Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GINA, UMA PAIXÃO DA JUVENTUDE

Gina foi a maior paixão que tive em minha juventude. Estudamos juntos, cantamos juntos no coral da escola e chegamos a namorar por alguns meses. O fim do namoro me arrasou. Mas continuamos amigos, nos víamos vez em quando.

Em finais dos anos setenta nos formamos: eu em engenharia e ela numa das áreas da saúde. No dia da nossa formatura – obra do destino – ficamos lado a lado, dada a disposição das turmas concluintes.

O tempo passou, nos casamos, passei algo em torno de vinte anos fora da minha cidade e, um belo dia, ao retornar para casa, me encontro, por acaso, com o meu amor de juventude. Ela estava a mesma coisa: cerca de 1,60 mts., 50 kgs., seios médios, coxas maravilhosamente torneadas e uma bundinha arrebitada, sem similar, que dava água na boca.

Encontramos-nos num shopping da cidade, batemos um longo papo, falamos dos nossos dia-a-dia e marcamos de nos ver muito em breve, para o que trocamos os números dos nossos celulares. Três dias depois fizemos contato. Marcamos um encontro. Do local marcado, sem maiores delongas, partimos para um motel, pois sabíamos que o tesão contido por mais de trinta anos estava prestes a explodir.

Ao entrarmos na suíte escolhida, já estávamos a nos beijar ardentemente. Tiramos as nossas roupas e fomos tomar uma ducha, pois havíamos passado o dia inteiro trabalhando. Lavamo-nos um ao outro, carinhosa e vagarosamente. Palmilhamos cada milímetro dos nossos corpos, como a tentar reconhecer caminhos que no passado não havíamos explorado.

Enxutos, levei Gina à cama. Beijamos-nos freneticamente. Daí, passei a chupar, lamber, sugar cada milímetro do seu corpo, mordiscando levemente os bicos intumescidos dos seus seios, sua barriga sem um grama sequer de gordura, as suas coxas (de antiga bailarina), os dedos dos seus pés, retornando aos lábios rosados da sua xaninha, que acolhiam um clitáris extremamente discreto e gostoso de ser sugado.

Gina gozou violentamente em meus lábios por três vezes. Manobrou nossos corpos, então, magistralmente, permitindo-nos a delícia de um 69 inigualável. Meu pau latejava a ponto de doer. Com um sorriso de Monalisa, ela me pediu para que a presenteasse com o prazer do meu gozo. Não aguentei e deixei jorrar uma torrente de esperma que nunca experimentei liberar.

Mesmo um pouco cambaleantes (afinal já estamos na casa dos cinquenta anos, ambos), ficamos a nos acariciar até que me senti em condições de penetrar aquele túnel do amor tão desejado. Ficando de quatro (posição que ela me disse ser a sua predileta), Gina recebeu o meu cacete em sua xaninha extremamente lubrificada. Nunca, em minha vida, vi uma mulher gozar tanto, urrar de prazer com tal intensidade e se sentir tão mulher.

Tentei segurar ao máximo o meu prazer. Afinal, aquele cuzinho que não parava de piscar enquanto a xaninha levava vara, parecia telegrafar o desejo de também se sentir prestigiado. Enquanto massageava o útero do meu amor de juventude, meu pau ansiava penetrar naquele vulcão de prazer. Gina gozava mais uma vez quando, repentinamente, retirei o meu cacete da sua xaninha e o encostei na portinha do seu rabinho. Gina tremeu. Pediu-me para ir com calma, pois jamais ninguém ali estivera, nem mesmo o seu marido. Com extremo cuidado e carinho fui introduzindo cada milímetro do meu cacete naquele vulcão de prazer. Quando consegui chegar ao seu ponto mais profundo, Gina passou a movimentar os seus quadris e gemer como uma verdadeira potranca no cio. Nunca vi alguém gozar tanto em minha vida. E essa situação de pleno êxtase me fez sentir um prazer indescritível, levando-me a um gozo fantástico.

Depois do amor pleno, ficamos a nos acariciar. A apenas nos acariciar. Beijamo-nos como verdadeiros amantes e juramos um amor infinito um ao outro, não obstante a nossa condição de casados. Desde então, temos nos encontrado sempre a que temos condições. E vivemos uma linda e secreta histária de amor e tesão.

