Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AMANDINHA, DOCE EMPREGADA!

Essa histária se passou quando à cerca de dois anos. Na época minha havia contratado uma empregada para cuidar dos serviços da casa, e como acontece de costume me indicaram uma menina que tinha por volta dos seus 19 anos, loirinha, cabelos lisos, seis firmes de tamanho médio, uma bundinha deliciosa, super empinadinha e bem firminha, ou seja uma deusa de ninfeta. No dia que ela apareceu para acertar os detalhes agi de forma estritamente profissional, entrevistei a mesma, perguntando inclusive se tinha namorado, pois não queria a circulação de pessoas estranhas em minha residência. Minha surpresa quando Amanda disse nunca ter dito um namorado sério, naquele momento tentei me controlar para não pular em cima dela. O tempo foi passando e quando estava de folga em casa sempre ficava a assistir filmes, e Amanda sempre circulando pela casa fazendo seu serviço, sendo que certa vez eu estava bem distraído e achando que ela já tinha ido embora coloquei um filminho de sacanagem. Quando dei por mim reparei que ela estava por perto e o pior a mesma estava disfarçando perto da sala de olho no filme. Neste instante eu a chamei, tendo ela vindo toda com vergonha e cheia de receio achando que eu daria o maior esporro nela. Quando então pedi que ela se sentasse no sofá e na lata perguntei se ela já havia assistido um filme daqueles, ela disse que não, perguntei então se gostaria de ver, ela receosa não respondeu, quando então falei que não teria problema. Coloquei o filme para rodar e pude perceber o quanto ela ficou interessada no filme, assistindo a tudo estasiada. Então perguntei se ela já havia transado alguma vez, e ela respondeu meio assustada que nunca tinha feito nada daquilo, fui acalmando ela, deixando-a bem a vontade, quando então disse se ela não queria brincar de apreender, ela ficou completa sem palavras, mas fui explicando que ensinaria as coisas pra ela sem sequer tirarmos nossas roupas, ela então perguntou como e eu disse que ensinaria algumas posições a ela, mas sá ficaríamos nos tocando. Para meu espanto ela concordou. Ela usava um shortinho jeans o qual daria algum trabalho para mim (ábvio), então dei a idéia para que ficássemos somente de roupas intimas, que seria melhor para nossa aulinha, ela ficou meia receosa mas não dei tempo pra ela pensar muito e fiquei somente de cuecas, já com meu pau em riste, quando olhei para ela já tirava aquele shortinho, ficando apenas com uma calcinha de algodão daquelas bem de menininha inocente, para minha surpresa ela disse que estava sem sutião, mas que iria tirar o top pois ficaria melhor, meu Deus, quando vi aqueles peitinhos me segurei para não voar em cima dela e não acabar com a oportunidade antes mesmo de começar, então pedi para que ela ficasse de quatro no tapete, a mesma ficou, momento em que pedi para que ela empinasse um pouquinho mais a bundinha, nossa aquilo era a visão do paraíso, do jeito que ela arrebitou, a calcinha foi entrando naquele rabinho. Encostei por trás dela e comecei a roçar aquela bundinha, momento em que ela começou a se contorcer toda e sua respiração já mudou de ritmo, disse a ela que seguraria em seus seios, que era a maneira mais comum das pessoas fazerem, ela não mostrou resistência e fui segurando aqueles dois melôezinhos durinhos, deliciosos, falei para ela que iria tirar meu pau pra fora para ela sentir melhor como era, ela disse com uma voz dengosinha que não teria problema, tirei minha cueca e quando levei meu pau na entradinha daquela xaninha, por cima da calcinha já senti que ela estava toda molhadinha, aí pedi pra ela apoiar os cotovelos no tapete que ficaria com a bundinha numa posição melhor, quando ela vez isso comecei a beijar aquela bunda maravilhosa, Amamnda se retorcia toda então não aguentando mais puxei a calcinha para o lado e soquei minha língua naquela xaninha quase sem pelinhos, Amanda gozou naquele mesmo instante, senti seu liquido todinho na minha boca, já passando minha língua pelo seu cuzinho, dando estocadinhas, deixando ela mais louca do que estava, pedi para ela se virar que iria ensinar ela tocar num pau, ela se virou com o rostinho todo vermelho, quente, e quase desfalecida, pois havia tido dois orgasmos quase que na mesma hora, então ela segurou meu pau e disse pra ela começar a movimentar num vai e vem bem compassado, aquilo eu já estava com as bolas doendo de tanto tesão, falei para ela dar uns beijinhos nele, ela não esperou eu insistir, mas em vez de um beijinho a danadadinha abocanhou meu pau engolindo tudo de uma sá vez, e mais, passando parte da língua nas minhas bolas, meu deus o que era aquilo, aquela safada de inocente não tinha era nada, era uma baita de uma puta de primeira, eu