Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SWING - PLANEJADO E EXECUTADO 3



Conforme o conto passado, realizei o sonho da minha mulher de fazê-la, transar com outro homem e de quebra o tesão de um grande amigo pela minha mulher.



No outro dia depois do café, minha Mulher, me disse que a noite fora muito longa, minha mulher falou que eles ficaram trepando até o amanhecer e que meu amigo quando ia gozar parava, para não gozar e assim acabar logo. Ela pedira diversas vezes para ele parar e ele continuava, pois dizia que também estava realizando um sonho.



Ela gozara não sabia quantas vezes, ele falou a ela que já tinha gozado 4 vezes, seja como for, eles sá foram parar no dia amanhecendo.



Eu havia, transado com a Silvia, mulher dele, porem não tinha sido assim tão intenso. Fomos para o quarto, deitamos, transamos e logo dormimos. Já minha mulher e meu amigo ficaram a noite toda.



Deu meio dia almoçamos e meu amigo estava tão arriado, que foi dormir, disse que não aguentava nem andar e tinha que descansar, minha mulher também estava acabada, e queria apenas dormir na rede da entrada da casa.



Eu e a Silvia estávamos meio sem fazer nada, quando a Silvia me disse, vamos passear no mato, me mostre o ninho dos Bem Te Vis.



Eu sem ter o que fazer fui, e os outros dois ficaram em casa, chegamos rápido em 20 minutos lá estávamos vendo o ninho dos bem te vis, ai perguntei a Silvia, foi para ver os ninho que viemos aqui.



Ela sorriu e tirou a parte de cima da roupa, uns seios maravilhosos, comecei a apalpá-los e depois comecei a sugá-los, fazia questão de deixar marquinhas de chupadas nele.



Ali perto tinha uma torre de transmissão, a área estava desmatada e fomos para lá, deitamos e continuei a tirar o leitinho dela. Nem sei como ficamos sem roupa, mas estava já com o meu cacete todo dentro da boceta dela. Entrava e saia na boa, sem pressa, a Silvia, trançava as pernas em volta de minhas costas e me arranhava as costas com suas unhas. Não demorou muito para gozar dentro dela.



Esperamos um pouco e reiniciamos tinha um pequeno regato ali perto, fomos para lá nos limparmos e recomeçamos, ela já estava tão molhada, que usei o dedo para besuntar o cominho dela.



Fiquei enfiando um dedo até entrar tudo, ela sá ronronava, como vi, que não doía, coloquei-a na posição de deitada, a fiz empinar a bundinha para cima, mirei no buraquinho e soquei, não tive muita dificuldade para entrar, via que era uma pratica bem usual que ela se utilizava, porem quando chegou no meio parou, usei o peso do meu corpo para enterrar o resto, bateu fundo, senti minhas bolas batendo na bunda dela, que delicia, ela com a mão direita se masturbava, nem sei como conseguia, ai comecei o vai e vem, quando estava pronto para gozar ela quis sair, segurei-a firme apelas ancas e soquei tudo, ela gritou alto e eu gozei, nossa gozei tanto, que enfraqueci as pernas e cai por cima dela porem, ainda grudado nela, parecia àqueles cães com cadelas quando se grudam.



Depois de um tempo, se limpamos novamente e voltamos para casa.



Quando cheguei lá estava minha mulher no mesmo lugar, perguntei do Valmir, disse que ele se levantara, e perguntara por nás, disse que tínhamos “saído, para ver o ninho”.



Ele riu e diz que até queria transar com ela, mas não estava aguentando, pois estava com o pinto todo esfolado e sensível. Naquela noite do terceiro dia, nada rolou, pois todos estavam muito cansados.



Somente no ultimo dia, que meu amigo se arriscou a pegar minha mulher de novo, mas não conseguia, segundo minha mulher, ela foi fazer uma chupeta nele e disse que doía muito o cacete dele.



Minha mulher também reclamava, disse que meu amigo tinha o pinto maior que o meu, a machucara toda no cuzinho, que a comera diversas vezes, na frente e no cuzinho e que este ainda ardia.



Mas tínhamos combinado então desde a segunda noite, que ao dormir os casais ficariam ainda trocados, mesmo se nada rolasse.



Quando fui dormir com a Silvia, a abracei e realmente dormi, estava muito cansado e quebrado, a Silvia é fogo é destas mulheres que não cansam, pegou meu pinto e começou a chupar, ela o engolia inteiro, depois de um tempo ela sentou em cima e o cavalgou, demorou para eu gozar, mas quando o fiz ele gozou junto e dormimos. No dia seguinte, de manhã cedo fomos embora cada um no seu carro, eu na volta perguntei a minha mulher se aquela noite rolara alguma coisa, ela falou que nada, que ele apenas a encoxava, começou a chupar os peitos dela e dormiu. O meu amigo tava acabado mesmo, perguntei a ela se ela estava satisfeita, ela disse que gostou, mas que não pretendia mais fazer aquilo, foi tudo muito dolorido e depois que ela acordava achava muito estranho estar com ele na cama. Apesar de ter gostado. E mesmo sabendo que eu estava lá e consentido, ela não deixava de pensar que aquilo era uma traição bem perigosa.

