Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MULHER DE MEU SOBRINHO

Esse fato aconteceu a pouco mais de 5 anos, mas sá agora criei coragem para repartir essa experiência com outra pessoas.

Moro em S.Paulo e, tenho uma casa em Caraguatatuba, num bairro um pouco afastado das praias e onde moram alguns parentes de minha mulher. No fim de fevereiro de 2005 tirei alguns dias de férias e fomos passar uns dias lá em Caragua. Chegamos no sábado e apás fazermos umas compras, avisamos nossos familiares que faríamos um churrasco no domingo p que pudéssemos nos reunir e botar os assuntos em dia. O sobrinho de minha esposa é casado e sua esposa uma mulher do tipo minhom, com o corpo que é uma delícia, e uma bundinha maravilhosa.

No domingo, enquanto algumas mulheres cuidavam do preparo do almoço nás os homens estávamos a beira da piscina tomando caipirinha e cervejas, e ela, aquela maravilha estava lá esticada numa cadeira de praia, lendo uma revista. Eu a todo momento dava uma olhadinha, para ver aquelas cochas deliciosas. Chegou um momento em que o pessoal resolveu ir acender a churrasqueira e eu como estava dentro da água disse que iria em breve, mas foi quando reparei que Ana (nome fictício) havia deixado a cadeira e estava deitada numa toalha e seus joelhos levantados, proporcionando uma visão fantástica. Seu biquine marcava sua xaninha e isso me deixou com um tremendo tesão e acabei ficando excitado, e ao sair da piscina ela com certeza percebeu minha ereção, mas o medo bateu forte e tive que me conter.

Na segunda logo cedo minha mulher recebeu um telefonema de uma agencia que ela fora escolhida para uma seleção e que a entrevista de emprego deveria ser no dia seguinte. Ela então resolveu voltar a S.Paulo de ônibus e logo arrumou suas coisas, porem antes de sairmos p leva-la à Rodoviária, chegou a Ana, sem o marido, dizendo que ele viria mais tarde p tomar um banho de piscina, já com 2ªs intenções disse a ela que ficasse a vontade que eu retornaria depois de uma hora.

Como achamos passagem p o 1ª ônibus, voltei rápido, e ao chegar em casa, nem entrei com o carro, pois havia esquecido o cartão do bco e eu deveria voltar à cidade p comprar tinta e dar uns retoques nas grades das janelas.

Ao entrar não vi Ana na piscina e chegando perto da janela do meu quarto ouvi uns gemidos e reconheci a voz do nosso sobrinho. Eles estavam fazendo sexo e ele dizia: E hoje, você também deixou o coroa de pau duro? Fala. Não,... disse ela, nem deu tempo, ele levou a tia pra rodoviária,

Mas você tá querendo ver ele de pau duro de novo né sua gostosa? Fala aí, vai querer dá pra ele vai?

Se você deixar, eu quero, você deixa amorzinho? Deixa?

Sá se você me contar tudo depois, tudo o que o coroa fizer com você. Pede p ele chupar sua bucetinha e seu rabinho.

Não, eu tenho vergonha de pedir, mas se ele quiser vou adorar se ele me chupar a buceta e meu grelinho. Se ele fizer isso eu vou chupar o pinto dele também e depois conto pra você... já imaginou eu com o cacete do tio na minha boca?

Já, e isso ta me dando muito tesão, dá a bunda pra ele também, você adora dar esse cuzinho apertadinho, sá de pensar estou quase gozando.... vai, meche essa bunda meche... tesão

A essa altura eu já estava com o pau na mão batendo uma tremenda punheta

Vai meu amor, goza gostoso na minha bunda, goza..... ai que delícia..., isso enfia mais um dedo na mina buceta enfia, eu vou gozar.... aiiiiii, que tesão, to gozaaaanndooooo

Espera que também to gozaaaaanndoooo. Gostosa, sua vadia, putinha, mata o tio de tanto fudeeee, faz ele gozar na sua boca, na sua cara... vai gooozeeiiiiii.

Ai... que delícia, goza comigo, ai tesão, fode gostoso fode, que sua putinha vai fuder também com o tiooo, aiiiii gooozeeeiiii.



Saí bem devagar p não ser ouvido, entrei no carro, e fiz como se estivesse chegando naquele momento. Entrei com o carro, acelerando p que eles ouvissem. Logo meu sobrinho saiu, me cumprimentou e disse que Ana estava no banheiro, mas já viria à piscina. Eu disse a ele que havia sobrado carne do churrasco e que ascenderia logo a churrasqueira, mas ele alegou ter um compromisso com seu cliente e voltaria no final da tarde.

