Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO ME TORNEI A PUTINHA DO VIZINHO PEDREIRO

Olá! Me chamo Fred, sou bco, 1,70m, 60 kg, bunda lisinha e bem arrebitada. Não sou afeminado mas minha bunda chama a atenção de homens e muitas vezes recebo até elogios. Samuel é nome do meu vizinho. Ele é moreno, pele queimada do sol, tem aproximadamente 1,85m, deve pesar uns 90 kg, é forte pelo serviço pesado e usa sempre uma barba por fazer. Tem bastante pêlos no peito e nas axilas, é daqueles machos bem largadões que não se depila... adoro homens assim. Samuel é meu vizinho e beira a casa dos 45 anos. É casado mas descobri que adora comer uma bundinha.

Como descobri? Bem vamos aos fatos.

Certo dia, já er afinal de tarde, eu resolvi sentar na calçada de casa para dar uam olhada na rua. Samuel estava logo ao lado, em frente sua casa. Havia acabado de chegar do serviço e tomava sua cerveja como era de costume. Começamos conversar e como ele estava sem camisa, eu acabava olhando para aquele peito peludo e ele começou perceber. Em um dado momento, ele me pergunta de namorada e eu respondi que estava solteiro. Ele então mencionou que nunca tinha me visto com nenhuma mulher e que achava que eu gostava mesmo era de rola. Eu fiquei um pouco sem graça e ele me disse que não teria problema se eu gostasse... que ele sabia que tinha pesoas que gostavam de dar a bunda e sentiam muito prazer nisso. Bom, fiquei um pouco calado e ele disse que iria pegar outra cerveja. Nisso ele me chama para entrar com ele e tomr uma cerveja. Entramos e ele abriu mais uma garrafa. Notei que ele estava sozinho, perguntei pela sua mulher e ele disse que ela estava fazendo o turno da noite na fábrica onde trabalhava. Então ele retomou o assunto sobre eu não ter namorada e eu acabei dizendo que nunca tinha namorado. Ele então perbguntou se eu gostava de macho e eu disse que sim. Ele respondeu que já havia percebido que eu olhava para o peito dele. Nisso ele dá uma erguida de braço e vejo aquela axila bem peluda e suada. o cheiro que exalava daquela axila me deixava louco e eu ficava ofegante. è quando ele então me fala: O que acha de dar um trato no macho aqui? Nisso ele ja se levanta e fica em pé na minha frente. Notava um volume na sua calça mas seu pau ainda estava mole. Ele então desabotoa o ziper e mostra uma cueca branca suada, com marca de sujeira do seu trabalho. Fico louco. Ele me pega pela cabeça e encosta meu rosto na sua cueca. Sentia aquele cheiro de suor, mijo e pinto na cueca daquele macho. è quando ele abaixa a cueca e vejo um pau bem escuro e grosso saltar pra fora. O saco dele era bem escuro também e ele tinha muitos pêlos no saco. Adoro macho do saco bem peludão. O cheiro que vinha daquele pau suado me deixava louco. Foi entãoq ue cai de boca naquele pau suado, cheirando a macho e comecei a engolir tudo o que podia. Ele falava: O viadinho tá gostando? Hoje você vai ser minha putinha! Vou fazer um filho em você! Será minah fêmea de agora em diante! Chupava o pau dele, lambia as bolas, o saco todo, estava cm a boca cheia de pêlos daquele saco de macho mas nem me importava. Ele então mandou eu me virar e abaixou meu shorts deixando minha bunda à mostra. Fez elogios dizendo que minha bunda era mais bonita que a da mulher dele. Abriu minha bunda e deu uma cuspida bem no meio. Logo senti a cabeça do seu pau encostando na entradinha do meu cuzinho e ele forçando a entrada. Como o pau dele era grosso logo senti uma dor muito forte e tentei sair mas ele me segurou pela cintura e falando que iria me fazer a mulherzinha dele começou a meter com força. Eu gemia de dor e ele metia com vontade, me chamando de putinha, cadelinha, viadinho, falandoq ue iria me engravidar, que iria fazer um filho em mim. Aquilo me deixava louco e eu já nem ligava para a dor de ter meu cu sendo arrombado por aquele pedreiro peludoe delicioso. Já sentia meu cu frouxo, conseguia ouvir o barulho daquele cu arregaçado cada vez que o pau daquele macho entrava e saia. Aquele cheiro de macho impreguinava o ar. Foi ai que senti os movimentos dele aumentarem e ficarem mais fortes e logo senti meu cu sendo invadido pelo leite daquele macho. Ele dizia que estava enchendo meu cu de porra, que estava me engravidando e eu ia à loucura novamente. Ele ficou com o pau dentro de mim até amolecer e quando tirou sua porra escorria pelas minhas pernas. Não podia acreditar que tinha sido usado como putinha por aquele machão que eu sempre achei um tesão. Agora eu estava com o cheiro dquele macho sujo e suado em meu corpo e como cu cheio de porra dele.. sentia minha bunda melada e a porra escorrendo de dentro de mim. Ele então falou que iria tomar banho e eu me vesti e fui para minha casa. Quando eu estava saindo ele me disse que de agora em diante eu iria ser mulherzinha dele sempre que ele quisesse.. que meu cu iria ficar sempre aberto de tanto que ele iria me arrombar. E assim aconteceu!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


