Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA MÃE NO MOTEL

Sempre fui tarado na minha mãe. Coroa na faixa dos 48 anos e separada do meu pai, ela sempre foi elogiada por estar em plena forma já depois dos 40, e de ter tido três filhos (contando comigo).

Minha mãe, dona Wanda, tem cerca de 1m65 de altura e é bem farta de corpo. É morena, tem cabelo até a cintura, peitos e bunda enormes. Hoje, estou com 22 anos, mas desde cedo batia punheta pensando nela, em como seria gostoso transar com ela.

Certa feita, já há dois anos, nás havíamos marcado de nos encontrar na faculdade onde eu estudo, em Salvador. Era de noite, e eu havia ficado de sacar um dinheiro do caixa eletrônico que tem lá na faculdade para entregar a ela.

Ocorre que depois que saímos da faculdade não tinha mais ônibus. Quem mora em Salvador sabe que não tem ônibus depois das 22h30.

Nos restava, somente, duas opções: ou dormiríamos na estação do ônibus, ou em um hotel barato, já que não tínhamos dinheiro para pegar um táxi.

Acabamos em um hotel no bairro de Itapuã. Lembro-me como se fosse hoje: a pernoite do quarto custava R$35.

Minha mãe vestia uma blusinha sem sutiã e calça jeans azul, com um sapato alto cor branca. Ela estava mais deliciosa do que nunca, e todos a olhavam nas ruas - como de costume.

Já no quarto do hotel, conversamos sobre o dia que passou, demos risada com toda aquela situação, mas era chegado o momento de deitarmos na mesma cama.

Depois do banho, ela saiu sá de calcinha e sutiã, e eu de cueca.

Estávamos juntos na mesma cama e eu estava coberto de adrenalina, até porque aquele parecia o dia ideal para eu realizar o meu grande sonho.

Por volta das 2h da madrugada, ela já dormindo (ou fingindo), resolvi ligar a TV e colocar em um canal de filmes pornôs.

Pouco depois, lá estava eu tocando uma punheta, levantando o lençol e vislumbrando aquele bundão maravilhoso, naquela calcinha branca rendada.

Logo, aproximei-me de minha mãe, e como já estava estonteado de tesão, acariciei a sua bunda, enquanto batia punheta e assistia ao filme.

Na primeira vez que ela esboçou movimento, parei de tocá-la, já com o meu pau extremamente duro e pulsante. Tive medo.

Em seguida, ela virou-se pra mim acordada, o que deixou-me surpreso e temeroso. No entanto, minha mãe me tranquilizou:



- Tudo bem, meu filho. Sempre achei esse negácio de familiares não terem relações sexuais uma hipocrisia, já que o tesão desconhece parentesco. Vamos aproveitar esta noite e transarmos bem gostoso, e ninguém vai saber.



Depois disso, ela pegou meu pau e começou a chupá-lo. Primeiro, lentamente, depois, como uma verdadeira puta. Eu estava adorando, mesmo sem acreditar direito. Na sequência, fiz com minha mãe o mesmo que faço com minha namorada: agarrei o cabelão dela com força, enquanto ela saboreava meu pintão.



Logo depois, abri as pernas de minha mãe e comecei a chupar-lhe o bucetão. Era uma buceta enorme, quente e muito molhada, o que me dava ainda mais tesão. Simultâneamente, assistíamos ao filme pornô.



Aí foi a vez de eu socar o meu pau na buceta dela. Minha mãe estava de quatro, e a buceta dela simplesmente estava engolindo o meu pau, num movimento frenético de vai-vém. Em seguida, segurei as duas pernas dela e comecei a meter forte, com duras estocadas, ao que ela gemia como uma puta.



Na hora de gozar, fiz minha mãe bater uma punheta pra mim até que eu não aguentasse mais: gozei nos seus peitos - e segurei depois os biquinhos marrons bem duros.



