Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU AMIGO ME AMAVA - CAPÍTULO 20

Meu Amigo me Amava – parte XX



Bom... qdo a Alessandra dá esse beijão no Jhonny, na boa, nem acreditei, e pra minha surpresa o Jhonny correspondeu, beijou tbm, todo mundo vibrou, pois como palavras da prápria Alessandra, “ o maior e melhor presente que ela gostaria de ganhar no dia do aniversário dela era um homem”, sério, e ela estava feliz, pois pensou que tinha conseguido.A festa continua, depois de estar exausto, e Júlia no meu pé me beijando. E o Pedro com o pessoal do escritário sempre me olhando, e aquilo estava me incomodando, decido provocar o Pedro e embarcar na do Jhonny, começo a ficar com a Júlia, e beijo mesmo, amassos, sempre gostei dela, era uma menina legal, simpática, e por que não. Então ficamos. Chega na mesa o Jhonny e a Alessandra, ela sai pra ir ao banheiro e dá maior beijão na boca do Jhonny, ficamos eu, Jhonny e a Julia na mesa, bebendo e conversando, e o Pedro a nos olhar, na pista, dançando e virado pra gente, toda hora o Pedro bebia, wisk, ice, vodca, estava animado. O Jhonny percebe o constrangimento e me chama, dou um beijo na Júlia e vamos ao banheiro: “Breno, quer ir embora cara, olha não tem problema, metemos o pé, quer ir?”. Digo que não: “Que ir embora o que Jhonny, o Pedro não vai azedar nossa noite, não vou dá esse prazer pra ele,não vou mesmo.” Aproveito pra perguntar neh, a cena do beijo não saiu da minha cabeça: “Jhonny que foi aquilo na pista brother, na boa pensei que vc fosse ficar super constrangido com a Alessandra?.” Ele me corta: “Breno, que isso leke, tu acha o que, sá por que sou gay, que curto caras nunca fiquei com mulher, relaxa, eu sei até onde posso ir.” Fico sem graça e falo que depois que ele me confessou ser gay que nunca paramos mais pra conversar sobre isso, e que nos últimos dias aconteceram tantas coisas que realmente nos impediram de continuar o assunto que se iniciou na praia. Ele me pergunta quem é a garota que eu estava beijando, eu digo ser uma amiga minha da faculdade, ele me pergunta se realmente gosto dela, digo que já havíamos ficado e que ela é legal, ele sorri e me diz: “não foi isso que perguntei brother, mais já entendi.” Sorri e sai do banheiro, eu vou logo em seguida. Voltamos pra mesa e a Alessandra igual um polvo agarra o Jhonny, foi surreal, uma coisa que jamais imaginei. A Júlia vem pro meu lado e voltamos a nos beijar, o Jhonny é puxado literalmente pela Alessandra pra pista, e ele vai, nunca o vi tão solto, tão alegre, animado mesmo, qdo olho pro balcão está o Pedro, sentado, virado pra minha mesa, com aqueles olhos, e bebendo, disfarço e volto a ficar com a Júlia, algumas pessoas do escritário começam a ir, principalmente os mais velhos, nesse momento já eram quase 2 horas da madruga, a boate lotada, o Jhonny suando, se acabando. Derrepente o Pedro vem até minha mesa, e tira a camisa, algumas mulheres começam a gritar estéricas: “gostoso, tesão, vai gostoso”. O Pedro pra meu espanto tira a camisa e começa a dançar, em poucos instantes juntos várias mulheres ao seu redor, até as dos escritário, que sabiam que ele era casado. Pra meu espanto nem sabia que o Pedro sabia dançar, mais ele dança, é provocado, provoca, até que uma das meninas mais atiradas lhe tasca um beijo na boca, ele corresponde, eu na mesa olhando aquilo tudo, a Júlia decide me puxar pra eu ir pra pista, eu vou, danço tbm, o Jhonny vem pro meu lado, e ficamos a dançar, a Alessandra animada, foi se juntar as amigas e azarar o Pedro, que estava se achando, e toda hora me olhava, na boa mesmo depois de td não gostei, estava achando aquilo péssimo, o Jhonny puxa eu e Júlia e fazemos um círculo e começamos a pular, a pista nessa hora estava lotada, td mundo dançando, e começamos a pular muito. O Jhonny me animando e a Júlia tbm. Até que os amigos da Júlia a chamam pra ir embora, a gente se despede, ela me dá mais um beijo e diz que amanha me liga depois, eu digo beleza e ficamos eu e o Jhonny ali dançando. O Pedro vai pra mesa, a Alessandra e o Maurício ficam com ele lah, e continuamos a dançar, eu e o Jhonny. Observo que qdo o Mauricio sai da mesa chega um cara bonito, loiro, forte, estava sem camisa até e com bermuda, fala algo no ouvido do Pedro, que me olha, percebe que estou olhando, o cara fala algo no ouvido do Pedro e vai em direção ao banheiro, o Pedro dá uma golada