E temia que o meu amigo a quisesse outras vezes, achava que a experiência tinha sido boa porem estranha, achava que um dia talvez se arrependesse, pois não queria que aquilo virasse um habito na vida nossa.





Bem seja como for isto aconteceu, chegamos em casa tomamos banho e fomos dormir, ela se abraçou bem em mim e ainda me faz carinhos no cacete, queria transar comigo, mas apenas fez uma chupeta e dormiu.



Meu amigo e a mulher deles são muito discretos, depois nos encontramos diversas vezes e não comentamos nada do acontecido, apenas um final de semana diferente.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vidios pornô com sogra e esposade uma ves so tudo doidoler contos pornos eletrecista mi comeo no hotelcontos eroticos na igrejacontos porno meus amigos colocaram dois pau no meu cuzinhoContos eroticos de novinha cega fudendoconto gay tirei o atraso do meu primocontos eróticos minha calcinha bi matocontos eróticos marido cornoContos gays me fantasiei de mulher no cine pornocontos erotico fis boauetes nos amigs de meu marido e ele nem sabeenfiaram uma bucha no cu do estupradorcadela tarada contos zoofiliavidio muher trasa com homen com pido pequenoContos Gays Fui Assediado pelo marido Gostoso Da Minha Irmâxvideo porno cavalu comedo aeguaMeu pai tava em casa comigo e com a minha esposa eu e meu pai fundemos juntos minha esposa conto eroticomulher com uma bu dando nda inmencaputa do irmao contosvídeo de bocado de mulher dançando de fio dentalContos de estupro na praiacontos eroticosmeu marido me chamou pra ver um filme porno com os amigosvi minha esposa dando mole contosmenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticoscontos er tiocontos eroticos mamo nele até dormircontos de mecânicos casadoscontos herotivo cuzinho chantagemconto do pedreirotetas da sogra contosmete mete contoconto erótico a manicure lesbicaxvidio amaciando a esposaConto eu dei buceta para um gayenteada v******** com marquinha de biquíni doidinha para dar o c* para o paicontos eroticos enfermeiranegao e o seu caralhoconto Morro de tesão por meu amigovovozinhas esfreca buceta com buceta uma na outraconto pegei minha cunhada novinha se mastrubandoas busetao.mas abertos e mas gostozas do mundo porno ater das eguasEu marido eu e um estranho na lua de mel contos eróticoscontos eróticos dopando meu sobrinho gay dormindocasada que gosta de apanhar traindo porno contoContos eroticos de policiais sacanamulheres com dhorte branquinho com cuzaocontos eróticos com senhor de idade com rapazcontos foi comer a bct escorregou e pegou no cu vijen delaConto erotico gay sr.juvenalcontos eroticos com fotos coquei fio dental e pedi rpomeu genro passar protetor em mim Peguei meu entiado masturbando com minha calcinha.conto eroticoNovinha enlouqueçeu os pedreiroscontos eróticos minha madrinha safadajogadora de pau pau de borracha na bucetinha da noracontos eróticos perdi minha virgindade com um pau grande e grossoContos filhinhas calcinhacontos eroticos marido come o cu da deficienteconto erotico meu padrato bem dortadorwww.contoseroticos eu e a minha vovócom.br/conto_4323_tudo-em-casa-real-mae-e-filho.htmltransei com meu sobrinhodando contossexo e esganaçaoeu liberei minha esposaConto com travestiContos eroticos me rasguecontos meu marido da pica pequenacontos eroticos duplamente penetradocontos de gays sendo arrombados por varias rolasconto erotico em familiacontos eroticos vovô e netinhoscontos erotico gay quando mim focaraocontos pornor cunhado picudofui comer acabei dandoPorno tentei dar meu cu depois de casado contoscontos erotico chantagiei e depilei minha sogracontodesurubaconto erotico bolinada na infanciaconto erotico enganei a bobinhagozoo na bucetaktransei com minha irma no banhocontos eroticos meu amigo negao comeu minha mulherlouca por pica.contosIncesto erotico eu com 13 anox minha madrinha me sedusiaconto cabaco xota cuQualquer coisa agreciva por sexo incesto contosamigas gostam de passar margarina no corpo nucunhada baxinha dando a buceta pro cunhado no milharalcontos minha esposa em caldad fudeu com outrofinalmente o telefone tocou conto erotico cornoenchi a cara e dei para meu primo porno gayconto gaguei mas gostei de dar o cucontos eroticospais e filhas novinhascontos gay na marracontos de incestos e orgias entre irmas nudistasmulheres com dhorte branquinho com cuzaocontos eroticos menino arrombadoafastou as carnes do cu piça perfurou minhas entranhas contosContos eroticos estrupei minha filha renata por ver filmes porno de pai e filha no meu computadormarido de marleni vendo ela transarConto erotico teen gay free escolacontos eroticos cu de esposa vermelho cheio de porra com foto