Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PROFESSOR

Olá sou nova por aqui e este é meu primeiro conto, a historia que contarei, essa e todas as proximas seram absolutamente veridicas, apenas mudarei os nomes por motivos obvios.



Sempre fui muito assanhadinha, desde muito nova, quando entrei na faculdade tinha 19 anos, sou loira e tenho olhos claros, até hoje seios pequenos mas modestia parte são bem redondinhos e durinhos, mas o que chamo a atenção mesmo é meu bumbum, muito empinado e grande, desde muito pequena sempre foi assim.

Trabalhava e ia direto do trabalho pra faculdade mas muitas vezes perdia a primeira aula por causa do transito.

Uma das aulas que sempre perdia era de matematica financeira, umas das vezes que consegui chegar no horário já estavamos pra lá do segundo semestre, meu professor me viu entrar correndo na sala, era verão e sem querer sentei com a perna semi-aberta, meu professor não tira os olhos, quando percebi achei graça e abri sá mais um pouquinho, ele mal consegui dar aula...

No final da aula ele me falou que precisava falar comigo por causa das minhas faltas, como o proximo professor entrou na sala me retirei para o corredor para continuar falando com o porf. Paulo.

Ele me disse muitas coisas como qualquer professor diria para alunas que faltam nas aulas e disse que poderia repor as aulas em outra sala, depois disso como eu havia perdido mesmo a aula seguinte e ele tinha uma janela entre uma aula e outra fomos tomar café na propria faculdade.

Começamos a conversar sobre muitas coisas menos estudo, ele perguntou onde eu morava e por acaso ele morava bem pertinho do meu bairro, elogiou minha saia e disse que eu era uma das alunas que ele mais gostava de dar aulas.

Eu percebendo seus comentário disse que ele era um professor muito cativante... ele perguntou como assim?

Vc deve malhar, tem um corpo atletico, normalmente na sua idade os homens não se cuidão mais, ele sorriu e perguntou se eu queria uma carona no final da aula.

Fiquei um pouco com medo mas aceitei.

Fui para as demais aulas e no final ele estava me esperando proximo aos elevavores conforme combinado.

Entramos no carro que estava na garagem da faculdade e sentei com as pernas levemente abertas novamente.

Ele olhava para minhas coxas e podia até ler seus pensamentos.

Ele disse:

-Vc tem um belo par de coxas, deve deixar seu namoradinho louquinho.

-Não tenho namorado, não tenho tempo pra isso, apenas uns ficantes.

-Que desperdicio, mas os meninos da sala te comem com os olhos, principalmente quando vc vem com essas sainhas.

Ele pegou na minha coxa como se não fosse nada, extremeci mas deixei.

Ele me deixou na porta de casa e foi embora.

Cheguei em casa com muito tesão, fui para o chuveiro e me masturbei até gozar.

No dia seguinte lá estava ele me esperando no elevador

-Quer carona?

-Não vai te incomodar? -perguntei

-Claro que não, é um prazer sua companhia

No meio do caminho ele perguntou se queria fazer um trabalho para repor as faltas.

-Claro, pra mim é melhor que frequentar aulas, trabalho e não tenho tempo.

-Então vou passar em casa e pegar o material para vc fazer.

Logo entendi suas intenções e minha calcinha ficou molhada na hora.

Chegando na casa dele ele logo perguntou se eu queria um vinho enquanto pegava o material, aceitei.

Ele tinha uma mesa de bilhar e perguntei se podia jogar enquanto ele pegava o material.

Arrebitei bem minha bundinha e comecei a jogar, ele sá olhava, derrepente ele me falou, essa tacada preciso te ajudar, me encoxou, senti aquele pau durinho encaxando no meu bumbum.

Ele começou a se esfregar fingindo fazer a mira comigo do taco, arrebitei bem e apertei mais meu bumbum contra seu pau, foi a autorização que ele esperava.

Ele falou:

-Como vc é gostosa menina!

-Será? Vc nem experimentou!

Falado isso ele me virou e me beijou com fome apertando meu corpo contra o dele, como eu estava de vestido ele levantou quase todo ele e começou a beijar meus bicos dos seios, eu gemia e me contorcia.

Tirou as calças e a camisa quase que rasgando

-Vou te dar a melhor lição que vc já teve.

-Me ensina!

Ele me colocou sentada na mesa, arrancou minha calcinha e lambeu minha xaninha como nunca havia sentido antes.

-Que pelinhos loirinhos, sua xaninha tá toda meladinha, vou beber tudo.

-Bebe, lambe bem gostoso, sulga tudo.

Estava enloquecendo com aqueles chupões e a lingua faceira dentro da minha bucetinha.

Desci da mesa então vi seu pau, não era imenso, mas tinha uma cabeça enorme, grande, chegava até a ser lustrosa.

