Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA SOBRINHA JÉSSICA

Olá, meu nome é pedro(fictício),tenho 28 anos, essa histária ocorreu comigo em julho deste ano, durante as férias escolares no meio do ano, minha mãe pediu pra minha irmã deixar minha sobrinha Jéssica passar uns dias com a gente, minha irmã aceitou, e a Jéssica passou duas semanas com a gente, em casa é sá eu e minha mãe, a Jéssica é uma menina linda ruivinha, magra com nove aninhos,más uma bundinha empinadinha, ela sempre foi meio apegada comigo, no primeiro dia que ela passou em casa ela estava meio presa e sem jeito, mas depois foi se soltando, ela gosta muito de usar vestidos e por varias vezez eu pude ver sua calcinha, isso deixava meu pau meio duro, más eu desviava o pensamento,pois era minha sobrinha,e além de tudo tinha sá nove anos, até que na sexta feira, logo apás a novela das oito, minha mãe foi dormir, e disse pra Jéssica, que ela poderia assistir um filme que ia passar no sbt, eu fui pro meu quarto, liguei o meu pc e estava navegando em uns sites pornos, derrepente a Jéssica bateu na porta do meu quarto, eu minimizei a janela e abri a porta, e disse: oque foi filha, ela respondeu, o filme esta chato,posso ver um pouco o senhor mexer no computador, eu respondi: claro filha, vem cá, então coloquei em uns videos engraçados, e ficamos vendo por uns dez minutos, ela estava com um vestidinho preto, na minha cabeça começou a vir uns pensamentos já de desejo, eu estava me contendo, sentado na cadeira e ela sentada na minha cama, meu pau estava meio duro e meio mole, ai ela me pediu pra ver uns videos que ela conhecia, eu perguntei quais eram, ela disse que era de uns desenhos, então eu tomei um pouco de coragem e disse : vem cá, senta no colo do tio e procura, ela sem perceber nada aceitou, quando ela sentou no meu colo, meu pau meia vida subiu e ficou que nem uma pedra, más ela nem se importou, eu sentia seu corpinho quente com meu pau encostando na sua bundinha,vendo que ela não se importava, comecei alisar suas perninhas, ai ela reagiu e disse: para tio, a gente não pode fazer isso, eu já com muito tesão perguntei, porque? Ela me respondeu.Porque não, e eu falei, o tio acha você tão bonitinha, vamo fazer sá um pouquinho, ela falou não você é meu tio, eu falei, sá um pouco, eu não conto pra ninguém, o site porno ainda estava aberto, e eu falei, deixa o tio te mostrar as mulheres fazendo com outros homens, na internet tem um monte, abri a janela e ela ficou espantada, um rapaz estava xupando uma loira gostosa, ela colou os olhos na tela e ficou assistindo um pouco, então eu comecei a passar a mão na sua barriguinha e fui descendo até a bucetinha, comecei alisar sua bucetinha por cima da calcinha, ela já meio entregue não ligou, e eu falei no ouvido dela ta vendo, ta gostoso, vamo fazer também, e ela falou: ta bom, más sá um pouco, então eu me levantei, tranquei a porta do quarto bem de vagar pra minha mãe não ouvir, olhei pra ela e disse,não tenha medo,quando você pedir eu paro, eu olhei bem nos seus olhinhos e disse: você é a menina mais londa que já vi, ela estava sentada na cama, eu me abaixei e dei um beijo na sua boquinha, ela ainda não sabia beijar mas nem me importei, pedi pra ela deitar de costa e levantar o vestido, ela deitou levantou o vestido e eu vi sua calcinha branquinha, fiquei de joelhos nos pés da minha cama, abri as perninhas dela, puxei a calcinha de lado e por uns instante fiquei adimirando sua xaninha, que coisa linda, bem vermelhinha, não resistindo mais cai de boca, não tem nem como explicar, meu coração batia disparado, estava ficando sem respiração, que bucetinha saborosa, nessa altura ela já estava totalmente entregue ao prazer, então eu pedi pra ela tirar toda a roupa, ela acabou de tirar a calcinha e o vestido, ficando toda peladinha, ela ainda não tinha peitinho nenhum, voltou a ficar deitada com a barriga pra cima e eu pedi pra ela arreganhar bem as perninhas, ela obedeceu e eu voltei a suga-la, passava minha lingua bem no fundo de sua bucetinha,tirando dela uns gemidos de prazer, suguei feito louco por uns vinte minutos, então me levantei e tirei minha roupa, ela ficou meio espantada ao ver meu pau, e eu falei xupa ele um pouco, vai experimenta, ela pegou e colocou na boca, sá a cabeça, pois não conseguia engolir mais, no começo fez sinal de nojo, más foi acostumando, xupou direitinho, babando na cabeça, que delícia, que boquinha quente, meu pau já não estava segurando, então estourei numa gozada enxendo seu rostinho e boca de porra, ela se levantou e eu limpei seu rosto com uma camisa minha, e perguntei, gostou, Jéssica, ela balançou a cabeça fazendo sinal de sim, então eu falei vamos ver mais um filme, abri um outro em que outro rapaz fudia uma menina, este assistimos inteiro, no final, já era quase meia noite, ela ainda estava peladinha, então eu falei vamos fazer mais um pouco antes de dormir, ela aceitou e deitou-se