Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

INICIAÇÃO DA ESPOSA

Moro na região serrana e como todos sabem, faz um friozinho, convidativo a lareira, vinho, fondue e sexo. Sou casado, por sinal, apaixonado por minha esposa, tenho uma vida sexual ativa e me sinto muito feliz sexualmente. Já há algum tempo comecei a fantasiar um ménage a trois, com mais um homem em nossas relações, mas minha esposa nunca aceitou mais que do que somente fantasiar. Eu fazia de tudo para que ela se soltasse e entrasse na minha fantasia de corpo e buceta. Sempre que a gente metia eu dava um jeito de falar de ex namorados dela. Ela ficava com muito tesão. Mas depois ela parecia irritada com a minha insistência e eu parava. Até que um dia eu tive a idéia de colocar minha fantasia para funcionar. Resolvi contar para um amigo nosso o meu plano pois eu sabia que ele tinha um tesão por ela e que ela tinha uma pequena queda por ele. Eu sempre falava dele nas nossas transas e ela aceitava melhor. O plano era simples, em um final de semana, convidei o amigo e sua namorada para subirmos a serra, mas isso é o que ela imaginava, pois meu amigo iria mais tarde sá e dizendo que veio apenas para avisar que não poderia vir mais com a namorada pois os dois tinham terminado. Nisso eu coloquei em prática meu plano e pedi para ele ficar pois estava muito frio e já era noite de sábado íamos tomar vinho e comer fondue. Não deu outra, ela parece que adivinhava o que eu queria com isso e insistiu para ele ficar. Apás duas garrafas, nossas faces já coradas, nosso tesão começou a borbulhar. Chamei minha mulher para dançar e nosso amigo ficou sentado no sofá nos olhando. Em dado momento, ele pediu para dançar com ela eu deixei. Enquanto eles dançavam eu me aproximei e a abracei por trás ficando, nás três juntinhos e eu roçando meu pau duríssimo na bundinha dela. Comecei a passar as mãos nas coxas dela e subir o vestido devagarzinho até que a calcinha ficou a mostra e eu alisei a bunda dela sem pudor. Neste instante, nosso amigo desceu a mão e encontrou a minha na carinho que eu fazia. Ela se curvou para trás para me beijar e desse modo a bucetinha ficou apertada contra o pau dele, que também estava duro como ferro. Virei-a de frente para mim subi no sofá, coloquei meu pau para fora e dei para ela chupar, enquanto nosso amigo abaixou a calcinha dela e começou a chupar a buceta dela por trás. Ela gemia com meu pau na boca enquanto era chupada e lambida na buceta e no cuzinho. Ele já não aguentando mais, tirou o pau para fora. Neste momento eu disse : Ei amigo, vá buscar uma camisinha na gaveta de meu criado mudo. Ele voltou com a camisinha já aberta, colocou no pau e começou a penetrá-la lentamente, fazendo-a chupar meu pau com mais força e tesão. Ele bombou devagar por um tempo e começou a meter com força, fazendo-a balançar. Eu estava desconfortável na minha posição e resolvi sentar no sofá. Nesta hora ela se desgrudou dele e montou na minha pica, fazendo entrar toda em sua buceta quente e molhada demais, uma delícia. Nosso amigo ficou punhetando o pau enquanto ela me cavalgava como uma louca. Eu nesta hora decidi realizar uma outra fantasia. Era agora ou nunca, eu iria oferecer o cuzinho dela para nosso amigo e fazer a nosso primeira dupla penetração. Puxei-a para meu peito fazendo sua bundinha arrebitar, passei meu dedo no cuzinho, espalhei um pouco de seu suco vaginal pelo anelzinho, enfiei um dedo com carinho e em seguida abri sua bundinha convidando, sem palavras, uma pica para penetrá-la. Nosso amigo percebeu a intenção e se posicionou atrás dela colocando devagar o pau em seu cuzinho, que foi se alargando devagar e apertando meu pau dentro da bucetinha. Quando ele começou a bombar, ela fazia cara de dor e prazer e eu achei que fosse explodir no melhor gozo da minha vida, pois a sensação era átima. Fodemos assim por uns 20 minutos e eu senti que iria gozar. Tirei meu pau de dentro dela e gozei no seu rosto, quase junto com nosso amigo que também derramou seu leite nos peitos dela fazendo-a gozar alucinadamente. Fomos tomar banho e ainda repetimos a dose antes de dormir pesadamente, pelo cansaço e efeito do vinho. No domingo, quando acordamos, bem outra hora eu conto sobre o domingo.