Se você, mulher madura (ou não), que mora em Natal – RN, deseja viver bons momentos de prazer, iguais a esses que experimento hoje com Gina, com extremo zelo e confidencialidade, escreva para [email protected] e, quem sabe, poderemos extravasar o tesão de viver novas experiências.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico mae coroa tia coroa filho novinho juntoContos.erotico.mae.filho.depois.do passeio.na.praia.contos eroticos de oncesto de sogra com derroestuprada pela quadrilha conto eróticoeu i a neguingo do pornolambida no onibusconto eroticoconto eroticoregasado a xota vizinha istoriasNA BUNDA CONTOContos eróticos padrastocontos Recém casada traindo marido com dono da casaRelatos sexuais me encoxando na cozinha e o corno na salaGoiânia conto vigia da obra gay cuvídeo pornô a mãe dela tava de biquini o genro só dava a sogracontos erticos de ninfetasmeu cu aberto e ardido de picaminha sogra foi estuprada e gostou contoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html meu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhocasa dos contos eroticos novinhas delicias cedusindo o tiocontos eroticos de despedidas de solteirapotranca de mini saia fodendoconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travestimarido dormiu eu me depilei toda contosFinquei o pau no cu da manapone encaxa tudo na morenapadastro. com. a. filhaxvideo. bxxcomo se comportar na primeira transa com colega de trabalho contos de incetos e orgias entre irmas nudismocomprei a Cristina da mãe bêbada contos eróticosincesto Minha mãe e o meu paumenininha contos eroticosContos enfiei o dedo no cu do meu marido ma frente do meu amanteContos eroticos o marido gostoso da primamassagem de homem com mulher depois fudela Contos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de borachacontoseroticos encoxand me ninas picinascontos eroticos primeira gozadacontos erotico, dei pro dois amigos do meu filhoconto negao cuidou do meninocontos de corno enrabadocomendo o primo e olhando pela janela joice cavalo deu o cufortisinhoconto dei sonifero pra minha mulher dormir e outro comer elafui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos eroticos de casal sendo forcado mulher virar puta e homem viado em festas sadomazoquismocontos eroticos com foto empregada rabuda baixinhaeu vi uma pica toda arregaçadafoi vizita o cunhado e comeu a mulher do cumhadocontos minha mãe me seduziu usando mini saiacontos eroticos todos comeram minha mulherirmã transformassem roupa vídeos pornô doidoContos de masturbação com objetos no ginecologistaconto primeira peitinhoestuprada no motel contosContos erotico gay carrocontos eróticos gay meu primo me rachohistória verdadeira de sexo entre homens bi sexual no banheiro metrô trem ônibusmetendoo con vpontadi pornovi meu padrasto pegando a minha mãe e eu gostei muito sou gayComtos tia e sobrinha fodidas pelos amigos do tioassistir filme pornô mãe então você tá grande meladacontos eroticos de mulher casada que gosta de trair o mardo com negoes e levar tapas na cara na frete do corninhoquando era pequena mamava na pica do meu tiocontos eroticos minha vizinha dos sonhoscontos eroticos gay ainda menino virei putinha do velho me fazia de menininhacontos de casadas rabudas que adoram uma piroca preta enterrada no rabochantagiei a negra contoler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada e dando cuzinho pra dotadoscontos travesti que sai leite dos peitoscontos eroticos bia fabriciocontos eróticos de gay O Coroa me deu a bundinhacontos eróticos chuva molhadacontos eroticos Gays De Dei Minha Bundinha Pro Irmão do meu Amigodei meu cuzinho pro meu primo bricando d lutinha contosgaynovinha falou que ia pozConto começou.nascer cabelo na.buceta da.minha.cunhadinhahomen em purra seus ovos no cu de brunacontos eroticospais e filhas novinhascontos veridicos de mulher casadaxvidei a novissa possuidadormino na mesma cama com duas irmas fudeno uma e a outra ficano com tesaofui chupadoGozando na boca incesto ContoContoseroticoscomsogroRelato minha mulher no shopping sem calcinhacontos porno chantagiando a cunhadaputaria todos diss contocontos eroticos meu genro pausudo arregacou minha bucetahistorias heroricas comi o cu da minha filhaCoroa gostosa louca por jeba contosxvideo enbebedei e comir o seu cu virgemconto mae e sua bunda