Lambi de vagarinho a cabecinha e ele pedindo pra eu enfiar tudo na boca e eu querendo provocar sá dava lambidinhas leves, quando ele menos esperava abocanhei cada centimenro daquele pau, ele foi a loucura.

Chupei o pau dele como se fosse um sorvete que tanto queria, lambi suas bolas enquanto ele acariciava meus seios, nás dois eramos sá gemidos e prazer.

Ele me levantou e me colocou sentadda novamente na mesa de bilhar e mirou aquela cabeça enorme na entradinha da minha xaninha e enfiou sem escala, entrou tudo sem cerimonia.

Gemi como uma cadela, era muito tesão aquele pau todo socado na minha bucetinha.

Ele metia com força e dizia; tá gostando da aula em putinha, queria comer vc desde que vc entrou na minha sala a primeira vez, toma sua aulinha toma, vc tá tomando pau, tá gostando?

Eu gemia e pedia mais.

Não para professor, me dá todo esse pau todinho, come sua aluninha come.

E metia com vigor e rápido gozei no pau dele como uma vadiazinha, quando ele disse que iria gozar eu pedi para ele me dar o leitinho dele.

Tirou da minha xaninha e deu todo o leitinho enquanto gemia muito alto.

Eu bebi cada gota, deixei o pau dele limpinho.

Depois ele me levou pra casa e minha bucetinha tava toda dolorida devido a violencia daquela cabeça ter arrombado minha xaninha.

Depois desse encontro delicioso nos vimos até eu me formar, dava pra ele todas as quartas-feiras me formei também como uma putinha do meu professor.





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos estupradaconto erótico o capataz tarado pelo viadinho de calcinhasou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contossarrando na pica com short cavadocomi a minha cunhada Adrianacontos eroticos meu amigo veio fazer trabalho e acabo me comemdopornoc/japonesasetravestisconto erotico minha mim deixado de castigocontos comi minha mae e o travestisou uma mulher casada mais adoro trai meu marido adoro da minha bucetinha meu cuzinho a outro homem e tambem adoro chupacavalo pampo aregasano a boceta da mulherfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoticos bem greludosconto comendo a coroa gostosaComto fudemdo a sogra ea vizinha jumtas pornoCu arregaçado.com/sadomazoquismoquero o pauzão dele no meu cu amor agora fica olhando contoscontos com fotos flagrei meu marido com a viúva do vizinhoporno mobile sequioso animal com mulheresconto eroticos com a namorada e minha irma acampandoconto flagrado com a calcinha enrolada no paucontos eroticos casada e comida por traficantesPapai derramo leitinho na minha cara contos eróticosContos eróticos gay Comido pelo Amigo do meu paicontos filha se fode pra aguentar a geba do pai no cucontos eroticos meu avô me obrigou a chupar elefui chantagiada pelo meu amigo de trabalhoconto erotico loura com 3 africanoscontos eróticos sogra pediu pra ver minha rolafui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casaconto familia da esposa nudistaMinha mãe colocou silicone e ficou gostosa contocontos eroticosda secretaria viciou a dar o cu para o patraocontos eroticos baba dano banhona meninacontos erotico baba casada chantageada por meninorelatos de ninfetas q foram arrombadas no carnavalcontoseroticos paguei para estruparem minha mulhermeu padrinho me comeigostosa.encoxada gozo nela q rla nei vioqueria que minha esposa me traísse contosconto eróticos gay hulkcontos erótico perdi a virgindade da b***** e do ku com meu patrãoContos eróticos de sogro e noracontos eróticos parentesconto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de conto meu tio morre de ciumes e amor por mimsogra morena dos peitinhos pequenoscontos orgia com jogadorescontos de uma morena malhada do rabao casadacontos ajudando minha mae peituda na faxinacontos erotikos coroa so leva no cu pois esta de chicoconto gay aloprado gostoso virei putabaxinha no hotel com namoradoloira resebi anal depois de treinamentoConto gay com cantosentei na rola do padrinho contos eróticosrelatos de ninfetas q foram arrombadas no carnavalconto erotico mulher infiel e marido atentoler historia de sexo entre cunhada e subrinhas com tiocontos eroticos sou coroa viuva e dei minha buceta pra um muleque roludoConto incesto sogra no volantefotos de esposa de corno pegando no mastro grandecontos eroticos de como meu amigo me comendoeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoamamentar o pedreiro contoscontos porno meus amigos colocaram dois pau no meu cuzinhotravesti dotadu no rnconto erotico arregaçadasempre que saio com uma mulher levo a calcinha dela de lembrança contos eroticosboquete sem lavar baixarconto porno gay putinha de várioscasa do conto minha filha sentou no meu colo de mini saiagozando vendo a tia lavando roupasentei na rola do padrinho contos eróticosconto erótico novinha masturbando éguacasa dos contos fudendo minha irma e prima putonasconto gay bebado fui fodidocalcinhas sujas contos eroticos da tia safada