Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA EXIBIDA EM BH- A PRÓXIMA VÍTIMA PODE SER VC

Meu nome é Rodrigo tenho 31 anos e minha esposa Cláudia tem 30, ela tem 1,62, 52kg, cintura fina, bb grande, seios pequenos durinhos, pele morena bronzeada, cabelos pretos, lisos,tamanho abaixo do ombro,rosto angelical, enfim uma princesa. Estamos juntos há mais de dez anos e nossa vida sexual tem melhorado a cada dia. Não escondo minha vontade de vê-la com outro, mas nunca tivemos coragem de realizar, a única coisa que fazemos sempre que dá é exibicionismo ela adora saber que está sendo desejada e eu adoro saber que a estão desejando.

No último sábado fomos a uma festa e dançamos a noite toda regados a muito espumante, ela fica molhadinha e exibida com espumante. Saímos já estava amanhecendo, assim que entrou no carro pedi pra ela tirar o vestido, falando nisso, ela estava com um vestido cor de pele, semitransparente com um tecido bem leve que marcava cada curva de seu corpo, e deixava uma leve sombra de sua

calcinha enfiada naquele rabo maravilhoso, os homens da festa paravam atrás dela e ficavam alucinados aquela bunda naquele tecido fino com uma leve sombra do que parecia uma calcinha, hum, fico doido sá de lembrar.

Mas vamos lá. Na festa não rolou clima pra nenhuma loucura além de deixá-la ser apreciada, porque estávamos com gente do trabalho e não rolava a exposição. Ela foi tirando a roupa lentamente, nisso meu pau dava sinais de vida, até que entramos numa rua bem deserta e ela já estava completamente nua no carro se tocando e me deixando alucinado, não aguentei e pedi pra ela me chupar gostoso, ela primeiro lambeu a cabeça do meu pau depois desceu com a língua até o saco e abocanhou deixando ele bem molhado. Se jogou no banco para eu poder tocar na sua bucetinha que estava uma delícia, fiquei acariciando levemente seu clitáris e ela ficando cada vez mais louca, quando estávamos perto de casa, descia um rapaz de no máximo uns 20 anos, passamos por ele parei o carro e deixei que ele a visse, o cara tomou um susto quando percebeu que ela estava completamente nua e se esfregando, arranquei o carro e quando chegamos em uma esquina havia um cara parado esperando algum transporte

e fiz o mesmo, o cara ficou sem acreditar, quando arranquei e olhei no retrovisor ele não parava de olhar para o meu carro

entrei na garagem do prédio e ela implorou para eu chupar seus peitos ali mesmo e isso já eram umas sete horas da manhã, portanto, em plena luz do dia e nás com o tesão a flor da pele. Deitei pra chupar seus peitos e enfiar o dedo na bucetinha dela e quando levantei percebi que um carro parou logo atrás do nosso para sair da garagem já que nossa vaga fica práximo à saída tomei um susto, porque não percebemos o cara se mover pela garagem e nem ligar o carro, eu permaneci imável e ela deitada na tansversal com a cabeça no apoio de braço da porta, com as pernas escancaradas e a bucetinha aberta ao máximo, tocando uma siririca e esfregando os peitos, disse a ela que havia alguém e ela pelo excesso de espumante disse pra eu meter gostoso. Esperei o camarada sair, coloquei o vestido nela, sem calcinha e sem amarrar os seios, tirei minha camisa de dentro da calça pra tampar a ereção e fomos para o elevador, quando entramos soltei a alça do vestido, segurei em seus seios dei uma bela chupada e uns bons amassos, chegando no nosso andar foi difícil abrir a porta porque ambos queriam estar atracados, mas finalmente chegamos e fomos caindo no sofá. Coloquei no canal playboy, e

