Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU, PAPAI E A PRIMA SAFADA

Oi pessoal. Meu nome é Rafaela, mas os amigos me chamam de Rafinha, pois sou um pouco “baixinha” (1,61m). Hoje tenho 22 anos e sou casada. Meu marido estuda na universidade há noite e, como ficamos somente eu e meu bebê em casa das 19 às 22:30, navego bastante pela Internet. Descobri este site há um mês e resolvi contar a minha histária, que aconteceu há sete anos. Estávamos no verão de 1998 em nosso apartamento em Balneário Camboriú. Minha prima, Daniela, foi passar duas semanas conosco naquela praia. Somos muito amigas desde criança, mas como mudamos de Lages para Joinville, pois papai é gerente de um banco, nos víamos somente na época de festas (férias de julho, Natal e Ano Novo). Daniela é um ano mais velha que eu, portanto, na época desta histária ela tinha 19 anos e eu 15. Em uma tarde, eu e Dani estávamos tomando sol no terraço do prédio em que passamos as férias de verão e começamos a falar sobre namorados, beijos, e sexo. Falei que era virgem (e realmente era) e ela ficou abismada, pois já fazia amor com o namorado dela há mais de um ano e falou que era maravilhoso. Depois de muito papo, ela disse que podia me ensinar a fazer algumas coisas, mas tínhamos que descer para o apartamento. Concordei, desde que não contássemos para ninguém. Descemos para o apê e fomos para meu quarto, somente de biquíni. Dani começou a mexer em meus seios, por cima do biquíni. Depois, foi a cozinha e pegou uma pedra de gelo e começou a passar pelos bicos de meios seios, que estavam com uma bela marca de biquíni. Fiquei excitadíssima. Foi quando Dani começou a beijar minha barriga, lambe-la, e chegou em minha buceta. Já estava quase dando pulos de tesão quando meu pai chegou em casa, sem que percebêssemos, e viu aquela cena. Na hora gelei e Dani começou a pedir desculpas. Meu pai aceitou. Foi quando percebi que havia uma grande volume por dentro de sua bermuda: meu coroa estava de pau duro ao ver aquela cena. Como eu estava dominada pelo tesão, olhei para papai, que tinha 39 anos na época e era bem “gostoso”, e perguntei se nás continuássemos, ele não contava nada para ninguém. Papai disse que sim, desde que ele participasse da brincadeira. Como não tínhamos outra alternativa, aceitamos. Papai começou dizendo que Dani tinha uma bunda maravilhosa e ficava muito gostosa com aquele pequeno biquíni. Papai perguntou se éramos virgens. Eu disse que sim e Dani afirmou que já trepava com seu namorado. Parai então mandou ela continuar a chupar minha buceta e ele passou a alisar sua bunda. Papai então abaixou o biquíni de Dani e começou a chupar sua buceta. Foi um delírio total. Ficamos sendo chupadas por um cinco minutos. Foi quando papai tirou sua bermuda e pudemos observar um pau de dar inveja. Era um trabuco de uns 2 centímetros e bem grosso, cheio de veias e com uma cabeça enorme. O coroa começou a pincelar o cuzinho de Dani, dizendo que faria ela gozar com uma bela trepada. Foi quando ele pegou minhas mãos e mandou arregaçar a buceta de Dani. Quando arregacei minha prima, gozei em sua boca e não aguentei e caí na cama, exausta. Papai então deixou Dani de quatro e empinou bem sua bunda, sempre elogiando aquele traseiro. Consegui ver pelo espelho da porta de meu guarda-roupas aquele cacete sumindo na buceta de Dani, que gemia feito uma cadela no cio. Papai ficou bombando uns cinco minutos, com o trabuco arregaçando a buceta de Dani. De repente, minha prima soltou um urro e gozou no pau de papai. Era tanto gozo que chegou a escorrer e lambuzar todo o cacete. Pedi para que papai fizesse o mesmo comigo, mas ele não quis, pois eu era virgem, mas deixaria nás duas chupá-lo. Como eu nunca havia chupado um pau antes, Dani, que era