Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA GOSTOSA TRANSA DE MINHA ESPOSA

Somos casados e eu sempre gostei de ver minha esposa (Elisa) ser fodida por outros homens; sempre gostei de ser Corno, mas até então sá tínhamos transado com homens que eu arranjava e que a fodiam na minha frente, sempre em motéis. A primeira vez num lugar estranho foi quando fomos pra Cabo Frio no feriado, eu cheio de tesão e ela também, ficamos num hotel, e foi fácil arrumar um amiguinho. O cara era bem dotado, 22x8cm,; a pica dele qdo estava dura fica no umbigo, pra cima, espetada, coisa de louco. Não nos conhecíamos, ligamos pra ele, combinamos de sairmos à noite. Pedi pra minha esposa que caprichasse no vestuário. Ela colocou um vestidinho colado azul e bem curto com os peitos a mostra, com uma calcinha vermelha, bem enterrada no

rabo. Fomos a um barzinho pra tomarmos uns drinques, e quando chegamos já foi uma gostosura, uns caras que estavam sentados quase a engoliram com os olhos, pois ela estava realmente muito bonita e sensual; sentamos num ponto estratégico, e quando ela cruzou as pernas, deu aquele lance gostoso, mostrando a calcinha para 2 caras que estavam sentados na frente dela. Logo depois chegou o nosso amiguinho (Roni), nos apresentamos e conversa vai, conversa vem, um gole daqui outro dali, ele começou a roçar as coxas de minha mulher, e para facilitar as coisas eu fui ao banheiro e quando voltei ele já estava coladinho nela, e quando me sentei do lado dela ela me disse no ouvido que o Roni já tinha passado a mão ate na

buceta dela. Escorreguei minha mão pelas pernas dela, embaixo da mesa e encontrei a mão dele alisando a calcinha dela que já estava toda molhadinha. Como já estava super excitado, chamei minha esposa para irmos pro hotel, pois já se passavam das 22:00h. Subimos pro nosso apto; fui ao banheiro e qdo retornei já encontrei os dois no maior sarro, ele estava chupando a língua dela e com a mão enfiada na calcinha dela, com um dedo enfiado na bucetinha de minha esposinha putinha. Ela desabotoou a braguilha dele e tirou aquela coisa enorme, de uma grossura incrível. Dura como ferro. Claro que eu já estava com meu pau de fora batendo uma punheta e ele continuou chupando o seu pescoço, a beijando e pegando nos seus peitos. Suas mãos acariciavam suas

coxas, com o vestido levantado. Ele a deitou na cama, tirou toda a sua roupa, se despiu e foi passando aquela coisa grande entre as suas coxas, eu estava de frente