chantageei e comi a secretariamenininha e novinha sendo e******** contos eróticossai com um casal contoscontos eróticos incesto minha putinha dengosatravesti gritando pidido porra no seu cucontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhocontos eroticos brincando escondido infanciaComtos mae fodida pelo filho e sobrinhocontos eróticos - dando carona pra duasContos her¨¦ticos incesto comi minha m0Š0e esposa e meu amigo contos pornosFilmei minha chupando estranhos na porta do carro"Deflorada pelo titio parte i"conto erotico meu bezerro boqueteirofui pego de calcinha pela minha irmacontos eroticos desvirginadacomigo vamo mulher do meu irmão meu irmão viu como um laser transar entre família comigo a mulher do irmãoCuzinho gostoso contosContos punheta na massagem no penis do meninomeu pai fogoso contocontos - sobrinha tomando leitepraia guaratuba contos sexoConto eroticos das coroas 42 lindas e gostosas de 41 anos com teu afilhadoconto cutuquei pai na bundia delapatroa dando a buceta pro vendedor ambulante contos eroticostraficante comendo a travesti conto eroticocontos travestis praiaconto erotico de tanto eu insistir em engravidei a minha professora eu era um meninocontos à canzanaescravizando minha funcionaria conto eroticoQualquer coisa agreciva por sexo incesto contoscontos filme com cunhada mostrando a buceta de sainhacache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"contos eroticos mamando tetas grandes molhadas com a mangueiraocontos erotico gay punheta no cuzinho do netinho pequenoContos encesto mae gostosa sapGarotos na puberdadi flagrados com seu priminhoconto gay meu sobrinho virou amantefilhos vendo a mae transar com outos homenscontos eroticoscontos eroticos traindo na Lua de Melcontos eróticos chupando os peitos da minha sogra e f****** elaconto ele ficou sabendo do tamanho da bucetaporno encejo com sogro e sogra pra serularContoseroticosenganadoresguardando a namorada contoBucetas escorrendo porra frutapornocontos verdadeiro de filha de 10 aninhos dando o cuzinhocoroa se***** cagou no pau de Natáliacasa dos contos dando pro cachorro no sitio pornocontos eroticos vizinha safadacontos ertico o tarado ne pegouconto heroticom .quero te darMenina do papai erotico contoporno sujo porra na boca guspe mijos e muita porcariaMulheres se jutao para fazer xexo contosler contos de padre tarado estrupando garotosnegra atola a rola e ela da pidocontos eroticos fui comida pelo meu chefe e chingada feito uma puta vadiahomem fudeno acachoradaConto tia a massageava o pauContos eroticos transContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavaContos gozei com nerd grandevideo de subrinho a proveitando a brincadeira para encochar a tiacontos minha filha e puta desde pequenacontos incesto minha filha fazendo fisting em mima trois com minha cunhada Contos eroticos novinha desmaia de tanto gosaContos eróticos: boquete quando pequenaCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA ESConto erotico puta de merdaContos eróticos de gay comi o filho do amigo do meu paibronzeamento com a amiga greluda contoContos.encesto.mae.de.lutado