na cama e já se arreganhou, eu olhei aquela grutinha toda arreganda pra mim e cai de boca novamente ela segurou minha cabeça contra sua xaninha e gemia, eu lambia seu grilinho e ela gemia mais, suguei por muito tempo,saboreando aquela maravilha, depois de uns quinze minutos eu me levantei e pedi pra ela ficar de quatro na beirada da cama, eu passei um áleo no meu pau e comecei a esfregalo na entradinha da sua xaninha, ela estava quetinha, e eu disse pra ela que se doesse era sá falar que eu parava, ela estava com a bundinha bem empinadinha, a visão da bucetinha era linda, comecei a esfregar devagar, depois fui dando umas forçadinhas,até ficar bem encaixado na entradinha, dei outra forçada e a cabeça passou, ela deu um gritinho,ai tio ta doendo!!!!!!Eu tirei, sua bucetinha tava latejando, passei um pouco do áleo nela e encaixei meu pau na entrada novamente,forcei e a cabeça passou denovo, mas desta vez não parei, empurrei mais um pouco e senti seu cabacinho estourar, ela gritou novamente,más segurei sua cinturinha bem firme e fui empurrando até o fim, eu não acreditava, meu pau estava até o talo na bucetinha da minha sobrinha, comecei então a fazer vai e vem bem devagar, ela com os olhos fechados sentindo prazer e dor gemia baixinho, aumentei o ritimo um pouco e fiquei fudendo por uns vinte e cinco minutos, segurando sua cinturinha,até que não aguentei segurar mais e explodi numa gozada louca bem no fundo de sua xaninha, que loucura,que bucetinha gostosa, ela estava exausta toda suadinha,eu perguntei:gostou Jéssiquinha, ela cansada mas toda feliz respondeu: gostei tio,foi bem gostoso, então eu falei ãmanhã a gente faz de novo, dei um delicioso beijo na boquinha dela e falei vai dormir, ela abriu a porta saiu do meu quarto e foi dormir na sala, aquela noite eu nem consegui dormir direito,não acreditando no que tinha acontecido. Depois desse dia antes dela ir embora eu comi ela mais tres vezez,nos práximos contos eu escrevo como foi.Até mais espero que tenham gostado.Entrem em contato( [email protected] )

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ficou vixiada bo inxestocontos.veridicos erabando uma,.pretinhabucetinha virgem bem pequenininho viscosaaluna com tessao mela a calçinha contosmae amigos contos eroticoscachorros rendidos gozando pornox vidio comtos eroticos eu minha mulher e filhacontos eroticos minha meu tio e o dono da minhacontos eroticos de amante e esposa juntascomo perdi o meu analconto recém casado cornovai cunhadinha goza na minha bocaconto erótico piroquinha da mamãecontos eroticos dentro do escondido no guarda roupaspunhetabdo no hospitalcontos esposa bundamassagem no jogador conto bissexuaisRelato de suruba com fila para fuder bebadapunheta para o sobrinho contoconto erotico pagou a divivida minha namoradaloiro trepando com a faveladacomi minha cunhada fabiana - contos eroticoscontos eroticos esposas na praiatravestiszoofiliafotoscontos eroticos de professorasminha mulher se exibiu pra várioscontos sou baiana e adoro paus grandesZoofilia com mais drenaasfantazias de mulher casada pornocontos eróticos de famílias pela primeira vez participando da praia de nudismoMinha namorada festa na chacara cornoconto erotico fui no banheiro da estrada mijar e me assustei com o tamanho do pauzao do negaoConto erotico meti tanto q sangroucontos eroticos praia de nudismoDeixando a novinha laceadavídeo pornô caseiro cabritinha abrindo a b***** para o cara meter a pica grossa dentro delaContos gays o colega pauzudoconto gay "nao puta"toda loira gosta de um negão contos eroticoscache:QMYWc_LAcUAJ:idlestates.ru/conto-categoria-mais-lidos_1_18_fetiches.html relato erótico real- a visitacontos eróticos dois mlks fetiches home subimisso bebi xixi da rainha porno estrupo do chefunho cnto eroticsconto - bundinha durinha , cuzinhoapertadochama Laura para ir comigo lá no a f*** com gaycontos de boquete bom de primos e primas novinhosconto dei sonifero pra minha mulher dormir e outro comer elaconto erotico empregada negra escraviza patricinhacontos eróticos aquele caracontos eroticos a mae do meu amigocontos eroticos de homens com taras chupar bucetas caninas zoofiliabofe escandalo na punhetacontos com filha da esposapeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhacontos eu e meu avo comeno minha maesou puto e dei meu cucontos minha sobrinha sentou pelada no meu colodeixando um corno manso contoscontoseroticos paguei para estruparem minha mulherconto veridico realizadocontos gorda vagabundaFui violada por pirocao contos eroticosmeu primeiro swingacidentado comi minha sogra contoscurtos relatos eróticos de estupro forticontos eróticos no cu com cachorrodei a buceta pro meu sobrinho contos eroticosdoce nanda trepando e dando gostosinho contos eroticoso cu mais largo do mundo contoscontos eróticos de velhas crentes donas de casafui na casa de massagem e fui enrabada contos eróticosmilitares gays pauzudos de são josé dos campos