Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTACIONAMENTO DO AEROPORTO DE BRASILIA

Nem sempre podemos nos encontrar.

Porém sempre damos um jeito de nos satisfazermos.

É uma atração muito grande a que sentimos.

Pra mim, ouvir sua voz é suficiente pra me sentir umedecida...

Pensar em encontrá-lo, me deixa em estado de excitação, fantasio mil coisas, fico feito criança em véspera de Natal...

E sempre foi assim, desde o primeiro cruzar de olhos, senti como se algo nos atraísse...

Já contei isso nos contos anteriores...

Estávamos há alguns dias sem nos vermos. Sabia que ele viajaria naquele dia.

Ofereci para levá-lo ao aeroporto. Seria no fim do dia e precisaríamos ir mais cedo por ser sexta-feira em horário de muito movimento.

Não via a hora de ir buscá-lo.

E ao chegar ao local combinado eu tremia como se fosse o primeiro encontro...

Ele entrou no carro. Discretamente nos cumprimentamos. Nossas mãos se procuravam ansiosas

Meu desejo era beijá-lo todo me despir e me entregar ali no carro...

Mas, o juízo e a razão me impediram tais coisas naquele momento...

Seguimos. Eram mãos tocando meus seios, beijos... toques leves....carinhos. Olhares de tesão... algo meio de tara.

Eu me sentia escorrer....mas preferi seguir direto pro aeroporto já pensando em um lugar para apagar aquele fogo.

Procurei um lugar menos movimentado, mas por ser sexta a noite, estava tudo lotado.

Parei perto de umas árvores num estacionamento onde ficam taxistas, e alguns transportes coletivos tipo vans....

Não havia privacidade alguma pois a todo momento pessoas passavam, e carros entravam no estacionamento.

E aproveitamos como pudemos, e confesso que a sensação do perigo me aguçou bastante.

Abri sua calça....e acariciei seu pau enquanto ele abria minha blusa e ia de boca no meus seios...

Mesmo sentada e com as mãos no seu pau e sendo acariciada eu me esticava toda com movimentos espaçados nos quadris... Sentia o calor, a umidade. Em alguns momentos fechava os olhos me deliciando com as caricias.

às vezes ele parava de me tocar e cobria seu pau exposto. Era sinal de algum perigo de sermos vistos. Mas eu não estava nem aí e imaginar que alguém poderia perceber me deixava mais maluca.

Abri minha calça expondo parte da calcinha. Ele enfiou sua mão e encontrou o ambiente propicio para uma deliciosa siririca que ele sabe bem de como gosto.

E foi assim que gozei forte com seus dedos dentro de mim em movimentos alucinantes.

Lembro que meu corpo esticado facilitou seus dedos ágeis me tocarem. Gozo delicioso...

Fui acalmando e sentindo seus dedos acompanhando meus movimentos meios "rebolativos" e circulares de fim de gozo...

Olhei pra ele com cara de Puta como ele sempre diz.

Estava suada, melada, e feliz...

Acariciei seu pau e ousei uma lambidinha gostosa, mas já não tínhamos mais tempo. Precisava levá-lo ao embarque.

Nos ajeitamos, rimos bastante da situação e da ousadia meio adolescente e ele foi para sua viagem...



Depois eu conto o retorno dessa viagem quando fui buscá-lo no aeroporto.(Anja BSB)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


beijador e pegador na buta gotosacomo mama um pau o bofe reclamo que eu tava sucandominha prima me seduziudormi bebado perdi as pregasminha vizinha poliana muito gostosa contosconto meu irmcontos erotico mamae fez papai me comercontos eróticos primeira vez q peguei na buceta da minha namorada assistimos porno comi gostoso contofizemos sexo bi com um estranho contoconto incesto minhas irmãs gritaram no meu paucontos erótico ParáCONTOSPORNO sapecavi minha tia nua contostraficante comendo a travesti conto eroticochantageei e comi a secretariacontos eroticos de incesto: sou cadelinha do meu filho 2novinha de shortinho curto mostrando os pelinhos das nádegasquero ver menininho dançando com shortinho dando molefilmadora dentro da vagina enquanto gozaescravisando primo contos eroticosconto erotico bolinada na infanciacontos comi uma cabritinhaComo eu faço para passar a minha pica dura na bunda da minha tiabuceta praia toninhas conto erotico abusarao mim metroContos minha sogra fas eu ser puta do sogro e tioscontos flagrei minha irmã e seu filhoa foder a policial na rua contosContos eróticos jogo de seduçãoContos eroticos orgia forçadacontos chavecando o cuzinho da coroacontos eroticos festa a fantasiaconto meu cu não voltou normaleu confesso comi minha sobrinha bucetudacontos meu primo me comeudormindogostei de ser enrabadovoyeur de esposa conto eroticotia bate no casa sobrinho contoputão na vara contosbebê g****** contos eróticosConto incesto chicotadas no rabao da filhaconto heróico de mão de madrugada alisando minha bucetinhabatendo uma punhenta para o marido sem calcinhaContos eroticos consolando a cunhada tristecontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhavoyeur de esposa conto eroticoconto erotico descobri que minha esposa e exibicionistaContos eroticos dando para o vovopintelhos na transparencia das cuequinhascontos eróticos o amigo pintudo do meu marido mi arronboconto dei minha xoxotinha para o meu padrasto quando tinha oito anos doeu mais foi gostosoContos namorada e o velhocontos eróticos de velhas crentes donas de casacontos eróticos- virei mulher do meu paicontos eróticos [email protected]viram peitos da minha namorada contoscontos colega safadinhaviadinho boquete na escola contoFuderan meu cu e minha esposa ajudou os carasfinalmente o telefone tocou conto erotico cornocontos de putaria em familiacomi minha comadre drogada contocontos sadico eroyico meninas inocentechupando o vizinho conto erotico gaybuceta inchada da cunhada...contoscontos gay na marravideos de sexo com cintirinhas finas e bundonapapai disse que me ama contos eroticoslanny_contoswww.contos+de+zoofilia+enpregada+ver+patroa+na+rola+do+cachoro.com.brbucetinha contoscontos não resisti ao cacetaoContos eróticos titiocontos comi minha alunacomt erot pasando quiabo coma busetaconto eróticos a patinha da minha sograminha sogra submissa conto