, descia minha mão da cintura até perto de sua bunda, e arrisquei passando a mão sobre sua bunda, na primeira passada ela tirou, mais na segunda já deixou e comecei a passar as mãos na sua perna e querer tirar a parte de cima do bikini, ela disse para parar com aqilo, pois ainda era virgem e nenhum garoto tinha feito aquilo com ela, faleiu que todos os garotosque ela tinha ficado eram fracos, e perguntei se ela ia morrer virgem, ela sá deu um ar de risos e continuou me beijando e mordendo meu berço, eu parei e falei para gente entrar pra casa, levei ela pro quarto e disse pra ela que aquela era a melhor hora pra ela perder seu cabaçinho, ela sá fazia rir e ficava cada vez mais ofegante enquanto a chupava todo seus peitinhos durinhos com bikinhos rosinhas e durinhos, passei a mão sobre sua parte de baixo do bikini e comecei a massagear, ela suspirava cada vez mais alto e pedia pra mim parar, eu continuava a avançar e suspirava perto de sua orelha, arredei seu bikini e vi aquele avistão, uma bucetinha raspadinha com um testão ainda virgem e bem rosinha toda molhadinha, comecei a passar meus dedos na entradinha e massageava,ela ficava cada vez mais louca e puxava meus cabelos e mordia muito forte meus labios e minha lingua, sua lingua ia no fundo da minha garganta, fui beijando todo seu corpo, passei sobre sua barriguinha e cheguei no tão esperado ouro, sua bucetinha estava cheirosinha e bem meladinha, passei minha lingua bem na testa daquele bucetão, e enfie ela toda la dentro daquela rachadinha, ela ia a loucura, puxava meu cabelo quase o arrancando e ofegava muito forte, aquilo me dava mais tesão e enfiava a lingua cada vez mais fundo, chupei toda aqela bucetinha apertadinha, botei meu pau pra fora do short, ela disse que tinha nojo de botar na boca, também nem forcei, sá aquilo já valia por toda as minhas férias, tirei meu short e botei sua mão sobre meu pau e apertei, eu começava a beijala o corpo todo e ela punhetava com aqueles lindos olhos fechados. me deitei na parte de cima da cama e encostei minha costa no espelho da cama, mandei ela sentar em cima de mim de costas, abri sua perna e fui a descendo sobre minha barriga até su bucetinha escostar na cabeça do meu pau que ja tava pulssando te tesão, ela encostava a entradinha de sua buceta na cabeça do meu pau e tirava, parecia até que meu pau era gelo, até que ela foi descendo cada vez mais e começava a querer gemer alto. virei seu rosto para o meu e comecei a beijala puxando sua nuca na minha direção para não sair sua boca da minha e gritar, meu pau tava muito dificil de entrar, cada vez que eu forçava-a mais para baixo, mais ela me beijava forte e mordiameus labios, até que forcei seu ombro de uma vez pra baixo e senti meu pau estourar seu cabacinho, era a primeira garota que eu comi sem camisinha, ela subia e descia bem devagar com uma cara de dor e eu não paravá de beijá-la, parei e virei ela de frente para mim e botei suas pernas em torno de minha cintura e segurei entre seus braços e levanta-va e abaixava aquela bbzinha sobre minha pica durona, parecia que minha pica crescia a cada momento e entrava cada vez mais em sua bucetinha apertada e quentinha, botei ela de ladinho e entrelacei minhas pernas nas dela e puxava aquela bundinha branquinha em minha direção, depois de algum tempo forçando ela começava a se acostumar, deitei na cama com o pau para cima, parecia um esteio enterrado, ela se deitou de frente para mim, cada vez que colocava meu pau na sua bucetinha, era um luta pra entrar tudo, encostei sua cabeça em meu ombro e a puxava pela bunda, quando ela começou a fazer cara de prazer almentei o ritmo e parecia que iria rasgar aquela buceta todinha, levantei ela um pouco e ela ficou de quatro, fiquei por baixo dela e sequênciava aqele ritmo cada vez mais forte, de repente senti um liquido vazando de sua vagina e escorrendo sobre minha barriga com sangue, e percebi que ela tinha gozado em cima de mim, pensei até que ela tinha orinado em mim, ela ficou meia bamba e caiu em cima de mim, chupei seus peitinhos inchados e comecei a bombar ela de quatro, deitei de novo e ela sentou em cima do meu caralho que não amolecia, ela rebolava e não falava nada, sá gemia, ficou cavalgando no meu pau por uns 19 minutos e senti que ja tava dando vontade de gozar, deitei ela na cama e fiz um papai e mamãe com ela, depois mandei ela segurar suas pernas para cima e bombava como um louco, tirei meu pau e gozei bem na portinha de sua rachadinha, espirrou na sua barriga e parecia que não ia parar de gozar, era muita porra, dei um beijo na sua boca bem chupado e me levantei e fui em direção ao banheiro, lavei meu pau e ela ainda estava deitada na cama do jeito que eu a deixei, parecia que ela estava desmaiada, puxei Lorena pelos braços e lavei ela todinha no chuveiro enquanto ela puchava meus cabelos e mordia minha orelha, falei pra ela que tinha sido a melhor foda da minha vida e perguntei se ela tinha gostado, ela disse que entrou em transe e que apesar da dor ela tinha adorado oquê a gente tinha feito.

