Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CATADORA

Neste conto, eu coloco o meu desabafo de um momento de carência sexual, onde não tive como evitar, cometi o pior tipo de incesto possivel, gozei no pau do meu filho.

meu nome e Paula, tenho 35 anos, fui mãe com apenas 19 anos, tenho um belo corpo, seios fartos, uma bunda durinha, sou loira, tipo mignon, meu unico filho Marcio, é tudo que uma mulher pode querer, alto, musculoso, educado, tem um rosto tipo Italiano, as garotas do bairro morrem de desejo por ele.

Mas vamos aos fatos, hoje sou muito solitária, pois, meu marido sá vive para o trabalho, e não me procura mais, para se ter uma idéia, ja cheguei a ficar 6 meses sem sexo, passava muitas noites sozinha em casa me masturbando, e imaginando como seria gostoso sentir o prazer de ter um macho dentro de mim, meu filho que ainda mora comigo, sempre está fora, pois, trabalha na noite, mas numa noite de sábado tudo mudou na minha vida, meu filho chegou cedo, eu estava sá, meu marido estava viajando, notei que ele estava meio bebado, perguntei se precisava de ajuda, e para minha surpresa ele falou que tinha marcado com a namorada de ir a um motel e ela passou mau, quase sem querer respondi que eu sabia muito bem o que ele estava falando, pois, vivia carente de sexo, ele arregalou os olhos, e falou: se não fosse o fato de ser a mãe dele, nada impediria dele ficar comigo, pois, sou muito gostosa, falou isso, e saiu em direção ao seu quarto, fiquei baratinada, estava com tesão pelo meu filho, de pronto me arrependi, fui ao seu quarto para me desculpar, mesmo não tendo falado nada demais para ele ; so que aconteceu algo louco, ao entrar no quarto, meu filho estava completamente nú, caramba, o pau do meu filho mole, e maior do que o pau do meu marido duro, ele percebeu que eu estava de boca aberta, não conseguia tirar os olhos daquilo tudo ; ele logo falou: mãe vc deve estar muito carente mesmo, parece que nunca viu ninguem nú ; nisso tentei me explicar, falei que nunca tinha visto um daquele tamanho, e acabei piorando tudo, ele numa atitude de carinho, falou: gostaria de fazer algo pela senhora, mas como sou seu filho ; nisso falei algo que sei que um dia posso me arrepender muito, Marcio se algo acontecer hoje, será que amanhã poderemos esquecer, e seguirmos como mãe e filho, ele na hora falou que estava a minha disposição, não sei o que me deu, fui lentamente ao encontro dele, sempre olhando nos seus olhos, nossa ele ainda estava nú, segurei aquele membro, que começou a crescer na minha mão, comecei a masturba-lo, sentei na cama, estava com aquele pirú bem na altura do meu rosto, que cheiro gostoso meu filho têm, dei uma encostada com os labios, encostei tímidamente a lingua na cabeça daquele pirú, não aguentei, abocanhei, nossa, como é bom, que gosto, enquanto eu pagava um boquete no meu filho, ele não parava de gemer, fazia carinho nos meus cabelos, que loucura, ele começou a falar para eu parar que ia gozar, tirei a boca e falei, filho goza, que quero engolir tudo, eu neste momento já era uma verdadeira puta, voltei a chupar, não conseguia colocar nem a metade na boca, foi quando ele falou que estava gozando, e como gozou, fiquei de boca cheia, engoli tudo, e olha que foi muito, relaxamos e o silêncio tomou conta do quarto, foi quando ele falou: agora é a sua vez, nisso começou a tirar minha roupa, beijou meus seios, mordeu meu pescoço, aí veio o inesperado, demos um grande e demorado beijo, eu estava quase desmaiando, estava toda molhada, ele desceu, beijou minha barriga, olhou para minha buceta, e falou: mãe vc e linda, me desculpe mas vou meter a lingua na sua xota, me senti uma puta mesmo, falei, quero ver o que vc sabe fazer, pra que eu fui falar isso, ele meteu a lingua, sugava, mordia de leve, notei que ele já estava de novo de pau duro, empurei ele para a cama, ele ficou de barriga para cima, com aquele pauzão ereto, sentei na sua barriga, ele me olhou e disse: mãe tem certeza que quer fazer isso, não deu nem tempo dele acabar de falar, encostei a buceta na cabeça do seu pau, forcei um pouco, fui empurrando com um pouco de dificuldade, pois, é muito grande para minha buceta, finalmente começou a entrar, que delícia, me senti toda preenchida, estava toda arrepiada, comecei a cavalgar, cada vez que eu descia, parecia que eu