E-MAIL: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


videos bichobruto cavalo comendo égua minha tia greluda de biquíniflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contoschupando pintaooopiroca mole levanta de vagarinhoContos eroticos perdendo a virgindadepelanca contos eróticosesposa comvemceu maridu deixa. ela da para outro..comtos eroticoscontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa delePau gigante.arrombando o cu da inocência. Jcontos porno de incesto real pai filha e mae juntoscontoporno enfiei bananadesde pequena pratico zoofiliacontos eroticos de coronel de rola grande e grossacontos eroticos fui estupradaconto porno so danda molequecontos eroticos deixei a sapatao chupa minha buceta e meu cueu i a neguingo do pornoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorputinha submissa do tioPapai derramo leitinho na minha cara contos eróticoshttp://googleweblight.com/?lite_url=http://idlestates.ru/conto_1729_pacto-de-porra-em-familia.html&ei=Tuthr3L0&lc=pt-BR&s=1&m=159&host=www.google.com.br&ts=1504527796&sig=ANTY_L0RczQERuUpbN0Q5efSyWyiLRB2ywcontos eroticos elizandracontos eroticos incesto vovôcontos corno no lualconto incesto minhas irmãs gritaram no meu paucontos eróticos de bebados e drogados gaysporteiro fode esposa corno contocontos eroticos traindo o marido com pivetesTravesti que dá de graça em bhcontos erotico gay negro dando pra brancoContos erotico como minha cuinhada mais velha de 45anos.contos-contraindo o cuzinho no teu pausexo gemidosssxvideo coroa adora comer as novinhas com o dedo chega agemerdando/o cabaço pro titio conto exitantecontos caipiras amadores bucetasesposa e amante volarao a filha drama pornocontos putinha do matagalaulas de natacao quadradinho eróticovideo de mulher transando no atelier delaContos eroticos meninas x gorilasConto gay velhopornô brasileiro fui trabalhar na casa da minha tia e comi minha prima de baby dollContos de sexo... A mini saia mal cobria a bunda delacontos policiais fudendo presoscoros bem casada no primeiro anal da vida contos mais lidoshomem chupando bucetinha para o pasteleiro escondidoconto travesti finge ser mulhercontos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeucontos eroticos de primos com primas que engravidampotranca de mini saia fodendoNo meu caso sou uma mulher madura, me chamo Paula, 43 anos, branca, alta com cabelos pretos, corpo violao,gabriel o hetero proibido conto eroticos gayDei o cu ao velho gostoso contos gaybdsm fita boca contoscontos eroticos sem pudor com coroasconto erotico minha esposa no jogo de baralhoconto casada vira cadelacontos eroticos meninascontos amigas virgensfui consola a cunhada contosmeu coninho deixou nosso filho mim fode gostoso contoconto eRotico os piralhoS m comeraocontos eróticos tenho 31 anos e tirei a virgindade da buceta da minha noiva de 19 anosconto erotico comi minha avó de fio dentalmeu pedreiro comeu eu e meu marido contoscontos de coroa com novinhoSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininoa menina e o cachorro de rua contos de zoofilia  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  contos erotecos de esposa de espartilho no metroContos punheta no garoto constrangidoporno mulher no onibus deixando um homem te alisar por baixo da saia mesmo com o corno juntoContos incesto novinha calcinhacontos gay jogador de basquete novinhoContos Eróticos abusada todos os dias por estranhoscontos porno sou puta dos meus cachorrossexo no arpoador conto eroticocontos de uma coroa safadaminha tia e a minha puta casa do contoconto erotico empregada negra escraviza patricinhacontos eróticos comi minha amiga skatista