Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA CUNHADINHA - DESEMPREGADA





Tenho uma cunhada mais nova, de 33 anos, que é muito gostosa. Chegou a fazer curso de modelo, mas não foi muito para frente, pois todos queriam come-la, no estudio que ela ia se apresentar. Isto a desanimou e acabou desistindo da profissão.



Mais tarde ela acabou casando, teve uma filha e foi levando a vida, eu na verdade nunca quis nada com ela, pois me satisfazia com a minha esposa irmã dela. Mas sabe como é homem repara e eu sentia um tesão enorme nos seios dela.



Teve um periodo que ela ficou desempregada, e vinha direto a minha casa usar o micro para enviar o curriculum, como sou profissional autonomo, vira e meche ia para casa mais cedo e ela lá usando o micro, comecei a perceber o horário que ela chegava, e comecei a ir "mais cedo para casa".



Um dia cheguei cedo, ela estava lá com um vestido curtissimo devido ao calor, cheguei perto para cumprimenta-la, ela se levantou estava sem sutiã e vi claramente os seios dela, me cumprimentou com aquele beijinho, porem me abraçou e apertou, fiquei de pau duro na hora, ela olhou para mim e disse "vai dizer que não gostou".



Dei uma risadinha, e subi para meu quarto, apás tomar um banho fiquei de cueca e deitei na cama, uma hora escutei um barulho na porta, virei e olhei e ninguem estava lá, porem a porta estava aberta e eu a tinha fechado, sá estavamos nás dois em casa.



Pensei comigo é hoje, esperei 5 minutos e desci para o quarto onde ela estava, o micro fica de frente para a janela, portanto ela estava de costas para mim, pois a porta do quarto estava aberta, não pensei duas vezes, cheguei por trás dela e enfiei as duas mãos dentro do vestido dela, pegando os dois seios. Ela se sobressaltou, deu um pulo, porem ficou na dela, fiquei massagenado os seios dela e vi que ela fechou os olhos, como ela é relativamente baixa a puchei para cima, e do lado tinha um sofá, deitei-a por baixo de mim e continuei a apalpar os seis dela, e a encoxando com o meu pau, dentro da cueca, não resistindo a virei e comecei a chupa-los violentamente, que seios lindos, firmes, morenos, dava agua na boca mesmo. tirei o vestido dela e ao tentar puchar a calcinha dela ela disse ai não, somente os seios para matar a vontade.



Ah.. disse eu... quem entra na chuva é para se molhar, ela tentou se levantar, eu não deixei... ela não queria mesmo.. porem naquela situação... disse a ela...sinto muito. Ela tentava sair de qualquer maneira, tirei a calcinha dela na marra, coloquei na bocetinha dela e enfiei tudo o que pude.

Ele deu um aahhhhhhhhhh, e amoleceu.. Ai não tive duvidas calmamente enterrei tudo e a fiquei a segurando pelos ombros, 19 minutos de entra e sai gozamos juntos.



Ela sentou na cama e disse que não queria o sexo propriamente dito, queria apenas me provocar e que eu a pegando apenas nos seios, ela não via isto como um ato sexual e traição a irmã. Ai eu disse a ela, que na concepção dos homens, seios fazem parte do sexo e que uma coisa acaba levando a outra. Ela estava meio envergonhada, eu a segurei pelos ombros levemente e a deitei na cama, ela disse o que vem agora.. eu disse a bundinha. Senti que ela deu uma estremecida, mas fui em frente.



Ela abriu bem as pernas, empinou a bundinha, que era linda, aé a bundinha dela era bronzeada, mas tive o cuidado de passar um KY, que utilizava na minha mulher, passei bem no meu pinto e no cuzinho dela, coloquei a cabecinha e empurrei para dentro, ela deu um pulinho e começou a rebolar, depois começou a morder o travesseiro (creio para aguentar a dor) dai em diante nem sei como entrou o resto, eu a bombava e minhas bolas batiam nas nadegas dela, ela erguia as mãos para tras como a pedir socorro. Não demorou muito e gozei bem dentro do cuzinho dela, que delicia.



