Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NO SITIO DO VOVO - III

Quando eu era jovem.



No sítio do vovô III



Continuação da parte 215.....



Como o dia foi bastante cansativo, depois de jantarmos fomos dormir, cada um em seu canto.

Com as bagunças do dia, ficou muito fácil pegarmos no sono.

Eu e o Rodrigo havíamos ficado no chão enquanto que o Zeca e o Marcos ficaram na cama, roncando e demonstrando que estavam dormindo profundamente.

O Rodrigo não estava nem ai e dormiu como um anjinho.

Eu levantei e fui até o lado no qual o Marcos estava dormindo e procurei seu pinto, olhando na penumbra que estava no quarto pela luz da lua que entrava pela janela.

Ele não esboçou nenhuma reação quando coloquei a mão por dentro do calção e segurei aquele pintão, que mesmo mole era bem avantajado.

Puxei o pinto para fora do calção, bem devagar, e comecei a beijar aquela ferramenta linda, com cheiro de sacanagem, como a Lea havia feito à tarde, sá para ver como era e que gosto tinha, pois achava que pinto era sempre nojento, cheirando e tendo gosto de xixi.

Coloquei a cabeça na boca e comecei a chupar lentamente, como a Lea havia feito, para que ele não acordasse.

Como ele estava virado para o meu lado, eu fiquei de joelhos no chão enquanto mamava aquela jebinha, a qual cresceu na minha boca, apesar de ele estar dormindo.

O Zeca estava deitado no outro lado da cama e, durante o sono virou-se para nosso lado, ficando com o pinto encostando na bunda do Marcos.

Tirei o pinto da boca e esperei os dois voltarem a ficar quietos para poder continuar a brincadeira.

O Zeca devia estar sonhando pois começou a bombar na bunda do Marcos, como se estivesse metendo no cuzinho do mesmo e o Marcos encostou a bunda mais para trás, de encontro ao pinto do Zeca.

Ai notei que o desgraçado do Marcos parecia estar acordado, sá curtindo com minha chupada.

Como já havia sido descoberto, subi na cama, tirando o calção e falando no ouvido dele para fazer o mesmo.

O Zeca continuava a mexer com o pinto na bunda do Marcos e parou quando tiramos nosso calção.

Ele também estava acordado, brincando com o rabo do Marcos, no qual passava a mão e cutucava com o pinto durinho.

Ficamos os três pelados na cama, com aqueles pintos durinhos e louquinhos para entrar em algum buraquinho.

O Marcos e o Zeca sá queriam se punhetar mas eu queria algo mais.

Decidimos que iriamos nos comer, num troca troca, com cada um uma vez e que seria sorteada ordem a comilança.

Fiquei em segundo, sendo que o Zeca iria levar a primeira e o Marcos a última.

Colocamos o Zeca deitado de bruços na cama e comecei a lamber o cuzinho dele, enquanto que o Marcos colocava o pintão à disposição da boca dele, que o Zeca colocou na boca, mamando com vontade.

Depois de lamber o botãozinho e deixa lo bem lisinho, fui enfiando o pinto no rabo do Zeca, que ficou bem taradinho em receber o meu pinto durinho, pedindo para que eu enfiasse devagar e bem gostoso pois não queria que doesse.

Depois de um bocado de ação, gozei bem no fundo, fazendo com que o Zeca desse uma gemidinha.

Fui tirando o pinto de dentro do cuzinho dele mas ele pediu para deixar ate ficar bem molinho, o que aconteceu alguns minutos depois.

Ai foi a vez do Marcos deixar o rabinho do Zeca feliz.

Falou para que o Zeca sentasse sobre o pintão duro dele e que fosse descendo devagar, conforme aguentasse o tamanho da jeba no rabo.

O Marcos deitou de costas na beirada da cama e o Zeca foi descendo devagar, encostando a cabeça do pinto na porta do rabinho, já bem lubrificado com minha saliva e com a gosminha que havia saído do meu pinto.

O Zeca falou que não ia ser fácil aguentar aquele cacete no rabo mas não desistiu, colocando a cabeça bem devagar para dentro do cú.

Assim que a cabeça passou pela entrada, o Zeca estava suando e resmungando que o rabo dele estava doendo e que queria parar, mas desceu mais um pouco e parou sá quando conseguiu colocar tudo para dentro, meio receoso das consequencias.

Começou cavalgando o pintão do Marcos, subindo e descendo por um bom tempo mas o Marcos não gozava.