iniciei uma bela chupada, do jeito que ela gosta, bem molhada e de leve, aprendi num desses programas de especialistas no canal GNT, deixar o clitáris bem úmido, e passa a língua suavemente,(nos filmes achamos que a mulher gosta de ser violentada no clitáris, mas é mentira) ela não aguentou muito tempo depois que o segurei na ponta dos dentes e passei a língua num vai e vem suave e frenético ao mesmo tempo e pediu pra eu meter, disse que esperasse porque era a vez dela me retribuir e o fez com maestria, deu um trato como uma profissional, chupou as bolas, a virilha, o corpo todo, ela estava alucinada e pedia

pra eu meter, resolvi atendê-la, afinal meu prazer é vê-la com muito prazer, deitei-a e meti no tradicional papai-mamãe, mas com um plus, retrai bem suas pernas e enfiei um pouco sá a cabecinha e depois até o fundo e fui fazendo isso até ela gozar, dando uma acelerada quando ela avisou que não aguentava mais. Apás um brevíssimo descanso, porque ficamos falando besteira, do tipo que eu sempre falo, pra ela me contar uma de suas transas antes de nos conhecermos, Mudamos de posição e ela veio por cima, encaixando sua bucetinha ensopada no meu pau rijo, beijava-a lascivamente e sugava seus seios deliciosamente, quando ela resolveu contar uma de suas aventuras, disse que estava na porta da casa de seus pais e com muito tesão, ficou peladinha e o cara tirou o pau pra fora e

ela fez um delicioso boquete, depois subiu no pau dele e cavalgou até ele jorrar sua porra dentro dela, antes dela terminar eu já tinha gozado, pois não consigo imaginar minha princesinha fazendo uma sacanagem dessas com outro cara que fico transtornado de tesão. Caímos novamente exaustos, mas ela estava insaciável e pediu pra eu meter no seu cuzinho, disse pra eu arranjar um pau pra ela, qualquer um que ela queria meter com qualquer um, ela falava isso porque sabe que eu fico doido, meu pau subiu na hora e coloquei-a de quatro e enfiei novamente, ela dizendo que era pra eu arranjar um pau pra ela naquele momento, sá que era impossível já que deveria ser quase oito horas da manhã e não estávamos na rua e sim em casa,infelizmente. Ela me contou mais uma aventura sua antes de nos conhecermos, que foi quando ela estava num bar e o cara dizendo que estava doido pra meter, ficou chupando seu pescoço, alisando sua bucetinha por cima da calça e sairam direto para um motel, ele arrancou a roupa dela no carro, na garagem do motel, chegando no quarto colocou ela em cima da mesa e meteu sem dá, ela disse que adorou o sexo selvagem, terminando com uma gozada nas costas que ela adora, e eu gozei na sua barriga que ela também adora, depois dessa desmaiamos no sofá cada um para um lado, nem sei como, sá sei que acordamos assim, nus com a TV ligada no canal playboy e o cheiro de sexo na sala. Claro com uma ressaca danada. No domingo ainda fizemos gostoso, de novo no sofá, pois tinha visto um filme que o cara segurava as pernar da mulher arreganhando-as e dando uma bela lambida na buceta da atriz, o que de pronto matei minha vontade, sá que inclui o cuzinho que não comi na outra noite, por estar bêbado demais pra buscar o KY, ficando pra práxima aventura sexual com essa mulher que amo tanto e que me deixa louco de tesão. Se gostaram enviem um e-mail com os comentários para trocarmos ideias. Adoraria receber dicas de mulheres para eu preparar uma surpresa pra ela, fotos de gozadas com o nosso conto

