Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FODA COM O POLICIAL.

Olá, sou a garota X do conto “Aprendendo a trepar “ – teens. Contarei aqui o que me aconteceu na época de adolescência [18 anos], uma época que eu era muito louca, chegava a ser inconsequente.

Sai de uma festa com um garoto que conheci lá. Muito gatinho e gostoso. Também tinha 19 anos. Na volta pra casa íamos dando uns amassos dentro do carro mesmo. Ele já estava com o falo duro e eu, molhadinha. Mas estávamos sem grana para ir a um motel. Então, ele parou numa ruazinha escura perto da minha casa. E foi aí comecei a chupar o pau gostosinho dele. Era um pau mediano, mas muito saboroso. Estava chupando deliciosamente, quando fomos surpreendidos por uma luz forte em direção ao vidro do carro. Na hora, ficamos assustados pensando que íamos ser assaltados. Mas depois vimos que era um policial. O gatinho até tentou guardar seu membro latejante dentro da calça, mas não deu tempo. O policial que estavca com a laterna mandou ele abrir o vidro rápido. Eu continuava vestida. O policial então perguntou: “O que é que vocês estão fazendo aqui nessa rua perigosa?” O gatinho, gaguejando disse: “Estamos conversando, senhor”. O policial deu uma olhadinha para o pau dele, que ainda estava um pouco duro, e retrucou: “Conversando? E caralho aí apontando?”

O gatinho foi tentar se explicar, mas o policial não deixou e disse: “Você – apontando para mim – desça do carro.” Então, eu assustada desci. Então, olhou para o gatinho e disse: “Você fica aqui dentro, ouviu?” Ele somente assentiu.

Desci do carro e fui em direção ao policial. Ele então disse q eu pusesse as mãos no carro. Assim o fiz. Ele então foi passando a mão pelas minhas pernas... pelas minhas coxas... pulou para minha cintura... passou pelos meus peitos e ficou. Começou acariciando... depois apertou... beliscou de leve os biquinhos... Nessa hora, meu medo virou tesão. Sentia minha xana piscar.

Depois de se divertir um pouco com meus seios, ele foi me revistar abaixo da cintura. Desceu as mãos e encontrou minha bundinha. Passou as mãos. Levantou minha saia e elogiou minha minpuscula calcinha: “Hummm... que calcinha linda! Adoro calcinha atolada no cuzinho!” Eu apenas virei o rosto e dei um risinho safadinho. Ele então passou os dedos na minha bucetinha e ficou acariciando bem gostoso. Minha calcinha já estava toda melada.

Nessa hora senti ele colando o corpo dele no meu e esfregando o pau dele na minha bundinha. E roçava gostoso com mais força pra eu sentir o pau dele duro dentro da calça. Enquanto ele roçava ele sussurrou no meu ouvido: “Tá sentindo minha arma? Quer brincar com ela, puta?” E eu respondi: “Quero!” Então ele me virou de frente pra ele, fez eu me agachar, tirou a rola latejante de dentro da calça e disse: “Toma! Brinca com ela o quanto quiser, vadia safada.” Então, eu cai de boca naquela rola gostosa. Chupei, suguei deliciosamente.

Depois ele me levantou e disse que queria me chupar. Então, abri um pouco minhas pernas e ele se afundou na minha xana. Eu rebolava com uma louca. Ele me fez gozar muito gostoso na boca dele. Nessa hora percebi que o gatinho que deixei no carro batia uma punheta bem gostosa. Fiquei com mais tesão ainda, vendo dois homens se deliciarem comigo.

Depois que ele me chupou e me fez gozar disse que queria que minha xana engolisse o pau dele. Olhou para o gatinho e disse q ele abrisse o porta-malas. E o gatinho assim o fez pelo dispositivo dentro do carro mesmo. Então ele me colocou de quatro dentro do carro e mandou ver na minha buceta. Fudeu muito gostoso... Meteu toda a rola dentro de mim com força, me rasgou toda. Fudia e puxava meu cabelo me levando a encostar o corpo nele. E ele falava sacanagens no meu ouvido: “Nunca fudi uma puta tão gostosa como você, sabia?”, “Gosta de rola dentro da buceta, né?” As sacanagens sá faziam o tesão aumentar até que eu gozei novamente... Ele disse que ia gozar também. Então eu disse que ele gozasse na minha boca, porque eu adorava beber porra. Assim, ele esporrou todo o leitinho dele na minha boquinha. Foi uma delícia!

