Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SATISFAZENDO A PATROA

O caso que vou narrar aconteceu ha alguns anos atras, quando trabalhava em uma Fazenda perto daqui. Meu serviço era, todo dia, encher o caminhão com a produção da Fazenda e distribui-la pelos mercados da cidade. Minha patroa, vamos chama-la de Marcia, era quem coordenava meus trabalhos. Ela e seu marido, Pedro, são os donos da Fazenda, mas realmente quem cuidava era ela. No fim do dia prestava contas a ela, e ajudava a planejar as entregas do dia seguinte. No começo ela era bastante seca, mas com o passar do tempo foi ficando um pouco mais amiga, fazia piadas e comentava as noticias do dia. Certa vez, notando seu ar cansado, comentei que ela precisava de ferias, que devia deixar o trabalho para seu marido. Ela entao, com um ar de sarcasmo, comentou que, se fosse pelo João, a Fazenda já teria fechado ha muito tempo, qu ele acordava depois das nove e so' se interessava em ir pescar, nem na cama comparecia mais. Percebendo que falara demais, ela fechou a cara e mudou de assunto, mas fiquei com aquilo na cabeca, e nasceu nesse instante um desejo de dar pra ela aquilo que ela não tinha. Passados alguns dias, quando fui com Marcia verificar o estoque, cheguei-me por tras e, sabendo que não havia ninguem por perto, agarrei-a e abracei-a, acariciando seus seios. No inicio ela tentou se desvencilhar do abraço, mas sua resistencia nao foi muito grande, como se já esperasse esse ataque ha muito tempo. Começamos a nos beijar e acariciar, ela passndo a mão por cima da minha calça, deixando minha ferramenta dura como pedra. Mas como o deposito nao dava condições para fazer nada mais, combinamos de nos encontrarmos na cidade, antes dela pegar as crianças na escola. Por volta das onze horas nos encontramos na periferia da cidade, como combinado, na casa de uma amigo meu, que estava de viagem e deixou a chave para eu tomar conta. Ao entrar na casa, sabendo que nosso tempo era curto, aquela mulher baixinha, com jeito acanhado, se transformou, tirou logo a roupa e veio para cima de mim, puxou minha pica para fora e fez a chupeta mais gostosa que ja me fizeram. Quando consegui finalmente tirar o resto da minha roupa, fui por cima e, com jeitinho, fui enfiando em sua xana. Ela entao começou a gritar e a chorar, fiquei até com medo dos vizinhos chamarem a policia. Mas quando tentei parar, ela implorou para que continuasse, que estava bom demais, que fazia muito tempo que nao tinha tanto prazer, que o corno do marido dela nunca soube foder de verdade. Fui então aumentando o ritmo enquanto dona Marcia ia aumentando os gritos, até que não aguentei e inundei a xana dela com meu líquido quente e espesso. Como já estava na hora, paramos por ali, mas com a promessa de repetir tão logo a oportunidade surgisse. Dias depois, Pedro, seu marido, resolveu sair por uns dias para pescar, o que normalmente deixa dona Marcia irritada, mas desta vez parecia até satisfeita. Naquela noite, depois de fechar as contas das entregas do dia, fiquei enrolando enquanto os outros funcionarios iam tomando rumo, entramos então no caminhão e começamos a nos beijar. Ela disse que o cheiro de suor daquela cabine estava deixando-a mais tesuda, e sem esperar mais nada, praticamente ela me estuprou, veio por cima, cavalgou minha pica sem descanso até extrair dele a última gota de porra. Não satisfeita, me fez prometer voltar de madrugada, perto da meia noite, para nos amarmos no quarto deles. Foi naquela noite que ela me ofereceu seu cuzinho, que eu comi com maestria, sempre com bastante carinho. Ela gemia e dizia que seu corno nunca comeu direito seu cú, que gozava rapido demais e sá deixava dor, sem prazer.



Com o tempo, fui me afeiçando por aquela mulher, e acho que ela a mim, mas por algum motivo ela resolveu terminar e me mandou embora, pelo menos com uma boa quantia de bonificação que eu entendi que era minha recompensa para ficar quieto e longe da vida dela. Como a respeito muito, nunca mais a procurei, mas se ela precisar de um ombro ou uma pica, largo o que estiver fazendo pra ir encontrá-la.