e podia ver a cabeça do pau, roçando sua buceta. Ai começou a festa... A rola do bicho estava enorme, querendo entrar depressa, ai começou a chupar seus peitos, ela agarrou seu troféu, com aquelas veias azuis pulsando. Eu cheguei bem perto e vi a cena, meu amigo, ele abriu um pouco os lábios da buceta de minha esposa e colocou o trem duro, ela caiu de joelhos e abocanhou a rola, e como era grossa e dura. foi chupando, tentando engolir tudo, mas era grande e quase engasgou, ficou naquele vai e vem, ate que ele pediu pra parar, senão ia gozar na sua boca, na sua cara, e ia lambuzar ela toda. Eu nesta altura estava com o pau a mil por hora, e ela olhava para mim com a cara de satisfação, nunca tinha chupado um pau daquele tamanho. E me falou: obrigada meu corninho por ter me dado este presente, sempre sonhei em te por um chifre com um pau deste. Eu estava elétrico, com o pau duro, cheio de tesão... e fiquei assistindo. Meu amigo meteu a língua em todos os seus buracos, levantou sua bunda, colocou almofadas embaixo, e enterrou a língua no seu Cu. Uffff...que delicia, sua boceta molhada escorria de tesão e ele sugava tudo o que vinha dela. Ai ela fez ele se deitar de costas, com aquela vara enorme e cheia de nervos, espetada pra cima, foi subindo bem devagar, e qdo. a cabeça do bicho entrou na sua boceta, foi descendo bem devagar e ela foi sumindo dentro dela, todinha, cm por cm. Eu fiquei louco, e cheguei perto, ajoelhei atrás deles, e comecei a passar a mão na bundinha dela enquanto ela engolia a rola. Meu amigo gritava de tesão, ai eu comecei a passar as mãos nas bolas dele e a língua na boceta dela, com o cacete dele dentro dela. Uma loucura; e ele não aguentou e explodiu em gozo dentro dela, com jatos quentes, jorrando lá dentro, inundando aquela bucetinha gostosa. Eu também gozei novamente, desta vês nos seus peitos. Ai ele relaxou um pouco e tirou aquele monstro de dentro dela, aí eu a deitei de costas, abri suas pernas e sem perda de tempo, enfiei a boca na sua boceta e enfiei a língua bem lá dentro, pois a vara tinha deixado um rombo, eu suguei toda a porra que meu amigo tinha deixado lá dentro. Saboreei como se fosse leite moça. Depois que suguei tudo, subi em cima dela, meti meu cacete pra dentro. Meu amigo ficou louco de ver tudo aquilo. Aproveitou que eu estava com a bunda pra cima metendo na minha mulher, e começou a passar o dedo no meu cú. Eu gemia e gritava de tesão, ai meu amigo não resistiu e começou a pincelar o cacete na minha bunda. Parou assim, ficou quietinho e conforme eu me movimentava dentro dela, pra cima e pra baixo, o cacetao deslizava na minha bunda, roçando o meu cú. Meu amigo tentou meter pra dentro, chegou a enfiar um pouco da cabeça, mas eu fiquei com medo, disse que doía e ficou nisto. Acabei gozando em nela, ai fomos tomar um banho, descansamos um pouco, pra começar a putaria mais tarde. E notei que meu amigo estava seco pra meter a rola no rabo de minha esposa e no meu. Queria porque queria faturar os dois cus de uma vez sá. Ficamos todos pelados, a rola do nosso amigo estava assim, meio arredia. e ele ficou desfilando aquela maravilha pendurada pelo quarto, ela não resistiu e começou a acariciar o cacetão, que logo foi subindo, crescendo, e ficando duro outra vez, ela se ajoelhou e meteu a boca, o cacete grande mal cabia na boca dela, aquela cabeça enorme sumiu, então ele começou no vai e vem, engolia mais da metade, ate na garganta, enquanto isto, segurava as boas e as acariciava, fiquei sá assistindo, pra ver no que ia dar. com as chupadas o nosso amigo ficou tarado, e disse, quero abrir o seu cú... e foi virando ela, colocou ela de quatro na cama e veio com o troféu enrijecido. Cabeça pra fora, tive que umedecer a cabeça e o buraco com creme, ambos ficaram muito lisos, ai ela pediu pra ele colocar bem devagar, já que era a primeira vez, ela nunca tinha dado o rabo pra outro macho, sá brincava com o de silicone, mas este era de carne, era quente, era grosso, e comprido, e ainda tinha os movimentos do macho, tinha veias que pulsavam. Ai o nosso amigo, colocou a cabecinha no buraco, e empurrou bem devagar, aquilo foi arrombando tudo, ela gemia, de dor e de tesão até que a cabeça ultrapassou aquele anel que o cú tem, durinho lá dentro, ela sentiu um alivio, porque a cabeça é bem mais grossa, e força o anelzinho de couro a abrir...o macho foi colocando, e mais, e mais, e eu assistindo aquela maravilha, com o pau super duro, batendo uma punheta e alisando os peitinhos de minha amada.... isso excitava mais o macho que socou tudo, e começou a bombar, agarrou ela sem piedade, e meteu os 23 cm pra dentro com força e tirava tudo e punha de novo pra mim ver, aquilo vinha pra fora com cabeça e tudo, e entrava de novo, eu vibrava de tesão, e sentia inveja daquilo, é muito bom ver outro homem enrabando minha esposa, ela de quatro com ele atrás eu olhava por baixo e via o saco batendo na buceta dela. Eu me deitei por baixo dela e fui dar uma chupada no grelinho dela, uma delicia ver aquela picona entrando e saindo do cuzinho de minha mulher...o macho não aguentou e esporrou, lá no fundo...enquanto gozava, parecia que metia ate o saco pra dentro. Eu gemia e gozei, tocando uma punheta enquanto o macho gozava dentro dela, e ela teve uns 4 orgasmos...ai ele tirou, bem devagar, esfregou o pau todo melado na minha boca, desceu um monte de porra do cú...dei uma lambida, foi uma violência, ela perdeu todas as pregas, mas gostou e disse que agora vai dar pra todos que a comerem...Dormimos, na manhã seguinte acordei com minha esposa chupando o pau do Roni, aproveitei e comecei a chupar a buceta dela, aí ela pegou no meu cacete que estava duro como ferro; ficamos nessa chupação até o macho esporrar na boca dela que engoliu tudo. Não aguentei e também gozei; ela me agarrou e me deu um beijão de língua, ainda toda exportada. Tomamos um banho e fomos para o café; à noite conforme tínhamos combinado, nos encontramos de novo, desta vez no apto. do Roni que abriu a porta com o caralho já duro pra fora; e falou que hoje o corninho ia também chupar aquele caralho, e ele pegou minha esposa tirou sua roupa toda, a colocou deitada e eu segurei aquele caralho, posicionei e ele foi enfiando, tirei minha mão e ele atolou até os ovos, ela gemia, gritava, gozava, delirava; ai peguei suas pernas e entrelacei no pescoço dele fazendo um frango assado. O macho socou tudo, enfiou até o talo e socou violentamente até esporrar fundo. Ele mete tanto que fiquei com medo dela se machucar com tantas estocadas. Ela caiu super satisfeita, com um sorriso de felicidade, e me disse: depois que o Roni se recuperar vai ser a sua vez meu corninho, quero ver você chupar este pauzão, quero ver meu corno virar viadinho também....fomos tomar uma ducha.....ela foi pro quarto, ficando eu e o Roni no banheiro.....e ele me disse: o sabonete caiu, e é serviço do corno abaixar pra pegar....olhei e ele já estava com os 23cm super duro.....e como bom corno, me abaixei, ele encostou o mastro na minha bunda, me segurou pela cintura, forçou um pouco, fechei os olhos, senti dor e prazer....abri os olhos e vejo minha Elisa se beijando com o Roni, enquanto ele enfiava no meu cuzinho....e me dizia: você estava doido por isto não é meu corno.....mete Roni, enfia tudo no meu corninhoviadinho....



