Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENRABADO PELAS TRAVESTIS DE FLORIANOPOLIS

Moro no RJ e sempre viajo a trabalho. Vou contar o q aconteceu comigo em uma viagem para Florianápolis, onde conheci duas travestis maravilhosas.

Tenho tara por mulher, mas uma boneca me tira do sério. Sempre viajo a trabalho para varias cidades. Já fui pra SP, BH, Vitária, Recife, Campinas, Curitiba, P. Alegre e em todas elas dava um jeito e pegava uma boneca local. Iria para Floripa na primeira semana de outubro, mas como estava com uma grana extra resolvi viajar na sexta dia 02 para aproveitar melhor. Na sexta não fiz nada, no sábado de manhã já tinha um futebolzinho com o pessoal da empresa. Acordei e fui pro clube, cheguei, reencontrei o pessoal e começamos a jogar. Depois do jogo como de costume churrasco e cerveja. Bebemos até umas 19hs, estava bem alto e fui tomar um banho pra ver se melhorava, quando bebo fico com uma excitação a mais, no meio do banho comecei a passar sabão no cu e não demorou pra dois dedos entrarem. Me punhetava com uma mão e com a outra dedilhava o cú. Estava quase gozando quando alguém entrou no banheiro e tive que parar pois as laterais do box eram meio transparentes. Fiquei com um puta tesão mas tive q sair. Peguei uma carona e fui pro hotel como já tinha dado uma pesquisada na internet em sites de travestis, sabia onde elas ficavam. Umas 22:00hs sai e fui dar uma volta. Meu hotel não era muito longe e ficou fácil de encontrar. Cheguei na avenida e dei uma primeira volta a pé. Realmente eram muitas bonecas. Algumas passavam por mulher mole-mole. Parei em um barzinho pra apreciar com calma. Foi ai que começou minha aventura. Entrou uma boneca linda, corpo bem feito, cabelo loiro, estava vestida bem discreta. Foi ao banheiro, fiquei secando e ela percebeu. Me posicionei na porta pra tentar alguma coisa na saída. Quando ela saiu do bar fiquei acompanhando e ela deu uma olhada pra trás. Pensei é a senha, fui atrás e ela se virou novamente parando práximo a uma banca de jornal. Cheguei perto e nos apresentamos, seu nome era Joyce, perguntou de qual cidade eu era pois o sotaque não era dali. Disse que era do RJ e ela ficou empolgada, dizendo q os cariocas são bem safados. Rolou uma química legal e em pouco tempo já estávamos nos beijando, ela tinha uma boca doce e um hálito gostoso. Ela apertou meu pau por cima da calça e disse q queria senti-lo na boca. Fomos pra um hotelzinho práximo e no quarto a coisa esquentou de vez. Ela se ajoelhou na minha frente e começou um boquete molhado e quente. Enquanto me mamava ia tirando minha roupa até eu ficar totalmente pelado. Ela olhou pra mim e perguntou se eu conseguiria fazer o mesmo com ela. Sem pensar muito me ajoelhei na frente dela e fiz o mesmo ritual. Sua pica não era grande e nem muito grossa, mas era perfeita pra mamar, em pouco tempo ela já estava pelada e eu continuei mamando. Ela segurava minha cabeça e socava rola na minha boca. Ela me puxou pra cima da cama e ficou por cima de mim, como se fossemos namorados. Ela se virou e começamos um 69. Não aguentando mais pedi pra come-la. Botei a camisinha e soquei nela de 4. Foi rápido e em pouco tempo gozava. Ela disse que queria gozar, deu uma olhada no relágio e falou q poderíamos dar outra. Disse q estava um pouco cansado e que ficaria pra práxima. Ela começou a se punhetar, eu pra não deixá-la na mão, fui mamar seus peitos. Ela acelerou a punheta e gozou em cima da barriga, passei a mão na porra dela e espalhei pelo sua barriga e peitos. Fomos tomar um banho juntos e ela tentou enfiar o dedo no meu cu, mas disse q não daria, pois como tinha vindo direto de um churrasco, poderia acontecer alguma surpresa. Ela deu uma risada e fomos embora. Saímos juntos do hotel e fomos conversando banalidades. Paramos em uma carrocinha de cachorro quente e lanchamos. Falei que ficaria na cidade naquela semana. Ela gostou e disse que poderíamos nos ver outros dias, disse que alguns dias sim, mas todos não pois ia ficar muito caro. Naquele programa gastei 60,00 dela mais 30,00 do hotel. Se fosse sair com ela todo dia gastaria uns 600,00. Ela disse pra eu aparecer antes de ir embora pois tinha gostado muito da transa. Sabia que ela queria era dinheiro e tentaria me arrancar algum de qualquer jeito. Nos despedimos e fui pro hotel.



