Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRANCADA COM O CHAVEIRO





Era uma Sexta-feira à noite, e eu, entediada de assistir TV, já que meu namorado estava viajando, resolvo trocar de roupa e dar uma volta, procurar algumas amigas num barzinho badalado da cidade.

Sou baixa, tenho pernas grossas e seios de médio a grandes, um colo muito bonito, que os homens adoram. Escolho uma saia curta, uma blusinha branca decotada, uma sandália de salto, e pego as chaves pra sair de casa. Tento abrir a porta e nada, está quebrada. “droga! Logo numa Sexta à noite!”. Mesmo tendo que pagar uma fortuna pela visita do chaveiro à noite, a posibilidade de ficar trancada em casa numa Sexta feira é muito pior. Procuro o número na lista, e o chaveiro promete a visita pra 19 minutos.

Enquanto espero, resolvo ajeitar a maquiagem.

Quando chega, explico o que está acontecendo e, ele do lado de fora, desmonta a fechadura.

Ao abrir a porta, uma surpresa. Alto, moreno, musculoso, e muito cheiroso. Completamente diferente do que eu imaginaria pra um chaveiro em plena Sexta-feira à noite. Percebo que ele me olha de cima a baixo, e tenta disfarçar o olhar guloso que percebo no canto do olho dele.

Com a fechadura desmontada, ele continua o trabalho. Percebo que ele olha demais pra mim, e começo a ficar incomodada. Me arrependo de náo Ter trocado de roupa enquanto espero. Me sinto completamente invadida e vulnerável, ali, sozinha, com aquele homem. Apás montar a fecharura novamente, ele resolve testá-la e, como eu podia imaginar pelo jeito que ele me olhava, não consegue abrir. Ele avisa que estamos trancados, e pede pra ligar pra loja e chamar outro chaveiro. Eu mostro o telefone, e fico cada vez mais apavorada.

Amo muito meu namorado, nunca o traí, e aquele homem me olhando como se eu estivesse nua me deixa em pânico.

Ele disca, e depois pede a quem está do outro lado da linha que venha ajudá-lo, dando meu endereço.

Desliga o telefone e fica ali, parado, de pé, me olhando. Percebo um volume na calça dele, e resolvo oferecer uma água, pra sair daquela situação constrangedora. Ele aceita, e eu vou até a cozinha. Quando chego perto da geladeira ele chega por trás, me encosta na parede e começa a beijar minha orelha, passa a língua na minha orelha, dizendo que sou muito gostosa, que adora quando uma gostosa como eu o chama à noite, que é por isso mesmo que ele trabalha sá à noite, porque sempre tem uma gostosinha carente que o chama. Eu tento gritar, dizer que não sou carente, que quero que ele vá embora, mas ele pãe a mão na minha boca e não me deixa falar. Começa a beijar minha nuca e apalpar meus seios, e me empurra cada vez mais pra parede. Sinto ele me encoxando, forçando seu pênis na minha bunda e fazendo movimentos de vai e vém. Tento gritar, ele acha um pano e me amordaça. Me vira de frente, beija meu pescoço, tira a minha blusa e começa a beijar meus seios. Começa a morder meus mamilos, e um misto de dor e prazer começa a me deixar muito excitada. Ele morde com mais força, eu tento gritar e empurrá-lo, ele segura meus braços abertos com força, diz que eu é que liguei pra ele vir, agora que aguente.

Me deita sobre a mesa, beija meus seios e vai descendo bela barriga, lambendo minha barriga, meu umbigo, a virilha, e abre minhas pernas. Minha vagina está toda molhada, estou ficando excitada, ele diz “está vendo, minha putinha, como você queria?”. Enfia a língua com força, suga os lábios, tento gritar de dor e chutá-lo. Ele abre minhas pernas com força e me penetra de uma sá vez, fazendo com que eu me contorça num misto de dor e prazer. Segura meus quadris e fica estocando algumas vezes, me fazendo gozar e gozando logo depois. Percebendo que já estou completamente rendida e exausta de prazer, ele tira a mordaça, me amarra na mesa e me venda. Começo a gostar da situação, quando escuto a campainha tocar.

Entro em pânico novamente quando lembro que o chaveiro havia chamado ajuda, e que mais alguém deve Ter chegado. Ele me amordaça novamente e sai da cozinha, me deixando nua, com os braços e pernas amarradas na mesa, vendada e amordaçada, completamente vulnerável.

Logo ouço passos vindo da porta em direção à cozinha (nessa hora tenho certeza que o primeiro chaveiro já havia consertado a porta). Tento gritar, sem conseguir. Ouço-os resmungarem alguma coisa, e começam, os dois, a chupar meus seios, lamber meu pescoço e barriga. São duas línguas e quatro mãos a me tocar, todas as partes do meu corpo sendo exploradas, e eu sem conseguir me mexer, sem saber quem me toca, minha pele quente de tanto prazer.