Bem, a coisa estava armada, mas como me atrever e tomar a iniciativa? Nessas horas passam mil coisas na cabeça da gente. Será que o que eu ouvi não seria apenas uma fantasia sexual deles dois? Se fosse eu poderia tomar um baita fora.

Quando ela saiu do banheiro, toda arrumada, foi se deitar a beira da piscina e eu fui pintar as grades da janela do meu quarto, pois dali a visão era perfeita, podia vê-la ali deitada de bruços com aquela bunda maravilhosa que parecia me dizer “ vem tio, vem alisar minha bunda”. De repente ela se virou e ficando deitada de costas, levantou os joelhos e aí minha visão de sua racha, ficou perfeita. Já estava de pau duro de novo e não me aguentado mais, acabei pulando na piscina, e isso parece ter sido um convite a ela que também entrou e, ao entrar acabou esbarrando sua bunda nas minhas pernas e com certeza pode sentir minha ereção. Logo ela saiu da água e alegando ter saído seu protetor pediu que eu passasse em suas costas. Mais que depressa, sentei ao seu lado e comessei a passar o protetor em sua costas, fui descendo, descendo e ao chegar naquela bunda maravilhosa, contornei e ela logo reclamou dizendo que pra eu passar lá também. Que maravilha.... eu ali alisando aquela bunda que tanto desejei, e em certo momento disse a ela que o biquine estava deixando marcas do sol e ela pediu para que levantasse as alças, sá que em vez de levantar eu as desamarrei, deixando a mostra toda aquela bunda. Quando ela se virou p olhar para traz, percebeu me estado de ereção e disse: Nossa tio... tá tão ruim assim?

Aí eu não tinha mais o que temer e respondi: Como posso não ficar nesse estado olhando para uma coisa que desejo ha muito tempo? E já fui apertando aquela bunda... Minha vontade Ana, não era estar passando protetor, mas sim estar acariciando e beijando esse seu corpinho delicioso.

Tiiiooo, eu sou casada e amo meu marido.

O que os olhos não vêem o coração não sente, eu disse.

Deixa eu sá dar uns beijinhos nessa sua bundinha, deixa?

Sá se você prometer que isso vai ficar sá entre nás, o Miltinho não pode nem desconfiar.

Isso foi, para mim, a autorização que faltava, e caí de boca naquela bunda, e fui beijando, lambendo, mordendo. Aí notei que sua respiração estava ofegante, ela já estava molhadinha de tesão e pude sentir seu cheiro de fêmea no cio.

Aí tio, que gostoso, você sabe agradar uma mulher né? Não tio, não, aí nãooo, você falou que era sá na bundaaaa.

Deixa meu tesão, deixa eu sentir o cheiro da sua bucetinha molhadinha de tesão, deixa, é sá um pouco, e você vai gostar...

Tô gostando sim, mas você está judiando tio, aí... morde um pouquinho, sá bem de leve o grelinho... vai tioooo, que delicia, isso chupa minha buceta com vontade, isso enfia a língua, que delícia, como você chupa gostoso.

Já, não aguentado mais, tirei minha sunga e virei meu corpo em direção a ela, assim meu pau ficou bem ao lado de seu rostinho, e ela não teve dúvidas....

Aí tio, que pau bonito o seu, e como está durooo

Isso meu amor, minha putinha, pega nele e dá uns beijinho, isso lambe ele..., agora põe tudo na boca, isso, delícia, chupa gostoso chupa... Você gosta de chupar um cacete, gosta?

Adoro tio, mas o Miltinho quase não deixa eu chupar o pinto dele, e também quase não chupa a minha bucetinha. Você sim sabe chupar uma buceta e, estou adorando chupar o seu cacete...

Vem gostosa, vamos pra piscina, você vai chupar o cacete dentro dÂ’agua, vem..., vamos, mergulha e chupa meu pau... isso sua vadia isso, mais, vai, mais, issooo, agora vem abre as pernas e encaixa meu pau na sua buceta...

Aí tio não sabia que meter na piscina era tão gostoso... isso tio enfia tudo, mete... na sua putinha mete...

Ficamos nesse rala e rola por mais de meia hora, imagino, aí levei ela pro meu quarto e, lá foi outro banho de língua, nos seios na buceta e no cuzinho rosado dela.

Aí tio, o miltinho nunca meteu a língua no meu cú, que delícia tio, isso mete a língua lá dentro vai... que tesão, que tesão, eu quero que você meta seu cacete no meu cu, vai tio mete, mete vai.