Abraços



Alex & Elisa



Email: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de rabudasresguardando a namorada contomeu pai batendo punheta.eu foi fala com ele e ele madou eu bate pra eleconto gay titio gayminha sobrinha me chupou enquanto eu dormiaminha cunhada mim chamo pra trnzarcolocou toda.no.cu e elabse.mijouestrupei o gay contos eroticosContos eróticos teens gays chupando o filhinh da minha amigacontos comi minha sograconto porno mulher putacontos eroticos meteram em mim e fiquei muito abertaChumpou a bucetao dela gozo xvidiocontos eróticos abusada peli médico dupla penetraçãoEu quero uma menção tá subindo no Pau por favor calma tá chupando pauas mulher freira depilando o priquito no conventocontos eroticos comi minha esposa minha cunhada e minha sogra ao mesmo tempocontos submissa para pagar dividaspunheta para o sobrinho contomulher tem fetiche tama pirocada de travesticontos eriticos pique esconde sofaContos eróticos de viados que berraram nas rolasquero sentir sua porra quente dentro no cusou uma putinha gostosa da familiacontos eroticos com dialogo molestada pelo patraocontos eroticos espiando a senhoracontos porno meu marido perdeu o jogo e detonaram meu cucontos me chamo camila transei com felipe meu irmaosendo possuida pelo servente do colegio parte 1!!!contos eroticosconto eroticos a buceta da minha esposa so cheirava porrabumbum de mocinha injecso porno contocontos eróticos de incesto minha mae no meu coloMinha irma adolecente taradinha em conto eroticoconto erotico eu era virgem mas o pau erafinocontos eróticos infânciacontos do caralhojovem mostrando os pelinhis fino ds bucetarelatos de cheirando calcinhacontos sou puta e insaciável por rolaconto erotico fui no banheiro da estrada mijar e me assustei com o tamanho do pauzao do negaoflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contosconto erotico confessei para o meu maridoconto erotico debaixo das cobertasMinha namorada deu a bucetazoofilia contos eroticos homem fudendo co éguas.brminha filhinha me viu de pau duro contoscontos eroticos de vovoconto dei boa noite cinderela pro meu amigo e comi a sua mulhercadeirante gay dando o cu pro negao em motel contos eroricosSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininohttp://comtos eroticos de estuprovideo para baixa de porno home com olho vexadowww.fiquei louca quando vi a cueca do meu filho mrlada de gala contocontos eroticos esposa fio dentalconto coroa gordinhaloira resebi anal depois de treinamentovideo sexi coiada esticada de manhã cedoestalos da cama-contos eróticosrealizei meu sonho transar com um cavalocontos casada fode com amigo do mundocachoro da familia gozando detro da buseta da mulhecachorro do pau grande comendo a mae conto eroticopegando a amiga camila com rabao empinadoConto erotico o farmeceutico de 60 anosporno filadaputa faz devagar o teu pau é muito grande contos reais minha mae chupou minhha bucetamenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticosboquete no casado contotoquei uma punheta pro cara enquanto ele dormi relatosreais contos flagrei minha irmã e seu filhocontos de mulheres que tomaram ativador sexualcontos eroticos casal voyeur sem querercontos minha tia humilhando meu tiocontos de pura putaria entre pais e f