Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIREI PUTA POR UM DIA

Sou uma estudante universitária de 21 anos, moreninha clara, cabelos pretos bem compridos, olhos verdes, curvas bem delineadas... Sempre fui certinha, mas a 4 anos quando vim morar em Fortaleza, sozinha, tive que passar por muitas situações de aperto. A grana era curta e o que meus pais mandavam quase nunca dava, então começei a dever e tinha que pagar várias contas. Peguei os classificados para ver se tinha algum serviço temporário mas não encontrei...Desanimada comecei a olhar o restante do jornal até que vi algo que poderia ser minha salvação, um anúncio que estava escrito assim: "Agência sexy procura garotas de alto-nível para boate, átimos ganhos". Liguei e me informei onde ficava o estabelecimento, então na mesma noite me aprontei para ser puta por um dia. Cheguei na boate por volta das 19 da noite e o cara com quem eu falei(chamava-se Mazinho) me levou para um camarim e disse para eu me aprontar, os clientes estavam pedindo mulher! Vesti uma saia de couro preta, top prata e botas de cano longo. Saí pelo salão rebolando tentando pegar meu primeiro cliente. Todos me olhavam, pois sou muito bonita e logo vi que não seria difícil. Logo um coroa de uns 50 anos se aproximou e falou que eu era gostosa. Perguntou quanto era a chupada e eu falei que era 50 reais. Podia cobrar caro mesmo, a boate era de alto-nível, e o levei até um dos quartos do fundo. Baixei sua calça e chupei sua pica, que nem era tão grande assim até ele gozar. Foi rapidinho. Depois de me limpar saí novamente pelo salão. Dessa vez quem chegou em mim foi um gringo novinho,de uns 25 anos. Começou a passar a mão em mim e eu falei: "Peraí,cara, pra passar a mão e pra comer tem que pagar!" O gringo então puxou um bolo de dálares do bolso e perguntou quanto. falei que pra comer minha buceta era 100, então ele sacou as notas me entregou e meteu a mão por baixo da minha saia ali mesmo, na frente de todo mundo. Quis dizer pra ele parar, que ali não podia, mas ele não quis escutar e me jogou em cima do balcão de bebidas, abrindo minhas pernas e examinando bem minha buceta. Depois sacou o caralho pra fora da bermuda e começou a me socar. Foi gostoso, eu gemia feito uma cadela e logo juntou várias pessoas pra observar. Enquanto o gringo acabava de me foder, escutei uma voz perguntando quanto eu queria pra eu deixar meter na minha buceta também e eu falei que era 100 reais. O cara me entregou o dinheiro, me virou de costas e começou a me bombar dessa vez mais forte. As pessoas do lado aplaudiam e gritavam pra ele me rasgar toda. Eu estava adorando aquilo. Estava sendo a rainha do salão, a puta da noite, a mais cotada! Enquanto o cara me fodia, outro veio pela frente e me botou pra chupar o pau dele, me pagando mais 50 reais. Era um caralho na boca e um na buceta!!!! Em seguida chegou um cara musculoso, falou que queria me comer, mas não tinha dinheiro. Disse que não ia dar pra ele, mas aí as pessoas que estavam ao meu redor me seguraram e disseram que queriam ver ele metendo em mim. Quando ele tirou a bermuda, meu Deus, tinha o cacete enooooorme, nunca tinha visto um daquele, além de grande era grossa, iria me esfolar toda!!! Fiqueo com medo e começei a gritar, mas o "Mazinho" dono da boate ajudou a me segurar e falou pro cara "essa é por conta da casa". As pessoas ao redor vibravam enquanto ele começava a meter a cabeça da pica na minha buceta. Gritavam: Fode ela,vai! Mete o pau nessa puta safada, ela gosta!!! O cara então perguntou,"gosta de pica na buceta, gosta, cadela?Vou rasgar tua buceta agora com o meu cacete!" e meteu tudo de uma vez na minha buceta já esgaçada pelos outros dois. Ficou me bombando com força enquanto eu gritava de dor e os clientes aplaudiam pedindo pra ele meter com mais força. Quando menos esperei outro cacete já calava minha boca, enquanto sentia um dedo entrando no meu cu. Me vi em cima de um balcão, com uma rola na buceta, uma na boca e um dedo no cu. Virei objeto na mão