Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

RODIZIO PARA CAMINHONEIROS

Já havia lido, e até ouvido falar sobre suruba com caminhoneiros, como é curto demais estes profissionais, sempre sonhei um dia de alvo de um grupo deles.



Apás varias vezes ter saido com caminhoneiros e motoristas, pois normalmente, são fortes, amorosos, e principalmente por estarem longos dias na seca, fodem maravilhosamente.



Nunca imaginei que seria agora a poucos dias atras, e mais ainda perto de casa, numa cidade visinha.



Estava vindo do interior do estado, e chovia muito, como sempre viajo sozinho, num recuo parei e assistia um um dvd com casais bissexuais. Já me punhetava, quando um caminhoneiro parou pensando que estava quebrado e Oferecer ajuda, ele parou seu caminhão vasculante um enorme, e veio de meu encontro, eu não desliguei o DVD e deixei rolar sá pra ver que não daria.



Então se apresentou como Paulo e disse se eu precisava de ajuda, e observando que dois caras enquanto transavam, as mulheres se chupavam, Paulo riu e disse posso entrar e ver um pouco do filme.



Mais do que depressa abri a porta e ele entrou, ficou clara uma sua excitação, e depois de alguns instantes, me convidou para acompanha-lo um posto de gasolina um pouco a frente, e jantarmos, pois lá tem um átimo Rodizio, e depois poderiamos assistir ao vídeo com mais conforto em seu caminhão pois tinha uma enorme cama na boleia.



Topei na hora e ele se dirigiu seu um caminhão e fui seguindo atras devagar.



Ao chegar no posto, e parou o caminhão ao lado de outros quatro da mesma empresa, e eu fiz de louco e fui para a porta do restaurante, vi ele conversando com uma roda de amigos e dois deles Olharam-me, com certeza era o Assunto sobre mim.



Paulo veio em direção ao restaurante e entramos juntos, sentamos numa mesa bem no fundo e de frente para todos, assim poderiamos ver tudo e todos.



Pedimos o jantar, Paulo e vez por outra passava a mão nas minhas coxas, e eu apenas conversava normalmente, mas com muita alegria, pois sabia que iria foder com ele.



Iniciamos uma conversa mais picante e ele me convidou para dormir com ele no caminhão, viajem enguias pois sá seguiriam pela manhã Devido a nova Lei dos Transportes, disse-lhe que tudo bem, porem como faríamos com seus amigos, ele disse rindo sá depende de voce, pois todos gostaram muito de voce, e tambem te querem comer!



Fiquei alucinado com a ideia de realizar um antigo desejo, e aquilo me deu um puta tesão, assim formou-se uma fila no banheiro do restaurante para tomarem banho, fui o primeiro a entrar eo primeiro a sair, Paulo tambem foi rapido e já me esperava, a porta de seu caminhão.



Entramos e nos beijavamos enquanto nos despiamos, Paulo fez questão de virar-me de bruços e caprichou no banho de lingua, em minhas costas e caprichando muito em meu rego, meu especial em anel, que estava prestes a ser detonado, por aquele rodizio de picas.



Paulo, Chupava meu cú de forma que ele se abria cada vez mais para ele, depois me virei pra tentar retribuir as chupadas, e vejo nas janelas do caminhão, dois machos de cada lado, e fiquei um pouco constrangido, mas com muito tesão, Paulo disse: o show é seu e se fizer por merecer, vai ter muita rola pro seu cú chorar.



Então não me fiz de rogado, virei de encontro ao seu pau, e me assustei com o que vi, pois sá então tinha observado Cara a Cara seu belo, enorme e cabeçudo pau.



E como era cabeçudo, pois desse jeito nunca tinha visto até então, pois uma outra que vira e sentira antes, tinham um Aumento gradativo da Chapeleta, mas a do Paulo, era o perfeito cogumelo gigante. Cheguei a pensar que tinha me ferrado, para aliviar como iria Suportar aquele monstro de uma sá vez sem uma entrada gradual, como pregas.



Então olhei bem nos seus olhos, e disse, então vamos fazer o show juntos. Virei meu rabo em direção um uma das janelas e abocanhei seu pau, apesar de uma grande Chapeleta, ela era maleável e se acomodou muito bem na minha boca quando estava prestes a gozar, Paulo, e parou, Chupei com muita vontade, e disse que Iria passar sua vez para um amigo dar uma, pois queria deixar para depois me foder, então, olhando para traz pelo meu rego, vi um moreno, muito simpatico ao lado do lorinho, o moreno chama-se mineiro, loirinho e alemão, e Decidir então que era a vez dos dois entrarem juntos.



Paulo acentou-se na poltrona do motorista e deu lugar aos dois ocupantes que pedi. O Mineiro, foi logo me beijando e tirando sua bermuda, e roxo Oferecendo seu pau, roliço e comprido para chupar, e enquanto isso o alemão que Receberá um lubrificante Paulo, que não sei bem o que era, passou em meu cú, e na sua vara já Devidamente encamisada.



Alemão segurou minhas ancas, e mal tinha posicionado seu pau na entrada do meu cú e já foi socando de uma sá vez, o que causou um certo desconforto a todos.



E assim o alemão gozou e minhas entranhas, alem de mais rapido de fáruns assim não legal, mas ai o mineiro disse que me recompensária, me fez sentar em seu pau e fizemos um belo Coqueirinho, e depois de que uns quinze minutos, avisou gozaria, e lhe pedi para gozar em minha boca, mas Paulo, pediu que não, que a boca seria sua, assim deixei o meu mineirinho gozar em meu cú. Gozou fartamente e quando sai de cima, que olhei para seu pau, a camisinha esta muito cheia e pedi para ele garda-la pra mim que depois eu queria ela e ele tirou com cuidado e deu um ná.



