Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A NOIVA DO MEU CUNHADO

Bem essa histária começou meio sem querer apesar de eu já estar cheio de tesão nela dês do dia do seu noivado com o corninho do meu cunhado rs.. neste dia como ela é de famíia pobre pediu se minha mulher poderia-lhe emprestar um vestido pois não tinha nenhum legal para colocar prontamente minha mulher lhe emprestou um vestido vermelho que cobriu seu corpo como uma luva ela ficou um verdadeiro avião que tesão que me dava cada vez que olhava pra quela bundinha linda morena e os mamilos que mais pareciam dois faráis acessos doidos pra ser mamado por um macho de verdade neste dia não aguentei e lhe falei vc tá muito gostosa, maravilhosa não tenho adjetivos pra vc ela deu um sorrisinho meio safadinho de quem gostou mais infelizmente ficou nisso, e quando cheguei em casa minha pica estava latejando aquela mulher não saia da minha cabeça trasei aquela noite com o corpo da minha mulher mais minha cabeça sá pensava na minha cunhada e ficou nisso infelizmente pra mim que estava muito doido pra transar com aquela mulher. Passaram-se algum tempo minha mulher ficou grávida e pra minha felicidade à convidou pra trabalhar lá em casa nesse período sempre que podia e tinha oportunidade falava alguma sacanagem no ouvido dela tirava um sarrinho naquele cuzão e ela sempre mostrou gostar mais faltava à oportunidade final que graças ao bom Deus não demorou muito minha esposa foi a feira e a deixou fazendo o almoço logo que saiu comecei o jogo da sedução acho que ela também estava doidinha para sentir minha rola porque entrou no jogo sem pestanejar, então falei pra ela que estava doido pra beijar sua boca ela riu e ficou me olhando com aquela carinha de puta safada e logo já estávamos no maior amasso ela tirou minha pica pra fora da bermuda e começou a me chupar feito uma cachorra no cio não me fiz de rogado ha peguei no colo levei pra minha cama e começamos um maravilhoso 69 que delícia aquela boca quente chupando minha pica enquanto eu chupava aquela bucetinha maravilhosa ela começou a esfregar a buceta na minha cara feito uma doida dizendo aquele corno nunca me chupou assim que maravilha gozamos nos chupando um ao outro ela bebeu meu leite todinho e eu o suco da quela buceta maravilhos então a virei de frente e meti minha pica naquela bucetinha linda bombei, bombei,bombei ela urava de prazer e gritaa me fode me fode bem gostoso me chama de puta eu que adoro mesmo uma putinha ainda dei lhe uns bons tapas na quela carinha linda de cachorra ela gozou mais uma vez chegando a ficar extasiada, então a coloquei de quatro comecei a lamber aquela bundinha linda sentia que seu corpo estremecia de prazer e disse agora vou entrar nesse rabinho que me fez tocar tanta punheta pensando nele, ela ficou meio sem jeito e me falou que não porque ainda era virgem no cuzinho e tinha medo mais eu nunca iria perder essa oportunidade e falei eu quero vc todinha pode confiar vou te tratar com carinho ela aceitou meio receiosa e com medo e disse se duer vc para tá claro que aceitei suas condições na hora rs... então peguei o tubo de Ky coloque no dedo e comecei a massagear aquele butãozinho lindo rosadinho depois passei em toda minha pica e a coloquei na portinha daquele cuzinho maravilhoso e comecei a forçar devagar pra não assustar falei pra ela vai mexendo devagarzinho sua putinha vai quando senti que ela relaxou empurrei com mais força ela tentou fugir mais a segurei e disse calma fica quietinha deixa esse rabinho lindo se acostumar logo vai melhorar vai mexendo bem devagarzinho vai ela meio tímida começou a se movimentar e logo aquele rabinho maravilhoso foi se adaptando ao meu cassete ela começou à gostar e pedir fode meu cuzinho gotoso vc tá tirando o cabacinho dele que tesão maravilhosa era tudo que eu queria ouvir naquele momento comecei a bombar naquele rabinho sem dá nem pena ela gemia gritava xingava pedia mais e eu adorando fudi muito aquela rabinho maravilhoso então avisei vou gozar não aguento mais ela pediu