nunca tinha recebido uma chupada daquelas, ela tirava meu pau da boca todo melado e metia todinho de volta e vinha chupando com tanta maestria que dava pra sentir minhas veias dentro da sua boca. Ela então tirou meu pau da boca e falou pra mim: vem patrãozinho, arromba sua empregadinha safada!!! Coloquei ela de quatro no sofá, com a bunda bem empinada e soquei naquela xaninha, e a cada estoca ela gemia feito uma cadela no cio, eu dava tapas naquela bundinha e ela rebolava feito louca, quando então me disse que queria rebolar daquele jeito mas com meu pau socado no seu cuzinho rosado, naq uela hora quase gozei! Arranquei o pau de uma vez apoiei um dos pe´s no sofá pincelei minha pica na sua xana e soquei naquele rabo apertado sem dá, quase arranquei o couro do meu pau, e a safadinha rebolava como uma dançarina árabe com meu pau socado no seu cuzinho. Não aguentando mais disse que iria encher seu cu de porra quente, ela então ameaçou tirar o pau e trouxe a bunda de encontro a minha virilha, fazendo com que eu enchesse aquele cuzinho de porra! Ela então se sentou no sofá e começou a mamar meu cacete de novo, dizendo que queria que eu gozasse na sua boca, não demorou muito com aquela técnica dela e enchia sua boquinha, fazendo ela beber todinha minha porra. E foi assim que passei quase dois anos com uma empregadinha perfeita que até hoje presta servicinhos lá em casa......

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fui toma uma no bar da coroa safadinha e acabei comendo seu rabinhoDiaristasafadinhapapai disse que me ama contos eroticosContos de metidas nos cuzinhos inocentesdormino na mesma cama com duas irmas fudeno uma e a outra ficano com tesaocontos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiacontos eróticos assediada por minha amigacontos da casa eroticos de mulheres tendos os cachorros ou lobos lambendo suas calcinhas e fodendo elasMeu filho socou seu pau na minha bucetacontos safados inversão e dominaçãoporno tranzado com a madrinha dormindo sem semtirconto fui por cima do meu primoconvenci minha irmã fuder comigo e gozei dentrominha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatosconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teencontos das danadinhas perdendo cabaçinhogozando na boca da irma casada contopraia guaratuba contos sexocontos depois de 20 anos fui morar com minha mae e no banho ela vou meu rolaodona florinda so ela dona florinda vaginaxvidio transas arrecei casadoscriola no cuinho nao e nao guentoContos eroticos A reforma Viciada em sexoContos porno com o papaiComi minha esposa dormindo contocontos eróticos chantageado e forçado a comertraí meu marido contosduas irmas com peitinhos crescendo e o irmao chupandoContos heréticos quadrinhos BarneyContos eroticos minha esposa e um meninomulher se esfregandono travesseiro contoeu sou o viadinho do meu cunhado contos eroticosme apaixonei pelo um bandido conto heroticocontos eroticos comendo a sogra da minha irma com banana no cudepilando o xinin da cunhadaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimpau buceta dormia contosgozei nas coxas da filha contosboquete no filho contoscontos eroticoa arronbada pelo titiominha esposa me contou suas aventuras sexuaiscontos torei o cu da filhinha da vizinha e eia acostumou tds os diascondos erodicoscontos eroticos comendo a mulher do meu primocontos eroticos eu ajudei meu amigovideo porno cu virgem pau grande grosso aiiiii tira ta doendo sai paravelha peituda cheia de celulites contocontos eróticos escravo de minha irmãcomi minha filhinhacontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao paracontos eroticos proibidos meu tio encheu minha boca de porraconto de casada com preso que fazer por uma pirocaconto erótico helenameu policial chupou meus seios gostosogosando no cu do meu filho bundudo inocentegarotinha sentava no pauconto eróticos do sobrinho do meu maridoporno só com baby boneca ecesto pai gozando na boca filhadormindoFetiche pelos pezinhos da minha amadaContos visinha de 19video porno mulher casada fica ouriçada ao homem de rola dura no onibuContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eróticos satisfazendo as fantasias do maridomulher sentando na embragem com o cu e buceta conto erotico estuprada de biquínipica fexada que regasa sem por amãocontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelcontos de coroa com novinhovideo porno enxergando uma buceta na outra ate gozar e mela todinhaconto de cornoconto eróticominha traiu meu pai mulher casada vira putacontos comiminha primacontos eroticos ajudei meu filho e fui estupradacontos eróticos da casa da irmã queridaPuta merda!!!para!(conto teen gay)contos eróticos gay com homens dotados no churrascoContos sempre fui viadinho dos homens da familia