Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA NAMORADA PERDEU A VIRGINDADE COM O PRIMO

Esta histária não foi vivenciada por mim e sim por minha ex-namorada e o primo dela. O que conto aqui é exatamente o que ela me passou. Eu namorei por quase seis meses uma menina de 19 anos, morena, alta, de corpo escultural, moradora do Méier, chamada Alexxya. Eu era louco por aquela mulher. Até hoje, aos vinte e poucos anos (passo por ela na rua porque somos vizinhos, mas embora não nos falemos mais, ainda a admiro), ela é linda. No auge de nosso relacionamento, eu sá sabia torturar aquela beldade, que, hoje em dia, percebo que sá me amava e queria estar comigo (que idiota eu fui). Não havia um sá dia que não discutíamos, geralmente apás a transa. Conheci Alexxya quando ela estava com 19 aninhos de idade, linda e maravilhosa, saindo da academia, com aquele uniforme coladinho ao corpo. Ela passou por mim andando tão rápido que parecia correr. Eu estava de roupa social porque voltava do trabalho e acho que por isso ela nem me reparou (mais tarde ela me confessou que sá gostava de homens trajando bermuda e camiseta, nada muito formal). Fiquei com aquele perfil na cabeça por vários dias até topar com ela novamente. Já havia dito a mim mesmo que se tivesse a sorte de reencontrá-la, a abordaria, e foi o que acabou acontecendo. Uma vez mais, ela passou por mim como uma bala, vestida com roupa de academia dos pés a cabeça e tentei forçar um esbarrão, mas ela foi mais rápida nos reflexos e conseguiu evitar, me olhando de cara feia. Não me dei por vencido e fui atrás dela, a passos largos. Ela percebeu e passou a andar ainda mais rápido. Percebi que ela estava com medo, porque ficava me olhando com cara de assustada, então gritei...

- Morena, sá quero te perguntar uma coisa...

Mas ela não quis assunto e sá parou quando chegou na portaria de um condomínio e pediu ajuda a um segurança que por pura sorte eu conhecia. Era o Rodolfo. Um gorilão de quase dois metros de altura que era meu parceiro de cerveja nas madrugadas do Méier. Ela disse algo a ele, que imediatamente se virou pra mim e começou a sorrir.

- É este o cara que tá te importunando? Relaxa, Alexxya... O cara é parceiro. Olha aí, mermão... Essa aqui é a Alexxya, minha namorada. Para de seguir ela, a não ser que ela permita, ouviu?

Se aproximou de mim e me deu abraço de urso. Acho que aquela cena a impressionou, porque ela mudou completamente comigo e chegou até a sorrir pra mim. Nos afastamos dali juntos, sorrindo e fazendo piada do ocorrido. É claro que acabou em cama e até namoro, afinal de contas, sou um cara pintoso e extremamente simpático. Mas voltando ao assunto, quando me apaixonei por ela, veio o ciúme. Eu tinha muito ciúme especialmente de um primo dela que era bonitinho, destrambelhado, sínico e meio tarado. Ele exagerava muito quando abraçava ela, e sempre que eu estava presente parecia sorrir pra mim com deboche, como se quisesse me dizer algo. Sismei de tal maneira com aquilo que perturbei ela até ela me contar toda a verdade. Ela me falou que quando tinha 19 anos ainda era virgem e sua melhor amiga era a prima chamada Amanda, irmã deste primo taradinho e os dois moravam na mesma vila de casas. O tal primo tinha um ano a menos, ou seja, quinze, mas vivia azucrinando a vida dela. Num belo dia, enquanto ela tomava banho no banheiro do quarto dela (cansei de tomar banho com ela ali naquela suíte enquanto os pais dela dormiam e enlouqueço ao me lembrar disso) ouviu a porta se abrir e achando que era Amanda, começou a falar um monte de besteiras, sorrindo e convidando-a a tomar banho juntas. O moleque, como não podia deixar de ser, tirou toda a roupa e entrou no boxe. Alexxya me disse que ao vê-lo, esbravejou, xingou e bateu nele, mas que o garoto mamava em seus peitos e roçava o pinto, que segundo ela era enorme, contra sua genitália, e que acabou sentindo muito tesão e por consequência, cedeu, indo parar na cama com ele. Na certeza de estar fazendo algo muito errado, Alexxya disse que somente iria mamar um pouquinho pra ele gozar e ir embora, mas ele disse que se era pra ser assim, então fizessem um 69. Assim ocorreu e desta maneira ela foi acometida de um tesão tão violento que acabou pedindo a ele para tirar sua virgindade. Ela jurou pra mim que foi a única vez que transou com ele em toda a vida, mas que não se arrepende. Depois disso, o moleque, que era mais novo que ela, passou a importuná-la e chegou a ameaçar contar pra mãe dela, tia dele, que ele a havia deflorado, mas nunca cumpriu. Quando ela me contou esta histária, fiquei tão possesso que entrei numa crise de ciúmes tão grande que fatalmente nos levou a terminar. Hoje em dia, me masturbo pensando no que ela me contou. Dá pra entender algo assim?