no wisk que estava bebendo e vai, o Jhonny me puxa pelo braço: “Breno, qual foi cara, esquece esse cara pow, deixa ele”. Não ouço o Jhonny e vou em direção ao banheiro, o Jhonny me agarra pelo pescoço, pra quem passava parecia que ele estava me abraçando, mais ele estava me puxando mesmo e pelo pescoço:”Breno... mais confusão não”. Ele me leva pra fora da boate e me diz pra ficar calmo, esquecer o Pedro, mas não adiantava, entrei correndo pra bate e o Jhonny atrás me grita, vou em direção ao banheiro, entro no banheiro masculino e há pouca movimentação, vou até os vasos sanitários que tem portas e tal, vou olhando por baixo da porta, qdo vejo 4 pernas, nesse momento eu respiro fundo a abro a porta e vejo o Pedro com o rapaz loiro e forte, o cara de calças arriadas e o Pedro o enrrabando, qdo abro a porta o cara até fica um pouco envergonhado e tal, mais o Pedro pra se amostrar acelera, e começa a meter mais, e sorri pra minha cara, aquilo me dá um ádio tão grande cara, não por mim, acho que por mim tbm, mais pela Luciana, pela filha dele, um ádio que não enxergo nda, parto pra cima do Pedro com tudo, o cara não entende nda, põe suas calças e sai de fininho, o Jhonny vem logo em seguida, rapidinho o banheiro enche de curiosos, o Pedro ri, debocha da minha cara. O Jhonny me segura com força, mais a raiva era tanta que consigo sair dos braços do Jhonny e vou pra cima do Pedro, dou socos, pontapés, gravatas, e ele me empurra, xingo muito ele: “Seu filho da puta, seu canalha, como vc pode cara, como vc pode ser tão sujo, tão podre, eu tenho nojo de vc, nojo”. Nesse momento chegam os seguranças que coloca eu, o Pedro e o Jhonny pra fora, foi maior barraco. Na porta da boate continuamos a discussão. O Pedro sem camisa, o Jhonny tentando me controlar, mais td em vão. O Pedro me provoca: “Vc não disse pra terminamos, pra acabar com tudo, não tenho culpa cara, vc pensou o que, que iria ficar pelos cantos, sofrendo por vc”. O Jhonny me puxando, observando que as pessoas em volta estavam ouvindo, comentando, mais não enxergava ninguém, apenas queria matar o Pedro, foi muita raiva na hora, e o Pedro continua, me provoca: “Não tenho culpa se o muleke que vc queria ficar, que vc está apaixonado, ficou com a Ale na sua frente, seu mané. Breno vc se acha o cara, mais no fundo vc não é nda, vc é um leke inocente, bobão, cheio de sonhos cara, que vai quebrar a cara sempre.” Nesse momento dou um empurrão no Jhonny que cai na calçada, ou pra cima do Pedro, nos embolamos no chão, em frente a boate, os seguranças se aproximam, e acerto um soco na cara do Pedro que cai no chão, estava já meio alcoolizado, acho que por isso ele caiu. O Jhonny me puxa forte, me sacode, me pede pra parar, começo a chorar ali mesmo, ele liga a moto e saímos, ele acelera, paramos num quiosque, isso já eram quase 3 e meia da manha, ele me compra uma coca, me pede pra se acalmar. Vamos pra areia, ficamos lah, a brisa do mar me acalmou um pouco e o Jhonny ao meu lado. Não demoro muito e começo a desabafar: “Vc viu Jhonny o qto o cara é canalha, é sujo, comendo o cara no banheiro cara, igual um bicho, se achando “o melhor”. Não podia cara, muita sujeira”. O Jhonny me abraça, começa a sorrir, e diz: “Vc dois duas crianças sabiam. Breno cara, vc ficando com a Júlia pra por ciúmes no Pedro, o Pedro tira a camisa e começa a chamar atenção na pista, não satisfeito pois vc continuava a beijar a Júlia, pinta um boy afim de pica na pista e ele come, pois sabe como vc é, te conhece e sabia que vc arrumaria aquele escândalo todo. Pow Brenão, tudo previsível cara”. Ao ouvir o Jhonny falar isso, perceo o qto sou idiota, realmente, o Pedro sá pode ter feito aquilo pra me provocar, pra me descontrolar mesmo, ele queria me testar e conseguiu, caí feito uma anta. O Jhonny continua: “Sá não entendi qdo ele disse que vc o largou por causa de mim, que vc quebrou a cara, que fiquei com a Ale. Breno p q vc não disse pro Pedro a verdade, te falei pow, contei pra vc, disse que era gay. Vc teve vergonha de mim cara, da minha opção sexual, foi isso?” Eu na hora fico sem graça, e depois falo que não foi isso, mais que era um segredo dele, e que não tinha o direito de sair espalhando pra td mundo sua opção. O Jhonny me entende o pergunto sobre ele ter ficado com a Alessandra: “Jhonny e vc cara, curtiu ficar com a Alessandra cara, pensei realmente que vc fosse ficar mal?” Ele