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos cunhadadormindo ao lado conto eróticominha irma só de calcinhavideos para deixar o namoradoexitadomeu primo me comeu no churrasai que lambida contoscontos eroticos filha so.de calcimconto garoto humilhado peladoconto gay "agradece" machocontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimcontos de no dedinho do padrinhoTodos adorao meu cuzinho contos eróticosna viajem de trabalho a mulher transa com o chefe e gostou contocontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimcontos sogra punhetavolume na calça encoxadafodiesposaeu confesso meu sobrinho me comeuGoiânia conto vigia da obra gay cudona Florinda abrindo pernas mostrando calcinha pornele era um lindo anjocontos eróticos longos viagemsobrinho dopa sua tia historia eroticaOsdesenho fam fudendo com tudocontos eroticos fodendo a mulher do pintorcontos eróticos chupa querido aiiii chupa a bucetacontos chupei o cu do cachorrocontos eróticos de manicures safadasContos eróticos dei pra todos os homens da famíliacontos.casado curte travestipapai tirou do meu cu quis por na minha bocacontos eróticos minha esposa e os dois n***** africanoshistorias de meninas que se masturbaram enfiando cenouras no cu e na checacontos eroticos com mae e tia dando cufilho tadoendo tira docu contos eroticosContos erotico nora na piscina com biquini minusculo mostrando os pentelhoscondos erodicos vizinho lindovoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos gay aprendi pra que serve minha bundaEla era hemafrodita e eu fiquei louca..contos..voyeur de esposa conto eroticocontos eroticod de gordinhas q gosta de dar o cucontos eroticos querendo uma rapidinhacontos heroticos - brincando de pique escondecontos eroticos reais minha cunhada me seduziu e eu comiContos eróticos mae do meu amigoContos porno com o papaicontos eroticos cdzinha quando era menino me vesti de menina e marquei pra dar eu queria ser meninaminha vizinha poliana muito gostosa contossou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contosconto casada engravidou de outrocontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandroseu e minha mae drogados contos eroticosporno aniverssrio do sobrinho a tia fudet com eleconto travesti me enganouesposa bebada na fudelancia na ilha contoconto erotico eu e minha esposa ficamos hospedado na casa dos nossos amigo negroela engolia meu pau e colocava o dedo no meu cuum conto gozando no motelcomi minha madrinha na casa dela contoscontos eroticos adoro ver uma travesti jemendo na miha picaeu quero história comendo a minha vizinha e ela nem dá bolacontos er deixa que levoA mulher do meu amigo gemeu baixinho na minha vara pra ele não ouvircontos eroticos sogra mijonanovinha de calcinha fudendo com velho contoscontos inocênciaconto erotico flagra filhapono vitgen nãoa aguentiu epediu p paramcontos minha filha viciada em porracontos sexo minhas meninas do sitiocontos gay cuzinho frouxocontoseroticos paguei para estruparem minha mulherestoria de cantos erotico minha tia sentou no meu colo dentro do ônibus na viagemcontos eroticos na praiacontos padrasto e enteadacontos eroticos na igrejaRebola no pau do papai contocunhada deu para o cunhado gordinhoconto erótica- meus amigos fuderam minha noivameu pai fudeu meu cu na marra conto eroticocontos de esposas e tioscontos eroticos prima 32nosconto gay fudeu e filmousurra vaginal amordaçada contocomo fazer uma baixinha gosarcontos travesti e mulher casada juntas dando o cu pra homem e o cãocontos deixando por no cúporno contos minha noiva e meu paivideo porno apostou e comeu a palmeirensechantagem zofilia e insesto conto eroticocontos esposa e visinha dando o cu juntas pro cão