Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SATISFAZENDO A PATROA

O caso que vou narrar aconteceu ha alguns anos atras, quando trabalhava em uma Fazenda perto daqui. Meu serviço era, todo dia, encher o caminhão com a produção da Fazenda e distribui-la pelos mercados da cidade. Minha patroa, vamos chama-la de Marcia, era quem coordenava meus trabalhos. Ela e seu marido, Pedro, são os donos da Fazenda, mas realmente quem cuidava era ela. No fim do dia prestava contas a ela, e ajudava a planejar as entregas do dia seguinte. No começo ela era bastante seca, mas com o passar do tempo foi ficando um pouco mais amiga, fazia piadas e comentava as noticias do dia. Certa vez, notando seu ar cansado, comentei que ela precisava de ferias, que devia deixar o trabalho para seu marido. Ela entao, com um ar de sarcasmo, comentou que, se fosse pelo João, a Fazenda já teria fechado ha muito tempo, qu ele acordava depois das nove e so' se interessava em ir pescar, nem na cama comparecia mais. Percebendo que falara demais, ela fechou a cara e mudou de assunto, mas fiquei com aquilo na cabeca, e nasceu nesse instante um desejo de dar pra ela aquilo que ela não tinha. Passados alguns dias, quando fui com Marcia verificar o estoque, cheguei-me por tras e, sabendo que não havia ninguem por perto, agarrei-a e abracei-a, acariciando seus seios. No inicio ela tentou se desvencilhar do abraço, mas sua resistencia nao foi muito grande, como se já esperasse esse ataque ha muito tempo. Começamos a nos beijar e acariciar, ela passndo a mão por cima da minha calça, deixando minha ferramenta dura como pedra. Mas como o deposito nao dava condições para fazer nada mais, combinamos de nos encontrarmos na cidade, antes dela pegar as crianças na escola. Por volta das onze horas nos encontramos na periferia da cidade, como combinado, na casa de uma amigo meu, que estava de viagem e deixou a chave para eu tomar conta. Ao entrar na casa, sabendo que nosso tempo era curto, aquela mulher baixinha, com jeito acanhado, se transformou, tirou logo a roupa e veio para cima de mim, puxou minha pica para fora e fez a chupeta mais gostosa que ja me fizeram. Quando consegui finalmente tirar o resto da minha roupa, fui por cima e, com jeitinho, fui enfiando em sua xana. Ela entao começou a gritar e a chorar, fiquei até com medo dos vizinhos chamarem a policia. Mas quando tentei parar, ela implorou para que continuasse, que estava bom demais, que fazia muito tempo que nao tinha tanto prazer, que o corno do marido dela nunca soube foder de verdade. Fui então aumentando o ritmo enquanto dona Marcia ia aumentando os gritos, até que não aguentei e inundei a xana dela com meu líquido quente e espesso. Como já estava na hora, paramos por ali, mas com a promessa de repetir tão logo a oportunidade surgisse. Dias depois, Pedro, seu marido, resolveu sair por uns dias para pescar, o que normalmente deixa dona Marcia irritada, mas desta vez parecia até satisfeita. Naquela noite, depois de fechar as contas das entregas do dia, fiquei enrolando enquanto os outros funcionarios iam tomando rumo, entramos então no caminhão e começamos a nos beijar. Ela disse que o cheiro de suor daquela cabine estava deixando-a mais tesuda, e sem esperar mais nada, praticamente ela me estuprou, veio por cima, cavalgou minha pica sem descanso até extrair dele a última gota de porra. Não satisfeita, me fez prometer voltar de madrugada, perto da meia noite, para nos amarmos no quarto deles. Foi naquela noite que ela me ofereceu seu cuzinho, que eu comi com maestria, sempre com bastante carinho. Ela gemia e dizia que seu corno nunca comeu direito seu cú, que gozava rapido demais e sá deixava dor, sem prazer.