Depois ele disse que adorou a trepada e que eu fosse com cuidado para casa. Olhou para gatinho, que nessa hora já tinha gozado duas vezes também, e disse: “Dirija com cuidado.”

Posteriormente, encontrei esse policial na faculdade que estudava e fingi que nada havia acontecido. Já o gatinho nunca o vi novamente.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


homem gritado de dor porno abertando suas bolascontos sobrinha veio cuidar da sograadoro andar sem calcinha contoscontos erotico gay negro dando pra brancocontos eroticos dormindo e acordando com cutucadasTodos adorao meu cuzinho contos eróticoscontos eroticos a sogra regina parte 2zoofilia co caxorros das rolas mas grosas muducontos patrao chantageia funcionário pra comer a mulher gostosa do funcionárioDominando ela contoscomi o cuzinho do vizinho novinho contos heroicosrelatos comi a casada na marracontos eróticos gozando na filha pequenacontos eroticos torando o cu da novinhaconto erotico na funerariaPMS contos eróticossou puta do meu enteado contomeu filho tem um pausao contostravesti gritando pidido porra no seu cuconto erotico estudandoele me enrabotexto erotico no inverno com o enteadoQuando eu era pequena meu primo comia meu cu e eu peidavacontos eroticos comi a noiva do otariouma dp muita dor mais deliciosa conto.viadinho levando pirocada no cuzinho contos eroticoscorno enrustidomacho coñoca calcinha e da o cucontos de encesto marianaconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhaFiquei louca quandoChupou bico do meu peito contosconto erotico viadinho dei meo fu virgeProfessora ruiva com um bunda tapa na bunda do aluno vode o aluno gostosoConto erotico muito forte contos eroticos de crentescontos eroticos a talaricaContos eróticos estreiando á xaninhavídeo de pornô do metendo vendo a sua beleza ela me chamepintinho durinho filho bumbum amiguinhocomeu cu da coroade 30anosshistorias eroticas comendo a irmãcontos eroticos de maridosporno chupei o peito e bucheta da minha cunhada ate ela cedercontos eróticos patroa da mãeContos eroticos menininhascontos incestos minha mae vio meu pao me estruparconto irma dormindominha madrasta viu meu pau molecontos eróticos de gay e titio e amigoconto eu minha irmã e minha mãesenta aqui sua safada contos eróticospornor contos e videos liberei o cu virgem para meu irmaoMulheres solteira salvdorFotos da frentista peituda mamando conto gay sobrinho viro esposadormi com meu irmao contoscontos minha tia humilhando meu tioeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoa minha esposa foi a praia de fio dental e o punheteiro vez a festa. contos eróticoscontos eroticos no colominha cunhada de camisola contoscontos eroyicoa muito rabudapotranca de mini saia fodendocontos perdi minha virgindade com 25 anosmendigojumentohistorias de transascom orgias inesqueciveiscontos brincando de casinha con minha prima virgemviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticoscontos gay o vizinho cadeirantecontos eroticos esfoleando o cu da filhacontos eróticos engatada e arrastada pelo cachorrocontos eroticos sou coroa viuva e dei minha buceta pra um muleque roludoxvidio real meu primo mamado peito bicudo da minha mae negrainseseto commforcaconto gay pirocudo da academiaContos eróticos de arrombadascontos eroticos meus primos me arregacaram o cuvídeos porno idosos enrugado comendo cu de molequesrealisando sonho eu emas duas mulher contosconto erotico casada comdp e fotokarolzinha malukinha safada trepano com amantemasturbando com obras em xasa contocontos zoo meu marido sem eu saber viciou o cao passando minhas calcinhas para ele cheirarconto gay primos no sitioContos eroticos novinha desmaia de tanto gosacontos quis dar pra um travesticonto erótico boquete da funcionário