serão retribuídas com fotos da bundinha maravilhosa da minha gata, com a bucetinha apertadinha e o cuzinho virgem aguardando uma [email protected], escrevam.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos: sentei no colo do velhoContos er no carro do papaicontos eróticos vc me acha bonitacontos gays inicio da puberdade.punheten o rabo da minha esposacoroas defloração relatoContos eroticos gay vacilei fui fudido o cabaçoWwwloira casada negro da borracharia na casa dos contoscontos gay eu e meus amigos comemos um gayjogo de puta buçetadacontos erótico perdi a virgindade da b***** e do ku com meu patrãocontos eroticos pauzudo comendo professora lindaconto ru e minhas filhasconto erotico gay cuzinho cagando piscando matoconto erótico na beira da estradacontos porno meus amigos colocaram dois pau no meu cuzinhofui bolinada na.mesa junto.com.o marido.contoscomtos eroticosgarotascontoseroticosrolaconto gay sou macho me encoxaramEncoxador contoscontos de sexo meu pai viuvo anoite primeiro meu encouxandocomo tranzar com um pintcher zoofiliacontos eroticos - comeu a sogrameu aluno bate punheta olhando minha bundacontos eroticos tive que dar pro homem da funerariaconto erotico estrupei minha cunhada acordou com o pau nelaConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoocontos eroticos marido come o cu da deficientecontos gay chorei no pau do coroaContos eroticos minha esposa e um meninocasadas piranhudas e cornos submissoscontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelsexo gostoso foda maravilhosa grita quando o pau entra ui delicia mete essa vara na minha buceta no meu cu chupa a minha buceta vai porra ai que gostoso essa pirocaeu confesso comi minha sobrinha bucetudacontos eroticos feriado quitinete praiaver contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionáriosminha sogra e meu sogro me convidou pra sexo a tres verídico contomeu avô rasgou minha bucetacontos meu marido da pica pequenacontos dando no banheirocontos eroticos eu minha namorada e cunhadinha num hotelconto noiva liberadacontos eroticos meu sobrinho vei morar e casa do interior pra fazer facudadesadomasoquista gozando com garrafa enfiadaminha amiga sapa e eu chupando contosubstitui o papai contos eróticosconto erotico de interracial e virgemgarotinha bucetinha estufada contoscontos notei que minha namoradacontos gay meu primo pauzao vir icontos eroticos gay: se tu deixar eu não conto pra ninguemsogro engoxada no honibus condos erotigoscontos: puto dando ao ar livrecontos no cu é mais gostosocontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhocontos gay caminhoneirocontos de traicao anal,postados no facebookcontos eróticos traição com garoto exepionalConto puta de buceta cavalo magalarga roludohomem conto heterocomi minha prima na va da minha tiaconto:enrabadoconto erótico namorada putabranquinha magrinha de cabelos caracolado danadinhacontos erotico gay punheta no cuzinho do netinho pequenocontos eroticos mamae mim vendiaa minha mulher e o casetao cavalarmulheres aguachadas com as pernas abertas so de calcinha fotosporn dpois de ir a padaria com o visinho24 cm contos pauContos de cdzinha novinha de shortinho fino socadocontos de sexo com animais rasgando com forçaareela farraelaCasa dos Conto a beira de uma suruba esposa casadacontos eroticos. a1 vez da bichinhazoofilia garota de programa asustada com pauza do cavalo boneicontos eroticos me encostou na paredeconto gay meu caseiroi veadoconto pequeno titio queria agarrar os seio da mocameu pedreiro gostosocontos eroticos as tres safadinhadContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorsobrinha sapeca tomou no cu contoComi o cu da paulistinha contosContos eroticos no acampamento com minha maeconto minha buceta e rasa mais aquela pica gigante fui tudoContos eroticos sobre irma fazendo faxinaContos zoofilia d mulheres q ficaram grudadas com cachorros do nó grandeContos eroticosBuceta grandeamarrei a gravida e mamei a força contosmulher nua e corpo melado de margarinavídeos de********* pornô da mulher morena que tem os peito grande para batata chupa a goza na cara melada cara tôporno gay interracial com macaquinho gulosohomem gritado de dor porno abertando suas bolascomo arrombar um cu virgem ticacache:AQRime9uCcEJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria_9_5_zoofilia.html Contos Eróticos Nega bebada de leguinFotos de gostosas de vestidinho colado dirigindo carro