De repente sinto um cubo de gelo ser esfregado em mim. Começa pelo pescoço, desce entre os seios, circula longamente nos mamilos, deixando-os rijos, e vai descendo pelo umbigo. Me contorço, gozando de prazer. O gelo desce, passa pelos pêlos, e é esfregado nos meus lábios, fazendo com que minha vagina se contraia, e eu goze novamente. Nesse momento, colocam um cubo de gelo dentro da minha vagina, e como ele escorrega, logo aparece um pênis pronto pra segurá-lo lá dentro. Gozo novamente, com um pênis quentinho e um cubo de gelo tocando o colo. Enquanto sou penetrada sem saber por quem, o outro continua chupando meus seios, mordendo meus mamilos. Eu quase morro de tanto prazer, querendo que aquele momento não termine nunca. Depois eles passam a se revezar na penetração, primeiro um, depois o outro, minha vagina começa a ficar dolorida de tanta esfregação, mas o prazer é tanto que eu nem me importo. Eles ficam por muito tempo se revezando, depois gozam sobre a minha barriga, me enchendo daquela porra quente e eu gozando novamente.

Acordo no outro dia, desamarrada, ainda sobre a mesa, com um cartão com o telefone do chaveiro do meu lado. Ah, tomara que minha chave quebre logo!

Se você quiser me visitar numa Sexta à noite, me escreva [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dei a bunda para o torcedor contosenrabada pelo meu filho especialcontos eu marido na prai de nudismoirma baby doll contosFoto pirocudo rasgando bucetinhacontos com amiga baixinha e gordinhacontos eróticos online pai tarado e filinha devassacontos eróticos espiandomeu filho quis ver eu mostrei contos incestocontos erótico acabei indo pela primeira vez num sítio de naturistaFui estuprada com penis de borracha contocontos eroticos nordestecontos eroticos minha mae puta e filho viadocomto erotico de esetos de novinhas vigeconto cine porno gay Recifecontos eroticos fui bem fodida igual puta e chingada de vadiacontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecernao resisti domir com ela xvidiopornoc/japonesasetravestismuie pega a manguera do amigo do cornaoconto minha estagiáriavirei puto do vovo conto gayhistorias eroticas de onibus lotadosvirei cadela contos gaysmassage ando a cunhada contohttp://okinawa-ufa.ru/conto_7625_tirei-o-cabaco-da-prima-dentro-da-cana.htmlcontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesPorno mobile boqueternome cumera porque tava sem calcinha negros cotosconto eroticos gay com paieu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestovoyeur de esposa conto eroticoquero o pauzão dele no meu cu amor agora fica olhando contoscontos enfiei tudo a minha picona nele e ele reclamou muitomeu padrasto fica excitado comigoconto lesbica desde novinhacontos Eroticos zangadinha safainha mae e filha de fio dental na praia e do padrasto contocontos eróticos manausfudendo pra valer com tubo de gel no rabodepiladas muas na sauna contosarregaçando, chorando e gozou contosmulher traí marido pela primeira vez com super dotados contos errSentei na pica e cavalguei gostoso com a pica dentro parei prazerconto erótico comi minha mãe peituda gostosaxvidio puta arreganha as perna p leva rola no.fundoContos eroticos de novinha cega fudendoareganhando o cu e epois a boceta com a mao relaxandonovinha de calcinha fudendo com velho contosinfancia contos de encestowww.mulhers impinadas de calcinhaxxx videos mulheris bem safadas que brinca com o pauzinho pequeno do marido tampinhacontos eróticos gay cuidando do cachorrão do vizinhoencoxada bem arroxadaContos sogra fio dentalconosco toma a porra de. macho na. bucetamenina assanhada contoswww.contoseroticos eu e a minha vovócom.br/conto_4323_tudo-em-casa-real-mae-e-filho.htmla loira e o cavalo contocontos de coroa com novinhoprimeira vez que comi meu amigover contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionárioscontos eroticos sogras com genros jeguecontos esposa rebolou para,amigoNetinhas mamando pica contoseroticoscontos erotico ela trai o maridomulheres aguachadas com as pernas abertas so de calcinha fotoscontos eroticos gays orgia piscinaconto erótico peguie minha mãe no flacra tocando siririca lésbicascontos erótico com homens dando o cuzinhoConto tia a massageava o pauConto incesto sogra no volantehttp://googleweblight.com/?lite_url=http://idlestates.ru/conto-categoria-mais-lidos_7_3_sadomasoquismo.html&ei=a1K1--iF&lc=pt-BR&s=1&m=984&host=www.google.com.br&ts=1502208630&sig=ALNZjWluLDUwf3x3BVqvie4tmbrgYZhBOAestoria porno a fantasia do meu marido e c cornoporno coroas com escorpiao na bundacontos erotico-meu cuzinho acostuma no teu paucontoseroticosviolentadavideospornosantaritaSiririca contospuxa agarra japinha cabelos pornocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html no hotel com meu filho contos de encestoconto mastubando a vizinha virgem dormindoContos mulher coloca silicone no peito e marido vira corno