Sai de lado e ficamos deitados lá um do lado do outro uns 19 minutos, depois falei a ela, sobre tudo aquilo, e ela me falou do desespero de estar desempregada e pagar as contas, e que aquela provocação a mim, ela nem mais sabia o porque, ela ja estava ficando desesperada pela falta de dinheiro tinha R$300,00 na carteira e dei a ela.



Ela se levantou, me beijou, agradeceu pelo dinheiro, e pelo "dia maravilhoso", que passamos. E foi embora.

Porem sabia que ela voltaria, sempre para usar o micro.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos minha esposa em caldad fudeu com outromeu marido sempre tras tres amigos em casa conto erpticocontos de incestos eu estava dançando funk De vestidinho curto e meu pai viu e não aguentou e comeu meu cuzinhocontos casadas malandrascontos o velho fez casada de putabrincadeiras com irmã-contosconto gay eu e meu irmao viramos veadodomindo ele bolinando xvidioconto erotico menina no pic esconde esconde vizinho flagrouconto erotico eu e minha sobrinha de menor no matinhode conchinha sem calcinha (contos)coroa grita tica doida paucontoss incesfos em fazendasminhaxaninhaardeuVanessinha criando pelo na xaninhaxv nao aguetei e dei a buseta a meu enteadocontos eróticos meu filhoconto erotico espiando escondidoContos estrupei gay na infanciaContos eroticos de novinha cega fudendocontos eróticos consolo pau e plugler contos eroticos incesto mae transa com filho e pai esta desconfiandoboquetes e bucetasconto.erotico com fotosjcontos eroticos dopando a cunhadaesposa bebada e seria sendo chatageada no churrasco contochaves comendo cu da chiquinhaf****** a b***** da vizinha gostosa de ladinhovirei uma sapeca bem safada do travesti roludo casa dos contoscontos sobrinho negroroludovou gozar na frente não contominha mae me fez gozar contoscontos eroticos primeira gozadacontos chupei o cu do cachorroConto erotico de xana beiçudadei o cu pra varios homenswww.contos meu pai mim aregasou dormindoquando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritocontos eróticos de upskirt em escoteiraeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestovideos de homens que dao palmadas fortes na buceta pelada da mulher sem dopunheta para o sobrinho contoconto gay moleque mijou.em.mimdesvirginando a garotinha contoscontos eroticos tia deu pra mim e primopenes maigadepais se esfregando na filha shortinho corconto rebolo pau meu cunhadoconto erotico tia de fio dentalcontos sarro gostoso com meu genrocontos eroticos gays e mendigochupei no carro contocuzinhopiscanoboquete teen conto eroticocontos eroticos tirei a virgindade da minha tia gordinhaconto transei com meu pai na despedida de solteiracontos vazando porraContos amigos fodem maes de amigos por traicaoCONTO EROTICO:FIQUEI COM A CRENTE SUPERGATAhetero resolveu da a bundaContos eroticos de filhas adolecentes e papai com rola grossacontos: safadezas de um velhoSiririca contosmelequei a bucetaconto de meu irmão comeu meu cu com uma grande pica e eu não aguentei de dorcontos eroticos incesto vovôtraveco dominando e excitando macho em banheiro, contos com fotosfui chupada igual uva contostia gritando "me come sobrinho"filme porno com gay aguentado dois punho no cu de uma vez mais grinta de dorminha tiade fio dental exibidaContos eroticos selvagem com meu amigocontos eroticos de sobrinhas impresionadas por tamanho da rolahome acordo de manha com uma bela chupada do paudescabacei um heteroincochada. e. gosada. na. gostosa. chotenhopegando minha priminha novinha contostransando com a interna contoscontos como dopar maridoconto gay troquei cu por empregoconto meu marido insistiu no ménage e levou rola a força