Depois disso pedi aos meus homens um pequeno intervalo, e fui tomar um banho rapido, e comer algo, pois me dera muita fome.



Ao voltar Paulo estava de pau duro numa curta e lenta punheta, me esperando, e cai de boca em seu pau, por Chupei um bom tempo e quando estava a gozar do Pará, mandou parar outra vez, e chamou Carlinhos para entrar em ação.



Carlinhos, era dono de um belo pau torto porem, Belo pelo seu brilho e tamanho. Logo cai de boca naquela maravilha, Chupava atéengasgava que de tanto tesão que sentia.



Depois Carlinhos me pos de frango assado e foi pincelando seu pau na entrada de meu cú, aopassara cabeça Medeu um puta tesão, poiscomo seu pau torto época, fazia muita pressão na minha Prostat que foi inevitavel o meu gozo, que de tão forte, atingiu minha propria boca, Carlinhos um tesão meu ver, gozou abundantemente.



Então era a vez de Sebastian, dono de uma rola noramal mas muito gostaosa, este me pegou de quatro, e em poucas estocadas gozou dentro de mim.



Depois Paulo me levou para o restaurante onde tomamos um café, e um bom banho. Paulo me disse para dormirmos um pouco, em seu caminhão, pois eu tinha tidomuito trabalho no rodizio de picas, e ele queria eu bem disposto para a nossa trepada.



Dormimos agarradinhosÂ…



Continua

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos socando a rola na negrinhaeu confesso incestoconto erótico duas rolar na velhameu pai fazendeiro ele meteu seu pau na minha buceta conto eróticoxvideo negra casada afastou o bebydou de lado pro marido mete pornoconto flagrei minha mãe dando para um bem dotadocontos verídicos com garotas teensbucetar garnde paresendo. umar. jegar. de negonarcontos erotico mangueira na bucetacontos comi a mha filha novinha virgemcorno chupa caralho contosSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininocontos eu minha esposa meu pai e meu irmao na putariameu cuzinho desvirginadolésbicas esfregando pernas de rã veridicoconto erotico menina senhor bigodao contos esfrega buc gozada corninhocontos eroticos esposa exibicionista ficou curiosacontos eroticos meu marido me vendeu no bingominha mulher com os garotos contoscontos eroticos de sobrinho roludoconto eroticos esconde escondecasadas piranhudas e cornos submissoscontos eróticos filhinha novinhaconto erotico comi as duas sobrinhas da minha mulhergayzinho passou rebolando na minha frente contosozinhacom primo contos coroasAguentei a rola enorme do papai contos eróticosAdora mamadas contoseroticosContos historias xxx sexo história verdadeira que comeu a sobrinha virgem que não queria darcontos eroticos de trans avantajadas taradas pir bunda de viadinho.Conto minha mae ceicha eu chupar sua becetacontos fedor de buceta no paucontos eroticos me fode zoofilia com gozadas e enguatescontos eroticos cherei cocainacontos eróticos cu saindo pra foracontos eróticos dopando meu sobrinho gay dormindocontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carrocontos de atiivo x passivo fodendorose empregadinha contoscontos de rasgando o cu da babaBucetas escorrendo porra frutapornoconto carona com caminhoneiro minha bucetacontos eróticos sexo com menininhas traduzidosbuceta praia toninhas contos eroticosproibidoContos Bota no cu tioConto erotico cdzinha me deixou loucochupando a bunda da daniele enquanto ela dormia 2chiquinha arrombada contos porncontos er senta devagarcontos velho comendo novinha casadarelatos reais minha eaposa pediu pro amigo comer o cu virgem delacontos de professor e alunacontos eróticos parentesporno home gozando forddegravida de gemeos fodendo a bucetacontos eroticos dando cu pro filhoescutou gemido da esposa sendo enrabada contoContoseroticoscomsogroconto etotico minha esposa fudendo com meu pai e meu irmaosafada da internet contocontos eroticos ela foi banha e laou meu pintinhoTia dando o cu para sobrinho garotinho contos eróticoscontos de coroa com novinhoconto menage masculinoBucetas grandes fog lp iconto erótico irmã e esposa nudistaCunhada dormindo com a bundinha descobertaconto erótico sentada melcontos eróticos comi minha cunhada que tinha raiva de mepais se esfregando na filha shortinho coreu confesso sou puta desde novinhacontos eróticos o amigo pintudo do meu marido mi arronbocontos novinha dando pra doisele era cheirosinho conto gaycontos eroticos meu amigo negao comeu minha mulherconto gay sendo estuprado em que a dor é maior que o prazerconto aos oito aninhos a filha da minha namorada sentou sem calcinha no meu paucasadas que postam fotos de itanhaemDeu o cu sem querer querendo contoConto eu meu marido e nosso melhor amigocontos eroticos lambendo bucetadcontos policiais fudendo presosconto erotico velho taradinho e eu d geans socadacomo enraba uma colega. de trabalhocontos erotico maes rabudas c a familia n festa.Contos de shemales taradas e safadas do pau gostosos.conto gay fodi o namorado da minha irmaContos eróticos de incesto filinha mimada do papaiContos a amiguinha fielcontos erótico comadre desmaiou empregada sexo19anos