Ass. Macuxi.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico o motorista me comeu e meu marido nao viucontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadevideo de branquinho magrinho dando o rabinho a forçaconto erotico descobri que minha esposa e exibicionistaconto erotico a mae do meu amigo na cozinhachantagiei minha filha casada conto eroticogozaram em minha boca durante a viagemContos erotico orgia no meu cucontos eróticos [email protected]chupei o grelo da minha amante contos eroticoscuzinho da zildacontos meu irmão e eu betinha vendo Km zoofilia lulu meu amante secretorelatos erotico sogro na praiavidio muher trasa com homen com pido pequenoContos De maridos q empresto a esposacontos arrombei minha mae com mega rolaoContos comi a mulher de amigo bebadairmãozinhos safadinhos fazebdo safadesaque cunhadamulheres aguachadas com as pernas abertas so de calcinha fotosConto comendo a gorda casadacontos eróticos mostra essa rola filhoAmante de coxas grossa e bundao contosconto erótico casada arrependida na noite de carnavalcontos eroticos cu virgemcomi minha mae no caminhão do meu pai contos incestoscontos de mulheres casadas com travesti na camacontos eróticos de incesto acordei e meu irmão estava em cima de mimela me endinou a roçar grelo com gtelo/contoFotos de gostosas de vestidinho colado dirigindo carroconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorvideos porno meu professor taradao me de uma caronacaravda pica imenca rasgando bucetacontos minha sogra safada chupando meu pau escondido do meu sogro e dando o cucontos eróticosde lésbicasconto erotico mulher infiel e marido atentocontos sexo inversaocontos gay 3 mendigoscontos eroticos cunhadaxvidiominha pica é maio doque a do seu maridovisinhalesbicacomendo a japonesa contos eroticoscontos eroticos enfermeira saco peito grandeMendigo chupou meus peitosContos eróticos teens gays chupando o filhinh da minha amigacontos eroticos a gostosa da jussaraContos eroticoseus.filhostravesti vizinha surpresa contos eróticossempre que saio com uma mulher levo a calcinha dela de lembrança contos eroticosConto minha mulher na obra sem calcinhaconto de sexo um garoto ficava esperado uma coroa passa na rua eu fico de pica duraeu adorei gozar no rabo da minha sogra e ela esta visiada em dar o cuandreia baixinha tranzando e tamiriscontos inocentes tapascontos eroticos esfreguei um bundão gostosocontos eroticos comi minha irmaconto gay macho arroganteDesenho porno pai bota filhar pra domir i fode ela todinharContos filha de 7 com papaicontos eróticos gay eu e mais um amigo brincamos com novinhoAsgostosa nudismovoyeur de esposa conto eroticoconto eróticos do sobrinho do meu maridocontos dei o cu e saiu merdaContos eróticos minha gata fode com todoscontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamcomentário de. mulher que ja deu a buceta pro entregador de bebidaa crente e a zoofilia_contoscomo se comportar na primeira transa com colega de trabalho chupando rola ate goza e dando a bucetacontos eroticosmeu sobrinho gordinho e gay tetudov¨ªdeo porno lambendo o saco do cara?contoseroticos primo hetero comeu o primo gayhomem chupando bucetinha para o pasteleiro escondidocontos eróticos da secretária cadela de coleira do patrãohomen em purra seus ovos no cu de brunacontos-meu cuzinho contraindo no teu paucontos eróticos para ler a sograconto erotico vendedor.de.mandiocacontos de encoxadasMae nao aquenta todo pau do filho no cu apertadoContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscominha tia perguntou se eu tava de pau duro - contos eroticosbeijo no umbigo contosconto real espiando no buraco casal sexo chacaracontos weroticos comi minha sobrinha novinha de calcinha de rendaConto comeram a nossas esposascontos eróticos em cima do carroEliana vai almoçar com Maísa fode fode vai fode fode fode meu c*rola na madrinha/conto