daqueles machos ferozes! Até que o bem-dotado resolveu também meter no meu cu. Relaxei então o cuzinho,pois ele ia ser arrombado de todo jeito e senti a pontada forte me rasgando toda! Que cacete aloprado! Nossa! Eu delirava! Pena que não estava ganhando nada por essa foda! Foi quando o cara que tava metendo no cu e o que eu estava chupando a pica me ajoelharam no chão e gozaram os dois ao mesmo tempo na minha boca, meio a aplausos e gemidos. Levantei, toda esgaçada e fui me limpar. Já tinha arranjado o dinheiro que precisava e realizado fantasias. Fui pra casa feliz, e agora já sei onde recorrer em minhas dificuldades finaceiras! Adorei ser puta por um dia!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico menina curiosaconto erotico bem picanteFetiche pelos pezinhos da minha amadacontos eróticos de mães e filho de pau grandefiquei excitada e dei para um mendigosogra pernas aberta eu vi a caucinha comtos voyeur de esposa conto eroticoadoro dar para o nosso cachorro contos eróticosoutro chupando os peitos da minha mulher. contosContos de crosdresseresConto minha mulher na obra sem calcinhacomo e que aimha vagina abre na hora do sexo?chiquinha arrombada contos porngozando na boca da irma casada contocontos adoro dar minha bundinhaconto erotico de faxineira casada safadaComtos casadas fodidas na rua por camionistassexo contos eu e meu filho adotivo fizemos sexocontos incesto engravidando a tiaContos eroticos Tia veridicoSentir tezao por tênis feminino e normalmenininha e novinha sendo e******** contos eróticosMe lasquei numa rola grande conto eróticoscontos eroticos de incesto de pai pasto e filhaTive q dar contos eroticoscontos eróticos leite incestoconto erótico eu e meus primos nu no lagoconto erotico de viadinho iniciante gayvedio porno torcado pau no cu safado velhos dormindo novinhacontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elacontos eroticos familia bi passivacontos de sexo gay minha esposa viajou e dei com sua calcinhacontos eróticos de menina transando com o tio bonzinhominha sogra/contocontos eroticos envergonhadoContos eroticos seduzi a mae do meu amigo uma coroa bem recatada e dona de casaRealizei a fantasia do meu colega e eu virei cornocontos a punheteira do papaicontos de fingindo dormirsexo com amigo contoscontos eronticos de mulher chupado rola no cube eronticos das cabinecontos eroticos dono de mercearia comendo a casadafundura da buceta midindo pornodei o cu na fazenda contoscontos eróticos mãe e filho de araraquracontoseróticos encoxadas na casadainjecao na bunds porno contocomi minha criada boazudacontos novinha e o velho roludoananzinha cagona contos erotcoconto eroticos primas gostosa veio min vizitarcontos - menina safadinha IIImamae beija filhinha contoshistória de contos eroticos novinha sentou no meu colo dentro do ônibus na viagemcontos eroticos filho fez chantagem e comeu a maeContos eroticos forçada a dar para um.cavalo na fazendaContos chupando o cu do gordinhofodendo gostosa e esporo contos eróticoscache:9sPphOOPSSEJ:https://idlestates.ru/m/conto_2200_corno-manso-e-viado.html contos eróticos comi minha filhacontos eroticos meninas rabudas e rabudossera q meu marido ja ficou com travesti peguei ele vendo videop****** grandes e grossas f****** o c****** os apertados contos eróticos gayscontos esposa com velhoContos eróticos mãe com os negrões e papai vendoentregador de gas bem dotado e sexy dominadoramiguinha da minha filha me chupoulua de mel da esposa do corno e o amante contoscontos erotico fui fudida por 2 rola imensacontos eroticos de incesto deixando a irma com ciumescontoss incesfos em fazendasContos erotico uma cadela para toda matilhaso putao dando o cu e gozando e gritandomulheres no salão chupando e se masturbando com dançarinotravesti gozando no próprio sutiãconto erotico gay fui no baile funk e dei o cu pro travesticontos eroticos Supresan bate papoContos eroticos de netas novinhas teencontos eróticos aquele caracontos eróticos de gay Fui Comido pelo meu colega de trabalho