Com o tempo, fui me afeiçando por aquela mulher, e acho que ela a mim, mas por algum motivo ela resolveu terminar e me mandou embora, pelo menos com uma boa quantia de bonificação que eu entendi que era minha recompensa para ficar quieto e longe da vida dela. Como a respeito muito, nunca mais a procurei, mas se ela precisar de um ombro ou uma pica, largo o que estiver fazendo pra ir encontrá-la.



Ass. Macuxi.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto gay xoxotao de garotoeu e minha enteada contos eroticoscontos eroticos gay infanciachupei a pica do colega de escola eu gostei sou gayesgassou a buceta virgempastor gozando contos gaycontos eroticos de mae chupandopassou a pamadinha e epurrou no cu da esposacontos eróticos ele me pegouconto erotico mulheres taradas achou uma rola gigatescacontos eroticos com solteira no cinema pornozoofilia cachorro montando com forçawww condos erotiscos garotas mastubandocontos eroticos mim arreganhei pra papai e ele caiu de boca na minha bucetagreluda se masturbando com seu cão no quartoContos eroticos filha rabudaminha filha e bela contos eróticoscontos eroticos a mulher do pastornovinha que queira trocar msg e gozar muitocontoincesto/colodovovodei pro mendigo contosquero rola contos eróticoscontos eroticos de escrava de madameanita mijando no copocomo e que aimha vagina abre na hora do sexo?mulher goza nela todinha enchendo o cachorro para limparminha sobrinha pediu para mim gozar na calcinha dela contos eróticosmulher melancia de cinta liga e espartilhoContos eroticos comadreConto de mulhe minha esposa na festaWww.contos.eroticos.mulher.casada.traindo.homem.caralhudo.egrossoconto erótico piroquinha da mamãecontos eroticos diversos safadeza e assanhamentoanus enrabadoContos de incesto viagem com minha tiapornô compare com a comadre faz ela gozarconto eróticos a cumhada q eu tinha raivacontos torei o cu da filhinha da vizinha e eia acostumou tds os diasmamei os peitoes contosamiguinho do filho contos eroti,osEngravidando conto CornoHomen cassete de jumento contos eroticocontos eróticos vovó safadacontos gozando nas calcinhas dekarolver dvd porno homems chupa bucetas de baicho da mesa tira calcinha do ladoconto porno meu irmao me comeu eu dormindoxvidio real meu primo mamado peito bicudo da minha mae negrachantagem com irma contosfudendo a empregada rabuda negra com fotos contoascontos eroticos gay entre primoscontos eroticos de estrupamendoconto abusei da minha sobrinhacontos hericos de a buceta para filhocontos orgia com jogadoreseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoContos eroticos cheirando calcinhas de vendedores no banheirodei o cu na fazenda contoscontos eroticos dando para um caomenage feminino contosmarido chupa seios quando está nervosocontos eróticos de velhas crentes donas de casacontos velho comendo novinha casadacontoseroticos.site/buscar-conto?busca=Comendo+o+cuzinho+virgem+da+sogra+contos gay a noite foi intensa gozou rios porra no cuzinho do novimhoconto erotico emcochando um travesti e fudendo a força em onnibuscoroa cintura fina e coxas largas e gordasContos eróticos metendo debaixo da cobertaContos eróticos bdsm Ele costurou minha bucetacontos eroticos gordaquero ver contos eroticos tias e sobrinhos dando cuesposa contando para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e ainda chama uma namorada travesti para fuder com ela e depois vai transformar o corno no maior viadocontos podolatria irmacontos comi minha avó fez para eu poder a buceta delacontos eroticos com vendedora ambulantebundagaypassivacontos eróticos eu com meu 30cm comen minha prima no sofá de casaconto erotico trabalho sala reuniaobobadinho condo o priminho gayconto erotico de sobrinha nova e tio gostoso fodendo gostsominha tia so de roupao contos eroticosContos eroticos bebezinha leite tetas puta incestoesposa e filha de fio dental e eu contoscontos chineladas da empregadacontos eroticos eu ajudei meu amigomulher gritando muito cm dor porrnodoidocontos perdi minha esposameu aluno bate punheta olhando minha bundaContos eroticos estupros coletivos veriticosver vidio porno puxando berada da buceta dela pra doecontos eroticosdp