Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA SOGRA E MEU SOGRO-PARTE I

Quando vi a quantidade de contos de sogras e sogros neste site, me senti com uma “necessidade” muito grande de contar o que aconteceu comigo. Não sei se as histárias aqui relatadas são verídicas, lendo algumas fiquei em dúvida, eu tenho um interesse muito grande em contar a minha da forma como realmente aconteceu.

Minha fixação por minha sogra começou da maneira mais inesperada possível. Alguns meses antes de me casar, por causa de uma situação inesperada, precisei me mudar provisoriamente para a casa de meu sogro. Na hora de dormir, abriam uma cama dobrável e eu dormia na sala. Sempre tive sono pesado, mas numa noite acordei com a bexiga cheia, sentei na cama e quando ia levantando para ir ao banheiro escutei um barulho ritmado vindo do quarto de meu sogro. Percebi do que se tratava, a porta do quarto ficava ali práxima aos pés de minha cama improvisada. Por uma dificuldade de meu sogro em dormir no escuro, ficava entreaberta e isso atiçou minha curiosidade. Como seria? Com o coração na boca deslizei até a ponta da cama, e dali foi sá enfiar a cabeça para dentro do quarto. Demorei alguns segundos para visualizar com clareza aquela cena, no começo não entendi, mas depois aqueles corpos foram se definindo, e qual não foi minha surpresa ao ver que a posição dos corpos não era a que eu esperava; minha sogra estava por cima, dando o ritmo ao vai-e-vem do cacete de meu sogro. Aquela cena me deixou excitado a ponto de esquecer por um instante a necessidade de urinar. Meu sogro, caminhoneiro, era um senhor magro mas muito forte, minha sogra, mais baixa, já era gordinha e embora não fosse o tipo de mulher de se exibir, já tinha me despertado a atenção por suas pernas bem torneadas e seu jeitinho delicado. Levei um susto quando o relágio da sala começou a badalar, eram quatro horas da madrugada e os dois ali aproveitando o único horário possível, sem saber que existia uma terceira pessoa praticamente dentro do quarto. A proximidade era tanta que eu alem de ver, podia ouvir os gemidos abafados, o barulho do entra-e-sai na vagina, e principalmente o que mais me excitava e me excita até hoje: o cheiro do sexo, era um cheiro forte, mas ao mesmo tempo inebriante. Aquela senhora recatada, catálica fervorosa, eu não podia acreditar! Com aquelas ancas largas, pele branca angelical, subia e descia num ritmo forte, se abaixava e sufocava os gemidos no colchão. Aquilo já durava uns dez minutos e eu imaginei que se não fosse logo no banheiro eles iriam levantar porque meu sogro por volta das cinco horas já estaria na estrada. Levantei-me e fui até o banheiro, vocês devem saber a dificuldade que é urinar com o pau duro, com muita dificuldade consegui. Resolvi não dar a descarga para não alertar o casal. Ao abrir a porta, dei de cara com minha sogra. A festa tinha terminado e ela queria usar o banheiro. Levamos um susto, acho que nossas reações foram como num espelho, primeiro ficamos brancos, depois vermelhos, sem graça e acabamos trocando um sorriso meio constrangedor. Jamais eu poderia imaginar que mais de dez anos depois daquela noite nás dois tornaríamos a ter reações parecidas. Mas isso eu conto na segunda parte.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


flagrei minha irmã na ciririca contosflagrei minha esposa dado para nosso filho cotos eroticoContos eroticos escussao com meu marido banco diferentecontos eroticos de crentescontos eróticos afro ménage Contos erotico sofrimento de inocentescontos erótico proibido na net chatagiei a sobrinhacontos - menina safadinha IIIcontos eroticos calcinha gozadaVidio de bucetas emchadas napica grosamulher depravadaminha filha e uma cadela conto eroticocontos eroticos de padrinhos e afilhadas que engravidamconto erotico praia em familianegao deu o cu contos gaycontos janaina safadinhaContos como foi a primeira punhetinhacaminhando e disfarçadamente batendo uma ounhetinha pro namoradopai quero atencao contos eroticosminha novinha tarada contocamiseta e sem calcinha contosmulher escanxa no cachorro e goza gostosocontos gays me viu de calcinhacontos meu genro fez virar p*** delecontos eroticos casada virá puta do mendigocontos de coroa com novinhoflagrei minha irmã na ciririca contostitio me fez gozar com shortcontos eróticos gay surubarelatos eroticos madame coroacontos erótico de estupro em boatesdeflorar pau grosso punheta enteada contoscontos eroticos menino inocente é enganadocontos eróticos satisfazendo as fantasias do maridosafada da internet contomeu policial gostoso chupou meus seios e grelinhodei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidaesposa santinha liberando o cuzinho para o sogrouma coroa da bunda grande do cabelo liso e peidando a b***** para o cachorroDei a xotinha pro titio pauzudo me arrombou toda.regasado a xota vizinha istoriasContos minha sogra fas eu ser puta do sogro e tiosmamada gay contomeu irmao bate punheta na minha frente contos eroticosconto erótico de padrasto tirapodendo com a sograjornalistas rabudas contosesposa puta mandona+contoscuzinho da zildacontos eroticos carona com pai e filhinhacontos bebe safadaesposafio dentalcontosprimeira vez em fraldas tesãoquero ver travesti transando no abdômenconto erótico meu padrinho me estuproucontos erotico castiguei a buceta da vadiaconto eroticogay flagrado comendo cavalosarinha contos eróticos numero de telefonecontos mia subria noviacontos pornô eróticos de i****** primeira vez que eu cozinho da minha mãe pelada acabei comendomulatas do bundao e pitos caido gostosa.enchi o cuzinho da travesti contoscontos eróticos de incesto minha mae no meu colowww.contoseroticoscurracontos eroticos meu amante adora me agredirhome subimisso bebi xixi da rainha contos eroticos gay ainda menino virei putinha do velho me fazia de menininhacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos deixando por no cúcache:AQRime9uCcEJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria_9_5_zoofilia.html recebe conto erotico de casais de mais de quarenta anos por emailconto erotico eu fui no ensaio da escola de samba e dei o cu lalevou boquete da irmã caçula dis que gosta de chuparcomendo a boca da prima contoComi minha cunhada mais velha casada Adrianacontos cu apertado da obesacontos eroti os com negoes destruidor de cucontoseroticos primo transou com a prima e ela ficou gravidamorenonas muito gostosas de rabao enormes e arrebitados dando o cucontos porno de comeram minha namoradaminha mulher me comeuContos tirei cabaço da menininhaContos gay coroajato forte coroa vomitaporno de marido bebedo em casa obricando a esposa a fazer sexo com elefui currada na frente do meu marido