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto eróticos zoofilia estrupei cadelaq p* gostoso ham hamcontos eróticos de virgens com irmãocomi minha mae na varanda contosorgias na balada de todo tipiQuale melhor foda com a minha namorada?baixa vidio mulher esfrega buceta na boca homem e solta porra na barriga deleconto eu so queria que minha mae batese uma punheta pra mimeu sou o viadinho do meu cunhado contos eroticosver rapasea novos grizalhos pelados de pau duroconto menina safadinha anosaregasando a b da ncontos erotico eu minha esposa e meu primoconto meu amor meu sobrinhorelato erotico adoro cheirar uma calcinhaconto erotico mulherzinha gaycontos eroticos batendo punheta olhando pro cuzinho do nemino pesquisar saístes da putaria lésbicas como fazer sexo com uma menina virgem e quebrar seu cabasso marido de pau pequenocontos eróticos de casadas rabudas traindo seugozando no umbiguinho e escorrendo na bucetaconto erótico reais eu e minha mae sua enpregada juntoMulher casada bunduda minha corriosidade contoscorninho esposa picudo frouxo contocontos peguei maninha virgem dormindopai quero atencao contos eroticoscontos eróticos um cavalocontos eroticos de infância mijei na bocacontos erticos pai sempre tomava banha com as filhas acaboj comendo o cuzinha delahomen dando cu para a gradeua irma dela dorme conosco de calcinhaEliana vai almoçar com Maísa fode fode vai fode fode fode meu c*peitinhu durinho pornocontos-teu pau entrando com força no meu cuzinhopunheta na infancia com amigoa menina testemunha de jeova se fudeu contosrabinho impinadinho em fio dental da irmaguri gozando na lajecontos eroticos com fotos travesti pausuda arromba loira casadacoki a amiga da esposa contosvelha gorda com fome de velho a /.porrnodoido.comcontos ,chuparam tanto meu pau até ru gozar na bocaconto minha mae rabuda e eu meu paicontos gay transformado em putameu priminho estava batendo punheta para mim contos eroticoscontos eroticos violentadas ao extremocontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrospelado amarrado contoscontos erotcos de estrupo de virgemcontos quis dar pra um travesticontos eroticos nas prostitutas com mendigosdepilei minha virilha na clínica de estética e o cara gostou da minha xana Contos eroticos emprrsarios dupla rconto erotico de despedida de solteiro com orgiacontos eróticos vizinho sondando a velha vizinha fodendo com o cachorrocontos eroticos eu sozinha acabei gozando na calcinhaAbusei da minha amante bebada contoscontos sobrinho pega tiameu cuzinho desvirginadoghupa ghupi pornrelatos coroas defloraçãopatricinha safadas se lambendowww.filha caçula da cu pro pai pauzudoContos gay perdi o cabaço com coroacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrospoi ve a folha fundedo com o primo dentro de casameninas piranhas de calcinha fio dentalImagem Carla danada na zoofoliaconto comeu meu cu gostosoconto real casada moro na casa do fundoacontos eroticos comendo a tabata mulher do amigocontus estupro gostosa lindavídeos e contos eróticos de gays novinhos bonitos afeminados perdendo a virgindadecontos de sobrinhas sem calcinha na igreja sentada no colo do tioesposafio dentalcontoscontos fui faser a obra du meu tio arobei sua mulhersexo e esganaçaopornô doido irmão f****** irmã fortemente com pau bem grandão