Então, sem tirar o cacete de dentro do rabo do Zeca, o colocamos deitado na beirada da cama, com a bunda preenchida pelo pintão do Marcos, o qual agora comandava a bombada da ferramenta.

Depois de um bom tempo, o Marcos gruniu e gozou no fundo do rabo do Zeca que continuou a rebolar e empurrar o buraco de encontro ao pintão que estava espirrando a gosminha lá dentro.

Novamente o Zeca pediu para ficar engatado até o pinto ficar mole mas isso demorou um bocado pois o Marcos recomeçou o vai vem sem tirar o pintão de dentro do cuzinho do Zeca, ficando mais um bom tempo bombando ate gozar novamente.

O Zeca foi subindo na cama, com o Marcos enfiado dentro dele, até ficar sobre o travesseiro, pedindo para dormir engatado daquele jeito, pois não estaria em condições de comer o Marcos e eu.

Então pedi para que ele enfiasse o pinto no meu rabo para ficarmos os três engatados e o Zeca mandou ver, meio sem jeito com a jeba do Marcos enfiada lá no fundo.Depois de entrar, ficou quietinho para o pinto do Marcos não escapar do rabinho e eu, aproveitando a deixa, fui bombando com a bunda até que o Zeca gozou dentro do meu rabinho.

Dormimos os três enganchados com o Zeca bem feliz, com um pinto no cú e o dele no cú de outro.





Continua . . . .

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contodesurubacontos eróticos de mulher ajudando o marido tirar o cabaço das sobrinhas e vizinhascoroa louraca enxuta bocetao inchada inchadametendo com a tininhacontos swinger fudendo sogra e sogro biconto erotico novinhos no semáforocontos eróticos sogro tarado me encochou escondidoconto erotico bacanal bucetaesposa seria bebada de biquini com o sogrotravesty bonita cimasturbandContos eroticos- meu pai me xingando no sexogozando pelo cu contos eróticosContos eróticos de lésbicas gemeas sarrando a bundaconto banho com tia timidacontos eroticos eu e a minha filha somos putaContoseroticos.com.br/home.php?pag=3Contos de incesto familiarContos de sexo virgem dor extrema membro grosso teen incestocontos eróticos metendo na velhinhaContos Eróticos vi minha amiga sendo emrabada pelo maridão bem dotado fiquei com muito tesãofazer sexo anal com cachorro pequeno e possivel ficar engatadocontos eroticos de coroascontos gay sentou no colocomtos eroticos o velho tarado do elevadorcontos eroticos - minha mãe e o transconto erotico transei com meu filhoputa goza e grita vou gozar a.como mete toda vaiContos a baba lavou minha xanaver pica bonira gozandocontos d cachorros mamandocontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojaler relatos de garotas que gosta de "loirinhas greludasconto erotico -comi minha namorada e sua irmã dcontos homem casado chupa picq homem casadocotos heroticos gay me comeu no riocortos eroticos curmir minha empregadaContos eroticos primo do pau grande engravidei minha prima peitudaMostre minha rola cabeçuda para o cone e falei que ia comer sua mulher quando eróticosdei o cu pro pastor,contospau pulsou na bocacontos tia gostosaa ai delicia ai vai vaiContos visinha de 19relatos de casadas que treparam vom suas cunhadsstravestesmamandoKm zoofilia lulu meu amante secretocontos eroticos de meninas crentes violentadas.contos eroticos homem casado dando para o primomeu pai fogoso contocontos eroticos de enteada que transou aos cinco aninhos com padrastocorninho manso contosCuidando do meu pai acidentado contos de incesto femininomeninas piranhas de calcinha fio dentalorgias na balada de todo tipimulher pelada e o cu melado de manteiga no corpo inteirovideos de porno sogro cardando a moraCasa dos Conto a beira de uma suruba esposa casadaContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteiConto erotico gay rasgaran meu cuconto marido do ladoconto eróticos putinha da famíliaconto+fui+arebentada+negro+meu+maido+adorouminha mãe e eu jogando strip poker contosa medica que gostava de zoofilia_contosfotos chapéu ao traveco até ele gozacontos eroticos minha sobrinha comi na minha camaGozei dentro da xereca peluda da minha vizinha coroa enxutavesti as roupa feminina e dei meu rabinhonovinha de 13com peitinhomenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticosConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentroContos eróticos: boquete quando pequenaincesto realidade fantasias conto