mais safada, foi me ensinando e foi a primeira a abocanhar aquele mastro. Depois foi minha vez. Não acreditava naquilo. Eu chupando o pau de meu pai e ao mesmo tempo fazendo minha mãe ser corna. Papai dizia maravilhas, que minha boca parecia um veludo, que eu era linda, etc. Enquanto eu chupava, Dani lambia as bolas de papai, que começou a enfiar um dedo em meu cuzinho. Fiquei louquinha com aquele dedo em meu cuzinho ainda virgem, imaginando que ao invés do dedo, podia ser aquele cacete arregaçando meu rabo. Foi quando papai tirou o pau de minha boca e mandou nás duas lambe-lo, uma de cada lado. De repente, um jato de porra saiu daquele maravilhoso mastro, sujando nás duas de porra. Depois disto, fomos tomar um banho. Nás três debaixo do chuveiro. Dani chupando meus peitos e papai fudendo sua buceta. Foi maravilhoso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto eróticos c afilhadachantagem zofilia e insesto conto eroticocunhadinha de 10 sem calcinha conto eroticocontos eróticos com mulher baixinhatexto erotico no inverno com o enteadoNo baile funk doidinha se esfregando de maiscontos eroticos q bocA e essa desse baianof****** a minha cunhada gostosa enrolada na toalhaContos dois na minha mulherporno contos eroticos fui enrabada pelo meu irmaoconto erotico gay: transando com um japonesminha esposa ficou toda melada quando pegou outra pica pela vez contos eróticosconto xotA cu filhinhoConto porno ui ui ui meteconto tia pelada em casapai emfia pica filha morroexcursão contos eroticossou putinha mesmocontos de relatado por mulher de corno e viadoContos eroticos mae inociando filho novinho conto realcontos fodi menininha por docescontos de xoxutuda dandocontos de gays sendo arrombados por varias rolaspornodoido transando na frente dos outros discretamentedona florinda so ela dona florinda vaginacontos eróticos mulher de traficante dando pra galera todacontos eroticos cunhadoxcunhadaconto cine porno gay RecifeTia dando o cu para sobrinho garotinho contos eróticosDei meu cu gay pro seguraca do meu paiComtos tia e sobrinha fodidas pelos amigos do tiocontos de sogra engravidando do genroFotos putinha com amigos no menagecontos eroticos batendo punheta olhando pro cuzinho do nemino contoseróticos encoxadas na casadavidios mulheres pelada mais o amigo e diz a ele pra bater ponheta na boca dela e derama galaminha filhinha 11aninhos com calcinha atolada contoscontos esposa evangélica e cunhadacontos eróticos chantageado e forçado a comerconto erótico novinha masturbando éguacasa do conto minha filha sentou no meu colo de mini saiafui arrombado contos gayscontos de corno esposa com dois e comendo cu do esposovideo porno de anos gozando dento e escorredocontos eroticos casei com um velhocontos eroticos mamaram meus seios em quanto eu domiacontos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeu o mineirinho que me cativou 2contoseroticoscagandocontofudi minha cunhadatrepando pau sua p*** prepara para o sábadoconto erotico eu e minha sobrinha de menor no matinhoContos eróticos incestos sádicocontos gemi grita olha corninhomanuela pedreiro contos eroticoscontos eroticos meu vizinho insitiu com minha mae e comeu elaenquanto eu dormia ele botava o cao pra me chupar incesto e zoofiluatransando com a interna contosempregada deu a bucetinha ao patrao sobre chantagemconto erotico irmão mais novo machoconto irma com tesaoquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandoporno mamei tanto o peitinho q inchoucontos a cunhada da primanamorada desobediente contos eroticosPORNO CONTO ORDEM DA PATROACrossdressing contos eroticover contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionáriosContos eróticos de arrombadasvizinha abrindo a cortina contosContos fudendo a coroa gravida casada