Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PROFESSOR

Olá sou nova por aqui e este é meu primeiro conto, a historia que contarei, essa e todas as proximas seram absolutamente veridicas, apenas mudarei os nomes por motivos obvios.



Sempre fui muito assanhadinha, desde muito nova, quando entrei na faculdade tinha 19 anos, sou loira e tenho olhos claros, até hoje seios pequenos mas modestia parte são bem redondinhos e durinhos, mas o que chamo a atenção mesmo é meu bumbum, muito empinado e grande, desde muito pequena sempre foi assim.

Trabalhava e ia direto do trabalho pra faculdade mas muitas vezes perdia a primeira aula por causa do transito.

Uma das aulas que sempre perdia era de matematica financeira, umas das vezes que consegui chegar no horário já estavamos pra lá do segundo semestre, meu professor me viu entrar correndo na sala, era verão e sem querer sentei com a perna semi-aberta, meu professor não tira os olhos, quando percebi achei graça e abri sá mais um pouquinho, ele mal consegui dar aula...

No final da aula ele me falou que precisava falar comigo por causa das minhas faltas, como o proximo professor entrou na sala me retirei para o corredor para continuar falando com o porf. Paulo.

Ele me disse muitas coisas como qualquer professor diria para alunas que faltam nas aulas e disse que poderia repor as aulas em outra sala, depois disso como eu havia perdido mesmo a aula seguinte e ele tinha uma janela entre uma aula e outra fomos tomar café na propria faculdade.

Começamos a conversar sobre muitas coisas menos estudo, ele perguntou onde eu morava e por acaso ele morava bem pertinho do meu bairro, elogiou minha saia e disse que eu era uma das alunas que ele mais gostava de dar aulas.

Eu percebendo seus comentário disse que ele era um professor muito cativante... ele perguntou como assim?

Vc deve malhar, tem um corpo atletico, normalmente na sua idade os homens não se cuidão mais, ele sorriu e perguntou se eu queria uma carona no final da aula.

Fiquei um pouco com medo mas aceitei.

Fui para as demais aulas e no final ele estava me esperando proximo aos elevavores conforme combinado.

Entramos no carro que estava na garagem da faculdade e sentei com as pernas levemente abertas novamente.

Ele olhava para minhas coxas e podia até ler seus pensamentos.

Ele disse:

-Vc tem um belo par de coxas, deve deixar seu namoradinho louquinho.

-Não tenho namorado, não tenho tempo pra isso, apenas uns ficantes.

-Que desperdicio, mas os meninos da sala te comem com os olhos, principalmente quando vc vem com essas sainhas.

Ele pegou na minha coxa como se não fosse nada, extremeci mas deixei.

Ele me deixou na porta de casa e foi embora.

Cheguei em casa com muito tesão, fui para o chuveiro e me masturbei até gozar.

No dia seguinte lá estava ele me esperando no elevador

-Quer carona?

-Não vai te incomodar? -perguntei

-Claro que não, é um prazer sua companhia

No meio do caminho ele perguntou se queria fazer um trabalho para repor as faltas.

-Claro, pra mim é melhor que frequentar aulas, trabalho e não tenho tempo.

-Então vou passar em casa e pegar o material para vc fazer.

Logo entendi suas intenções e minha calcinha ficou molhada na hora.

Chegando na casa dele ele logo perguntou se eu queria um vinho enquanto pegava o material, aceitei.

Ele tinha uma mesa de bilhar e perguntei se podia jogar enquanto ele pegava o material.

Arrebitei bem minha bundinha e comecei a jogar, ele sá olhava, derrepente ele me falou, essa tacada preciso te ajudar, me encoxou, senti aquele pau durinho encaxando no meu bumbum.

Ele começou a se esfregar fingindo fazer a mira comigo do taco, arrebitei bem e apertei mais meu bumbum contra seu pau, foi a autorização que ele esperava.

Ele falou:

-Como vc é gostosa menina!

-Será? Vc nem experimentou!

Falado isso ele me virou e me beijou com fome apertando meu corpo contra o dele, como eu estava de vestido ele levantou quase todo ele e começou a beijar meus bicos dos seios, eu gemia e me contorcia.

Tirou as calças e a camisa quase que rasgando

-Vou te dar a melhor lição que vc já teve.

-Me ensina!

Ele me colocou sentada na mesa, arrancou minha calcinha e lambeu minha xaninha como nunca havia sentido antes.

-Que pelinhos loirinhos, sua xaninha tá toda meladinha, vou beber tudo.

-Bebe, lambe bem gostoso, sulga tudo.

Estava enloquecendo com aqueles chupões e a lingua faceira dentro da minha bucetinha.

Desci da mesa então vi seu pau, não era imenso, mas tinha uma cabeça enorme, grande, chegava até a ser lustrosa.

Lambi de vagarinho a cabecinha e ele pedindo pra eu enfiar tudo na boca e eu querendo provocar sá dava lambidinhas leves, quando ele menos esperava abocanhei cada centimenro daquele pau, ele foi a loucura.

Chupei o pau dele como se fosse um sorvete que tanto queria, lambi suas bolas enquanto ele acariciava meus seios, nás dois eramos sá gemidos e prazer.