era partida ao meio, meu filho gemia muito lindo, apertava meus seios, minha bunda, ficamos assim por uns 19 minutos, não consegui segurar, gozei muito no pau do meu filho, estremeci, gritei, arranhei a sua barriga, finalmente eu estava conhecendo o prazer de uma bela foda, senti que meu filho ia gozar, sai de cima, bati uma punheta, caramba o garoto goza muito, me lambuzou toda, depois de terminado, converçamos, chegamos a conclusão que a merda ja estava feita, este seria nosso segredo, apesar de tudo não nos sentiamos culpados, pois, proporcionamos bons momentos um para o outro, não sei se isto vai se repetir, na verdade acho que vai sim, mas prometo uma coisa, se acontecer, vou contar tudo de novo aqui, pois estou torcendo para meu filho tentar algo de novo comigo, pois desta vez quero dar minha bundinha para ele, pena que até agora não tive coragem de falar isso para ele, até o proximo conto, beijos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos chupar bucetacontos eróticos na roça com minha maefilmes de televisao pornosfomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contocache:TjHC3uy6Jc0J:idlestates.ru/conto_5450_comi-xota-e-cu-da-maninha-e-o-cu-do-irmaozinho.html contos erótico arrependimentos e chorandorelatos eroticos madame coroaconto erotico minha mae me fazchupa -laConto erotico minha mae coroa virou a minha cadelinha.comfeira conto heteroconto erótico irmão vomitou roupacontos eróticos sobre irmã bucetudaContos eroticos prédioconto minha morada me fodepornô doido a tia convencia sobrinha a chupalaconto guri pirocudo na punhetameu pai gozou no meu cu contos gayaoutro chupando os peitos da minha mulher. contosjapinha.de.baixo da mesacontos eroticos de padrinhos e afilhadas que engravidamcontos de chorei com a pica de meu avô no cucontos relatos eróticos mamãe exibicionistaContos eroticos poraohomem fudeno acachoradainiciando um viadinho contovi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticosesposa safada e bebada liberando na festa de confraternizacao contoconto porno mulher putaMulherbrasileira ensinando a filha, meter contosgordao tarado conto eroticoconto peluda raparamestuprado pelo pai na infancia gay contocontos eróticos contei detalhes absurdos da picacache:zwmyzgvJpMwJ:idlestates.ru/mobile/conto-categoria-mais-lidos_1_22_fetiches.html porno com homens vestindo as calsinhas abertas em baixo de rendas brancas ese mastubado com elasnovinha da buceta lisinha dgnna de uma punheta cabihestoria erotica o grandi fatasia do meu marido e c cornocontoseroticosdecalcinhaescravizando minha funcionaria conto eroticoamiga da buceta e bunda grandes contos eroticoscontos eroticos vom mulher compadre e comadre duplsfoda louca na empregada até o orgasmoamigas pegao mendigo na rua da banho e depois/punheta/elemulher doente mental conto eroticocontos heroticos gay meu tio de dezoito me comeu dormindo quando eu tinha nove anoscomi a buceta da minha irma enquanto ela dormia contosContos sempre fui o viadinho de todos os homens da familiadei o cu gostosocontovidio porno gostossa de vestido curto poe casalina carro frentista vercontos porno com vigilantes mulherf****** irmã mora nos peitos das gostosasvestida de caipira sem calcinhaChantageada e comida contoscontos filhanao aguenta a geba d pai no cutoquei uma punheta pro cara enquanto ele dormi relatosreais Contos eroticos eu meu tio e minha mulherconto travesti com menina virgemContos eroticos meu rabaochantageei e comi a secretariacomendo meu cunhado gay conto part 1contos eróticos de incesto minha mae no meu colovou ponha ela no coichouGay passiva com dois negoes contosContos eroticos novinha desmaia de tanto gosacontos eróticos morena com o carro quebrado ( gangbang.)mulher dando pra piazada contos erpticodchantagem mãe contocontos heroticos de mulheres casadas de manausme ensinou em Praia contos eróticossogra metida a santa contos eróticocontos novinha dando pra doisconto erotico travesti passeano na pracacontos eroticos zoofilia tava bebada e deichei meu cachorro me comermulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigamamando na velha contoscontos eroticos comendo a sobrinha no matonovinha pauzera trepandohttp://okinawa-ufa.ru/conto_24058_eu-e-minha-madrinha.htmlconto peguei meu irmao assistindo filme pornoconto erotico da titia rabuda do rabao no carnaval