Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENRRABEI A SOGRONA

Tudo começou quando um dia fui dormi na casa da minha sogra que tem 55 anos, fui ao banheiro e vi ela pelada, vi tudo, sua buceta com labios carnudos e cabeludo, seios caidos mas bicudos, um pouco de barriga, agora a bunda uma lindesa, ela tentou se cobrir mas não deu, fiquei de pau duro na hora, e ela notou pois estava com um calção bastante frouxo, pedi desculpa e sai, fiquei com aquela imagem por varios anos, comia esposa pensando nela, mais não passava disso pois ela era muito séria em relação ao sexo, até com o marido ela era durona, Meu sogro gostava de beber em casa e as vezes até capotar, a sogra acomponhava ele na cerveja mas sempre ia dormir primeiro do que ele, um belo dia fomos todos passar um fim de semana numa chacara da familia do sogro, chegamos sábado de manhã e minha sogra mais a minha esposa foi preparar o almoço e nos ficamos conversando e o sogrão tomando uma cerveja, eu não tinha começado a beber, quando deu duas da tarde o almoço estava pronto e fomos almoçar, minha sogra estava com uma saia até o joelho, frouxa, já minha esposa estava de shortinho, depois do almoço subi para dar uma dormida pois tinha dirigido tres horas e estava cansado, eles ficaram lá no deck bebendo, quando acordei já era sete da noite, coloquei um calção de banho e desci, a musica vinha do deck e fui para lá, quando chego vejo minha mulher dançando sá e minha sogra sentada dando brecha, com as pernas abertas euma calcinha de cor rosea, fiquei de pau duro na hora, ela nem ligava pois já estava chapada, meu sogro já quase capotando no sofá, sentei de frente para ela e apreciava a visão entre suas pernas, ela então se ajeitou e disse, quase não acorda em sergio, eu respondi que estava cansado, minha esposa me chamou para dançar e notou logo o volume e disse, o que é isso, respondi que me excitei vendo ela dançar e acochei ela, a musica parou e vi que tambem a sogrona estava quase dormindo no sofá, o sogrão já tinha capotado, eu e minha esposa conduzimos ele até sua cama e ele falava mais não entiamos nada pois a ligua parecia dobrada, colocamos ele na cama e voltamos, abri uma cerveja e comecei a beber com elas, minha sogra foi ao banheiro e ficamos dançamdo, minha esposa já estava muito alta da bebida, dançava e quase dormindo no meu ombro, passou um pedaço minha sogra voltou e ficou dançando sá, ai o bicho pegou, minha esposa subiu para ir ao banheiro e tirei a sogra para dançar, fui com o maior jeito até encosta de vez o meu pau, dançava e rossava tudo comecei a ser mais ousado e ela pediu para parar pois estava tonta demais, ela sentou e vi a sua calcinha por completo fiquei tarado na hora, pensei na merda que eu estava imaginando e resolvi subir e dar logo uma com minha esposa, quando chego no quarto ela está deitada e capotada pois chamei e sacudi ela e nada dela se mecher, e agora eu de pau duro com um tesãoda porra e ela dormindo, pensei na sogra de novo e desci, quando chego lá ela tambem estava capotada no sofá, veio então o tesão falando mais que a razão e chamei ela e nada, balancei ela e nada, então pensei é hoje que eu tiro o atraso, levantei sua sia bem devagar e vejo sua calcinha por completo, dava para ver a sombra dos pentelhos, alisava sua buceta com o dedo por cima da calça, ela deu um gemidinho, recuei um pouco pois o medo falou mais alto, fui fechar a casa e voltei para a sogrona sentei do lado e cheirei seu cabelo, seu pescoço e comecei a descer sua blusa até deixar seus seio de fora, chupei um, passei para o outro e nada dela se mecher, a coloquei nos meus braços e fui chupando seus seios a té sua cama, deitei ela ao lado do sogro que roncava que nem um porco, deu tempo para pensar e recuei no que estava pensando, fui fechar o resto da casa eo tesão era na sogra, subi chamei minha esposa e ela parecia uma pedra, resolvi bater uma punheta olhando a sogra, chegando lá aqueles peitos de fora me deixaram louco, tirei sua saia, sua blusa,seu sutian, e por ultimo tirei sua calcinha, ela nem se mexia, comecei a beijar sua buceta e sua bundona, abri bem suas pernas e chupava e ficava olhando para gravar essa imagem, criei coragem e encostei a cabeça na buceta, olhava para os olhos dela e ela não fazia nada e empurrei todo, e fiquei parado,parecia que estava cumendo uma boneca, pois ela nem reagiu, fiquei curtindo, que buceta acochada, chupava seus peitos, comecei a beijar sua boca, coloquei minha lingua dento da sua boca e nada, não aguentei gozei, parecia que não ia parar de sair porra, sai de cima dela e cobri ela com o lençol e fui tomar banho, quando voltei com um papel para limpar ela ela tinha mechido e ficou com a bundona