Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA IRMÃ E O LULU

O desejo vem sempre por caminhos imprevisíveis. Vendo minha irmãzinha brincar com o seu lulu um vira lata de 2 anos de idade notei que de vez em quando ele procurava fuçar embaixo de sua saia; ela discretamente pegava a sua cabeça e a retirava daquele lugar imprápio. nada demais se em uma dessas investidas de lulu eu não tivesse escutado marcinha, este é o nome da minha irmã, dizer baixinho ao seu atrevido cãozinho. - agora não querido. Aquilo me atingiu como um raio ; fiquei a imaginar o que se passaria com aqules dois quando estivessem a sás. Marcinha é uma menina que está despertando para as coisas eráticas mas nunca imaginei que o seu lulu compartilhasse com ela desses prazeres. Para ver até que ponto a sua inocencia se encontrava procurei dissimuladamente me aproximar dela naquela tarde de domingo com todos os familiares meio sonado. A oprtunidade veio apás o almoço quando foi instaurado uma sessão de cinema e a maioria dos adultosfoi tirar uma soneca e eu me vi sentado ao lado de marcinha para ver um filme da sesão da tarde. EL gosta que nás cocemos a sua cabeça, foi o que despretenciosamente, eu comecei a fazer, por conta disso ela encostou a sua cabeça no meu peito para curtir aquele prazer inocente. Tenho que dizer que tenho um tesão danado quando me tocam nos meus mamilos eles ficam logo bem durinhos e imediatamente meu pau fica duro que nem pedra. Apos alguns minutos pedi á marcinha que coçasse o meu peito pois a minha mão já estava ocupada coçando a cabeça dela. Com toda a naturalidade ela introduziu sua pequena mão no meu peito e começou a coçar delicadamente quando ela tocou em um dos meus mamilos acontteceu o que eu esperava ele ficou durinho. O que aconteceu a seguir deu-me uma pista de como andava a minha irmãzinha na trilha do erotismo . Ela continuou coçando o meu peito abandonou aqule mamilo e foi acariciar o outro que por sua vez já estava de prontidão durinho esperando o carinho ; A partir deste momento ela parou de coçar o meu peito e passou a bolinar os meus mamilos com o seu dedo indicador paletava ritmicamente e depois rodeava apertando suavemente para daí começar outra vez, no outro mamilo. Ali eu percebi que ela estava a mil nas coisas do sexo. Resolvi blefar com ela para encurtar a nossa conversa e disse-lhe; Marcinha outro dia eu vi voce e o lulu fazendo uma coisa lã no seu quarto. Ao ouvir isso ela paralisou a mão que estava me boinando e não disse nada ficou ali parada esperando o resto do que eu ia dizer. Cntinuei, não tenha medo não sua boba não vou dizer pra ninguem ok. Eu sá quero que voce faça comigo o que voce faz com ele tá. Ela balançou a cabeça dizendo que sim . Então ela começou a alisar a minha barriga com movimentos concentricos e começou a massagear os meus pentelhos e delicadamente segurou o meu pau. Naquelas alturas eu já estava louco de tesão . O filme já estava acabando então eu falei para ela chame o lulu e vamos brincar com ele lá no seu quarto. Daí ´a minutos quando eu cheguei no quarto de marcinha o lulu estava lambendo a sua perna e ela sentada fingia ler uma revista; lulu como uma foca amestradda ao me ver entrar no quarto começou a lamber embaixo da saia da minha irmã, lentamente ela começou a acariciar a cabeça do se u cãozinho e foi abrindo as pernas para facilitar o seu acesso á sua xaninha; foi sá então que eu reparei que ela estava sem calcinha e o lulu como bom conhecedor do seu oficio já estava lambendo avidamente aquela bucetinha quase sem pelo que por causa de suas vigorosas lambidas já estavam super encharcadas.Enquanto o lulu a lambia ela começou a se tocar nos pequenos seios depois de um instante ela se ajoelhou aos pes da cama ainda fingindo ler aquela revista lulu como bom parcero já sabia o seu papel . Foi atrás dela e deu cntinuidade a lambição, agora com mais sofreguidão, lambia-lhe as pernas e logo em seguida subia em direção as suas cxas e num golpe sá lambia a sua xoxota e seu cuzinho. Não preciso dizer que suas pernas estavam para lá de abertas prontas para o ato final qu se concretizou quando lulu trepou em marcinha e se engatou naquela mulherzinha, digo, cadelinha e num vuco vuco alucinante fiquei ali batendo uma punheta enquanto o viralata comia minha irmã. A partir daquele dia passamos a ser um trio a fazer mil loucuras, mas isso é assunto para outros relatos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