Entramos na piscina e depois de umas meia-hora Helem acordou e fomos para a praia encontrar com o pessoal.



ESPERO QUE GOSTEM, POIS ESSE CONTO FOI REAL QUE ACONTECEU COMIGO NESTAS FÉRIAS DE JULHO. OBRIGADO.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico namoradinhos de infanciaprimo comendo a prima vanessa conto eroticoconto erotico esposa estava nua pai chegoumijei na minha sogra contoscontos-você vai devagar no meu cuzinhocontos erotico gozei como uma puta velhaconto erotico novinho gay calcinha dormindoContos eroticos mamae e filha gulosa chupando o pauzao do seu filho e de cinco amigos dele em uma putaria na piscina de casacontos de coroa com novinhoFui arrombadaDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos pasei o rodo na cunhada bebadacontos comendo gay na vielacontos eroticos de encoxadasconto erotico linda transex namorando sem se revelarcontos eroticos minha mulher com roupa curta e decotadacastigo boquete contosconto de esposa vendo seu marido na rola de outrome arrombaram contos eróticosconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos sexo incesto amo meu filhoestoria porno o sonho do meu marido e cornocontos eróticos de n********** dando para pau gigantesPorno maes pais iniciando suas ninfetinhas no incesto contosconto banho com tia timidacasa dos contos eroticos/Três é demaiscontos eroticos com novinhas muito ativa sexualmentevides gay dopando amigo pra chupa-lo e tranzarcontos eroticos peguei meu sobrinho de Pau durocaralho meu empurra tudo nu meu cuzinhocache:TjHC3uy6Jc0J:idlestates.ru/conto_5450_comi-xota-e-cu-da-maninha-e-o-cu-do-irmaozinho.html contos eroticos meu caseiro parte 2contos eroticos porno gay mijo amareloA primeira vez q dei meu cuzinho michelemulheres peladas com muita manteigarelatos reais eróticos - saciada em casacontos eroticos sbcpai gosano dentro da eintiada. ela gritacontos comi minha filhasou corno choquei.conto eroticoEu, minha sogra e meu marido-contos-incestocontos eróticos realizando a fantasia da minha mulher no nosso aniversário de casamentoPuta da minha sogra a levar na conacontos eroticos namorado e amigo mesma camacontos eroticos titio na praiawww.flogdesexo.compauloelizabethcontos eróticos fodida com sadismoContos eroticos cofrinho pique escondecontos papai encoxou sem querer na minha bundaputinhasinocentecontos sadomasoquista extremoesposa amiga escrava conto eroticovideos de cornos que chuupamconto erotico de casada com bunda grande com o vôvôconto de sexo um garoto ficava esperado uma coroa passa na rua eu fico de pica duracontos eroticos enfermeirasver contos de lesbicasconto porno com vizinhoxvideos.porno.sexo.com.japonesas.que.gosta.de.meter.egosar e.jemer na.picacontos eróticos sexo com menininhas traduzidoscontos eroticos filha so.de calcimguado o cavalo tramza a rola dele fica detro da eguacontos eroticos menino inocente é enganadoCuzinho gostoso contoscontos eroticos gay vadiadei a bunda para o torcedor contoscontos eroticos casada pau pequenovídeos pornô de avô sentando a netinha de sainha curtinha no colocom o mel do gozo na bocacontos o sindicocontos eroticos de Maezinha bobinha do amigis transando com jovezinhoconto amante do manocontos eroticos eu feia e gordaContos eróticos de gay Comi o filho do meu patrãoContos filha de 7 com papaileke comendo a casada contoconto erotico minha namorada cuidado de mimcontos eróticos orgias bi