para cima, o pau subiu na hora e comecei a chupar a bundona, ela não mexia nem o dedão do pé, então resolvi fastar suas pernas e comecei a colocar a cabeça, tirei o pau e dei tres cuspida nele e comecei a penetrar na sua bunda, ouvi um a iquando passou a cabeça,olhei para seus olhos e nada, comecei então a empurrar todo, que maravilha, cumendo um cuzão de nais ou menos 110cm, meu sogro se mecheu virou para nosso lado e passou a perna por cima da minha, que situação, mais comecei a socar de leve e gozei dentro da bundona, sai de leve ea cobri com o lençol, fiquei pensando e resolvi fazer uma jogada de mestre, comecei a tirar a bermuda sogro, parecia dopado, tirei sua cueca e deixei ele sá de camiseta, o cobri e fui dormir, de manhã acordei, passei e olhei para o quarto dela e sá o sogro estava, voltei e troquei de roupa e fui ver se ia dar problema a aventura da noite, a sogrona estava na cozinha fazendo o café, disse bom dia e ela respondeu normalmente, tomei agua e falei que ia nadar um pouco, ela disse, otimo pois era o tempo dela terminar o café, nadei, me enxuguei e voltando para o café ouvi vozes, era a sogrona falando com sogro que acara de descer, ela então falava, cabra sem vergonha, e ele, eu, o que foi que eu fiz, ela então falou, me pegou bebada e cumeu meu cú, cabra sem vergonha isso é pecado, ele então falou que não tinha sido ele, ela falou, e como é que acordei toda melada na frente e atras nojento, voce me paga pois estou com a bunda toda duida, não consegui nem cagar direito, ele falou que não se lembra de nada e saiu, fiz d econta que não ouvi nada e entrei, passei por ele e ele e falou que a coroa estava louca, fiquei aliviado e fui tomar meu café tranquilo e com o desejo realizado.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erótico Parálouco pela minha prima contocomo eu ia na fazenda novinhacontos de incestos detei de conchinha fiquei de pau duroContos erotico filhinha 1conto erotico calcinha neguinhoas busetao.mas abertos e mas gostozas do mundo porno ater das eguascontos eroticos deliciaTio fode sobrinha contos e ela nao quizcontos eroticos amigas se mastubam juntas pela primeira vezsobre lamber e chupar a vaginacontos eroticosconto transou com desconhecido na festa de rodeioconto erotico gozei e depois limpei com a linguasexo com tiabateno um poentanão aguentei e chorei na dp anal contosporno chupando buceta de cocararporno desmarcada do funkcontos eroticos zt i: blackmailcontos sentada sem calcinhaconto erotico arrastaram minha namorada na festacontos er senta devagarconto de encesto meu nene e do meu filhocontos eroticos travesti sendo estrupadacontos eroticos fudendo a mae travestigordao tarado conto eroticoConto erotico minha tia coroa s fazendeiragreludinha minha menina chupei ate virar um piruzinho contos de incestoContos eroticos perdendo a virgindadeacademia eroticacontos eróticos leite incestowww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestocontos eroticos flagrei minha namoradaprofessor e aluna contosencoxando coroa casada em Jundiai conto realcontos eroricos minha filhae enlouquececontos eróticos de sobrinhas com tiascontos erotico mayara piercingsua colega você vai pegar no pau da jegaViolentei a deficiente contos eroticosconto erotico dominando mãe e filhacontos meu calmante é picainseseto commforcaA mulher do meu amigo gemeu baixinho na minha vara pra ele não ouvirpau duro na frente da tia contosvou rasgar sua boceta vagabundacontos incesto filhonas Negro mordendo o grelo de minha mulher contos eróticosnegoes picudos/contosContos meu prefeito me comeu com fotosconto de marido botando sogra pra chupa pau e a filha vendofiz a minha tia mijar na minha cara contos eroticoscontos eroticos todos comeram minha mulherporno comeno o cu da morena ela gritano ai vai rasgar meu cuzioporno travesti rosadinha menininhaarrombado; contos gaymetendo na irmã dormindo boa f***contos eroticos arrependidacontos eróticos trai meu marido numa rapidinhaconto fudendo minha comadricontos eroticos a bunda gostosa da minha cunhadacontos eroticos torando o cu da novinhaConto eroticos no beco escurominha mãe e eu jogando strip poker contoscontos eroticos menina com pedreirocontos eróticos eu e minha mãe na praiatomando banho de rio com titio contos gayporno peguei mihna prima pelada no meio da casa varendoamigo sex diplomata contocontos eróticos mamãe titia e meu primoCunhada bunda site cellcontos eroticos 30 cmcolocando a prizilha na bucetaconto gosto de usar roupas femininasContos comi a menininhadei o cuzinho é fiquei arrombandonao tira papai deixa que eu vo gozarContos eroticos estupros coletivos veriticosmulher safada do meu amigo deu uma calcnha usada p mim cheirar contos eroticos