Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

INGRID ME COMEU

Por motivos ábvios não revelarei meu nome, mas posso afirmar que sou militar e como tal tenho um bom porte físico, pele morena e uma bunda farta.Desde pequeno sempre tive interesse por um bom cu, tanto por penetrar quando por ser penetrado. Entretanto como me qualificava como hétero jamais me interessei por saciar este meu desejo com um rapaz; a idéia de ter um homem me penetrando não me parecia animadora.

Numa destas boates da vida encontrei Ingrid, uma bela loira com seios fartos e uma bunda deliciosamente rígida que logo despertou minha volúpia. O jeito como ela rebolava e olhava para mim me deixava febril; não tardou a oportunidade de nos conhecermos melhor e logo estávamos em um quarto de motel.

Confesso que Ingrid não se fez de lograda, antes de rumarmos ao motel ela revelou sua condição como travesti; mas em meu estado de desejo não pude conter a vontade por devorar aquela bundinha. Pobre de mim! Acreditei mesmo que aquela loira fantástica seria passiva....

Em meio a caricias, Ingrid começou um delicioso boquete enquanto enfiada gentilmente o dedo no meu cú; confesso que comecei a suspeitar daquele gesto, mas como poderia evitar o tesão? Logo estava de quatro para ela empinando minha bunda como uma cadela enquanto ela cuspia e enfiava o dedo no meu rego. A sensação do meu cu alargando; o medo e o prazer de saber que era passivo pela primeira vez me fazia delirar... Eu olhava nervosamente para trás vendo os olhos desejosos daquela loira deliciosa que ansiava o momento certo de comer meu cu. Ela colocava calmamente a cabeça da piroca em meu rabo para logo depois retirar e chupar um pouco mais deixando meu buraquinho cada vez mais largo e pronto para o prazer.

Eu já estava implorando para ela parar, tinha medo de ser gay, quando a loira inseriu tudo no meu rabo; senti imensa agonia e uma vontade louca de fugir de perto dela, mas a esta altura eu já não era dono de mim. Ingrid urrava enquanto movia seu quadril poderoso algumas vezes batendo com tanta força que seus testículos chocavam com os meus causando certo incomodo. Meu cu parecia rasgado e ferido, por mais vasilina e saliva que ela tivesse colocado, sentia como se houvesse um corte imenso no meu rabo. O mais estranho é que aquilo me dava prazer, sentir seus seios de silicone nas minhas costas, sua respiração ofegante no meu pescoço e a pressão do seu pênis esfregando em minha prástata me trouxe prazer absoluto. Eu estava me masturbando o tempo todo e já havia gozado; mas ela não parecia comovida continuando até que finalmente gritou lançando seu quadril imperdoavelmente para frente me fazendo sentir todo seu pau no meu interior e um jato de porra quente que me trouxe uma sensação estranha de prazer e repulsa; eu havia sido possuído como uma cadela de quatro por um homem em forma de mulher e, o pior de tudo, eu havia gostado.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico de casada com bunda grande com o vôvôconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdoincesto furapornotias gostosas de calcinha contocontos eroticos empregadinhas cagando no pau do prataocontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelcontos eroticos de coroas dos seios caidoscontos eroticos minha meu tio e o dono da minhaviajei e transei no onibus marido corno assumidoera menina meu primo batia punheta pra mim olharconto eles gozaram na minha mulhercontos minha filha chorou no meu paucontos de iniciação no swingsafada da internet contoiniciada como submissa contoscontos comendo o cu da sogracontos zoo velha carenteConto gay com cantoConto meu tio me fez mulher com seu pau enorme.pornô grátis boa f***.com só contos preta peituda transando com genrocontos esposas na praiaContos eroticos perdendo a virgindadeCaralhogigantedentromostrei a buceta toda babada pro papai brincarContos eroticos de mamae qContos erroticos com fotos eu e minha loirinha e um negro 32cm parte 2contoseroticoscagandocontos eroticos de sobrinho roludocontos eróticos com animais papada por um cãocontos eróticos de gay Fui Comido pelo meu colega de trabalhocontos bdsm erposas escrava submissa martacontos de heteros branco comendo bunda negravideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosohistorias de meninas safadinhas que tem casos com padrastoscomi a minha filha contos eroticosxxvideo de pica enorme socada no cu de ninfeta chorando gritandoo ai 5minesposa liberando para amigos no acampamento contocontos gorda feiaContoseroticos estuprando Vitóriadefrentezoofiliacontos eróticos casada não resistiu e traiuporno com amiga loira baixinha encorpadinhaFilha babando pau do pai contoseroticosboquete no filho contosa buceta da jega contosconto erotico sogra de calçinha fio dentalconto fudendo minha comadricontos eróticos por categoriacontos eroticos reais cornos impotentesminha irma envagelica encestogordinho cagando na vara conto eroticoscontos eróticos de bebados e drogados gayscontos minha namorada pelada meu amigoA paula faz uma massagem sensual a irma contosfiz meu marido de meu corno e meu cumpliceswing tio com sobrinhas flagrante historias contoscontos vi pau enorme cheio de veiascontos eroticos em familiacomtos arrobadacontos eroticos violentadas ao extremoMelhores contos eroticos sobre bem.dotadotravesti gritando pidido porra no seu cucontos eroticos em familiarelato ocaseiro do sitio arrombou o cu da minha esposacontos de esposas putasrelatos de casadas que treparam vom suas cunhadsscontos eróticos com velhaComtos eroticos fudendo com meu marido e nosso amigocontos de coroa com novinhofilha de diplomatas contomulher gozando a um metro de distansia e mijandocontos de sexo com novinhas dando cabacinhocontos erotico encesto femino eu cgupo minha filha desde os 2 aninhis