Ele me levantou e me colocou sentadda novamente na mesa de bilhar e mirou aquela cabeça enorme na entradinha da minha xaninha e enfiou sem escala, entrou tudo sem cerimonia.

Gemi como uma cadela, era muito tesão aquele pau todo socado na minha bucetinha.

Ele metia com força e dizia; tá gostando da aula em putinha, queria comer vc desde que vc entrou na minha sala a primeira vez, toma sua aulinha toma, vc tá tomando pau, tá gostando?

Eu gemia e pedia mais.

Não para professor, me dá todo esse pau todinho, come sua aluninha come.

E metia com vigor e rápido gozei no pau dele como uma vadiazinha, quando ele disse que iria gozar eu pedi para ele me dar o leitinho dele.

Tirou da minha xaninha e deu todo o leitinho enquanto gemia muito alto.

Eu bebi cada gota, deixei o pau dele limpinho.

Depois ele me levou pra casa e minha bucetinha tava toda dolorida devido a violencia daquela cabeça ter arrombado minha xaninha.

Depois desse encontro delicioso nos vimos até eu me formar, dava pra ele todas as quartas-feiras me formei também como uma putinha do meu professor.





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos interraciais contados por mulherescontos eróticos gay Proibidos - Desde Cedo no meu maninholésbicas chupando sopinhascontos eroticos real a primeira vez q gozeicontos de zoo trinamento de cao para casadasMinha vizinha me deixou ver ela transando contoscontos eroticos pauzudo comendo professora lindacomendo a mulher em frente ao marido contocontos com fotos tia e sobrinho baixinho realcontos sobrinho moreno loiracontos eróticos abusada peli médico dupla penetraçãocontos minha sogra me vendeu seu cuzinhocontos dei um beijao na boca do meu tiopai tio me fodendo contosContos eroticos podolatria no hospitalvidios dos bucetao mais carnudo e enchados nuscontos eróticos homem maduro gostoso da pica grande f******professor e aluna contosdei minha buceta para os amigo do meu filho contos eroticopassagem erótica eu vou a loira gostosona na f*** boacontos.de mulheres.casadas.e fogosacontos eróticos punheta para afilhadaO pau que eu sempre quis contos eróticoscontos eróticos tentei escapar do sogro tarado não deucontos pornos pesados de arrombamento anal de novinhos a forcaBoqueternozoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazerContos eroticostio tiaencostou a bunda e pediu picamarido demarleni ve ela transandoContos herotico bem ecitantes cavalo comenso mulhertitio pedia q eu sentasse no seu colo e fazia cariciasvídeos pornô muller que esta usando vestido de veludo analmuller comesando a goza gostozovídeos porno negras barriguda caidadomindo ele bolinando xvidiocontos erticos/garotinhascontos eroticos cegatanga contos eróticosninfeta beijando peitoral de travesticontos comi a mha filha novinha virgemcontos eroticos guei meu colega de quarto me fes sua femeacontos dei um beijao na boca do meu tiocontos eroticos de estupros entre primosloca pra fude vai logo metencontos eu minha esposa meu pai e meu irmao na putariaconto irmã peladinha dentro de casaMinha tranza com animais contoscontoseroticos obrigaram minha esposa a usar drogasConto de Suruba no cinematomando injeção com fio dentalContos eróticos comendo a esposa de motocontos eroticos marido perdeu a apostaconto minha tia mim maliciandocontos erotico tia de calça suplex eConto de homem de deu para Fabiola voguelmeu cuzinho contraindo no teu paucontos eroticoso passeio de barco eu meu marido e nosso peaoestoria porno a fantasia do meu marido e c cornoo que é momeceiComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradocontos gays meu cuzinho me chamava de festacontos eroticos primeira vez siririca com 07 anos sozinhacomtos de incesto com subrinha bebada depos da balada no carrocontos eroticos gays excitanteschupei a bucetinha da carolaine de seis aninhos contosconto incesto troquei minha filhafui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontossado de submissao realminhaxaninhaardeudany gosta de chupar rola peruibeconto erotico menina bicicletamama direito vadia csralhotia bate uma pro sobrinho contosuma médica v**** chupando pinguelo da pacienteContos de primas novinhas com desejo e muito tesão.contos eroticos droguei minha priminha ninfeta e comicontos eróticos eu comi minha irmãZofilia Homem fodendo forte acadela ela chora sentido dornem peitinho teen grita na pau do vodesejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividasconto erótico gay taxista manauscontos eróticos de padrasto comendo enteada ainda bem pequenacontos anal na enfermariafilhos vendo a mae transar com outos homenscontos eroticoscontos eroticos de padrinhos e afilhadas que engravidamlesbicascoroascontoseroticosmaravilha conto heteroconto erotico comendo Minha Tiahomem perdedo a virgidade no puteirocontos eroticos minha mulher me mandou pra farraporno gey pegando priminho adolesente e jovem tanbemconto de sexo virei femea do meu paitirei a saia da minhan e fudi com ela no banheiro pornodoidoporno mulheris con a perna meia canbotaotitiu comendo a sobrinhaenrabada pelo chefe contosporno doido mamadas terminando na bocscache:I2DqTkBB7PgJ:idlestates.ru/te3/out.php?l=tb&uid=2