sorri e me diz: “Cara, antes de ser gay eu sou homem, td bem me decidi há um tempo jah sobre o que eu realmente queria, acho que a maioria passa por essa fase, Breno sou como vc cara, Antes tbm ficava com mulheres e com homens, mais chega um momento em que vc não consegue mais se enganar, não se sente bem enganando as pessoas. Decidi jogar limpo comigo mesmo, foi difícil mais foi o melhor. Vi que é bobagem, que meus pais, meus amigos tinham que me aceitar do jeito que eu sou, que minha opção sexual, que por eu gostar de homens não me faz pior do que ninguém, foi difícil, não é fácil, eu sofri, sofri muito e sofro até hj, p q como já te disse não queria ser assim, não queria, mais agora cara que me aceito, que abri o jogo me sinto bem, sou feliz, pelo menos tento. Cara sou feliz por ter uma família, por ter saúde, por ter vc ao meu lado, por poder ver vc todo dia.” Qdo ele me diz isso eu fico super sem graça, ele percebe e pergunto: “Então por que vc beijou a Alessandra, vc não sentiu nda?” Ele sorri e continua: “Cara sei lah, queria me diverti hj, e foi divertido, dancei, pulei, bebi, fiz td o que a um tempão não fazia, e a Alê estava ali toda carente, e eu tbm, então embarquei, uns beijinhos não faz mal a ninguém.” Pergunto o que ele vai fazer caso ela se interesse por ele, ele me olha sério e diz: “Breno não sei, não é a primeira vez que isso acontece, mais caso venha acontecer falo pra ela que sou gay e pronto.” Fico assim meio sem graça e pergunto se ele não sentiu nda pela Alessandra, ele me olha e fala abertamente: “Breno, dá rpa perceber que vc é um leke cheio de neuras ainda, mais te entendo cara, eu tive que amadurecer na marra, e cada um tem o seu tempo, na moral, isso é super normal. Breno se vc quer saber se eu fico de pau duro qdo vejo ou fico com uma mulher gostosa eu te pergunto, sim cara, fico. Ser gay não significa ser impotente, não tem nda haver, quer um exemplo maior cara o Pedro, é casado, tem uma filha, e fica com homens, ficou com vc, não se espante qdo eu disser que vc não foi o primeiro nem o último, assim como vc já ficou com outros caras, com mulheres, eu tbm cara. O pau sobe, vc pode casar, ter filhos, mostrar pra sociedade que vc é um macho, mais eu te pergunto e no final vale a pena, vale a pena enganar uma mulher, ter filhos e não ser realmente feliz, não fazer o que realmente te dá prazer? Claro que não brow, e a esse papel eu jamais me prestaria. Acho isso uma covardia, mais cada um é cada um e eu respeito.” As palavras do Jhonny penetram minha alma como uma flexa, realmente ele tinha razão, será que vale a pena? Nesse momento penso no Pedro, ele casado, pai de família, disse que me amava, fica a pergunta na minha cabeça “será que ele é feliz?”. Ficamos uns minutos na praia em silencio, admirando o mar. E vamos pra casa, o Jhonny para em frente ao portão de casa já tudo escuro, peço pra ele deixar a moto no quintal e entrar, ficamos na varanda, ele ao meu lado. Ficamos ali ouvindo os latidos do cachorros dos vizinhos, derrepente ele me abraça, não fala nda, me dá um abraço, eu o abraço tbm. E ele me diz: “Qdo o Pedro hj cara disse que vc é um cara sonhador, inocente, que vai apanhar muito ainda na vida, eu pensei cara na hora comigo, “ele tem razão”. Na hora fico puto e respondo: “Até vc Jhonny, me acha um bobão, um idiota que qualquer um leva no bico é isso pow valeu.” Nesse momento me levanto e pego a chave pra entrar, o Jhonny me puxa pelo braço e sento, ele olha nos meus olhos e diz: “Breno, na boa, não tem como uma pessoa não gostar, não admirar vc, cara vc um dia me disse que eu sou um cara especial, blz, eu aceitei, mais vc tbm é cara, na moral, brother até vc nervoso, alterado consegue ser sei lah... engraçado. Cara vc é forte e ao mesmo tempo frágil, é pura emoção, um leke transparente, humano, solidário. Cara a cada dia gosto mais de vc, a cada da te amo mais.” Qdo ele diz isso me sinto sei lah... sem chão. Não falo nda, o abraço e começo a chorar, ficamos no sofá da varanda assim juntos, percebemos que está quase amanhecendo. Me levanto e chamo ele pra dormir na sala, nem percebo e Jhonny já havia dormido ali mesmo, no sofá da varanda, qdo olho aquele cara ali, dormindo, lindamente, feito um anjo, dou um beijo nele, me assusto qdo ele acorda, fico sem graça, ele me olha, puxa minha cabeça e me beija, eu correspondo, no beijo mais que esperado



Continua...