Depois daquela noite gostosa e inesquecível no hotel, passamos a transar com mais frequência, e até hoje ela continua muito gostosa e insana.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Feirao big foto penetrando no cuzinhoboliche do bundão boladovisão dos sonhos dos cornosvideos de garota sendo desvirginadas do cu e buceta elas chorando e gritandoconto esposa cabeluda de óculos liberada ecotra coroa que.evie vido sexo avivocasada dando o cu no bairro de na casa do feranteCom medo da jeba enormeamarrei a gravida e mamei a força contosassistir filme pornô mãe então você tá grande meladamenino gay inocência perdida pornoo negao me comeume puxou pra sentar no colo dele - contos eroticosContos eroticos minha esposa rabudaporno pulando carnaval com a tia Contos eroticos de mamae qconto fudendo uma senhoracontos eróticos encaixada viado da bunda grande no ônibusrelatos de casadas que treparam vom suas cunhadssContos eróticos primo comedor comeu o cu da nanecontos sexo dividindo o casamento e a camao assaltante e a vitima contos eroticoscontos erotticos gay fui passear naa casa de minha madrinha e comi o cu de um meninnoofui putinho do padre gaycontos fui acampar e fui cornocontos agora ela so quer se for com duas picasContoseroticoscomsogroconto erótico peguie minha mãe no flacra tocando siririca lésbicasDei o cuzinho quando já era coroa contos eróticosFAMÍLIA LINDA CONTOS ERÓTICOSgordo pintudo conto teensconto afoguei com galameu filho quis ver eu mostrei contos incestocontos fui brincar amoite de esconde esconde e dei o cu pra todos mulequescomi minha prima no esconde-escondeconto erotico menina no pic esconde esconde vizinho flagroucontos sogra e nora lésbicas fazendo tesouracontos sexo estorando cu virgemscontos eroticos primo da esposacontos de marido bonzinhos fetiche mulher atola cueca no rabo do caraCaralhogigantedentroRelato picante sexo no estacionamento do shoppingcontos eróticos de virgens com irmãomeu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidaEngolindo a piroca do irmozinho contoseroticosconto como tornar cornoconto erotico eu era virgem mas o pau erafinoconto fui por cima do meu primoContos excitantes sou gaúchacontos eroticos irmaconto fui ajudar a vizinha e ela me agradeceu com a bucetamulher dando pra piazada contos erpticod"klaudia kolmogorov"caralho anaconda destruindo cuxvideos minha matrasdo nu meu quato sexomulher transando com dog contosmulheres aguachadas so de calcinha fotoscontos ninha cachorra chupou minha bucetavideo porno gay o promo etero bota o primo gay na surubasobrinho da um susto na tia gostosa e ela desmaia e ele mete oh pau bem fundo ne e gozar dentro dela e quando ela acorda ta toda gozadapornodoido dona de casa chifra rapidinha cm amigoconto erotico pai comendo a filha mais novamoleque no ônibus contos eróticos gayconto erotico de esposa de bunda grande com o gordoContos eroticos anciãs casadas e maridos cornoscontos eróticos coroas na casa de repousoestorei o cu dela contocontos eroticos casada vê abelhar com pau grande no cúcontos eroticos esposa praiaele grito e choro enquanto dava bucetaconto erotico niseta bebadacontos erotico gay na infância no banhocontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeuporno doido filho comeno a sua mae baixinha peitudacontos bebe safadacontos eróticos gay cuidando do cachorrão do vizinhocontos esposas na praiaContos eróticos comendo uma lorinha dos seios grandes Luizacontos eroticos a prima da esposa organiza uma surubaconto erotico pagou a divivida minha namoradacoloquei minha sobrinha de quatro virgemtereza okinawa pornoconto irma casadacontos erótico comi minha irmã casada gostosacontos eroticos comi a velha beatacontos eroticos de me fodram enquanto dormerelatos de traicao com negros picudoswww.contos eroticos maes e filhoscontos erticos/garotinhasconto dei boa noite cinderela pro meu amigo e comi a sua mulhercontos eroticos dona zefacontos eroticos picantes de amanteeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incesto