Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MAIS UMA COM O BIG

Já fazia quatro meses que estive com um homem, meu tesão por um pau gostoso estava cada dia maior. Liguei para ele na sexta-feira tentando marcar algo para a práxima semana, pois ambos somos casados e nos finais de semana fica complicado sair sozinho. Ele também não esteve com ninguém nos últimos meses, o que me deixou excitado, pois o tesão de ambos devia estar no mesmo nível, ou na já estávamos na mesma altura da parede, hehe! Marcado para terça-feira o tão desejado encontro, no mesmo local da última vez a 4 meses, quando transamos pela primeira vez... e foi muito gostoso, gozei rápido cavalgando aquele macho de ébano, com todo o seu cacete enorme atolado em minha bunda gulosa... que sensação doida de prazer proibido! Na terça, 19 horas, apanhei meu amigo no local definido e fomos direto para o motel, discreto como queríamos. Não demoramos nada para nos livrarmos das roupas, ele já estava em riste quando eu ainda desamarrava os sapatos, que bom, nem precisei levantar da cama par abocanhar aquele mastro negro pulsante, arrancando longo gemido daquele grande homem.... que delícia de pau!! Enquanto chupava com vontade, lembrava dos dias anteriores em que pensava estar fazendo exatamente aquilo... ter aquele pauzão inteiro, ou quase, garganta adentro... que coisa doida! Mas ele queria mais, e me posicionou deitado com a bunda para cima, sobre travesseiros, para que ele pudesse deliciar-se no meu rabo lisinho bem aberto para suas lambidas molhadas, desta vez eu é que gemia sem vergonha, que língua quente lambendo e penetrando meu cuzinho doce, como ele dizia. A sensação era de estarmos em um grande play-groud quando crianças, sem saber bem qual brinquedo aproveitar mais... eu queria ficar o resto da vida naquela posição sendo bolinado, penetrado, usado por aquele negro gostoso, que estava melhor ainda do que na primeira vez. Fazíamos fotos em vários momentos da transa... gosto de registrar para depois aproveitar as fotos, relembrando, me excitando com tudo novamente e, também, para mostra à minha musa inspiradora sexual que lá do DF curte comigo essas aventuras. Ambos já estávamos querendo a tão esperada penetração... que começou com a deliciosa e necessária preparação com os dedos e gel... pois as dimensões do cara exigem isso mesmo... sempre gostei de big cocks... meu fetiche é o falo, e assim sendo, o volume é o que me dá prazer... mesmo que para isso tenha que rebolar muito, literalmente como já aconteceu, para agasalhar o cacete duro do macho dentro da minha bunda. A sensação de estar preenchido é me dá muito tesão e prazer.... e foi assim que senti quando ele iniciou a penetração... eu mexia o quadril para abocanhá-lo por inteiro... lentamente como sempre gosto de ser penetrado... na posição de quatro, indo e vindo para sentir mil vezes a invasão do meu cú, que já relaxava a cada nova e profunda investida, que delícia de trepada!!! Com nossa habilidade mútua de controlar o orgasmo, repetimos a penetração de várias maneiras... em pé, debruçado no encosto da poltrona ele meteu gostoso e eu rebolei muito deixando-o doido por um orgasmo... mas ainda queríamos mais, e mais... caminhamos engatados até a cama e ele deitado, eu de frente para ele, sentei lentamente até ver sumir o pau dentro de mim... esfreguei minha bunda nos seus pentelhos... subia até deixar apenas a cabeçona em mim e descia até o fim, várias vezes, podia ficar assim por horas... ele me puxava pelos quadris e metia fundo... eu já estava quase pulando em cima dele, espetado por seu mastro duro como pedra. Não se encontra um companheiro de sexo deste quilate em qualquer lugar... com certeza! Mas ele queria, e eu também (claro!!!) meter de lado... e apenas nos viramos, eu penetrado até o talo, e ele começou a meter freneticamente, eu mantinha as pernas fechadas para sentir mais a fricção do cacete entrando e saindo inúmeras vezes, para controlar a profundidade da penetração também... mas depois ergui a perna e escancarei o rabo para meu macho gostoso meter como queria, e ele gozou em seguida, forte como merecia, intenso como sempre é bom que seja. Desta vez ele gozou antes... mas o prazer foi muito grande... e meu orgasmo logo viria, depois de alguns minutos para recomposição, novamente de lado... que coisa doida gozar com penetração!!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


As 3 porquinhas do vizinho Contos eróticoscontos eroticos garotao passando bozeador na minha esposaconto erotico incesto sonifero filhacontos de i****** f****** minha sobrinhacontos eróticos reais de mulheres evangélicasconto a velha bundudamknha tia pediu pra passar protetor solar contos conto incesto gay peludoconto eróticos mana so de calcinhacontos eroricos so a cabecinhacon erot vendo meus amigos estoura esposinhamete mete contoaguentei o pau groso. contocontos eroticos meu marido me vendeucontos erotico chantageada pelo meu padraocontos eroticos sou puto do meu padastrocontos mamei a pica do caoeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoencoxando coroa casada em Jundiai conto real  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  contos eroticos cm chantagia minha intiada para mim da a sua bocetinhacumendo a prima vingwmcasa do conto erotico filha da patroa em reforma do aptconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticosContos quero goza muito na minha filha quando ela nascea arte de apanhar contos eroticoconto incesto calçinha de bichinhoconto erótico irmão vomitou roupacontos minha esposa vigia a casa pra eu fuder a visinhacontos eroticos na bundinhacontos eróticos mostra logo filhoconto erotico da grossura de uma lataconto erotico eu e minha amiga na caravana com papaieu confesso comi minha sobrinha bucetudacontos eroticos Araguaina Tocontos comi minhas filhasNo meu caso sou uma mulher madura, me chamo Paula, 43 anos, branca, alta com cabelos pretos, corpo violao,conto erotico estou gravida do meu irmãoprimo de rendinha metade da bunda de fora em calcinha cabelo que sai para foraComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradoconto erotico fui no banheiro da estrada mijar e me assustei com o tamanho do pauzao do negaoxzoofilia animal casaro casadacontos eroticos de estrupamendoContos eroticos seduzi a mae do meu amigo uma coroa bem recatada e dona de casaficou de short e foi chantageada contos eroticocontos eroticosmeu marido me chamou pra ver um filme porno com os amigostio gordo dormindo conto eróticocontos eroticos paulo e bruna parte 2algus dono de escravos estrupavão escravas    conto erotico gay cuzinho rosinha tapas socaContos eroticos gays. comendo o moleque na van escolarmenininha contos eroticosroupa de couro esposa contoscontos eroticos de incesto: ajudando a mamaecontos suruba inesperada com a esposa e travesticontos vi minha irma com pausudoentreguei minha esposa de bandejasandalia superalta conto eróticocoroa 46 anos cabelo curto enroladinho dando a buceta grandecontos eróticos de comi a chata da claseconto eroticos comi minha tia com a calcinha na mãocoroas ensaboando cacete do jovenconto erotico amigo pauzudo do marido comeu eu e minha filhaO dinha que comi o cu da minhA mae bebAda contos,dando mama para o vaqueiro no pasto contoscontos putaria de crentesme fode jb. contosconto gay pm com pmcontos eroticos transando com a cuhada branquinha da boceta peludaconto bricano com o primho de esconder