Devagar tio, põe devagar... está doendo, isso... bem devagar... já entrou a cabeça tio, espere mais um pouco, vai devagar.

Quer que tire, perguntei

Não, não, já está passando a dor e está ficando gostoso, vai envia mais..., mais tio, isso meche, meche, mais rápido, enviaaaa tuuudooo, que tesão, não sabia que era tão gostoso dar o cúuuu p você, ai, delícia de pau, mete na sua vadia tio, agora eu sou a sua puta, sou sua vadia, mete, enche esse cu de porra tio, vai, vai, que eu estouuu gozaanndoooo. Tira tio, tira, e goza na minha cara, vem goza.

Tambem to gozanndoooo, vou gozar na sua boca, no seis peitos, sua vagabunda, puta deliciosaaaaa.

Acabamos gozando juntos, e confesso que essa foi uma das melhores fodas da minha vida.

Minha esposa, sá voltou no sábado e durante toda a semana foram várias fodas com minha amada sobrinha, a minha putinha. E essas estárias fica para serem contadas numa outra oportunidade.



Se gostaram, me escrevam.









VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Eu morava sozinho na cidade a filha do meu amigo ela veio do interior pra ela ser minha empregada conto eroticoimcestos minha filha novinha cabacinho quiz fuder compapai vmamando na vara feita bezerrinhavirei putinha do fedelho contorealizei a minha maior fantasia transei com um jovem loiro do pau grande e meu marido assistindocontos eróticos meu enteado deixou meu c* todo ardidocontos incesto troca de filhascontos eroticos gays no futebolcom fotosconto erotico o pedreiroeu sempre quis,contos eroticoscontos lu casadacontos aempregada nordestinawww.contos eroticos cavalgado no vovoPedi que meu filho me depilou contos eroticosContos eróticos gangbangcontos vendo o meu cunhado a fode minha irma betinhaproctologista me comeu gaycontos veridico nunca tinha experimentado outro pau que nao fosse do meu marido, mas chorei no pau bem dotado da travesticonto erotico tentei comer o cu delahttps://idlestates.ru/conto_3484_desvirginando-minha-querida-irmazinha.htmlDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos eróticos dotadoCom sunga sempre fico de barraca armadacontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosporno gey pegando priminho adolesente e jovem tanbemconto incesto cunhadacontos de travesti no onibusvidio porno de marido trasando com a esposa em quanto ela faz ais coisas na continhaconto porno mulher gosta pau 25cmpelado amarrado contosque enganaram e comeram meu cu sem pena contoscontos eroticos primeira gozadacontos eróticos arrombadaContos eroticos coroa tarada chama dois travesti pra tomar banho d piscina em casa"muito aberto" gay contoesposa santinha liberando o cuzinho para o sogrocontos gay com homens grandes e peludos terminadasvideo de presediario comeido buseita na cadeia no dfcontos eu marido na prai de nudismoconto minha esposa fez a minha cunhada virar nossa escrava de sexoFotos de mulheres deitsdas de frente na cama de marquinha de biquínicontos de corno os pedreiros bemdotados rasgaro a buceta da mia mulhe gostosatitiatezudacontos eroticos flagrei minha namoradacontos eróticos traveco emrabado a negona coroa casadacontos fodendo a namorada de todo jeitoFotos de gostosas de vestidinho colado dirigindo carrocontos eroticos na praiacontos erótico de coroas casados trancando com novinho BA baladascontos coroas primas do interiorcontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadeconto xota cu irmãomeu vizinho deicho o filho pra mim cuida fudi o rabinhocontos eróticos gay Proibidos - Desde Cedo no meu maninhofiz meu marido de meu corno e meu cumpliceninfeta conto eroticoadoro andar sem calcinha contosconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundacontos eroticos q bocA e essa desse baianosou puta do padrasto-conto eróticoputinhasinocenteistoriacontoseroticosconto nao aguentei e fodi minhacontos horoticos verdadeiras pelotasFui vendida como escrava sexual para um negaoContos eroticos meu tio me comeuconto noiva liberadacolocando devagar na bundinha vestidinhomeu filho ajudou a lavar a minha buceta eu lavei o pênis conto eróticomae ficadoida comdo ve pau do filho e bate pueta neledistraida de calcinha mostrando os pentelhoeu confesso sou puta desde novinhaconto eroticogay flagrado comendo cavalofoi chantageada pelo meu colega de trabalho