enche o meu cuzinho com esse leite quente seu safado não tira gozei minha pica lateja e queimava parecia que minha porra estava pegando fogo que prazer e tesão que estava sentido naquele momento nossos corpos estremeciam uma das melhores gozadas que já dei na minha vida meu corpo ficou arrepiado que maravilha então deitei ao seu lado na cama e ficamos nos olhando cheios de tesão mais não dava mais tempo pra outra minha mulher já deveria estar chegando da feira fato que não demorou muito a acontecer, o bom disso tudo que ela casou com meu cunhado e eu aindo continua fudendo o seu cuzinho toda semana...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos dava balas e comia cu do piveteComto pego em fragantemenina abrindo a buceta saindo gosovideo di japonesas e travestis dorminoconto incesto mestruavacontos esposa no baralhocontos eroticosTravesti com homesConto erótico gay camisa social de sedacontos eroticos feriado quitinete praiacontos de mulheres viuvas sendo pelo penis grandemulher chupando o pau do Felipe e as outras olhandocomi a.coroa.da frente do deposito de gas contossexo contos eroticos titio e aninhacontos erotico ela trai o maridoContos de ninfetas que levantam com vontade de da o rabocache:zwmyzgvJpMwJ:idlestates.ru/mobile/conto-categoria-mais-lidos_1_22_fetiches.html mae amigos contos eroticoscontos/eu e minha mulher fomos assaltados e enrabadoscontos eróticos sobre siriricade:todos tipos com lugares loucos etccontos eroticos mamando na novinha cheia de leite no riacho de biquinicontos abobrinha na bucetaminha cunhada de camisola contostitiatezudacontos perdendo a virgindade dormindofotus de zoofiliaconto erotico peguei as meninas do playgroundvelho pirocudo comendo filha loira de uniformecontos eróticos casamentomeu chefe contos eróticocontos de chupadascontos eróticos cavalocontos porno deixei o negrinho comer o rabao da minha mulherconto erotico fudi mimha mulher a noite inteiracontos eróticos de bebados e drogados gayscontos das danadinhas perdendo cabaçinhoconto minha esposa só da se o cara for pauzudoconto erotico fui no banheiro da estrada mijar e me assustei com o tamanho do pauzao do negaoconto erotico tarado abusou de mimeu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus Contos erotico mulhrr casada dona de supermecadoconto eróticos esposa fas marido virar mulher dela e do outros machosjoice cavalo deu o cupraia guaratuba contos sexoConto comeu minha esposa e eu não percebimeu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhocontos foi a melhor foda que tiveconto gay caseiro patrao carlosswing porno mulheres vao sem calcinhaconto erotico voltando praiadormino na mesma cama com duas irmas fudeno uma e a outra ficano com tesaocontos eroticos minha sobrinha bucetudafui pintar a casa da minha cunhada com ela e minha esposa e o marido dela cantos eroticoscontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultocontos eróticos no elevadorfundura da buceta midindo pornocontos de coroa com novinhoContos herotico bem ecitantes cavalo comenso mulherContos passeando de carro usando cinta liga e fio dentalcomtus eroticu pai mai e filha brincandu de faser cocegamulhe vais boguete em bebudocontos eroticos minha cadelinha manhosacontos meu comedor de cucontos eroticos de infância mijei na bocanegao deu o cu contos gaymeu patrao cacetudo contosconto gay o negao comeu meu cucontos eroticos infanciacontos relatos eróticos mamãe exibicionistacontos eroticos papai me vendeu para um homem me fodercomo o cheiro da maça contoscontos vizinha dona de casa tetuda caidaMinha noiva exibida e gostosa na academia - Contos EróticosContoseroticosnafazendatitio me fez gozar com shortescravo da esposa e da sogra - conto eroticocheguei da escola vi minha p*** s***** dando para o meu tio minha prima piranha s*****vizinho tezudoConto puta de buceta cavalo magalarga roludonoiva tarada melando o pau do noivocontos pornô eróticos de i****** primeira vez que eu cozinho da minha mãe pelada acabei comendono trem uma coroa ficou acareciando meu pau verídico