Galera, envie e-mails, comente, estamos quase na reta final. Forte abço.



[email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


homem fudeno acachoradaPornodoido passistascontos eroticos comendo cu da prima e tia junto com o tiocavala q adora foder d salto alto contos eroticoscontos eroticos com a vovócontos eroticos tirei a virgindade da minha tia gordinhaas meninas brincaram com meu pau contoschegou na casa da visinha e ja foi logo comendo a safadcontos eroticos primeiro empregoguais sao as deusas da punhetawww.porno cuahada virgem estupadacontos marido deu sonifero para esposacontos eróticos com esposa enfiando coisas na bucetacontos eroticos sou crente casada mas tenho fogo no cucontos exitantes de aline bebada com varioscontos eroticos filha so.de calcimContos eroticos c imagens meus dois chefes me comeram por dinheironoite fria com titia contos eróticoscontos eroticos encoixada pelo caderantebuceta toda escancarada putariafomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contoconto erotico minha namorada dançando com outro na baladaContos o caminhoneiro me chupou inteiradando pro genro. contos eróticosme masturbei vendo as calcinhas da vizinha no varalo lekinho putinha da turma conto eroticoContos erótico de Muller casadavesti as roupa feminina e dei meu rabinhoconto fui por cima do meu primocontos de sexo com velhos babõesporno zofilia peitinho inchado sozinhasContos coloquei ela choroucontos eroticos nane descomunalmae desfilando de calcinha fio dentalminha mulher grávida chupou minha pica cm leite condensado contos eróticosdandoocucontoseroticoscontos sexo a primeira vez que comi o travestiscontos lesbica fui sedusida banheiro boatycontos eroticos traindo o marido com pivetescontos eróticos eu e minha amiga transamos na baladaconto erotico comi a cunhadinha nos fundos e na frente da namoradacuzinho de entiada contos veridicocontos.casado curte travestiContos Eróticos DE Dei Para O Amigo Do Meu Filho Na Minha CasaWww.xoxotinhanovinha.comContos eróticos incesto teens tomando banho com meu paicontos incesto filhonas chegou na casa da visinha e ja foi logo comendo a safadconto erotico tira a roupa revólverconto comeu meu cu gostosocontos fiquei com cu ea boceta arrombada 24cmcontos incesto engravidando a propria tiaconto erótico piroquinha da mamãemamando a rola quente do meu padrastoatolando nas cachora no ciohomes esfregando nas mulhres no honibushttp://okinawa-ufa.ru/conto_7625_tirei-o-cabaco-da-prima-dentro-da-cana.htmlcontos eroticos travestis fudendo frentistas do posto de gasolina gaysconto irma dormindoxvidio chupando abucetinha da nifetinh virgewww.fiquei louca quando vi a cueca do meu filho mrlada de gala contocontos de incetos o viadinho do meu irmãozinhovideos de novinhas que nao esperavao que o pinto entrasse no cucontos excitantesde sexoSobrinho da Academia tia gordinha conto eroticopornô doido irmão f****** irmã fortemente com pau bem grandãominha esposa me convenceu dedos no cu conto hormonal femininossexo casual novinhas procura coroas pra bancar norioRealizei a fantasia do meu colega e eu virei cornoContos de novinha safadana buceta da velhinha contos eróticosContos eróticos novinha de bikeConto de puta esporrada por muitos machos no barconto chantageei minha irma evangelicacontos eroticos traindoenche esse cu de leite contosA Tia super gostosa com uma bunda maravilhosaconto o cachorro que fudia a vizinhacontoseroticosesposapraiaidoza caseta toda gozadavideos de palmadas fortes na buceta e na bunda peladacontos eroticos a mulher do pastorFAMÍLIA LINDA CONTOS ERÓTICOSvistorias eroticas de zoofiliaaregasando a b da ndeu o c* não aguentou o cilindrocontos eroticos festa a fantasiacontos eróticos novinha no ônibusvoyeur de esposa conto eroticoconto erótico gay com estupro e muito dor e sangue em cima de uma camacontos eróticos virei cd para usar fio dentalContos de shemales taradas e safadas do pau gostosos.coontos coroa xereca piscou quando vi pica cachorrogarotinha contos eróticosconto comendo na marra a mulher do traficanteENFERMEIRA  contos eroticos comendo o rabinho da bebada