madrinhas branca da bunda empinadacontos eroticos gay meu tio de dezessete anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anosmete essa picona do cu do meu maridinhocontos eroticos primo da esposaMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticocontos incesto buceta rapadinha cheia de tezaocontos eróticos sobre irmã bucetudacontos menage inesperadocontos coroas as quetascontos de encoxadas reais porto alegrecontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhocontos gays teen dando o rabocontos eroticos garotinha dormindo no colo do padrinho de pijaminhaCONTO EROTICO GAY FUDIDO NO EXERCITO PELO DOTADOconto gay acordado pelo dotadocontos eroticos gays meninos cuidando do amigo bebadoestrupei o cú da minha mÃeporno home gozando forddecontos eroticos porno gay mijo amarelovizinha trai marido com cunhadinho contossexo e esganaçaoconto os peitos bicudos de maecontos forçada a virar cadelaaulas de natacao quadradinho eróticoLevou susto más gostou porno empregadaComtos casadas fodidas na rua por camionistasCunhada bunda site cellcriando uma putinha contosvirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gayque cunhadaContos eroticos travesti inicianteMulheres peladas com a boceta toda regasada aberta saindo puiscoroa louraca enxuta bocetao inchada inchadatravesti.coza.com os.dedos no seu cucontos eroticos a camareira do hotel me encontrou de pau duro no quartocontos de no dedinho do padrinhoContos gays vestido de mulher a noite na borrachariacontos eroticos enfermeiracontos comi a internadacachoro da familia gozando detro da buseta da mulheminha chefe japinha contoscontos de uma coroa safadaConto comeu minha esposa e eu não percebicontos erótico arrependimentos e chorandocontos eroticos meu sogro me pegou a forçacontos eroticos namorada brava e virgemConto de puta presa e estuprada diariamente por muitos machosconto no cuzinho da Madameconto eroticogay flagrado comendo cavalop****** grandes e grossas f****** o c****** os apertados contos eróticos gayscontos eroticos mamo nele até dormirContos virei a puta dos oito negros picudosgreludinha minha menina chupei ate virar um piruzinho contos de incestocontos eróticos com senhor de idade com rapazContos eroticos pegando carona e sendo enrabada gostosoconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos eroticos dando para um caocontos eroticos deliciacontos eroticos fui fodida feito puta e chingada de cadela vadia pelo meu tiomotoboy gay contocontos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiaincesto . garimpeirosTia de xana peluda e sobrinho metendo conto eroticocontos eeroticos peguei minha sogra no flagracontos palmadas empregadacontos eróticos recem casada brincou com quem não deviacontos ela gozou no meu dedo no metrôcontos eroticos ousados com muita excitacaoprimeira vez em fraldas tesãocontos gays mamando no mamilocontos se caga na pica e gostacontos eroticos padresMeu penis mede 17 cm e grandeconto erotico gay viciei na porracontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamcontos eroticos fudendo a mae travestiContos comi o garotinhomeu cu ficou rasgado e sangrando contosboqueteira gaucha contonovinha do Recife masturbando assim tão pequeninaContos mulher coloca silicone no peito e marido vira cornocontos horoticos verdadeiras pelotascontos eroticos minha baba dormindo  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  video de homem gosano na boca de outro hom video gay caseirosobrinha teen durmindo de shortinho curto e tio taradao nao resistecontos sobrinha casadacontos eroticos gay o pastorfui atraida pelo negao e ababei dando pra elecontos estava louco pra dar o cu acabei dandocontos eroticos minha comadre me chamou pra consertar o chuveiro e comi elaPorno conto filha mama pai desde pequenacontos eroticos familia unidacomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhoscontos de mecânicos casadoscontos d zoof de ferias na fazenda com meu maridotiraram a roupa da esposa contovidios dos bucetao mais carnudo e enchados nuscontos eroticos de incesto entadas de calcinhaconto erotico mamando peito com chantilly