Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BAILE FUNK

O baile Funk

Tenho 28 anos, não sou a típica cachorra, mas gosto de discretamente aprontar. Sempre fui muito cuidadosa, afinal sou casada há sete anos e tenho uma filha.

Meu marido é carioca e eu paulista, tudo aconteceu quando fomos a visitar seus Pais no Rio.

Sempre escutei falar de bailes funk, mas nunca tive oportunidade de ir, até que fui convidada por a prima de meu marido, marcamos a hora e fomos, mas antes perguntei se queria ir ao meu marido que disse que não, que preferia ficar com seu país em casa.

Arrumei-me e fomos buscar uma amiga de Paula (prima de meu marido). Chegamos à casa de Paula foi tal de trocar de roupa e eu curiosa pergunto o porquê de trocar de roupa de novo.

Não era muito difícil entender o porquê, a roupa agora longe de papai e mamãe era, mas ousadas, saias mas curtas, shortinho bem colado. Aproveitando coloquei um vestidinho negro que estava ai sobrando.

Agora estava uma cachorra, já percebia olhares percorrendo meu corpo, resultado por meu enorme decote, isso tudo já deixava molhada.

Moleques sarados se esfregavam para dançar, meu libido a cada hora aumentava mas já estava como louca na pista.

Para refrescar e aliviar a tensão ou tesao, fui ao banheiro, achei meio estranho um monte de machos parados na porta, parecia um corredor polonês. Quando passei, as passadas de mao foram certas, era mao por todos por todo meu corpo, os dedos suados desses safados se metiam em minhas intimidades e pouco conseguia fazer para me defender. Trate de passar o mas rápido para o banheiro. Que alivio...

Ajeitei neu vestido meu cabelo e percebi que todas as garotas que passavam nesse corredor de polonês gostavam da brincadeira e chegavam todas contentes no banheiro contando o que passo,algumas inclusive tirava a calcinha para passar outra vez pelo corredor.

Empolgadas e com muito tesao fiz o mesmo, tirei minha calcinha, fiz um ar de gostosa e voltei para o pancadao. Sá que dessa vez passei bem de vagarinho. Senti mas uma vez os dedos na minha buceta encharcada, senti os dedos buscarem lugares que eu mesmo não tocava. Que delicia ser invadida dessa maneira, por alguns segundos eu já estava perto de um orgasmo, minha saia levantando mostrava minha buceta pelada para todos.

Voltei para o palco e dancei muito já que minha vergonha tinha ficado muito longe daquele lugar. O problema agora era chegar a casa e explicar onde tinha perdido a minha calcinha. Mais isso meu marido corninho entendí e nao liga.





Beijos para todos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gay fudendo com o desconhecido no terreno baldioo pito da minha sobrinha e o cu da cunhada contosContos eroticos tetas roxascontoseroticosdecalcinhaconto erotico minha pequena tesudacontos eroticos esfregando devagarinho o pau por trascontos eroticos jingridconto eróticos extremosContos eróticos seduçãoconto gay cu de sobrinhoConto ui ui ta gozando filhacontos eroticos de rafinha do mercadoconto incesto de tanto pai insistir depois de muito tempo filha deixa pai metermorena de seios gigantes e cintura fina fundendo com um homemcontos eroticos com pescadorempregada fodida na marra.contoso amigo hetero me dominouencoxada bem arroxadasou puto e dei meu cugostosas de saiascurtinhas de perna pra cimacontos eroticos de homens casadosme fez de puta e me estrupkme foderam muito cedo contoseroticosescravo da esposa e da sogra - conto eroticocontos eroticos a novinha jogando sinuca no bar de sainha com os paisdepois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?fui fumar maconha e acabei dando o cu pro maconheiro conto gayiniciei ainda novinha no lesbianismo - contos reaistomates conto heteroContos: namorada safadacontos eroticos primeira transa sadomasoquista quando meu dono me deixou presacontos de mãe fudendo a filha ninfetacontos eróticos de bebados e drogados gayschantageada e humilhada pela empregada negraconto erotico ele me encoxou no onibussexo no arpoador conto eroticohomem sendo estrupado en oficinaconto erotico me mastubrando com t cenouraeu e minha sogra coroa conto eroticogay negro bebado sente pora escorrendo no cucache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html estou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contoscarro empuramdo estaca no cu da branqui.ha quostosaConto de puta presa e estuprada diariamente por muitos machosmadrinha safada contosCercada por varios contos eroticoswww.contos eroticos de tias soteironas com sobrinhos.com2paus nu mesmu buracumeu,vizinho mais velho me lambeuconto erotico sogro na piscinajogo de carta em aposta conto incestoporra minha secretária tem a bunda deliciacontos carona q virei cornoconto desde pequena participo de orgias com minha familiaarranquei o cabacinho de 11 aninhos contoscontos eróticos mamãe titia e meu primocontos sobrinha veio cuidar da sogracontos eróticos fode ai rebola vadia isso abre isso aí que pau grandeconto erotico mae negra coroa dando cucontos mulher infiel marido atento incestocolo do velho. contoContos eroticos dinheirocontos eroticos enganada e oferecida pelo maridocontos camioneiro pau muito grossocadela piscando em uma metendo picacontos de incesto filho fode a maeconto erotico mae negra coroa dando cuDei o cuzinho quando já era coroa contos eróticoscontos eroticos gay fui buscar uma pipa em uma construçao e os karas me comeramdesejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividasenteada nua contoscasa dos contos eróticos camila a namorada gostosa do cunhadoDei meu cuzinho- conto ii relatoscontos eroticos com a tia